Blogs e Colunistas

Roda Viva

20/10/2014

às 18:37 \ Vídeos: Entrevista

O Roda Viva com Felipe Donoso, representante da Cruz Vermelha no Brasil e em mais quatro países da America do Sul

Chefe do Comitê Internacional da Cruz Vermelha para o Brasil, Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai, o cientista político Felipe Donoso foi o entrevistado do do Roda Viva desta segunda-feira.

Engajado na instituição há mais de 20 anos, Donoso falou sobre a evolução das atividades da Cruz Vermelha desde 1863, quando a organização internacional sem fins lucrativos e integrada por voluntários foi criada pelo suíço Jean Henri Dunant, com o objetivo de prestar socorro e garantir assistência a vítimas de guerras e catástrofes naturais.

Donoso também comentou os casos de desvio de dinheiro descobertos de 2012 para cá na Cruz Vermelha do Brasil, envolvendo dirigentes corruptos baseados no Maranhão. A bancada de entrevistadores foi formada pelos jornalistas Adriana Carranca (Estadão), Teresa Perosa (Época) e Aldo Quiroga (apresentador da TV Cultura), pelo fotógrafo de guerra André Liohn e pelo médico ortopedista Ricardo Affonso Ferreira,fundador e presidente da Ong Expedicionários da Saúde.

13/10/2014

às 17:42 \ Vídeos: Entrevista

A atriz e diretora Bibi Ferreira foi a estrela mais aplaudida da história do Roda Viva

A filha do grande ator Procópio Ferreira tinha quatro meses de vida quando, nos braços do pai, entrou pela primeira vez num palco. Nunca mais saiu. Aos 92 anos, Bibi Ferreira protagonizou, dirigiu ou escreveu mais de 150 espetáculos teatrais, numa trajetória que a transformou em lenda viva da cultura brasileira. No programa desta segunda-feira, Bibi falou de sua carreira, contou casos divertidos, fez confidências, interpretou um trecho da peça Gota d’Água e cantou uma das músicas do show, em cartaz  no Teatro Renaissance, em que resgata parte do repertório de Frank Sinatra.

Em toda a história do Roda Viva, que estreou em setembro de 1986, nenhum entrevistado foi tão aplaudido quanto Bibi. Formaram a bancada de entrevistadores as jornalistas Maria Eugênia de Menezes (Estadão) e Teté Ribeiro (Folha), os dramaturgos Sérgio de Carvalho e Sergio Roveri e o ator Juca de Oliveira.

06/10/2014

às 18:53 \ Vídeos: Entrevista

O Roda Viva com cientista político Antonio Lavareda, especialista em pesquisas eleitorais

Sociólogo e cientista político, Antonio Lavareda foi o entrevistado do Roda Viva desta segunda-feira. Especialista em análise de pesquisas eleitorais, Lavareda comentou os resultados do primeiro turno, as chances de Aécio Neves e Dilma Rousseff na etapa final, entre outros temas.

A bancada de entrevistadores foi formada por Eliane Cantanhêde (Folha), João Gabriel de Lima (Época), Sérgio Roxo (O Globo) e Ricardo Galhardo (Estadão). Transmitido ao vivo pela TV Cultura, o programa começa às 10 da noite.

30/09/2014

às 13:40 \ Vídeos: Entrevista

No Roda Viva, a denúncia de Niéde Guidon: o descaso do governo federal ameaça a sobrevivência de um tesouro arqueológico

Mundialmente respeitada pelas pesquisas e descobertas que desmontaram antigas teorias sobre a chegada do homem ao continente americano, a arqueóloga Niéde Guidon foi entrevistada no Roda Viva desta segunda-feira. Baseada desde a década de 70 no sertão do Piauí, ela criou o Parque Nacional da Serra da Capivara, preciosidade  histórica que tenta preservar numa luta desigual contra a indiferença do governo lulopetista.

Na entrevista, entre outros temas, Niéde falou da importância científica da região, riquíssima em fósseis e pinturas rupestres, e relatou algumas da sucessivas batalhas travadas para que o parque sobreviva ao descaso das autoridades federais, que se desdobra na mesquinhez dos burocratas,  no atrevimento dos grileiros impunes e na falta de dinheiro ─ de 2003 para cá, as verbas foram dramaticamente reduzidas.

Participaram da bancada de entrevistadores Bernardo Esteves (Piauí), Andresa Boni (TV Cultura), Ana Clara Costa (VEJA), Ulisses Capozzoli (Scientific American Brasil) e Herton Escobar (Estadão).

23/09/2014

às 17:48 \ Vídeos: Entrevista

José Murilo de Carvalho no Roda Viva: ‘O voto do brasileiro tem limitações que decorrem da desigualdade social’

“O cidadão vota racionalmente, mas preso ao mundo da necessidade. É um voto que tem limitações decorrentes da desigualdade social”, disse o historiador e cientista político José Murilo de Carvalho no Roda Viva desta segunda-feira. Se alguém depende do Bolsa Família, exemplificou, não vai se incomodar com o mensalão. “Não é que a pessoa apoie a corrupção”, ressalvou. “É uma questão de dependência do Estado”.

Para tratar de questões presentes, o biógrafo de D. Pedro II resgatou episódios e personagens que influíram decisivamente na formação da nacionalidade. Amparado nas lições do passado, José Murilo acredita que “nossa esquerda e nossa direita são iguais no fisiologismo”. E sofrem da mesma miopia: nenhum partido ou governante entendeu o real significado das manifestações de junho de 2013.

A bancada foi composta por Sylvia Colombo (Folha de S. Paulo), Norma Couri (correspondente da revista portuguesa Visão), Marcos Guterman (Estadão), Ligia Fonseca Ferreira (professora de Letras da UNIFESP) e Ricardo Kotscho (TV Record).

16/09/2014

às 14:09 \ Vídeos: Entrevista

Arnaldo Jabor no Roda Viva: ‘O Brasil precisa de um choque de capitalismo’

“O governo é contra o capitalismo num país capitalista”, afirmou Arnaldo Jabor no Roda Viva desta segunda-feira. Cineasta, cronista e comentarista de rádio e TV, ele acaba de lançar “O Malabarista” , livro que reúne os melhores dos mais de 3 mil textos publicados nos principais jornais do país. Entre vários outros assuntos, o entrevistado atribuiu ao crônico desprezo pela ética os sucessivos casos de corrupção envolvendo a administração pública. “É muito difícil distinguir o que é mal e o que é bem”, disse Jabor. “O mal não tem mais sujeitos, é uma coisa difusa, que se programa sozinha”.

Compuseram a bancada de entrevistadores as jornalistas Carla Jimenez (chefe da edição brasileira do diário espanhol El País) e Cynthia de Almeida (colunista da revista Claudia), a atriz Denise Fraga, a cientista política Glenda Mezarobba e o ator e diretor Dan Stulbach (apresentador do programa Fim de Expediente, da rádio CBN).

09/09/2014

às 18:02 \ Vídeos: Entrevista

Roger Pinto Molina no Roda Vida desta segunda: ‘As relações entre o Brasil e a Bolívia estão totalmente narcotizadas’

Na primeira entrevista concedida a uma emissora de televisão depois de agosto de 2013, quando uma fuga cinematográfica encerrou o longo período de reclusão na embaixada em La Paz, o senador Roger Pinto Molina afirmou ao Roda Viva que as relações entre os dois países estão “totalmente narcotizadas”. Segundo Pinto Molina, o governo do presidente Evo Morales vem ampliando a área destinada à produção de coca legal no país, embora a quantidade já existente seja mais que suficiente para suprir os nativos que mantêm o hábito de mascar a planta in natura.  

“Na Bolívia existem aproximadamente 30 mil hectares de plantação de coca legalizados”, informou. “Tudo isso está nas mãos de Evo Morales, que continua a presidir o sindicato dos cocaleros. Cerca de 200 toneladas vêm para o mercado brasileiro”. Durante o programa transmitido pela TV Cultura, ele atribuiu à perseguição política os 20 processos judiciais de que é alvo. “Há 750 bolivianos exilados no mundo e todos são acusados de corruptos”, defendeu-se. Ele reiterou que deve a vida ao diplomata Eduardo Sabóia, que organizou a escapada de La Paz para Brasília.

