Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Carrefour retira produtos de empresas da Carne Fraca das lojas

O Grupo Pão de Açúcar bloqueou a compra de produtos de três fábricas interditadas por autoridades na última sexta-feira

O Carrefour no Brasil retirou preventivamente das suas lojas produtos fabricados pelas 21 empresas citadas nas denúncias da operação Carne Fraca da Polícia Federal, que investiga um esquema de corrupção envolvendo fiscais agropecuários e frigoríficos.

“A companhia informa que, assim que tomou conhecimento, exigiu esclarecimentos dos fabricantes envolvidos nas denúncias e retirou preventivamente das suas lojas os produtos vindos dos frigoríficos citados”, diz a rede em comunicado.

De acordo com o Carrefour, segunda maior rede de varejo do Brasil, o critério para retirada foi a planta frigorífica e não a marca. O grupo, contudo, não informou de imediato de quais fábricas eram os itens retirados de suas lojas nem o volume retirado.

O Grupo Pão de Açúcar (GPA), líder do setor, informou que bloqueou as compras de três fábricas interditadas por autoridades na última sexta-feira – uma da BRF em Mineiros (GO) e duas da Peccin , em  Curitiba e Jaraguá do Sul-SC).

O Brasil suspendeu a exportação de carne das 21 empresas investigadas na Operação Carne Fraca, mas manteve as vendas dos seus produtos para o comércio interno. O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, disse que o consumidor brasileiro pode continuar comprando suas carnes com tranquilidade, pois confia na qualidade do produto.

“A garantia é que nosso sistema é forte, mas está sob suspeição. Não posso acabar com uma cadeia produtiva inteira por suspeição. Se olhar por que estão sob suspeita, ninguém será por adulteração de produto, não é sobre qualidade. São problemas de relacionamento de fiscais com frigoríficos. A suspeição não é sobre a qualidade”, disse.

(Com agência Reuters)

 

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. PAUNOMOLUSCO

    Isso!

    Curtir

  2. Aderson Santos

    Como assim?
    Deixe-os ver se entendí:
    Quer dizer que o governo suspendeu a exportação destes produtos mas autorizou sua comercialização no mercado interno? É isto? Somos diferentes dos estrangeiros? Somos alienígenas?
    Hum…. sei não! Pelo jeito acho que somos!
    Eita paisinho este, não?

    Curtir