Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsa de Hong Kong faz acordo de compra da London Metal Exchange

Por Denny Thomas e Susan Thomas

HONG KONG/LONDRES, 15 Jun (Reuters) – A Bolsa de Valores de Hong Kong concordou em pagar 1,4 bilhão de libras (2,18 bilhões de dólares) para comprar a London Metal Exchange (LME), maior plataforma mundial de negociação de metais industriais.

O negócio anunciado nesta sexta-feira -ainda sujeito à aprovação dos acionistas da LME- dará à maior bolsa da Ásia um muito necessário passaporte para uma plataforma de negociação de commodities, além de levar os membros da LME para mais perto da China, maior compradora de metais do mundo.

A Hong Kong Exchanges and Clearing Ltd (HKEx)financiará a aquisição da bolsa londrina -onde o valor total negociado foi de 15,4 trilhões de dólares no ano passado- com recursos já existentes e com um empréstimo bancário de 1,1 bilhão de libras, informou a empresa em um comunicado.

“Este é um marco para Hong Kong”, afirmou o presidente da HKEx, Charles Li, em uma apresentação a analistas.

O HKEx superou a bolsa norte-americana de commodities InterContinental Exchange nos estágios finais de uma disputa pela LME que começou em setembro do ano passado, com cerca de 15 manifestações de interesse.

A LME, na qual as negociações de metais como cobre, alumínio, níquel e zinco ainda acontecem em chamado pregão viva voz, é uma instituição britânica de 135 anos.

O acordo foi concluído no fim do dia em Hong Kong, após o fechamento dos mercados.

A HKEx prometeu preservar, até pelo menos 1o de janeiro de 2015, a marca LME, a operação de viva voz e a estrutura de contratos negociados na LME.

A empresa também não aumentará, antes dessa mesma data, as taxas para contratos atualmente negociados na LME, além dos níveis que serão implementados no próximo mês.

Se aprovado, o acordo será finalizado no quatro trimestre, segundo a bolsa de Hong Kong.

(Reportagem adicional de Lawerence White, Alison Leung, Melanie Burton, Eric Onstad, Maytaal Angel, Silvia Antonioli e Luke Jeffs)

REUTERS SPA GB