Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fazenda diz que não há espaço para subsídios

Ministro Nelson Barbosa ouve propostas das montadoras para estímulo ao setor, mas afirma não haver espaço fiscal para abatimentos de impostos

O Ministério da Fazenda disse em nota nesta segunda-feira que vai avaliar as propostas para o setor automotivo apresentadas pelas montadoras, mas que no momento não tem “espaço fiscal” para propostas que impliquem gastos com subsídios e equalizações.

A nota foi divulgada após encontro do ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, com o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Moan, que apresentou ao governo os resultados e projeções do setor automotivo e o programa de renovação da frota.

“O Ministério da Fazenda se comprometeu a avaliar as propostas, mas esclarece que não há no momento espaço fiscal para nenhum tipo de projeto que implique em dispêndio com subsídios ou equalizações”, disse a Fazenda em nota.

Na semana passada, o presidente da Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotivos (Fenabrave), Alarico Assumpção, afirmou que o governo estava trabalhando um programa de estímulo à venda de veículos novos, a ser anunciado ainda em janeiro. O dirigente fez a ressalva de que o plano não prevê subsídios ao setor.

Leia mais:

Governo prepara programa de estímulo à venda de veículos

Onix lidera pela primeira vez a lista de carros mais vendidos do Brasil

(Com Reuters)