Blogs e Colunistas

01/11/2010

às 22:25 \ Direto ao Ponto

Para sepultar o sonho presidencial de Serra, Lula ressuscitou a oposição

“Eu gostaria de uma eleição plebiscitária, ou seja: nós contra eles, pão pão, queijo queijo”, desafiou em outubro de 2009 o mais presunçoso dos presidentes, em êxtase com taxas de popularidade anabolizadas por comerciantes de porcentagens. Bastaria ensinar ao país que Dilma Rousseff era o codinome com que disputaria a própria sucessão para que o jogo começasse com o placar já assinalando 80% a 4%. Um oceano de brasileiros felizes contra a poça de insatisfeitos profissionais, imaginou o campeão da bazófia. A goleada estava garantida.

“A maior obra de um governo é eleger o sucessor”, avisou Lula em fevereiro passado, quando abandonou o emprego para virar animador de palanque fora-da-lei. Nos oito meses seguintes, o chefe de Estado reduzido a chefe de facção atropelou a Constituição, debochou da Justiça Eleitoral, afrontou o Ministério Público, zombou dos adversários, fez o que pôde e tudo o que não podia para impor ao país a vontade do monarca.

Para transformar em herdeira uma formidável nulidade, o presidente de todos os brasileiros açulou a radicalização maniqueísta, abençoou a beligerância das milícias, colocou a administração federal a serviço de uma candidatura, protegeu os estupradores de sigilo fiscal, aplaudiu a produtividade da usina de dossiês e redimiu previamente todos os pecadores para conseguir o que queria. Ganhou a eleição. Mas o Lula que vai deixando o governo é ainda menor do que o que entrou. E não foi pouco o que perdeu.

O país redesenhado pelas urnas do dia 31 informa que a estratégia do “nós contra eles” foi uma má ideia. Disfarçado de Dilma Rousseff, Lula sepultou os sonhos presidenciais de José Serra. Mas ressuscitou, com dimensões especialmente impressionantes, a oposição que não houve em seus oito anos de reinado. No mundo dos ibopes e sensus, os que não se ajoelham no altar do Primeiro Companheiro nunca ultrapassaram a fronteira dos 5%. Sabe-se agora que, nas urnas, 5% são 45%. Disseram não a Lula 43.711.388 brasileiros. Somados os que se abstiveram, anularam o voto ou o deixaram em branco, 80.050.565 ignoraram a determinação do reizinho.

Popularidade não rima com voto, reiterou a paisagem eleitoral. No Brasil das pesquisas, Lula vai beirando os 100% de aprovação (ou 103%, se a margem de erro for camarada). Na vida como ela é, a unanimidade foi rebaixada a 56% dos votos válidos. Dilma venceu na metade superior do mapa (veja ilustração acima). Foi derrotada na outra. Em lugarejos perdidos nos grotões, ganhou muito bem. Perdeu feio em regiões especialmente desenvolvidas.

Os candidatos do PSDB foram vitoriosos no Paraná, em São Paulo, em Minas Gerais, no Tocantins, no Pará, em Alagoas, em Roraima e em Goiás. Como o DEM venceu em Santa Catarina e no Rio Grande do Norte, a oposição vai governar 53% do eleitorado e a maioria da população brasileira. O Brasil insatisfeito é infinitamente maior que Serra, muito mais combativo que o PSDB. E está disposto a resistir energicamente ao prolongamento da Era da Mediocridade.

Se o PSDB não assimilar a partitura composta pela resistência democrática, que destaca enfaticamente valores éticos e morais, vai perder o bonde da história. Os eleitores que não compraram a dupla Lula-Dilma também rejeitam partidos que só agem ─ e com desabonadora timidez ─ quando começa a temporada de caça ao voto. Se os líderes tucanos não aprenderem a opor-se o tempo todo, não terão ninguém a liderar.

Os brasileiros inconformados descobriram que podem viver sem eles. E sabem o que querem. Não há esperança de salvação para políticos que se declaram adversários do governo mas não sabem, ou não querem, interpretar o pensamento e as aspirações da grande frente oposicionista.

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

436 Comentários

  1. anticorruptos e anticorruptores

    -

    17/04/2012 às 1:15

    Lula “é o cara”, o cara asqueroso, o cara que mais me causou nojo desde que me entendo por gente.
    .
    .
    “CARTA ABERTA AO PROF. JOÃO GABRIEL SILVA,
    MAGNÍFICO REITOR DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA
    .
    José Carlos Aleluia, professor universitário, Membro da Comissão Executiva do Democratas e Presidente da Fundação Liberdade e Cidadania
    .
    .
    Na condição de professor universitário venho perante Vossa Excelência manifestar a minha perplexidade – e porque não dizê-lo –, indignação, diante da concessão do título de doutor honoris causa, pela instituição que ora Vossa Excelência representa, ao ex-Presidente da República do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva.
    .
    Tomando como referência o significado que tem, para nós brasileiros, a Universidade de Coimbra, entendo que a iniciativa destoa aberta e completamente de toda a sua tradição. Aprendemos que as personalidades que lideraram o processo da Independência e que assumiram os destinos do novo país – a começar do Patriarca, José Bonifácio – formaram seu espírito na Universidade de Coimbra. Aplaudimos com entusiasmo a concessão daquele título a ilustres representantes da contemporânea cultura brasileira, a exemplo do saudoso Miguel Reale. Em eventuais excursões a Portugal, todo membro da comunidade acadêmica brasileira sente-se no dever de conhecer a instituição que consideramos parte integrante de nossa história.
    .
    A concessão do mencionado título contraria frontalmente toda a idéia que nos fizemos da Universidade de Coimbra pelo fato, sobejamente conhecido, de que o ex-Presidente sempre se vangloriou de não haver freqüentado qualquer curso. Insistentemente, perante a nossa juventude, buscou inculcar a noção de que o sucesso pessoal independe de qualquer esforço no sentido de aprimorar o conhecimento. E, sobretudo, por uma administração desastrosa em matéria educacional.
    .
    No plano estritamente político, notabilizou-se por institucionalizar a corrupção, alegando inclusive tratar-se de fenômeno arraigado, que não lhe competia combater.
    .
    Esteja certo de que, com esse passo temerário, de um só golpe, a Universidade de Coimbra deu-nos uma clara demonstração de não ter qualquer compromisso com o respeito à memória que seus antecessores souberam construir.”
    .
    Autor do texto (magnífico!!!) acima: José Carlos Aleluia.
    Publicação: 31/03/2011.
    Origem: http://www.blogdemocrata.org.br/carta-aberta-ao-reitor-da-universidade-de-coimbra

  2. robespierre

    -

    15/03/2012 às 19:35

    É DURO TER QUE ESCREVER O QUE EU VOU ESCREVER, PORQUE EU SOU OBRIGADO A LEMBRAR DA IDADE QUE EU TENHO: O PT VAI ACABAR VIRANDO O MAIOR PARTIDO DO OCIDENTE ! CREDO, COMO EU TÔ PASSADO !

  3. anticorruptos e anticorruptores

    -

    10/03/2012 às 1:18

    Lula, o pai dos pobres que odeia as “zelites”:
    http://www.youtube.com/watch?v=dAU__GcNxcM
    .
    Lula, o workaholic (viciado em trabalho): http://www.youtube.com/watch?v=IMa53m_YWTY

  4. Lourival Marques

    -

    08/02/2012 às 14:40

    Como disse Janer Cristaldo, a carreira política de Serra está sepultada… Se o PSDB quer voltar à presidência, é bom procurar um nome que tenha mais fibra e que não tenha medo de dar de dedo no PT…

  5. Lourival Marques

    -

    08/02/2012 às 14:36

    Serra está se tornando o maior estorvo do PSDB na luta para retomar a presidência… Se os tucanos têm alguma veleidade de voltar à presidência, devem antes mandá-lo vestir um pijama e aposentar-se… Tenho certeza de que um governo de Serra seria tão ruim quanto foi o do Lula…

  6. anticorruptos e anticorruptores

    -

    04/02/2012 às 1:12

    Até 2011:
    o PT treinou sua patrulha virtual à surdina, discretamente.
    .
    2012:
    “PT treina ‘patrulha virtual’ para atuar em redes sociais” (notícia que precisa ser lida por todas as pessoas que acreditam nas palavras dos defensores das ações do PT e partidos aliados):
    http://www1.folha.uol.com.br/poder/992264-pt-treina-patrulha-virtual-para-atuar-em-redes-sociais.shtml

  7. Valentina de Botas

    -

    14/11/2011 às 17:31

    Boa tarde, Augusto!
    Tudo acelerado e pelo avesso. Fui estudante secundarista filiada ao movimento estudantil, sob o governo de João Figueiredo e, quando fazíamos alguma mobilização, sempre avisávamos a imprensa tanto para divulgação quanto para nossa proteção. Quase todos tínhamos o telefone de certo deputado estadual do então MDB e, mais tarde, deputado federal já pelo PT e, depois, senador. Sim, Eduardo Suplicy. Parecia um democrata. Sempre o chamávamos numa emergência. Éramos jovens e, com natural presunção, queríamos acelerar a História. Aqueles prestes a completar 18 anos queriam já votar para presidente ao final do governo de Figueiredo. Seu virulento repúdio aos líderes militares e ao atraso dos líderes civis representado, por exemplo, por Sarney; sua aparente defesa dos trabalhadores e seu jeito de homem do povo faziam de Lula o candidato ideal dos idealistas. Seria a redemocratização jamais imaginada – um operário abençoado pela elite de bom coração e unido a sensíveis intelectuais sucederia o militarismo e, claro, desalojaria a elite direitista, dona destepaiz há 500 anos. Era o sonho de fazer um país justo e moderno. Mas – Garrincha, me socorra – faltou combinar com os russos. Isto é, combinamos, mas fomos traídos. Vinte anos depois, o sonho acalentado pela administração FHC, foi deixado aos cuidados de um jeca ressentido que um dia parecera o zelador ideal. Exposto ao tempo revelador de caráteres e intenções, o cara anunciou o retrocesso. É preciso apequenar o país e suas instituições. O triunfo do atraso e do primitivismo é a garantia da perpetuação do poder. Exatamente como a elite direitista que governa estepaiz há 510 anos. Mas, nos últimos 10, junto com a esquerdista. E por meio da mais ampla, plena e soberana corrupção. Inagurou-se a era do avesso num país que já não era muito lógico: a UNE só protesta a favor do governo pelo qual é regiamente paga; a imprensa apanha numa manifestação estudantil; Suplicy, que atendende aos telefonemas de estudantes doidões para quem liberdade é falta de regras, não atendeu aos boxeadores cubanos que buscavam liberdade; as deliquências de Lula listadas neste post magistral confirmaram seu desprezo ao estado democrático de direito, o qual defendia não por convicção, mas por abjeto oportunismo; Serra, mais sonolento que sonhador, agrega Lula à sua campanha; governadores de oposição bajulam a presidente cuja eficiência de candidata que se vale de dossiês e quebras de sigilo fiscal de oponentes é substituída pela consternadora e imoral inépcia administrativa; enquanto FHC, o melhor zelador que nosso sonho teve, recebe distraídas atenções. Mas a célere jornada do país do avesso ao primitivismo não matou o sonho. É o avesso disso: ele vai enterrar os farsantes oportunistas. Talvez nossos filhos ou netos o vejam. Não importa, desde que lhes deixemos esse legado, pois um sonho não envelhece; os canalhas, sim. Nós também, claro, mas sonhando, o que nos mantém em forma. Canalhas não sonham – vigiam e agastam-se. Sonhe também Serra, mas, por favor, acorde. Um beijo, Valentina.

