Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Caixa corta de novo juros para pessoas físicas e jurídicas

Medidas incluem vantagens para clientes pessoas físicas que queiram comprar um carro novo, bem como para as linhas Construcard e penhor

No mesmo dia em que o Banco do Brasil anunciou redução de suas taxas de administração, a Caixa Econômica Federal (CEF) diminuiu ainda mais os juros para pessoas físicas e jurídicas nas operações de financiamento de veículos, Construcard (linha de crédito para aquisição de materiais de construção para reforma ou ampliação de moradias) e penhor.

No caso do Construcard, os juros saem de um patamar mensal de 2,40% e passam para faixa de 1,96% a 2,35% a.m. No penhor, haverá agora tarifa única de 1,70% a.m. contra uma cobrança anterior que variava de 2,00% a 2,40% mensais. No financiamento de veículos, a queda de taxas abrange aquisições de carros novos, com cota de financiamento de até 70% do valor do bem. Na taxa anterior, o intervalo de juros cobrados era de 0,89% a 1,55% ao mês. Agora essa faixa caiu para o intervalo de 0,89% a 1,26% a.m. Os benefícios são destinados a funcionários públicos e àqueles que recebem salário pelo banco, além dos clientes que tenham relacionamento de mais de 90 dias e mutuários de financiamento imobiliário.

Leia mais:

Mesmo com cortes, BB e Caixa não têm os menores juros

Pessoas jurídicas – Para as empresas, a Caixa diminui também as taxas do cheque especial, que passam do intervalo de 2,87% a 7,95% ao mês para o intervalo de 2,87% a 4,27% a.m. – uma redução de 57% se considerado o valor máximo de cobrança.

O serviço de antecipação de recebíveis de cartões de crédito também sofreu alteração de taxa, que passa de 1,36% a.m. para 1,00% a.m. O cliente ainda tem o benefício de cobrança de juros apenas sobre os dias efetivamente utilizados. As medidas abrangem todas as empresas, independentemente de terem relacionamento ou não com o banco, e começam a valer em maio.

Além das vantagens mencionadas, a Caixa informou ainda que as companhias que transferirem o domicílio bancário do recebimento de cartões para suas agências terão isenção da cesta de tarifas por seis meses; não pagarão pela adesão à solução de folha de pagamento na internet (isto para empresas com até 150 empregados); terão desconto de 50% na primeira anuidade do cartão de crédito empresarial e ganharão isenção do aluguel do terminal Redecard (usada na captura de transações) por três meses.

A Caixa já havia anunciado no fim de abril corte de juros para crédito imobiliário e, juntamente com o Banco do Brasil, está na linha de frente da política do governo de reduçãod e tarifas para estimular o consumo e a atividade econômica.