‘Fraude do CEO’ causa prejuízo a empresas alemãs

Falsos memorandos de altos executivos convencem funcionários de contabilidade a transferirem fundos para organizações criminosas

Empresas alemãs perderam milhões de euros para o crime organizado em um golpe apelidado de “fraude do CEO”, que usa falsos memorandos de altos executivos para convencer funcionários de contabilidade a transferirem fundos, informou nesta segunda-feira a agência federal de segurança cibernética da Alemanha (BSI).

A BSI disse que as autoridades que investigam a nova fraude receberam uma lista de 5 mil alvos potenciais, e notificaram as empresas envolvidas.

Organizações criminosas estão usando informações que conseguem em redes sociais, sites corporativos, sites de empregos e até ligações para as companhias para falsificar os dados de contato de altos executivos.

A BSI disse que a Polícia Federal Criminal alemã estimou que o golpe já custou milhões de euros a empresas nos últimos meses.

A fraude visa funcionários dos departamentos de contabilidade e auditoria das companhias afetadas, que são pressionados pelos golpistas a transferir dinheiro para as contas dos criminosos, usando como argumento a pressa para supostos “projetos secretos”.

(Com Reuters)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Hattori Hanzo

    …ah, tá legal!
    historinha para boi dormir.

    Curtir