    Um beijo, Valentina.

  8. Florêncio Regis Barbosa Filho

    -

    01/11/2011 às 22:56

    Pergunte à revista.

  9. glauber gonçalves

    -

    03/02/2011 às 4:54

    É claro que nunca se deve calar contra atos estapafurdios de “reizinhos” que fazem do pais o que querem,mas se deve dizer uma palavra contra os que se deixam dominar calados.Se fosse no tempo de Lula sindicalista o PT em geral estaria nas ruas contra o mensalão e todas as obcenidades administrativo-financeiras que vimos nos ultimos anos.Ninguem enfrentou o erro,a informação distorcida,a falta de etica,decoro,ou de vergonha na cara.Deixaram o “homem” crescer demais e agora…

  10. Brasilino Brasa

    -

    17/12/2010 às 18:04

    Ganharam e levaram o país todo. Câmara e Senado nas mãos delles. Dificil é se reconhecer quem é o mais certo ou mais errado neste país. Que Lula manteria a disputa abaixo da linha de cintura já se sabia. Nada como se ter uma justiça omissa, tão mau carater e apátrida quanto seus colegas do Congresso para se levar as leis e a Constituição nas “coxas”. Salve Honduras!

  11. bugalle

    -

    07/12/2010 às 23:02

    Pobre Brasil,nimguem merece o pt por mais quatro anos . Nâo vai sobrar nada quando essas aves de rapina largaren o poder

  12. Félix Ibarra

    -

    02/12/2010 às 15:06

    O problema é que o PSDB, o DEM e até mesmo quem diria o PPS estão cheio de políticos que pensam só em sí, só em suas eleições. A verdade é que o Brasil necessita urgentemente de um partido que faça um contraponto ideológico ao PT, mas tenha por característica militância e parlmentares empenhados tal como são os petistas.

    E aqui eu gostaria de chamar atenção para parlamentares como Marisa Serrano, Niura Demarchi, Alvaro Dias e alguns pouquissimos outros tem feito no senado.

    Aliás a fidelidade de Marisa Serrano tem sido invejável. Uma grande mulher, eu passei a admirá-la.

  13. ito

    -

    23/11/2010 às 19:24

    O molusco-51 queria o plebiscito e ele ocorreu, a turma do bolsa família contra a turma dos que trabalham.E o Brasil mostrou a sua cara.

  14. Jean

    -

    17/11/2010 às 18:13

    Excelente artigo! Pena que a oposição será uma pequena minoria no Congresso, logo ela tem que ser ainda mais combativa para se fazer ouvir pela opinião pública.

  15. Kakau Bockman

    -

    16/11/2010 às 14:21

    E é hora DO PSDB e José Serra consolidarem a confiança e os votos que a população brasileira insatisfeita depositou nas urnas…

    José Serra…agora é a hora…

    Entretanto será preciso muito trabalho…

    E aliados fiéis!

    e o Brasil aguarda…e observa…

  16. Jairo menezes

    -

    14/11/2010 às 0:07

    Lula afirmou que José Serra,saiu nenor nessa eleição.
    Eu acho que o PT e Lula foi quem sairam nenor ou seja bem perqueno,pois quem afirma ter 84% de aprovação e não ganhou no primeiro turno , e teve 56% no segundo turno.Lula é que está bem PERQUENININHO………….

  17. joana da silva

    -

    08/11/2010 às 9:44

    Não acredito que o Aecio se comportará diferente do que a oposição quer. Ainda mais depois das eleições, quando saiu mais forte e jogou a popularidade de 80% do lula no lixo. Precisamos esperar e ver como ele vai se comportar no senado. Como faço há muito tempo, vou continuar assistindo todas as tardes a TV senado e sempre que acontecer algo importante vou escrever aqui para que todos possam saber o que foi votado, como foi votado e quem votou. Agora, um lembrete. CUIDADO! A quem interessa que haja um “racha” na oposição? Vamos prestar atenção e esperar.

  18. Daniel

    -

    07/11/2010 às 11:30

    Só mais uma, para lembrar-mo-nos do “sucesso do modelo cubano dos anos 60″: BRASIL AJUDARÁ CUBA A IMPLANTAR REFORMAS (na edição online de exame.abril.com.br – http://bit.ly/cYHZ6s ).

  19. ptdoido

    -

    07/11/2010 às 4:06

    O endereço do esconderijo é este:

    189.15.152.86

  20. Susana

    -

    07/11/2010 às 0:00

    Concordo com o Claudio: processo neles (Lula e Dilma) no TSE: É O MINIMO!!!! Os paises desenvolvidos estão assistindo decepcionados a nossa falta de ação neste sentido! Basta acompanhar os noticiarios nas redes internacionais, CNN, RAI, TV5, etc

  21. jheldersilva

    -

    06/11/2010 às 18:38

    Até que enfim alguém lembrou que a oposição só vence eleição quando exerce seu papel diariamente: é isto que falta à oposição aqui no Brasil, atuar para defender um programa e uma proposta política que se contraponha ao da base aliada. Vamos, então, exigir isto dos representantes da oposição e, neste ponto, a revista Veja pode exercer facilmente esta função, aliás, acredito ser este um dos papéis da imprensa: não é só para denúncias e críticas, é principalmente para reivindicar.

  22. jheldersilva

    -

    06/11/2010 às 18:32

    Sr. Preocupado, concordo com você, dinheiro há e muito (a carga tributária brasileira ultrapassa mais de 30% do nosso PIB). Até porque, se a proposta da presidente é fazer uma reforma tributária para reduzir tal carga, seria contrasenso recriar a CPMF.

  23. Kitty

    -

    06/11/2010 às 12:00

    Sr. Álvaro, as suas palavras foram um verdadeiro
    choque de consciêntização cívica!!!!
    Proponho um TEA PARTY BRASILEIRO. Sería uma grande
    oportunidade de dizer ao Sr. Lula,que os 44.ooo.ooo
    milhões de brasileiros que disseram NÃO a sua
    politica de valores distorcidos, que não somos
    um rebanho de GADO. Os brasileiros, que venderam-se
    por o bolsa-farelo,esses sim são massa de manobra
    para por sempre servir a interesses eleitoreiros!!

  24. PAULO SERGIO DALL´AGNOL

    -

    06/11/2010 às 6:39

    Aqui você só abre a boca se eu quiser. E não quero.

  25. Kitty

    -

    06/11/2010 às 4:57

    Sr. José Serra obrigada pela sua consideração.
    Não sou nordestina, mas moro em João Pessoa.
    Realmente houve sim bastante empenho para que
    o Senhor fosse o nosso Presidente,mas infelizmente
    não foi o suficiente. Porém em Campina Grande o
    Sr. ganhou da Dilma.Muitos carros estavam adesivados com os bonequinhos de Serra e R.Coutinho junto ao ex-governador Cassio c. Lima.
    Desejo-lhe muita sorte.De uma admiradora que consiguiu 6votos!! O sr. nos pedia nosso voto mas
    um.Tarefa cumprida.

  26. Flagon

    -

    05/11/2010 às 22:05

    Será que fui censurado?

    Não.

  27. PAULO SERGIO DALL´AGNOL

    -

    05/11/2010 às 21:27

    Por favor, entreviste o TIRIRICA….

    Ou o Lula, se o tema for analfabetismo.

  28. PREOCUPADO

    -

    05/11/2010 às 19:07

    Segunda-feira no JN Dilma disse que a CPMF não voltará. E não deve voltar mesmo. Afinal a CPMF não foi irdéia de FHC? Se ninguém tivesse tirado a CPMF de Lula, com certeza, ele estaria dizendo que a mesma fora criada em seu governo, a exemplo de outras idéias do governo de FHC. Então o PT que se vire em arrumar dinheiro para a saúde, pois há e muito. Digo PT porque Lula não vê o Brasil como governante e sim como petista. Para muitos petistas, o que eles chamam de “elites” eu chamo de “trabalhadores”.

  29. Maria Cristina Brasil

    -

    05/11/2010 às 18:23

    Parabenizo-o por tão precisa análise. Destaco:“A maior obra de um governo é eleger o sucessor”, avisou Lula em fevereiro passado, quando abandonou o emprego para virar animador de palanque fora-da-lei. Nos oito meses seguintes, o chefe de Estado reduzido a chefe de facção atropelou a Constituição, debochou da Justiça Eleitoral, afrontou o Ministério Público, zombou dos adversários, fez o que pôde e tudo o que não podia para impor ao país a vontade do monarca.” E ninguém nada fez ante tamanha afronta. Outro governante que ousasse agir assim um único dia, Lula seria o primeiro a liderar uma arruaça, para deixar o País ingovernável. Ninguém o reprimiu nesta conduta pública e notória, que primou pela descompostura, imoralidade e ilegalidade,”capturando” a vontade de incautos, vulneráveis aos discursos de descontrole, bravata e ódio, que firmam convencimento. E assim, o presidente de TODOS os brasileiros, sem se ausentar do cargo e em horário de expediente, indiferente ao exemplo que deveria adotar, assumiu a vestimenta da facção partidária, representativa de parcela de brasileiros. Em inaugurações de obras públicas ou eventos oficiais, a campanha aflorava e a candidata petista surgia pomposa, partícipe do quadro. Residência oficial chegou a abrigar encontro partidário. Suponho que nada igual tenha ocorrido em outros países. E que o povo brasileiro agora, por si e pelos nossos mandatários líderes, possam recompor a ordem e o progresso, aviltados neste tempo, em que, quem se pautou com a dignidade e humildade e liderou o maior número de votos para Deputado Federal, é que é exposto a constrangimento público e ações dos fiscais da lei.

  30. Marcos Amorim

    -

    05/11/2010 às 16:26

    Não esmoreçamos. Vamos fazer como a Veja que continua a sua resistência heróica. Lançou uma edição extra após a eleição e, coerentemente, com tudo o que fez nos últimos meses, revelou as mazelas de Dilma e a situação econômica gerada pelos 8 anos de Lula. Imperdível.

  31. mafarrico

    -

    05/11/2010 às 16:15

    Augusto,
    TSE mantém indeferida candidatura de ex-governador de Roraima, Francisco Flamarion Portela.
    E vamos confiando na Lei.
    Até quando eu não sei, mas tá valendo!
    Abraços!

  32. Jonda Lopes

    -

    05/11/2010 às 14:03

    O Lula enrolou, empacotou e empurrou a Dilma pra cima de nós. Agora ela está na bica. O que é que ela faz? Vamos ver como é que fica. Quem sabe é o Tiririca.

  33. Moacir

    -

    05/11/2010 às 12:54

    Vi no Roda viva …

    Ele até me agradeceu por ter lembrado com tanto cavalheirismo a história da organização criminosa sofisticada.

  34. Anita

    -

    04/11/2010 às 23:13

    arlos nascimento
    - 04/11/2010 às 19:17

    O José das 17:42 hrs seria o JOSÉ SERRA ?

    Mesmo que não seja, o comentário do José é perfeito pois das notícias de hoje infere-se que aliados de Serra não foram tão aliados assim. Já se aproximaram de Dilma para fazer oposição suave como “recomendou” Lula e defensores confessos da volta da CPMF.