Participaram da bancada de entrevistadores Fernando Tibúrcio Peña, advogado especialista em direito internacional dos direitos humanos, Roberto Lameirinhas (Estadão), Patrícia Campos Mello (Folha de S. Paulo), Verónica Goyzueta, correspondente do jornal espanhol ABC e Regiane Bressan, professora de relações internacionais da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

03/09/2014

às 12:35 \ Vídeos: Entrevista

Martha Medeiros no Roda Viva: ‘Eu falo do mundo trivial. As pessoas pensam que o mundo é uma Ilha de Caras’

Num país que ainda lê tão pouco, o que faz Martha Medeiros ser lida por tanta gente?  ”Eu falo do mundo trivial. As pessoas vivem pensando que o mundo é uma eterna Ilha de Caras”, resumiu no Roda Viva desta segunda-feira a escritora gaúcha que estreou como cronista há exatamente 20 anos. Somados os livros que publicou de lá para cá, foram vendidos mais de 1 milhão de exemplares. Ela encara o sucesso com a simplicidade que sublinha seus textos. Depois de afirmar que ainda está aprendendo a escrever ficção, disse que nem se considera uma cronista. Prefere definir-se como uma colunista que diz o que pensa sobre o que está acontecendo no mundo real ou sobre questões para as quais procura respostas.

Participaram da bancada de entrevistadores o escritor Marcelino Freire e os jornalistas Ivan Martins (Época), Mariana Kalil (Zero Hora), Marina Caruso (Marie Claire) e Fernanda Pompeu (Yahoo! Brasil).

26/08/2014

às 17:01 \ Vídeos: Entrevista

Lira Neto afirma no Roda Viva que Getúlio, ‘para o bem e para o mal, é o personagem mais importante da História do Brasil’

No Roda Viva desta segunda-feira, o jornalista e escritor Lira Neto, que acaba de publicar o último volume da trilogia sobre Getúlio Vargas, afirmou que o presidente suicida é, “para o bem e para o mal, o personagem mais importante da História do Brasil”. Ao longo do programa, o entrevistado ressalvou que “não existem biografias definitivas”, porque sempre há episódios a esclarecer e descobertas à espera de quem esteja disposto a vasculhar os registros do passado.

Nos cinco anos que dedicou à reconstituição da trajetória de Getúlio, Lira Neto localizou informações de alta relevância histórica tanto em obras publicadas (e pouco lidas) quanto em documentos que hibernam em arquivos públicos ─ caso das centenas de cartas trocadas entre Getúlio e a filha Alzira Vargas, que esbanja sensatez, perspicácia e astúcia nas observações remetidas ao pai.

A bancada de entrevistadores foi formada pela historiadora Maria Aparecida de Aquino e pelos jornalistas Alberto Dines, Ana Weiss, Oscar Pilagallo e Eleonora de Lucena.

18/08/2014

às 16:31 \ Vídeos: Entrevista

Mauro Paulino no Roda Viva: ‘Acredito que houve um grande amadurecimento após as manifestações de junho de 2013. As pessoas estão pensando mais em quem vão votar’

O convidado do Roda Viva desta semana foi o sociólogo Mauro Paulino, diretor-geral do Instituto de Pesquisa Datafolha. No programa, foram discutidos os possíveis rumos da sucessão presidencial depois da morte de Eduardo Campos e os resultados da primeira pesquisa eleitoral em que Marina Silva aparece com candidata.

De acordo com Paulino, o segundo lugar obtido pela substituta de Eduardo Campos reflete o descontentamento de boa parte da sociedade com os políticos convencionais. “Esse grande eleitorado de Marina está na classe média com escolaridade mais elevada e que participou das manifestações de junho”, justificou. Embora a candidata do PSB apareça 1 ponto percentual à frente de Aécio, o diretor do Datafolha acredita que a situação pode ser alterada até outubro. “Eu não diria que Aécio está fora do segundo turno. Marina é mais conhecida, mas o tempo de TV pode alterar o que se vê”.

A bancada de entrevistadores foi composta pelos jornalistas Fernando Rodrigues (Folha), Germano Oliveira (Globo) e Luiza Moraes (TV Cultura), pelo cientista político Fernando Abrucio e pelo comunicólogo Renato Meirelles, diretor do Data Popular.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados