Casa Branca se valoriza na era Obama e vale US$ 398 milhões

Segundo site de avaliação de imóveis Zillow, o valor da residência oficial dos presidentes americanos subiu 15% em oito anos

A Casa Branca teve valorização de 15% durante os oito anos de mandato de Barack Obama e poderia ser vendida agora por 397,9 milhões de dólares (1,278 bilhões de reais). A conta é do site de avaliação de imóveis Zillow e foi publicada nesta terça-feira.

Este é o valor mais alto estimado pela empresa para a residência oficial dos presidentes americanos – e também o imóvel mais caro já avaliado por ela. A famosa propriedade de 5.100 metros quadrados tem 132 quartos, 32 banheiros, seis andares e 28 lareiras. Inaugurada em 1800 – e tendo passado por várias reformas e até uma reconstrução desde então – tem itens como quadra de basquete, de tênis e biblioteca. Se fosse alugada, a casa do número 1600 da avenida Pennsylvania poderia render o equivalente a 2 milhões de dólares (6,42 milhões de reais) por mês.

Segundo o diretor de marketing da Zillow, Jeremy Wacksman, a valorização do imóvel enquanto foi ocupado por Obama é impulsionada pela coincidência do mandato do presidente com o bom momento do mercado imobiliário, cujos valores se recuperaram nos últimos anos. “Os valores de casas pelo país estão crescendo no ritmo mais forte desde 2006, com recordes de preços sendo estabelecidos”. Os preços em Washington DC subiram 9% desde a posse de Obama, em 2009.

O Zillow faz o cálculo de valor de propriedades usando um sistema computadorizado que leva em conta dados públicos, informações como localização, características do imóvel e condições do mercado. A empresa diz que já avaliou mais de 100 milhões de casas nos Estados Unidos.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. kkkkkk O filho de 10 do Trump nao gostou da Casa Branca. Ele perguntou: pai nos estamos ficando pobres? Depois de morar no Trump Tower onde tudo e dourado ele nao gostou da Casa Branca. Isso nao e piada. Aconteceu de verdade

    Curtir