  35. /ricco

    -

    04/11/2010 às 23:03

    Ainda sustento a tese de que nem Serra, nem Alckimin e nem a Madre Teresa reencarnada paulista ganharia as eleições contra o PT. O Brasil odeia São Paulo, cada vez mais fica claro. Odeia(-nos) por sermos a locomotiva desse país. Odeia(-nos) por termos tudo o que um país europeu necessitaria pra ser soberano, até petróleo.
    No quiproquó da menina do Twitter que sapecou ‘nordestistos’ ficou muito claro. Quem deu um passeio pelos comentários sabe do que falo. Em momento algum perceberam que mais da metade dos hibitantes, falando da capital, é composta de nordstinos.
    Só fiquei surpreso de descobrir antagonia vinda dos mineiros. ¬¬”

  36. Flagon

    -

    04/11/2010 às 22:23

    “Dilma venceu na metade superior do mapa (veja ilustração acima). Foi derrotada na outra. Em lugarejos perdidos nos grotões, ganhou muito bem. Perdeu feio em regiões especialmente desenvolvidas.”

  37. José Francisco

    -

    04/11/2010 às 22:06

    Num país sério, estarias desempregado, Sr. Nunes…

    Menos mal. Num país sério, você e o resto da cambada estariam na cadeia.

  38. carlos nascimento

    -

    04/11/2010 às 19:17

    O José das 17:42 hrs seria o JOSÉ SERRA ?

  39. jose

    -

    04/11/2010 às 17:42

    Queria fazer uma saudação aos irmãos nordestinos que resistiram ao rolo compressor lulista. Não foram muitos, mas foram heróicos. Um grande abraço de um paulistano.

  40. carlos nascimento

    -

    04/11/2010 às 16:00

    Poxa, acabei esquecendo de dizer:-

    Adivinhem quem será o próximo Presidente do SENADO !

    Hum, leio no RA, os Gomes lançaram ao vento, vou dar uma dica, êle adora IPANEMA e o LEBLON,ficou fácil.
    Depois me digam se o Serra não tem razão.

  41. claudio

    -

    04/11/2010 às 15:58

    Para mim a Dilma foi eleita praticando vários crimes eleitorais. Abuso de poder político e abuso de poder econômico no mínimo. A oposição tem que entrar com uma ação no TSE.
    Não foi assim que a Roseana recebeu um mandato de governadora?
    Mesmo que não dê em nada, que pelo menos, o TSE diga com todas a letras que Lula e Dilma não cometeram crime algum!

  42. carlos nascimento

    -

    04/11/2010 às 15:42

    A quem possa Interessar !

    Busquei novamente avaliar os diversos comentários aqui expostos, conclui que à oposição politica no País necessita evoluir em vários aspectos, primeiro é necessário conviver e RESPEITAR os contraditórios, exercitar debates alternativos, deixar de pensar que à razão está sempre ao lado da sua ótica de pensamento, isso pode gerar extremismos, tão nefastos quanto às condutas da atual situação governista do País, parar com preconceitos, olharmos para dentro de nós mesmos, realizarmos auto crítica como mecanismo de justiça e desenvolvimento.
    O País com dimensões continentais, possui diversos contrastes, urge sabermos auferir elementos de valorização, todos tem seu percentual de qualidade, o que vale é a soma das virtudes, que irá gerar um Brasil melhor qualificado.
    Vejo qualificarem divergências como “idiotices”, tão sómente por não comungar do mesmo viés de pensamento – estranho isso – temos sim que avaliar certas condutas, que hoje se julgam como o líder perfeito para assumir a salvação da lavoura, NÃO, ouso discordar, não tem o perfil de um ESTADISTA, é produto de marketing, Ipanema e Leblon que o digam, o verdadeiro líder tem que ter espírito de renúncia e não colocar suas vaidades acima de tudo, fazendo “jogo duplo”, posso estar errado – claro não sou dono da verdade – mas tenho o direito de opinar.
    Finalizo minha participação neste post, como bom discipulo do mestre – CONFÚCIO -digo ” o tempo é o senhor das soluções”.

    Carlos Nascimento.

  43. Claudio Malagrino

    -

    04/11/2010 às 12:11

    Bush foi reeleito em 2006 com os votos do Sul. Muito americano falou em dividir o país. Aqui o politicamente correto nos impede de dizer o óbvio: os grotões deram a vitória a Dilma.

  44. PAULO

    -

    04/11/2010 às 8:10

    VOCÊ NÃO METE MEDO NEM EM VIÚVA!!!

    Não bota a família no meio, milicianopaulo. E não é verdade que eu seja teu padrasto. Intriga da vizinhança.

  45. Kitty

    -

    04/11/2010 às 7:18

    Carlos Nascimento,lendo o que postou nesta
    coluna, fiquei sismada. Eu sinceramente, sempre
    achei O Aécio Neves, um excelente candidato, uma reserva muito importante para o PSDB enfrentar
    o Lula em 2014. Mas agora fiquei com a pulga detrás da orelha!!!! a POLÍTICA É UM JOGO DE XADRES.

  46. Kitty

    -

    04/11/2010 às 6:59

    Augusto, meus parabéns pelo seu artigo.Desde o
    começo da campanha sentí que o Lula não iría
    perder estas eleições. Tudo estava cuidadosamente
    preparado e não cabería na cabeça do Lula perder
    a grande oportunidade de humilhar ao ex- presidente
    FHC.No segundo mandato Lula pouco governou, esse tempo foi exclusivamente empregado para preparar
    a sua sucessora usando todos os meios possíveis
    que o poder confere:poderosos meios económicos,militancia, aparelhamento do Estado
    a serviço de uma faccão e sobretudo empresarios
    poderosos e as estatais como a Petrobrás e outras
    não menos importantes.O resto é fácil deduzir.
    O sonho de consumo do Lula sempre foi e será ser como Fernando Henrique Cardoso. A pesar da sua
    duvidosa popularidade,nunca terá a postura de estadista,a cultura, e a elegância do FHC.

  47. Salustiano Dantas

    -

    04/11/2010 às 4:27

    Augusto, pelo bem do jornalismo, você devia explicar que Lula elegeu uma caloura em termos eleitorais, obtendo ainda a maioria no Senado e na Câmara. Sem esquecer que alguns dos seus maiores adversários dançaram. Ademais, muita gente que gosta do governo Lula como minha filha e meu irmão, por exemplo, votaram em Serra com o argumento de não conhecer Dilma! Pesquisando na internet, descobri que o resultado de 2006 foi quase idêntico ao 2006. Exemplo: RS, Brasília e Paraíba que eram governados pelo PSDB estão agora com o PT e PSB. Por outro lado, Paraná, Santa Catarina e Pará, antes do PMDB e PT, agora são oposição.

  48. Anita

    -

    04/11/2010 às 1:54

    Augusto, os comentários sobre o mapa político do Brasil depois das eleições refletem o propósito de Lula de provocar a exacerbação bairrista e a divisão do país como aconteceu nos anos de 1920, culminando com a instalação do deplorável Estado Novo. A oposição precisa urgentemente reverter tal sentimento, caso contrário seremos vítimas tanto do acirramento de ânimos quanto da imposição do toque de recolher que é o principal objetivo do PT. Afinal, não existe democracia sem paz.

  49. Marcos Amorim

    -

    04/11/2010 às 0:40

    Sem esta de dizer que Aécio é traidor e Serra, a vítima. Serra fez tudo para que não houvesse disputa na convenção do PSDB para não ter o perigo de perder para Aécio. Ademais, Serra apoiou Kassab para Prefeito, ou seja, traiu Alckmin do PSDB em 2008. E mesmo que 100% dos votos mineiros fossem de Serra, a Dilmanta ganharia. Também não concordo com a demonização do povo do Norte e Nordeste: se contarmos apenas os votos das regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste, a marionete do Molusco também ganharia.

  50. Jonda Lopes

    -

    04/11/2010 às 0:38

    Que parem para pensar um pouco, pois afinal consumou-se a votação para decidir essa “indefinida eleição”. E pelo menos, pararam a barulheira das marteladas esurdecedoras da propaganda eleitoral dos marketeiros, e os “debates oucos” para não “baixar o nível” e atingir o baixo nível do PT e de sua candidata que assim venceu; e ganharam o bôlo do banquete dos partidos, como urubu na carniça, esquartejando e mamando neste govêrno que ganhou; Mas o Lula perdeu o tal prestígio. E o Aécio tambem; com a Marina e o PV e principalmente o Brasil. Mas nós ganhamos porque nos tornamos uma oposição mais forte e maiis conciente.

  51. breno

    -

    03/11/2010 às 23:04

    Não Augusto.Você pode até achando engraçado alguns leitores seus, e de outros blogs, estarem a culpar sem a menor base, nordestinos pela eleição da Dilma.Talvez você não esteja acompanhando a gigantesca onda de preconceito desencadeada por “mapas” feito este que ilustra sua postagem.Este tsunami preconceituoso esta sendo mais separatista na região Nordeste que o pseudo-bolchevismo do camarada Lula. Como Nordestino e opositor ferrenho da exotica ideologia petista senti que para muitos (muitos mesmo) habitantes do Sul/Sudeste o problema da eleição da Dilma não se deve a uma serie de fatores conjunturais antiguissimos que remontam desde a nossa colonização.Nada disso.Se deve a origem do cidadão. Continue levando na brincadeira e na ironia, mas isto não tem graça nenhuma. Sou seu leitor, e não vi hora nenhuma você se posicionar de forma firme contra esta leitura do “mapa”. Você assim afasta nordestinos que comungam contigo de ideias politicas. Mas pelo visto você deve estar achando engraçado e ridiculo este tipo de manifestação, e não deve fazer questão que este “tipo de gente”leia seu blog.Lamentavel.

    Você está embarcando na paranoia, caro Breno.O mapa foi reproduzido em TODOS os jornais. É uma constatação. Os nordestinos que não embarcaram na conversa governista não têm nada com isso. Como não têm nada com a eleição do Tiririca os paulistas que votaram em outros candidatos. Dilma não foi eleita por determinada região, mas pela maioria dos brasileiros. Não escrevi nada que permita fazer as deduções e ilações que você fez. Você foi o único leitor nordestino que enxergou motivações que nunca tive. abraços, Augusto (PS: Espero que você não esteja sugerindo que eu censure trechos de comentários que possam parecer injustos com o Nordeste. Todos os que discordam estão convidados a dizer o contrário. Este espaço só não aceita comentários de petistas especialmente imbecis)

  52. mim

    -

    03/11/2010 às 22:36

    Excelente!Perfeito!
    Tenho certeza de que suas considerações traduzem o que todos nós sentimos ultimamente.

    Parabéns!

  53. Rodrigo Cortes

    -

    03/11/2010 às 22:32

    Prezado Augusto Nunes, obrigado por sua atenção e mais uma vez desculpe pelo transtorno.
    Apesar dos números significativos dos governadores eleitos pelo PSDB e DEM, o Anastasia, Richa e Alckmim sairam em disparada para beijarem as mãos da Madame Mim.
    Não conversaram com os outros governadores para fazer uma Frente de Resistência Democratica.
    O apresado galope em direção ao planalto fizeram dos atletas apenas três patetas desconsiderando os eleitores e os outros governadores.
    Parece que eles estão atendendo o pedido do atual presidente em não fazer oposição.
    Não querem perder o lugar na fila do mostra-nádegas.
    O sindicalista governou sem oposição.
    José Serra teve dificuldades para se achar nesta eleição como candidato opositor tamanho era o vácuo existente.
    Parece que os governadores do Paraná, São Paulo e Minas além de não escutarem os ensinamentos da admiravel escritora Ruth Rocha, também não querem compreender sua brilhante fundamentação.
    Pior para eles.

  54. ISIDORIO

    -

    03/11/2010 às 20:17

    Caro AUGUSTO NUNES, acredito que nem vc tem tempo pra ler todos estes comentários ,uns de excelente níveis e outros até de baixo calão, mas o que interessa é que o seu espaço serve pra nós todos deixármos a nossa opnião.
    Eu como nordestino e eleitor do SERRA gostaria de dizer aos colegas das regiões SUL e SUDESTE ,que o que falta ao eleitor brasileiro é uma melhor escolaridade, pois independente da região, muitos eleitóres votam pela barriga e não pela razão. VEjam ,que até o ESTADO de MG seguiu a totalidade dos Estados nordestinos e Nortístas ,onde as suas populações VOTARAM em peso na Pres. eleita DILMA …
    Tenho grande respeito ao povo MINEIRO ,mas o Ex-gov. AÉCIO NEVES deu o troco ao candidato SERRA ,quando ele conseguiu pegar o seu vice-governador, que no início do ano era uma figura desconhecida e o trnasformou eu seu sucessor, ainda no primeiro turno, (isto comprova a sua força política).
    No entanto, ele NÃO moveu uma palha pelo então candidato SERRA e deu no que deu; não podemos colocar a culpa ,somente nele ,pelo fracasso do SERRA,mas que ele foi muito deselegante com o seu partido ,isto eu não tenho nemhuma dúvida. Até acho ,que ele deveria regressar ao PMDB (CASO a direção deste partido ainda lhe aceite).
    Já falei demais … vou deixar o espaço para os outros internáutas.

  55. breno

    -

    03/11/2010 às 19:24

    E você Augusto, é a favor de dividir o país?

    Não. Quem faz isso é o Lula.

  56. tania

    -

    03/11/2010 às 19:12

    Se o senhor nao quiser postar meu comentario nao tem problema já enviei uma mensagem ao sr ex Presidente Fernando Henrique Cardoso, expondo meu pensamento, mensagem esta enviada através do “Contato” que tem no site do Instituto dele. mensagem singela, certamente com outros erros que humildemente solicito que o senhor corrija:Senhor ex Presidente Fernando Henrique sem qualquer interesse subalterno, até mesmo porque sequer sou filiada ao PSDB quero prestar-lhe homenagens. Porque embora seja petista tenho memória e conheco o legado de V. Sa para o Brasil. Embora nao seja economista é inquestionável que sem as arestas que o senhor aparou, sem o plano real, jamais o Brasil com Lula teria chegado aonde chegou. Todavia fiquei inconformada com a campanha eleitoral do sr Jose Serra, que no primeiro turno colou tanto sua imagem à de Lula que ficou ridículo. Foi a oposição nao oposição, se é que isto existe, se nao existia, criaram. Varreram todo o seu legado para baixo do tapete, e até mesmo colunistas reconhecidamente a favor do PSDB como o sr Augusto Nunes censura um comentario meu, postado no link abaixo, daquela coluna, não sei se por eu ter dito e assumido que sou petista e votei em Dilma ou se porque censurei o fato de que o legado de V. Sa. nao foi defendido. De qualquer forma, embora ele nao tenha querido tornar público que até uma petista reconhece o seu trabalho, com a facilidade que temos hoje atraves da internet de entrar em contato com as pessoas, fui ate o site do seu instituto, site este que sempre visito, e estou lhe enviando este e mail, para que saiba que não só eu mas muitos outros mineirosmesmo nao sendo eximios na arte da escrita (como pode o senhor ver ele corrigiu minha falha na grafia da palavra exceção que escrevi com dois ss) somos reconhecidos à sua obra e ao seu trabalho.
    Com minhas homenagens.

  57. justiça

    -

    03/11/2010 às 18:28

    Caro Augusto Nunes, comentário de uma verdade simples e precisa. O sentimento meu, e acredito de muita gente, foi o direito de escolher, com liberdade o voto pelo BRASIL, antes de qualquer sigla ou candidato. Meu sentimento além de muito orgulho, é o de dever cumprido. Não houve derrota, houve sim, afirmação de ideais e compromisso com os destinos de nossa Nação. É a voz de 44 milhões, sempre alerta!

  58. Paulo de Campinas

    -

    03/11/2010 às 18:25

    Só o dono de instituto de pesquisa mais ingênuo do mundo, dirá que pesquisa não influencia os eleitores. Meu pai que tem 77anos, queria votar no Serra mas as pesquisas diziam que Lula (ops Dilma) iria ganhar, então ele resolveu votar na Dilma, para não “perder” o voto. Quanto a questão da popularidade do Lula, estas pesquisas são todas mentirosas, basta olhar a quantidade de eleitores que votaram no candidato da oposição, ou em branco ou anularam, ou simplesmente não deram as caras para votar. O que ocorre no Brasil de hoje é um puxa-saquismo sem limites por parte dos órgãos de imprensa, principalmente TVs aberta, todas brigando para receber verbas de publicidade do governo federal. Graças a Deus “VEJA”, não precisa desses recursos como já relatado pela própria revista quando da publicação dos escândalos envolvendo o governo Collor na ocasião de seu governo.

  59. tania

    -

    03/11/2010 às 18:20

    cade o resto do meu comentario?

    Sumiu.

  60. tania

    -

    03/11/2010 às 16:04

    Praticamente todos os comentarios, com raras excessoes…

    Exceção é com ç, não com ss.

  61. Fernando SP

    -

    03/11/2010 às 15:54

    Nunes,
    Quem é você para decidir pelo Brasil (e pela História) quem é grande ou quem deixa de ser?
    Apresento-me: sou um brasileiro. Não sou do PT, nunca fui…

    Comentário interrompido. Motivo: assassinato da verdade.

  62. Fernando SP

    -

    03/11/2010 às 15:49

    Para quem ainda não analisou os números finais: excluindo-se todos os votos do nordeste e do norte ainda assim Dilma seria eleita com uma diferença de 2 milhões de votos.

  63. Leonardo (SC)

    -

    03/11/2010 às 15:18

    tea party Brasil tem que começar já!

  64. Ana Maria

    -

    03/11/2010 às 15:18

    Acho que o Brasileiro não é insatisfeito, mas muito preconceituoso,por isso que “Popularidade não rima com voto”.

  65. Luiz

    -

    03/11/2010 às 15:04

    Vendo o mapeamento da votação penso que é até correto afirmar que o bolsa família deu a vitória a Dilma.

  66. Leandro PR

    -

    03/11/2010 às 14:47

    Sugiro que de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e o Rio Grande so Sul formem um país. E deixaremos a grande economia do Brasil com os outros demais estados. Ai não precisaremos mais brigar com quem votou em quem.

  67. Jose Fernando

    -

    03/11/2010 às 14:21

    Tchau Lula!

  68. Eziel

    -

    03/11/2010 às 14:17

    Cadê meu comentário ? Onde foi que errei? Qual o motivo da não publicação.

  69. Carlos2

    -

    03/11/2010 às 13:49

    Só queria entender: onde foi a apuração dos votos nulos, brancos e das abstenções? Não tem no site do TSE. Precisava desses números para uma estatística de escola. Pelo artigo, todos rejeitaram Lula, ou seja, votaram no Serra. Vitória esmagadora da oposição, parabéns!

    Olá, Carlos2. Está tudo no site do TSE: http://divulgacao.tse.gov.br/

    Eleitorado: 135.804.433
    Apurado: 135.803.366 (99,99%)
    Abstenção: 29.197.152 (21,50%)
    Comparecimento: 106.606.214 (78,50%)

    Votos: 106.606.214
    Brancos: 2.452.597 (2,30%)
    Nulos: 4.689.428 (4,40%)
    Válidos: 99.463.917 (93,30%)

    Abraços, Branca Nunes

  70. Raquel

    -

    03/11/2010 às 13:17

    O melhor dos comentários é ver as suas(Augusto Nunes) correções ao português dos petralhas!!! hahahaha Adoro!

  71. djalma

    -

    03/11/2010 às 13:08

    Não há como negar que Aécio trabalhou por Serra no segundo turno, agora, que abandonou Serra no primeiro turno, assim como tinha feito com Alckmin nas eleições de 2006, isso êle fêz sim!
    E tem mais, aquele negócio de ficar se fazendo de vítima na escolha do candidato do PSDB e depois renunciando à disputa na convenção, ajudou a jogar o eleitor mineiro contra Serra, pois como é sabido, esse povo de Minas é bairrista demais!

  72. Marcelo

    -

    03/11/2010 às 12:49

    Melhor blog de VEJA disparado…força na luta!

  73. edson

    -

    03/11/2010 às 12:22

    O que faz o governo andar para frente é a oposição. Sem oposição o governo terá carta branca, como aconteceu nestes ultimos anos, razão pela qual o apedeuta conseguiu tal indice de popularidade. É preciso fiscalizar as ações do governo diariamente, denunciar os abusos com veêmencia, mostrar para a opinião pública os desvios de conduta. A oposição tem que fazer o seu papel, em nome dos 190 milhões de brasileiros. Governo e oposição são duas faces da mesma moeda.

  74. Matias

    -

    03/11/2010 às 12:20

    Não é a Universidade que molda o caráter de um homem, tampouco um título honorífico o faz um ser humano melhor. Mas, sim, a sensibilidade de enxergar além de sí mesmo. Notar à trágica realidade que cerceia a felicidade de seu semelhante, impostas, quase sempre, pela ganância e egoísmo dos que o dirigem. Por isso, nordestino, Lula, Boff, etc., etc., são, sim, dignos de respeito e carinho. Que meu Deus proteja a todos vocês.

  75. Sebastião Silveira/BH

    -

    03/11/2010 às 12:08

    Augusto,
    Fiz questão de ler os 347 comentários postados até às 1:39 de hoje. Chego à conclusão de que, se Lula não conseguiu dividir completamente o país, como queria, consegiu pelo menos que grande parte dos brasileiros, representados pelos comentaristas do seu blog, comecem a nutrir certa antipatia por MG, a pretexto de criticarem tanto nosso ex-governador e Senador eleito Aécio Neves. Talvez isso se deva ao fato de não termos viabilizado a eleição de nenhum Tiririca, de termos dado ao PSDB o governador do estado disputando contra uma chapa formada por dois expressivos ministros de Lula e por termos mandado para o Senado homens do quilate de Aécio Neves e Itamar Franco. Isso, é óbvio, não agrada aos que têm medo da liderança mineira.
    Infelizmente.
    Duvido que Dilma tivesse 42% dos votos mineiros, como teve em São Paulo, se seu adversário fosse mineiro. É bom que a gente não se esqueça de que Lula perdeu de goleada em nosso estado quando disputou com Fernando Collor e com Fernando Henrique. Estou falando em Lula, não em Dilma.
    Finalmente Augusto, acho que pessoas com a sua liderança e clarividência têm uma responsabilidade muito grande, junto com outros profissionais da sua qualidade, para tentar aplainar essas arestas idiotas durante os próximos quatro anos.
    Um grande abraço.

    Você está certíssimo, amigo. Estou soltando em minutos um post sobre o Roda Viva com o Dirceu. O próximo vai tratar do tema que você analisou com muita lucidez. abração

  76. carlos nascimento

    -

    03/11/2010 às 12:06

    Vou deixar postado aqui uma mensagem e lá prá frente vou voltar para conferir.
    O Aécio não terá o apoio do PSDB para sua empreitada de 2.014, as razões são claras, quem faz jogo duplo, colhe espinhos com toda certeza, um dia – a História dirá – se eu não tenho razão, qualquer leigo politico não entenderá que o grande líder mineiro, tendo feito cabelo+barba+bigode no plano estadual, forçou à derrota do Serra em MG, êle estava aliado ao Pimentel, que por sua vez detonou o Hélio Costa, isso está claro.
    O custo desse comportamento do Aécio irá lhe custar caro, outra coisa, os mineiros tem alto nível cultural e sobriedade, me expliquem como essa Anta venceu em seu Estado, tentem me explicar.
    Ouso dizer o seginte – Aécio estará de saida do PSDB antes do final de 2011, anotem.

    Carlos Nascimento.

  77. Pococ

    -

    03/11/2010 às 11:41

    Acho que a única voz da oposição foi do Índio da Costa, que foi silenciado pelo PSDB. Uma chapa oposicionista verdadeira seria Índio presidente e Serra vice. Não acredito que o Gonzales iria definir a campanha de Índio.

  78. PauloFRC

    -

    03/11/2010 às 11:36

    Prezado Augusto,

    Quem disse que oposição tem que ser polida e politicamente correta?

    Alô tucanos!… pretem atenção e revejam se necessário:

    Como se faz oposição ao PT…

    http://tinyurl.com/2a9cnyc

    kibeloco ou U-tube, your choice..

  79. Cidadão Paulista

    -

    03/11/2010 às 10:29

    A câmara e o Senado está a cara do Franklinstein. Um horror!

  80. Cidadão Paulista

    -

    03/11/2010 às 10:19

    Descobri a diferença entre as eleições americanas e as eleições brasileiras. Só alguém realmente letrado e altamente capacitado decifra aquela cédula de votação americana. Nenhum Tiririca se mete a abestado com ela.

  81. silvia

    -

    03/11/2010 às 10:03

    Segundo o nosso estimado Reinlado Azevedo, este mapa dá um idéia errada, porque o Amazonas, por exemplo, aparece enorme, mas a floresta amazônica não vota. Fica melhor quando a gente vê o mapa com as proporções reais das populações.

  82. Brasileira

    -

    03/11/2010 às 10:03

    Outro que pelas entrevistas já percebi que não leva desaforo pra casa é o senador Aloysio Nunes.
    responde de bate pronto a todas as calúnias e mentiras. Nem pisca, bate com gosto.

  83. Nogueira

    -

    03/11/2010 às 10:02

    Como jornalista fiquei babando com o sua escrita, parabens, alem de corajosa coloca os pontos nos is.
    Agora é relaxar e gosar, assistir o final desta novela que ja começou entre PSB e o PMDB, teremos espetáculos para assistir de camarote, sou oposição assim como este lado azul do meu Brasil.

  84. Brasileira

    -

    03/11/2010 às 9:44

    Rousseff já veio com a conversa fiada de estender a mão para a oposição. Não aceito que o PSDB/DEM/PPS caiam mais uma vez neste papo furado de que é pelo bem do Brasil, quero sim, oposição ferrenha a este governo, colocar pedras e mais pedras no caminho da cambada. Que a oposição saiba honrar os votos que recebeu, aprenda de uma vez por todas a ser PT, sabotar, colocar os pingos nos is, as vírgulas no lugar , sem medo pois o Brasil que trabalha e estuda está com a oposição. Perdemos e a culpa não foi de Minas Gerais e tão pouco de Aécio e não creio que seja hora de procurar culpados e sim de trabalhar. Visitei alguns blogs e contatei a mesma cantilena, o mesmo discurso “não voto em Aécio”, “ele traiu o Brasil”. E São Paulo, terra dos candidatos do PSDB? Quantos votos deram a Serra? Por que não dividir o ônus da derrota com o maior colégio eleitoral do Brasil, que tem quase o dobro dos eleitores de Minas?

  85. Jose Fernando

    -

    03/11/2010 às 9:29

    Perguntar não ofende.
    Será que o Lula já perecebeu que seu poder passou? Nos jornais de hoje, por exemplo, seu nome só aparece em plano secundário, dando “pitacos” no governo de Dilma, e principalmente a respeito de sua mesa de trabalho, que ele ainda mantem suja, com os assuntos nos quais deixou de trabalhar para permanecer no palanque em tempo integral, durante esses dois ultimos anos.
    um abraço.

  86. Cidadão Paulista

    -

    03/11/2010 às 8:27

    O que isto demonstra para o eleitorado?, que votar nulo ou abster-se, não resolve. Espero que tenham aprendido a lição, amargarão mais 4 anos de Ahmadinejad passeando por aqui.
    Augusto, eu estou boiando em eleições no Brasil, o quadro é muito complexo, digno de cena de crime CSI. PT ganha no governo, mas perde para presidente, uma confusão. É difícil entender a cabeça do eleitor. 318 deputados de partidos nanicos. O PMDB ficou como, se compararmos com o período anterior? Que eleitorado é este, Meu Deus!

  87. José Geraldo Coelho

    -

    03/11/2010 às 2:24

    A maior vitória da Dilma, em termos, foi em Minas Gerais, o berço da democracia. Procurei uma razão para esse comportamento e cheguei a conclusão mais provável: BAIRRISMO. o Mineiro é bairrista e só votou em Dilma porque ela nasceu em Minas. A se confirmar essa possibilidade cabe a nós, brasileiros democratas, repudiar tal comportamento inoportuno, ridículo e anti-democrático. O bairrimo tapa a visão periférica do cidadão, limitando uma visão mais ampla das questões nacionais. Foi um voto parecido com o voto nordestino. Só que o curral mineiro é o bairrismo.

  88. f tavares

    -

    03/11/2010 às 2:21

    reYnaldo, 17:38h,
    (ipanema/lagoa), sede do almirantado: serra 72%; dilma 28%. isso mesmo, não escrevi errado,
    sds, FT

  89. f tavares

    -

    03/11/2010 às 2:20

    reYnaldo, 17:38h,
    (ipanema/lagoa): serra 72%; dilma 28%. isso mesmo, não escrevi errado.
    FT

  90. justice

    -

    03/11/2010 às 1:39

    Caro Augusto Nunes, esse “cara” minúsculo e complexado, tentou dividir um País, cujo grande mérito é o de ter sido unido pelo idioma que ele faz questão de desprezar e humilhar. O resultado das eleições mostra, que mesmo onde comprou votos, uma resistência de verdadeiros brasileiros fez-se ouvir.
    Lula é aquele sujeito que cospe no prato em que come.

  91. danir

    -

    03/11/2010 às 1:04

    Desculpe a bola fora dos estados. Eu devia estar com sono. Vou ficar mais atento.

    Grande abraço. Se os políticos não fizerem o trabalho deles, nós vamos fazer o nosso. Já estou preparando o plástico no meu carro: “Não votei na Dilma e não confio no Lula”. Para que fique bem claro que existe oposição e tambem insatisfação.

  92. letapaula

    -

    03/11/2010 às 1:00

    Caro Augusto, Aécio não é um “traíra” como o pintam.Não é fácil desbancar o PT em Minas, que já vem sendo trabalhado pelos petistas há décadas.Minas já pode ser vista em azul também, não só em vermelho.Aécio garantiu ao PSDB a governança do Estado e seus dois senadores:ele próprio, Aécio e Itamar Franco, disputando com o petista Fernando Pimentel, ex-prefeito de BH.Foram azuis os votos de BH, do sul de Minas, de parte do Triãngulo e demais.Nas regiões mais pobres como o Jequitinhonha e o norte de Minas havia a concorrência com o bolsa-família e o Prouni.

  93. Estêvão Zizzi

    -

    03/11/2010 às 0:54

    O voto de cabresto não mudou. Elegeu Dilma Rousseff confira: http://migre.me/1WSjZ

  94. raissa manuella

    -

    03/11/2010 às 0:44

    Significado da sigla do PT: Perda Total

  95. Márcia

    -

    03/11/2010 às 0:39

    Augusto, meu cunhado petralha me mandou um e-mail, logo que saiu o resultado, cheio de hahahas e kkkkks, como todo petralha, dizendo que estava comemorando a vitória. Respondi que o Collor, o Sarney, o Chávez , o Evo e os traficantes bolivianos também estavam comemorando e se sentiam tão felizes quanto ele.
    Agora é relaxar e gozar.Vamos ter muita diversão com a nossa nova presidanta.

  96. lucia

    -

    03/11/2010 às 0:33

    sua coluna é excelente, escreve muito bem, sabe colocar as idéias mo papel.

  97. aquino

    -

    03/11/2010 às 0:13

    Um texto digno de ser panfletado em todo o Brasil. Mesmo que após isso um Ministro do TSE o proibice.

  98. Eziel

    -

    02/11/2010 às 23:57

    Augusto Nunes, você é um homem muito inteligente e versátil, mas está desinformado quanto à apuração dos votos por região, pois, diferente dos dados por você apresentados, a candidata do PT não precisaria dos votos do Nordeste nem do Norte,regiões consideradas mais pobres e menos desenvolvidas, onde superou o excelente candidato Serra com uma margem expessiva. Ou seja, a oposição tem que começar a trabalhar desde agora, pois quem sabe se a tal da caloura Dilma não fará um bom governo, e aí a coisa ficará mais complicada. No mais, vejam abaixo transcrição de reportagem publicada no site GLOBO.COM.BR;

    “Mesmo sem os eleitores do Norte e do Nordeste, Dilma venceria Serra
    Petista teve mais votos que Serra na soma de Sul, Sudeste e Centro-Oeste.
    Foram 33,2 milhões de votos contra 32,9 milhões.”

    “A sensação de que a petista Dilma Rousseff foi eleita apenas em razão da vantagem aplicada nas regiões Norte e Nordeste é falsa. Levantamento com base nos dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) revela que ela ganharia a eleição mesmo se fossem computados apenas os votos do Sudeste, do Sul e do Centro-Oeste.

    Nesta segunda-feira (1º), o termo “#orgulhodesernordestino” ficou entre os mais citados no microblog Twitter. Foi uma reação a comentários considerados preconceituosos de eleitores do Sul e do Sudeste, contrários à candidata petista, que creditaram a vitória de Dilma aos votos do Nordeste. (Veja post sobre isso no blog “Bombou na Web”.)

    Dilma teve mais de 55 milhões de votos no país; Serra teve pouco mais de 43 milhões. No Nordeste, a vantagem de Dilma foi elástica: 18,4 milhões de votos, contra 7,7 milhões do tucano. No Norte, ela venceu por 4 milhões contra quase 3 milhões de Serra.

    Se todos os eleitores das regiões Norte e Nordeste forem excluídos da conta, no entanto, a petista ainda aparece na frente. Na soma de Sul, Sudeste e Centro-Oeste, ela tem 33,2 milhões de votos, contra 32,9 milhões – uma margem pequena, de 275 mil votos, mas suficiente para elegê-la.

    Boa parte desse resultado se deu graças a Minas Gerais, segundo maior colégio eleitoral do país. Serra não conseguiu capitalizar a força do ex-governador e senador eleito pelo PSDB Aécio Neves e Dilma conseguiu vencê-lo por 1,7 milhão de votos de diferença no estado.

    No Rio de Janeiro, ela também abriu 1,7 milhão de votos de vantagem, fazendo o revés de São Paulo não pesar na conta.

    Além disso, Serra venceu no Centro-Oeste, mas não com uma margem expressiva.”

