Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

CPFL e Cymi vencem leilão de transmissão de energia

Cymi ficou com lote A, na Bahia, enquanto CPFL levou o lote I, em São Paulo. Lotes F, em Rondônia, e J, em Goiás, não receberam lances

O primeiro leilão de transmissão de 2015, que aconteceu nesta sexta-feira, teve dois lotes sem interessados e outros dois arrematados pela espanhola Cymi Holding e pela CPFL Geração. O principal lote, A, que conectará parques eólicos localizados na Bahia para o escoamento da energia elétrica ao Sistema Interligado Nacional, ficou com a Cymi, que apresentou um lance de Receita Anual Permitida de 144,6 milhões de reais, que representa um deságio de 1,51% ante o máximo permitido.

Leia também:

Levy assume cargo com dívida de R$ 1,25 bi do setor elétrico a pagar

2015 mal começou e brasileiro já paga mais caro em conta de luz

Usina de Belo Monte pode ter rombo bilionário com atraso em obras

Já a CPFL Geração, do grupo CPFL Energia, levou o lote I, em São Paulo, com deságio de 32,59%. A empresa receberá uma RAP de 10,8 milhões de reais por ano quando o empreendimento estiver em operação. Formado pela subestação Morro Agudo, o lote I reforçará o suprimento de energia às cargas da região nordeste da CPFL. Os outros lotes na disputa, F, em Rondônia, e J, em Goiás, não receberam lances no certame.

Considerando os quatro lotes oferecidos para licitação no certame, as linhas de transmissão somavam 905 quilômetros e os investimentos que totalizariam 1,7 bilhão de reais. O mercado já esperava cautela por parte dos investidores diante das taxas de retorno possíveis na disputa, que não estariam de acordo com o aumento da percepção de risco.

(Com agência Reuters)