Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Casa mais cara dos EUA é vendida por US$ 147 milhões

Mansão de mais de 72m² foi vendida ao diretor do fundo de hedge Jana Partners, Barry Rosenstein, por US$ 147 milhões

Uma casa com 72.843,38 m², localizada em East Hampton, nos Estados Unidos, foi vendida por 147 milhões de dólares. Trata-se da propriedade mais cara a ser vendida na história do país. Segundo informações do Business Insider, o novo proprietário é o gestor de fundos de hedge Jana Partners, Barry Rosenstein, que terá como novos vizinhos o ator Jerry Seinfeld, o também gestor de fundo de hedge Jim Chanos e o vendedor de obras de arte Larry Gagosian.

O antigo proprietário da casa era o diretor de uma empresa de investimentos de Nova York, Christopher H. Browne. Browne adquiriu o imóvel no final dos anos 1990, de acordo com o jornal The New York Times.

Leia também:

Apartamento em Londres é vendido por US$ 237 milhões, recorde do país

São Paulo e Brasília são as cidades mais caras do Brasil, aponta BC

Quando o empresário faleceu, em 2009, deixou seus bens para seu parceiro, o arquiteto Andrew Gordon. No entanto, disputas legais entre as famílias de Gordon e de Browne duraram até 2012, quando Gordon, que na época lutava contra um câncer, foi autorizado, por meio de um acordo secreto, a viver o resto de sua vida na casa. Após o falecimento de Gordon, em meados do ano passado, a família de Browne vendeu a mansão.

A negociação conseguiu superar a venda de uma mansão de mais de 200 mil metros quadrados em Greenwich, Connecticut, por 120 milhões de dólares. O negócio ocorreu há três semanas e era, até então, o maior envolvendo imóveis residenciais dos Estados Unidos.

Conheça também as dez mansões mais caras à venda em Los Angeles