  99. Nino (SP)

    -

    02/11/2010 às 23:39

    Em tempo: minha cidade natal, no sul de Minas Gerais, votou 65% Serra! O resto foi para a sra rousseff. Isso dá algum conforto para este coração partido.

  100. Nino (SP)

    -

    02/11/2010 às 23:35

    Só dói no peito ver que meu estado natal, Minas Gerais, se deixou pintar de vermelho. Mais quatro anos para os mineiros acordarem desse pesadelo.

  101. Allan Kardech C. Lobo

    -

    02/11/2010 às 23:32

    Eu sempre soube que os tais 80% de aprovação do Lula não passavam de propaganda para manipular as massas. O resultado do segundo turno deixou isto bem claro, ou seja, os 80% nunca existiram.

  102. Raúl Fernando Valdivia

    -

    02/11/2010 às 23:27

    Acredito que a oposição não pode ter um candidato que faz discurso com a foto do adversário como pano de fundo, isso é contraditorio.

  103. jonga carvalho

    -

    02/11/2010 às 23:26

    Augusto,sensato seu comentario.É dificil para um jornalista como vc,comparar a situação dos eleitores do sul e os do norte/nordeste.É enorme a diferença cultural e inteletual entre ambos.Quem paga impostos,emprega,investe,produz,cria,entre outras coisas,esses sim,votaram em Serra.Agora,o voto comprado,(segundo a PF,diversos casos no norte/nordeste)o voto sem sentido do obá obá,da torcida do bahia,sport,são luis do maranhão,icasa,ceara clube e outros,vamos continuar a sentir,por que,são votos facil de serem manipulados.Uma pena.Mas eu no fundo da minha alma.O Serra foi o grande vitorioso.Elles vão pensar 10 vezes antes de fazer qualquer lambança.

  104. gaudério

    -

    02/11/2010 às 23:19

    Caro Augusto.Boa noite.Acho que não adianta nada partirmos para outras eleições se permanecer a mesma estrutura política.O sistema está errado e viciado.A Nação necessita reformas e o diabo é que dependemos destes políticos ,na sua maioria, despreparados culturalmente, ignorantes em matéria de história política do Brasil ( se não conhecemos nossa história política estamos fadados a repetir sempre os mesmos erros) e, por último, muitos corruptos. O Judiciário necessita urgentemente ser reformulado, o STF tem que ser composto por juizes de carreira ( que pouco estão se importando para “a voz rouca das ruas”) e indicados pela própria corte ( o Presidente que de palpites no seu terreiro!); tem que acabar o famigerado 1/5 constitucional.Quen quiser ser juiz que faça concurso e pronto! Temos que ter voto distrital misto para acabar com os currais eleitorais pois só assim o eleitor pode controlar seu representante( e secundariamente acabamos com estas despesas pornográficas das campanhas eleitorais e estas “doações” suspeitas); precisamos criar o voto de “recall” para chamar de volta os vagabundos que só se elegem para se locupletar do estado; precisa ser exigido formação para candidatar-se a cargos eletivos ( formação secundária para municipais e superior para estaduais e federais); reforma nos códigos para acabar com a impunidade e nada de foro previlegiado: a imunidade somente para parlamentares no uso da tribuna e na expressão do pensamento.Responsabilização dos agentes públicos: se tu tens um acidente numa estrada por má conservação, processa-se o responsável e terá de arcar com as despesas e a resposabilização criminal( ligeirinho vamos ter estradas bem conservadas); unicamente funcionários de carreira a partir do segundo escalão.É preciso acabar com os cabides de empregos para cumpanherada. Pelo que podes ver, tudo isto que eu escrevi refere-se ao parlamentarismo.Sei que é sonho, ainda mais num pais com o tipo de político e povo que temos. Um grande abraço

  105. Marcelo Gonçalves

    -

    02/11/2010 às 23:15

    Votei nulo.

    Explico-me:

    Não suporto o PT, mas também não me sinto confortável em votar num partido que renega seus próprios méritos e deixa de debater as grandes questões fundamentais para o país nos próximos anos: as reformas (previdenciária, tributária, política…), a política econômica (fiscal – sobretudo a necessidade de corte de gastos, monetária e cambial), as medidas para reverter o péssimo quadro educacional (últimas colocações nos exames internacionais, analfabetismo funcional gritante, a total falta de integração entre universidades e empresas, a carência de planejamento tecnológico, entre outros) e da saúde.

    Azul ou vermelho, não vou dar cheque em branco para ninguém.

  106. RPC

    -

    02/11/2010 às 23:05

    Augusto, o enorme empenho de lula em emplacar a sua criatura tem uma única explicação, ou seja, esconder as falcatruas do seu governo

  107. edmar ferreira

    -

    02/11/2010 às 23:05

    Este Reynaldo-BH as 18:09 fez uma radiografia muito competente. Gostei muito do comentário. O Serra perdeu pra ele mesmo. Fez uma campanha “paz e amor” e levou trola. Queremos oposição de verdade, que mostre as safadezas da quadrilha que governa o Brasil nos últimos 8 anos. Sal e pimenta na ferida deles. Achei a campanha da TV muito fraca. E afinal de contas porque não explorou o vídeo do Ciro Gomes reconhecendo ser Serra o melhor candidato? Ah, é crime eleitoral… Dane-se, que pagassem os 5 ou 6 mil que o PT não se importou de pagar aos montes quando cometia os seus sem a menor cerimônia. Mais uma vez, queremos oposição de verdade. (Ou será que o PSDB tem rabo preso também?).

  108. Glorinha de Nantes

    -

    02/11/2010 às 23:01

    A.N., será que os que levaram, ganharam? Sobreviverão 

    a si mesmos e ao próprio desatino? Neste momento,
    os aloprados estão reassumindo os postos a eles franqueados.
    À partilha do troféu e às medalhas, desde anteontem de manhã,
    acorrem todos e mais alguns. Lá podem ser vistos,também, 
    os oportunistas, os traidores, os burlescos, fauna e flora variada.  
    Inusitada e previsível a tragicômica cena? Viva a diversidade! 
    Essa é a democracia lullopetista?!  Tô fora!      
    Alerta sempre!   Sim, até aqui, por medo ou preguiça, 
    permitiu-se o avanço do processo sucessório mais escroto, 
    vilipendiando-se a tenra democracia, nos seus valores essenciais.  
    Como “nuncantesnestepaís”, VEJA revelou os oito anos 
    de bandalheiras, destrambelhamentos, banditismos, crimes.   
    Destes tempos em diante e desde já,      
    não mais o estar ausente, não mais o dar de ombros, 
    não mais olhar sem ver,  não mais o despudor do ignorar. 
    O omisso é tão ou mais responsável pela realidade política..
         
    Escarafunchar os fatos, em profundidade, em extensão, em amplitude,  
    sem essa de “deixavidamelevar”!  A consciência e a ciência dos tempos 
    exige  projetar a trilha e persistir. Adiante, sempre!  Nada terá sido em vão!    
    ____________________________________________________________________ 
    REFLEXÃO MAIOR :   A MAIOR VITÓRIA DE JOSÉ SERRA E DO PSDB FOI PERDER  A ELEIÇÃO  PARA  GANHAR A  LIDERANÇA  DA  OPOSIÇÃO.  A MAIOR PARTE DA POPULAÇÃO QUE VOTA TEM NO GOVERNO ESTADUAL UM QUADRO DO PSDB OU ALIADOS .SÃO ONZE ESTADOS DA FEDERAÇÃO!      
    _____________________________________________________________________

  109. Jose Leal.

    -

    02/11/2010 às 22:59

    Caro Augusto belíssimo texto. Ainda bem que vcs estão ai de plantão. Penso que talvez o norte e nordeste parecem ter vivido em outro brasil as mil maravilhas porque pra votar nessa turma. Gostei da idéia se alguem gritar “olha o rapa na festa da Dilma” já pensou, eu nem sei o poderia acontecer, porque lá só tem mala.

  110. Fabiano

    -

    02/11/2010 às 22:51

    “Os eleitores que não compraram a dupla Lula-Dilma também rejeitam partidos que só agem ─ e com desabonadora timidez ─ quando começa a temporada de caça ao voto. Se os líderes tucanos não aprenderem a opor-se o tempo todo, não terão ninguém a liderar.”
    Parabéns, mestre, perfeito como sempre.

  111. neide

    -

    02/11/2010 às 22:50

    De fato seu texto é primoroso. Só caberia uma ressalva a uma adição que, acredito seja irregular, dos votos nulos e brancos ao total de votos do candidato Serra. Para mim, os que anularam e os que votaram em branco, não escolheram nenhum dos candidatos e assim soa um pouco forçada a afirmação de que estariam dizendo não ao governo Lula – infelizmente não estão dizendo nada. Quanto aos que se abstiveram, é impossível adivinhar a motivação dos mesmos. Assim, o Brasil insatisfeito, volta matematicamente aos 43,95%. Portanto, o Brasil que não comprou Lula/Dilma, tampouco comprou Serra/FHC. Diria também – com todo o respeito – que alimentar o separatismo do Brasil entre vermelho e azul, Brasil desenvolvido e subdesenvolvido (alguns comentários apelam para os termos “brasileiros burros”) é um tanto arriscado, pois algumas pessoas levam realmente a sério. Ao final das contas, é para choramingar, ou acatar o pleito? Não foi uma escolha democrática? Particularmente não vi nenhum “guerrilheiro” ou “terrorista” apontando armas para as cabeças das pessoas que foram às urnas, exigindo que votasse num ou no outro candidato. A campanha foi costurada com cenas desagradáveis: formadores de opinião, pastores, jornalistas, pessoas comuns praguejando contra os candidatos, pregando versículos bíblicos, levantando fatos antigos e novos, tudo em função de agredir e acusar.
    Esse nhem nhem nhem vai continuar por quanto tempo? Se o brasileiro não foge à luta, será que cruzar os braços e torcer para que o próximo governo dê errado vai adiantar?

  112. Leonardo X

    -

    02/11/2010 às 22:49

    Reynaldo-BH – 02/11/2010 às 16:19 e às 18:09 horas.

    Em duas intervenções precisas, o prezado amigo contestou de modo brilhante e irrespondível a falsa acusação que se faza ao Aécio Neves, debitando-lhe a culpa pela derrota. Nós, mineiros, poderíamos dizer muito mais coisas, são muitíssimos os argumentos que desmoronariam essa falácia. A atitude de Serra e seu staff da grife Brancaleone, aliás inoportuna e cretina, me permite concluir que eles são mesmo, em matéria política, autistas.

  113. Adilton

    -

    02/11/2010 às 22:45

    Sua leitura sobre os resultados das eleições é muito esclarecedora. Correto, precisamos de uma oposição inteligente, que conheça a Arte da Guerra. E que realmente deseje lutar. Michel Temer e o PMDB não vão perder uma oportunidade como a do mensalão para chegarem ao topo. O PMDB foi usado e em alguns estados ficou no prejuízo. Acorda Brasil!

  114. francisco vasconcelos chaves

    -

    02/11/2010 às 22:42

    O Nordeste deu à anta 10.700.000 votos de vantagem, tudo fruto do bolsa família, isso sim é compra de voto.

  115. ana

    -

    02/11/2010 às 22:35

    augusto,
    gostei muito de sua análise.
    Agora, a oposição precisa, realmente, ser opisição.
    De nada adianta a fogueira das vaidades…
    Penso, que estas eleições mostraram para quem faz boa leitura dos números,que não houve derrota da oposição, muito pel contrário, ela ressuscitou, como vc afirma.
    Para ganhar as próximas, tem que olhar para cima do país, ou seja para o norte e nordeste, pois são eles que elegem o presidente da república.
    Procurem os parlamentares eleitos da oposição apresentarem propostas voltadas para estas regiões.
    Não, apenas pensando no estomago dos nordestinos, mas dando a eles oportunidades de crescerem com suas próprias pernas.
    Estedam seus olhos para cima. Os brasileiros que estão no centro, no sul, sudeste, jah têm espírito crítico, fazem parte de um outro Brasil.
    Não precisam de esmola para sobreviver.
    A união faz a força; vamos continuar a luta.
    Oposição ALERTA!
    QUEM SABE FAZ A HORA, NÃO ESPERA AMANHECER….

  116. Pedro Erik

    -

    02/11/2010 às 22:15

    Ao amigo Reynaldo-MG,

    Augusto, permita-me, por favor, discutir o assunto Aécio Neves com o ilustre comentarista Reynaldo, que sempre nos proporciona ótimas opiniões.

    Primeiro, gostaria de dizer que discordo desse negócio de que não é bom procurar culpados. Devemos procurar sim para evitar os erros e os errados, amigo. Os republicanos detonaram o McCain e a campanha dele quando perderam. Não sobrou pedra sobre pedra. E se recuperaram logo.

    Reynaldo, tenho alguns problemas sérios com o Aécio:
    1) Aécio sempre foi mais próximo de Lula e do petismo (governou junto do Pimentel) e sempre se colocou com um amigo de Lula. O vi em inúmeros palanques juntíssimo de Lula;
    2) Ele quis ser candidato, mesmo com todas as pesquisas sendo contra. Andou pelo país e ameaçou se mudar de partidos. O Serra esperou ele ver que não dava. Mas o Aécio atrapalhou a consolidação do partido;
    2) Quando não deu, o Aécio passou ao não definir se seria ou não vice. O Serra esperou até o último minuto. Depois ainda teve problemas para escolher o vice. O DEM só aceitava largava o cargo para o Aécio;
    3) Estive em Minas no primeiro turno. Vi que a campanha não falava do Serra;
    4) Depois que se elegeu já era tarde demais para ajudar;
    5) A leitura dos mineiros que conheço foi: o Aécio apenas faz de conta que apoia para não prejudicar sua campanha no futuro;
    6)Eu diria que o Aécio enganou até o PT. Pergunte ao Pimentel e ao Ananias o que eles acham.

    E, Reynaldo, basta ver o mapa eleitoral, Minas foi de Aécio e de Dilma fortemente.
    O Aécio não me serve como candidato, sinto muito, não confio nele. Assim como não confio no Tasso Jereissate que sempre ficou no meio termo com o Ciro até se ferrar.

    Grande abraço,
    Pedro Erik

  117. Alvaro

    -

    02/11/2010 às 22:11

    Caro Augusto
    Num dos parágrafos do seu comentário, dentre outras qualificações, uma resume a postura do Presidente em exercício: fora-da-lei. Dentre os milhões que leram ou comentaram artigos seu e do Reinaldo insistimos que Lula abandonou o emprego para servir a uma facção, sem nenhum constrangimento. Impôs uma ética torta, afrontou a Justiça Eleitoral, o Ministério Público, a metade da nação que não se ajoelha nem aplaude esse rei-macunaíma.Mas uma campanha serve para muitas coisas, não só para escolher um político que teve mais votos. A última campanha serviu para construir os pilares da “Resistência Democrática” que o PSDB não se apropriou na condição de partido de oposição disputando eleições. Os desvios de toda natureza foram mostrados e provados com documentos e testemunhas, principalmente por Veja. Desvios que em essência são desvios éticos da turma responsável “pelo mensalão” e “pelos aloprados” pelos dossiês contra adversários políticos. A caixa-preta do governo Lula foi aberta senão arrombada pela imprensa. E aberta a caixa, o odor fétido nunca será dissipado. Os desdobramentos são óbvios e Lula sai infinitamente menor após o embate na campanha. Menor em aplausos e menor como Presidente da Instituição Presidência da República.
    Mas, se o Poder Judiciário tivesse exigido do Presidente o cumprimento da lei o resultado da última eleiçãos seria outro. O país precisa mais que um choque de gestão, precisa urgente de um choque de moralidade. Uma injeção de ética na política e nas relações. Se anulássemeos o currículo escolar em todas as instâncias e passássemos um ano letivo inteiro discutindo e vivendo o ano da reflexão sobre princípios éticos o Brasil renasceria melhor. Infinitamente maior. Educar não é só informar é também formar. Não é só ensinar a fazer é vivenciar SER. Enquanto isso, nossos ícones da cultura, na sua maioria, sempre aplaudem os moradores dos palácios de governo, principalmente se seu discurso tiver um viés de esquerda, se aliar-se para aplaudir figuras ultrapassadas como Fidel Castro. Uma grande parte dos nossos representantes na cultura ainda vivem de barba, ajoelhados frente a ditadores, com militância política resumida em aplaudir governos erráticos contanto que queiram ressussitar princípios comunistas que podem ter sido importantes em épocas passadas mas que agora estão tão enferrujados quanto os tanques e as usinas nucleares da “União Soviética”. Servem como contraponto ao capitalismo do ponto de vista acadêmico. Na prática viola a liberdade e a propriedade privada. Persegue, prende sem julgamento e sem defesa, mata.
    Agora precisamos abrir a caixa-preta do Judiciário que, diferente da imprensa que só funciona se for totalmente livre, precisa de controle externo, transparência e reponsabilidade cívica. E DEVE AGIR SEM MEDO DE POPULARIDADES FORJADAS E LÍDERES MESSIÂNICOS.
    Erramos todos ao permitir a continuidade da era da mediocridade. Errou principalmente o PSDB e o DEM. Errou Serra que foi sempre tímido, indeciso e obsequiOso em excesso E NÃO DEIXOU AFLORAR O POLÍTICO NO CANDIDATO. Não há outro caminho para a oposição que não seja fazer oposição. Dura e leal a verdade. Contundente e ética. Firme e elegante. Mas, errou principalmente o Judiciário e o Ministério Púplico que permitiu a hipertrofia do Executivo, as exorbitância praticadas por Lula que porisso o Brasil entra na era Dilma com a sensação que a lei não foi feita para ser respeitada e que para os menos favorecidos, cidadania é menos importante do que bolsa-família.
    Continuo por aqui seguindo a liderança sua e de Reinaldo e reafirmando-me na Resistência Democrática sem data para acabar. Um abraço.

    Ótimas observações, caro Alvaro. Grande abraço.

  118. tibartz

    -

    02/11/2010 às 21:54

    Perfeito.

  119. Milton

    -

    02/11/2010 às 21:47

    Fui futebolista por muito tempo, sabe qual é o pior time para ser recuperado?

    O time que só tem enganador bancando o craque.

  120. Mauricio

    -

    02/11/2010 às 21:38

    Augusto inaugurei-me em teu blog há apenas alguns dias. De lá pra cá tem sido meu esporte preferido o acompanhar o que é dito aqui por ti e teus inteligentes e bem humorados leitores. Ao chegar a meu trabalho, minha primeira ação é conversar contigo. Delicio-me com tua capacidade literária e perspicácia política. Sou do tempo do Getúlio Vargas. Vi-o pessoalmente, lá nas Minas Gerais, em comícios por essas andanças misteriosas que o destino nos prega. Hoje, dos sertões tocantinenses descobri que tenho muitas historias pra contar e muita experiência vivida, algumas boas e outras nem tanto. Vivi Jose Linhares, Dutra, Getulio novamente, Café Filho, Carlos Luz, Nereu Ramos, Juscelino, Jânio Quadros, Raniere Mazilli, João Goular, Raniere Mazzilli novamente, Castello Branco, Costa e Silva, Junta Provisória, Emilio Medice, Geisel, João Figueiredo, Tancredo, Sarney, Collor, Itamar, FHC e agora Lula. Desta galeria apenas dois – a meu ver – merecem destaque no cenário nacional: JK e FHC. Incito os Quarenta e Quatro %, nos quais me incluo, a não perderem a esperança. Vejam que os dois destacados são os únicos injustiçados da lista, mas a história reservou-lhes lugar no pódio de campeões da humanidade, ao contrario de Lula, campeão de bazófias!

    Concordo, caro Maurício. E seja bem-vindo: é um prazer ter você por aqui. A coluna é nossa. abração. Augusto

  121. Ricardo

    -

    02/11/2010 às 21:22

    Sua coluna é digna.

  122. elionier

    -

    02/11/2010 às 21:14

    ESTIVE PENSANDO SOBRE AS TRES ULTIMAS DERROTAS DO PSDB E CHEGUEI A SEGUINTE CONCLUSAÕ: SE É EM MG QUE PERDEMOS A ELEIÇAO NACIONAL, O JEITO É LANÇAR UM CANDIDATO MINEIRO´. DUVIDO QUE MINAS DEIXE DE VOTAR EM AECIO.
    PQ SERÁ QUE JÁ TEM GENTE QUERENDO CRIAR INTRIGA ENTRE O SERRA E AECIO? PQ JÁ SACARAM QUE ESTE É O UNICO JEITO DE ENFRENTAR ESTAS BOLSAS ESMOLAS.
    SE VOCÊ AUGUSTO ACHA QUE ISTO TEM FUNDAMENTO, ESCREVA SOBRE ISTO. SOU MINEIRA E SEI Q AECIO TRABALHOU POR SERRA, MAS O MITO LULA É TÃO FORTE QUE NEM DIZENDO Q SERRA IA DAR 13º DE BLOSA FAMILIA, NÃO ACREDITARAM. LULA OS CONVENCEU QUE SERRA ESTAVA MENTINDO E QUE IA DAR O GOLPE SUSPENDENDO ESTE BENEFICIO.

  123. josevar

    -

    02/11/2010 às 21:10

    Caro Augusto. O PSDB já nos deu mostras de sua incapacidade de ser oposição. Os exemplos incluem os anos de 2002 e 2006. As vaidades pessoais tornam o partido morno. Aécio é o próximo da fila. Será aceito pelos paulistas? O que ele fez nesta campanha não deixa margem para dúvida. A demora do partido em definar o candidato com receio de confrontar o lulismo foi determinante.Além do que, tornou-se um partido com medo da própria história, ao relegar FHC a um segundo plano.Só de imaginar o PSDB tentando a próxima eleição presidencial já causa arrepios.O petralhas irão agradecer e gozar nossa cara mais uma vez. Não se joga no lixo 43 milhões de votos impunemente com vem fazendo o PSDB.Grande abraço.

  124. Catossi

    -

    02/11/2010 às 21:05

    FHC tem razão. Esse PSDB é um partidozinho de “m”. Precisamos de alguém que faça oposição inteligente; não dependemos de partido, mesmo pq partido aqui no Brasil não diz quase nada.

  125. Igor

    -

    02/11/2010 às 21:02

    O colunista se equivoca e muito ao dizer que Dilma perdeu feio nas regiões mais desenvolvidas. Basta conferir o site do TSE p/perceber que a afirmação é errônea
    Em SP, o auge do desenvolvimento do pais e berço inconteste do PSDB a diferença entre os candidatos foi de apenas 8%(54,05% x 45,95).

    Apenas 2 milhões? Quase nada, então.

  126. Marcelo

    -

    02/11/2010 às 20:52

    PSDB é partido politico??? Pensei que tinha se tornado um grupo religioso.

