Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fipe prevê alta maior para o IPC em agosto

Por Maria Regina Silva

São Paulo – A inflação na cidade de São Paulo deve acelerar em agosto e fechar o mês em 0,23%, bastante acima da variação de 0,13% de julho. A previsão foi divulgada nesta quinta-feira pelo coordenador do Índice de Preços ao Consumidor (IPC), Rafael Costa Lima, na sede da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

O grupo Alimentação deverá exercer a maior pressão sobre o índice neste mês. Embora o grupo tenha mostrado surpreendente desaceleração entre junho e julho, de 1,03% para 0,53%, os preços deverão voltar a subir com mais força no decorrer de agosto. “Tivemos uma surpresa positiva, pois Alimentação veio abaixo do esperado. Percebemos uma mudança forte da terceira para a quarta quadrissemana”, afirmou. Alimentação, na terceira quadrissemana de julho, havia subido 0,95%. Esse movimento foi influenciado, segundo Costa Lima, sobretudo pelo desempenho de alguns produtos in natura, como por exemplo Tubérculos (de -1,70% na terceira apuração para -6,30% no fechamento de julho).

Segundo Costa Lima, os preços deverão ser impulsionados pelo aumento das commodities no mercado internacional. “A desaceleração vista no grupo Alimentação (em julho) não deverá se manter por causa da valorização de algumas commodities no exterior, que poderão afetar, direta ou indiretamente, o IPC”, disse, referindo-se principalmente à alta de grãos como soja e milho. Diante dessa expectativa, o coordenador espera alta de 0,71% no grupo Alimentação no fechamento deste mês.