Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Consumo consciente perdeu espaço no Brasil

Brasileiros estão menos preocupados com impacto de suas opções de compra, em relação a 2007, segundo estudo da Fecomércio. Reciclagem cresceu

A preocupação com o planeta na hora de consumir ainda não está na cabeça dos brasileiros. Apesar do aumento de renda, o consumidor do país está deixando de levar em conta hábitos ecológicos, segundo revela a Pesquisa Nacional de Consumo Consciente 2012, publicada na quarta-feira pela Fecomércio-RJ. O estudo mostra que hoje 37% da população não levam em conta a preservação ambiental no dia a dia. Esse número era de apenas 26% em 2007. As discussões sobre a economia verde e a forma como o consumo pode mudar o futuro do planeta estarão no centro da Rio+20, em junho, no Rio de Janeiro.

A pesquisa mostra que o brasileiro está deixando de fazer coisas simples, que além de preservar o ambiente contribuem para o próprio bolso. Em 2007, 74% dos pesquisados se preocupavam em utilizar sobras de refeições para fazer uma nova refeição. Esse percentual caiu para 67% em 2012. Em 2007, 24% diziam lavar a calçada de casa com água de mangueira. O número subiu para 27% em 2012. Até os hábitos de fechar a torneira para escovar os dentes e de apagar as luzes ao sair de um recinto, que eram quase unânimes em 2007, realizados por 92% e 93% da população, respectivamente, estão sendo relaxados nos últimos cinco anos: caíram para 89% e 91%, respectivamente.

Outros hábitos conscientes parecem estar perdendo espaço. Antes, 26% procuravam consumir produtos com menos impacto para o meio ambiente. Hoje, apenas 22% mantêm essa preocupação. Em 2007, 42% plantavam árvores ou cuidavam de jardins. A nova pesquisa revela que apenas 37% têm esse costume.

No entanto, nem tudo é desperdício no Brasil. A separação de lixo para reciclagem aumentou de 40%, em 2007, para 49% em 2012. Mais pessoas também estão pegando mais caronas para economizar combustível – o que ajuda na redução das emissões de gases poluentes. O número mudou de 17% em 2007 para 20% em 2012. O abandono das sacolas plásticas também parece ganhar adesão. Em 2012, 17% dos brasileiros informaram que sempre utilizam sacolas ecológicas em vez de sacolinhas de supermercado. Em 2010, quando essa pergunta foi incluída na pesquisa, apenas 5% tinham essa preocupação.

LEIA TAMBÉM:

Que consumidor é você?

Consumo verde cresce no Reino Unido

Entenda o que é economia verde