Blogs e Colunistas

distrito Federal

29/11/2013

às 18:11 \ Opinião

José Dirceu: um hotel para chamar de seu

CELSO ARNALDO ARAÚJO

A cena não é real, mas o diálogo faz muito sentido. Um homem de 67 anos, corpulento, cabelos grisalhos escorrendo sobre a nuca, entra com passos lentos no quatro-estrelas St. Peter, o maior hotel da área central de Brasília, com 423 apartamentos, e se encaminha à recepção.

─ Vocês têm vaga?, pergunta o homem, com forte sotaque do interior de São Paulo.
─ Temos, sim, quantos dias o senhor pretende ficar conosco?
─ Sete anos e 11 meses. Mas não é para dormir.
─ Como, senhor? Quer se hospedar no hotel só durante o dia? E por sete anos? Perdão, mas nós não trabalhamos com o sistema de estadias prolongadas diurnas.
─ Acho que houve um mal entendido: eu perguntei de vagas de emprego no hotel.
─ Ah, temos várias. Mas isso é com o RH. Segundo andar, sala 21, Robson.

» Clique para continuar lendo e deixe seu comentário

22/11/2013

às 13:45 \ Opinião

‘Notas sobre o fim do mensalão’, de Fernando Gabeira

Publicado no Estadão 

FERNANDO GABEIRA

Depois de um duro dia de trabalho, liguei a TV para assistir aos debates no Supremo. Sou amarrado em debates. Sinto falta deles no Brasil de hoje.

Como não se fazem mais, qualquer coisa me diverte. Dormi num sítio em Olhos D’Água e ouvi um velho rádio de pilha na escuridão do Cerrado. Às vezes os locutores diziam bobagens monumentais. Eu ria um pouco e me sentia mais próximo do sono. Engraçadas ou não, eram vozes humanas chegando pelos ares, fazendo-me companhia naquela solidão que antecede o primeiro cantar dos galos.

Era fascinante ver os juízes debatendo algo que me parecia lógico. Uma vez dada a sentença, as pessoas passariam a cumprir a sua pena, exceto as que estavam pendentes de um recurso infringente. Gostei muito do infringente, mas ouvi outras coisas mais interessantes, como reflexo intempestivo. Fui um pouco mais longe na pesquisa para constatar que tempestivo é comum na linguagem jurídica, é algo oportuno, que corre dentro de um ritmo adequado.

» Clique para continuar lendo e deixe seu comentário

13/11/2013

às 6:44 \ Sanatório Geral

Tudo explicado

“Sendo assim, o serviço de táxi-aéreo aparece como o mais apropriado para atender essa necessidade, tendo em vista que nem todos os municípios brasileiros são atendidos pela aviação comercial regular”.

Trecho da nota informativa publicada no portal do governo do Distrito Federal para justificar a compra de um jatinho que ficará à disposição do governador Agnelo Queiroz, explicando que não existem voos comerciais entre Brasília e as cidades satélites.

17/10/2012

às 15:36 \ Sanatório Geral

Falta hospício

“Acabaram com a minha vida pública porque eu não cedia às chantagens desses bandidos”.

José Roberto Arruda, ex-governador do Distrito Federal, chefe do mensalão do DEM, garantindo em depoimento na Justiça que ele era o mocinho do filme em que aparece numa reunião da quadrilha embolsando sua parte do produto do roubo.

15/06/2012

às 14:48 \ Sanatório Geral

É de nascença

“Não posso conviver com a desconfiança”.

Agnelo Queiroz, governador do Distrito Federal, durante o depoimento na CPI do Cachoeira, confirmando que convive com a desconfiança desde os tempos em que sumia a mamadeira do bebê ao seu lado no berçário.

14/06/2012

às 20:15 \ Sanatório Geral

Vida mansa

“Não sou corretor de imóvel para saber o preço da casa. Tenho mais o que fazer”.

Agnelo Queiroz, governador do Distrito Federal, durante o depoimento na CPI do Cachoeira, confessando que, depois que ficou rico, primeiro compra uma casa e só depois pergunta quanto vale a algum corretor de imóveis.

14/06/2012

às 17:12 \ Sanatório Geral

Ele merece

“O povo do Distrito Federal deve ter orgulho do seu governo e da sua família”.

Jilmar Tatto, líder do PT na Câmara dos Deputados, durante o depoimento de Agnelo Queiroz na CPI do Cachoeira, lembrando ao povo do Distrito Federal que, como os Jogos Olímpicos do Rio vêm aí, é preciso tratar com mais carinho quem ameaça o recorde estabelecido por Antonio Palocci na modalidade multiplicação do patrimônio.

09/05/2012

às 11:40 \ Sanatório Geral

Acusação gravíssima

“Infelizmente, o STF tirou o direito dos eleitores de, soberanamente, escolher o melhor nome para governá-los em 2014″.

Joaquim Roriz, que renunciou ao mandato de senador pelo Distrito Federal em 2007 para escapar da cassação, marido de Weslian Roriz, que se candidatou em 2010 ao governo do DF no lugar do marido e pai de Jaqueline Roriz, deputada federal pelo PMN do Distrito Federal, flagrada recebendo propina, acusando, em 17 de fevereiro, todos os demais concorrentes ao cargo de governador de serem piores que ele.

17/02/2012

às 15:51 \ Sanatório Geral

Acusação gravíssima

“Infelizmente, o STF tirou o direito dos eleitores de, soberanamente, escolher o melhor nome para governá-los em 2014″.

Joaquim Roriz, que renunciou ao mandato de senador pelo Distrito Federal em 2007 para escapar da cassação, marido de Weslian Roriz, que se candidatou em 2010 ao governo do DF no lugar do marido e pai de Jaqueline Roriz, deputada federal pelo PMN do Distrito Federal, flagrada recebendo propina, acusando todos os demais concorrentes ao cargo de governador de serem piores que ele.

22/12/2011

às 8:11 \ Sanatório Geral

Entre sem bater

“O PSD não deixa nenhuma porta fechada.”

Rogério Rosso, presidente do diretório estadual do PSD no Distrito Federal, confirmando que, para filiar-se ao partido do Kassab, basta não ser de esquerda, nem de direita e nem de centro.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados