Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil está prestes a conceder à Bolívia um acesso ao Atlântico

Missão técnica boliviana que viajará para Brasília em agosto para discutir detalhes sobre o acesso que o país vizinho terá ao Porto de Paranaguá

Um grupo de técnicos da Bolívia viajará para Brasília em agosto para discutir detalhes sobre o acesso que o país terá ao Porto de Paranaguá, no Paraná, combinado pelos governos há 25 anos, informaram fontes parlamentares à Agência Efe. O acesso ao porto de Paranaguá estava previsto em um tratado assinado por Brasil e Bolívia em agosto de 1990, mas por razões que “ninguém pode explicar” o governo brasileiro demorou 15 anos para enviá-lo à Câmara dos Deputados, disse o senador Roberto Requião (PMDB-PR).

O acordo permaneceu engavetado durante uma década e foi finalmente aprovado em junho, quando passou ao Senado, que “só precisou de 15 dias” para ratificá-lo, explicou Requião. Como foi estipulado há 25 anos, a Bolívia poderá ter acesso a um “depósito franco” no porto de Paranaguá, considerado um dos maiores terminais de grãos da América Latina.

Leia mais:

Mercosul aprova protocolo de adesão da Bolívia como membro pleno

Em crise energética, Brasil vai reformar térmica por R$ 60 mi e doá-la à Bolívia

Por meio desse depósito, a Bolívia poderá realizar operações de importação e exportação e obterá uma saída direta ao oceano Atlântico que permitirá diversificar seu comércio.

Os detalhes logísticos devem ser discutidos pela missão técnica boliviana que viajará para Brasília em agosto para discutir o assunto com autoridades da Secretaria de Portos e do Ministério de Transporte.

(Com agência Efe)