Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Argentina multará a Claro por causa de “apagão”

Por Marina Guimarães, correspondente

Buenos Aires – Depois de impor uma multa milionária à Movistar, a companhia de telefonia celular da Telefónica Argentina, o governo argentino avisou que também vai multar a Claro. A empresa mexicana, subsidiária do grupo América Móvil, do magnata Carlos Slim, será multada por um apagão que deixou os usuários durante mais de quatro horas sem serviço na última quarta-feira.

No caso da Movistar, o apagão durou quase 24 horas, atingindo mais de 18 milhões de consumidores no dia 2 de abril. A Movistar foi punida com uma multa de US$ 42,9 milhões, no início desta semana.

O interventor da Comissão Nacional de Comunicações (CNC), Ceferino Namuncurá, disse que o governo está preocupado porque a interrupção nos serviços da Claro afetou “grande quantidade” de usuários. “Vamos punir a Claro e vamos ser muito duros com estes cortes que afetam tantas pessoas, porque temos de proteger o serviço”, disse Namuncurá.

O ministro de Planejamento, Julio De Vido, anunciou, na última segunda-feira, que o governo vai convocar todas as operadoras de telefonia fixa e de celulares para cobrar delas o cumprimento dos compromissos de investimentos para melhorar e ampliar os serviços.