    Menos mal. Segundo o companheiro Ciro Gomes, o PMDB é um ajuntamento de assaltantes e o PT é uma quadrilha.

  127. paulo carvalho

    -

    02/11/2010 às 20:49

    Caro Augusto: O mapa está começando a ficar azul, um dia o azul vai predominar, agora para ser oposição no momento atual o psdb não serve, voto neste partido faz tempo, tem bons quadros, agora como oposição é um fracasso, acredito que tem que ser alguem com coragem, meio maluco, sem medo, que enfrente com força a base do governo, colocar este senhor de Minas o aécio é chover no molhado, é fraquinho, vive de marketing, tem que ser alguem do DEM.

  128. Ricardo Pierri

    -

    02/11/2010 às 20:49

    Quem é esse Augusto Nunes?

    Um admirador do milicianoricardopierri, a mais famosa e aplaudida besta quadrada da turma do bairro que se reúne para ler os livros que o Lula escreve.

  129. Karla

    -

    02/11/2010 às 20:46

    O Millôr disse uma vez que “jornalismo é oposição, o resto é armazém de secos e molhados”.
    Primeiro, de nada adianta milhões de votos com caciques batendo cabeças sobre o que fazer e qual rumo adotar.
    Os tucanos se acostumaram ao muro.
    Chegou a hora de descer e decidir o que desejam fazer com seus eleitores que decidiram pela oposição.
    Chega de nhenhenhém!!!

  130. Fatima

    -

    02/11/2010 às 20:43

    Precisamos fazer um PARTIDO LIBERAL DEMOCRATA para preencher essa LACUNA.

  131. Janes Rodriguez

    -

    02/11/2010 às 20:41

    como diz Paulo Henrique Amorim, …

    A fonte não merece confiança. Foi estatizada. Cai fora.

  132. Otávio

    -

    02/11/2010 às 20:16

    Muito bom, Augusto!
    Você resumiu bem o que a oposição sem posição não aprendeu: a ouvir o que os 80.050.565 de cidadãos decentes disseram nas urnas.
    Para a sorte do PSDB, a maioria desses 80.050.565 de “maus brasileiros” que não votam conforme a “orientação espiritual” do Mestre dos Magos do PT, e que estão nas regiões mais desenvolvidas do Brasil, agiram conforme uma verdadeira oposição, que não aceita maracutaias de quem quer que seja, e elegeram oposicionistas nos estados para equilibrar um pouco as coisas, e impedir que o Brasil Decente não seja destruído.
    Infelizmente, Minas Gerais e Rio de Janeiro com o seu reizinho Cabral (graças a Deus não votei nele) não fizeram a sua parte, o que, no meu caso, pelo fato de ser do interior do Rio, me deixou envergonhado, pois pensei que aqui a população fosse menos estúpida.
    Agora, já que Lula vai ficar “desempregado” Dilma pode fazer o seguinte para não deixá-lo “desamparado”: a criação do Ministério das Ciências Ocultas e Letras Apagadas.
    Explico:
    - Ciências Ocultas porque o PT precisa aprender, com profissionais da laia de Maluf, Collor, Sarney, etc, a esconder melhor os escândalos que produz – vide Mensalão e Casa Ci-Vil, com direito a Erenice Guerra e sua fábrica de dossiês bandidos e;
    - Letras Apagadas porque é necessário, pelo menos para os estupradores do Português que almejam ser presidente, que Lula e seus Tiriricas não fiquem “desempregados”.
    Quanto ao “restoio” da “cumpanherada” do PT, do PMDB, além de toda a base alugada, é só uma questão de discussão entre estas quadrilhas para ver quem vai ficar com os lotes – cofres públicos, que serão distribuídos àqueles que, como Collor aprendem com Lula a melhor forma de chegar, mais rapidamente e por fora da lei sem correr riscos de entrarem em uma prisão, aos cofres da Petrobrás.
    No mais, vamos esperar que a criatura Dilma se volte contra o criador Lula, até porque, temos o exemplo de lúcifer que quis ser maior que Deus, e acabou sendo devidamente enquadrado pela Polícia Celeste liderada por São Miguel Arcanjo que o colocou num buraco sem saída, mas suficientemente grande para engolfar os bandidos federais que nos roubam incessantemente pensando, como Roriz, que ficarão impunes.
    Saudações ao Brasil que presta!

  133. de soslaio

    -

    02/11/2010 às 20:06

    Caro amigo Augusto.
    Lí com entusiasmo mais essa sua antológica leitura do mapa eleitoral. Nela você prova incontestàvelmente que não se lê o Brasil pela cartilha do lulla. Você, acima de tudo, nos aguça à participação! Lí também até agora todos os comentários postados. São idéias, todos deveriam tê-las e externa-las. É deste modo que se cria uma nação participativa, alicerce da democracia. Deve ser também leitura obrigatória a de FHC hoje.A campanha da oposição passou longe da séria discussão política. Não discutiu a verdadeira social democracia, que tem um projeto para toda a sociedade e não mostrou o que é um governo sindicalista. Poderia ter mudado talvez 15% dos eleitores do mollusco. Porque 30% são votos da dimensão dos petralhas. Penso que 45% de eleitores votariam em qualquer candidato porque não toleram e não comungam com os petralhas. Essa campanha mostrou como um marqueteiro não pode substituir um candidato. Por ex,para que discutir se a candidata é ou não cristã se, como ficou provado, 60% ou mais dos cristãos votaram nella. As pesquisas já diziam isso há muito tempo. A igreja católica, professada pela maioria do povo brasileiro, há décadas que fez opção pela teoria da libertação do ex Boff. E prega isso,repetitivamente, como uma ladainha, nas milhões de missas que cultua diuturnamente,e em todos os atos e festejos que participa. Já escutei essa pregação em batizados e até em missas pra defuntos. Fala na necessidade de eliminar a fome, incutando-a aos que podem comer. Do candidato mostrado pelo marqueteiro sobrava-me a sensação que era candidato a ministro da saúde. E a fome, a miséria, aonde ficaram? Em nenhuma pauta do marqueteiro e portanto do candidato. E o candidato burocrata cegamente acreditou nele. Nas ruas o discurso dos petralhas era apenas esse, tirou tantos da pobreza, deu de comer a não sei quantos, o povo hoje tem carro, tem emprego, não deve ao FMI.E a social democracia começada pelo FHC aonde estava? Escondida pelo marqueteiro e seu fiél candidato.Ou pode ser que não acreditem que tudo começou com o FHC. Ai é mais grave. Teve mais votos do que o Alkmin porque este foi abandonado e não aquele. Dimensão do Aécio, que poderia ter feito mais? Não acredito, do mesmo modo se a posição fôsse invertida, São Paulo não daria vitória a êle. Porque essa eleição não teve Princípios, só o fim almejado. Faltou escopo, faltou Política. E quem disse do jeito que ela deveria ser não fomos nós, foram elles. E elles estiveram 8 anos nos palanques, e a gente ficou um ano discutindo quem ia ser nosso candidato. Não se bateu em professora mas não se criou alternativa, vóz, que pudesse se contrapor a esse fato durante 8 anos! Vamos deixa-los nos palanques, devem ter pensado. Eles o usaram muito bem. A temática exposta por alguns dos comentaristas aponta pra uma bôa idéia. Por que não se criar um fórum internacional da social democracia dos países das Americas? Há alguns projetos em andamento muito interessantes que poderiam acrescentar à essa nossa incipiente democracia. Não acho racha entre norte e o sul, já provaram aí em baixo que ella teve mais votos por aqui, no absoluto, do que lá. Não condeno os bôlsas familias pois a oposição falou até em aumenta-los. Claro que êles tem dívida de gratidão aos que assim a chamaram. Ficamos 8 anos sem desmenti-llos e queriam que êles acreditassem em um mês na gente? Ia me esquecendo de falar no FMI. êsse assunto foi recorrente pelos petralhas no governo FHC. Não havia muro público de mais de 2 metros que não estivesse escrito:Fora FHC fora FMI. Agora, que a dívida quintuplicou, não com o FMI mas com outros credores piores que o FMI, a oposição falou o que? Nada! Lógico que muito em cima nem sempre se faz a melhor leitura. Mas tenho certexa que com o tempo se conhecerá melhor esta e outras histórias. Como dizia o impoluto collor, o tempo é o sr. da verdade. Aguardemos seu caminhar, carìssimo Guto. Grande abraço.

    Excelentes observações, meu querido amigo. Você está em grande forma. Abraços afetuosos

  134. adeilson santos cabral

    -

    02/11/2010 às 20:05

    parabens,foi triunfal sua valiação, pau nos petista,e viva o brasil, sucesso para oposição.

  135. Sonia

    -

    02/11/2010 às 20:00

    Que bom termos você, Augusto, para iluminar a verdade que muita gente se recusa a ver! Sua coluna de hoje está fantástica, perfeita!
    Espero que o reizinho e seu clone feminino a leiam!
    Acho que não entenderão muito bem, infelizmente…

  136. A. TINOCO

    -

    02/11/2010 às 19:55

    Parabéns pelo seu texto. Ele reflete justamente o pensamento de quem votou na oposição. Infelizemente, a oposição (PSDB e DEM)parece não querer ser oposição. Votei no PSDB em 2006 e em 2010 no PSDB e DEM, mas noto que estes partidos parecem ter medo de se posicionar realmente como partidos de oposição. Se eles continuarem assim, o PT agradece antecipadamente. Será que nenhum político da oposição lê os seus textos e os do Reinaldo Azevedo?

  137. Roberto Prado

    -

    02/11/2010 às 19:39

    Não se esqueçam que agora o patrulhamento vai intensificar e serão criadas as milícias petistas. Aguardem.

  138. Jorge G.

    -

    02/11/2010 às 19:39

    Desculpe, Augusto, só um adendo ao que escrevi. Li agora, aqui no blog, a entrevista com o FHC.
    Com alegria, ouso dizer que ele subscreveria o que escrevi abaixo. Com humildade, quero assinar embaixo de cada resposta dele. Se todos fôssemos menos preconceituosos, este homem seria reverenciado por apenas continuar respirando.

  139. Paula Coelho

    -

    02/11/2010 às 19:35

    Augusto, boa noite.
    Agora, passadas as eleições, e novamente conversando com minha mãe de 82 anos, voltamos a trocar idéias acerca da postura do Serra acerca do resultado das urnas. Ela lê os jornais todos os dias e acomanha tudo nos mínimos detalhes. E qual não foi a conclusão dela: apesar do nosso candidato ter sido ruim de contendenda e de difícil trato, o PSDB saiu como um partido nacional de oposição deste pleito. Vamos ver se agora eles têm juízo para honrar a confiança que os eleitores neles depositaram. Meu pai, já há muito falecido, foi político daí o grande interesse da família no assunto.
    Por outro lado, a hostilidade pouco inteligente a Aécio que está sendo cristalizada no momento, vai de encontro aos números das urnas e em nada ajuda a consolidadar a conquistas ocorridas. Alckmin e FHC já se pronuciaram contra e estão certos. E o que vejo é que o apoio a Aécio e o reconhecimento de seus esforços estão cada vez mais explicitados nos blols. Portanto, juízo é o que o PSDB/SP precisa demonstrar para manter o imenso capital conquistado.

    Sua mãe e você estão certas, cara Paula. abraços

  140. Nelson Santana

    -

    02/11/2010 às 19:32

    Sr Augusto
    se fosse possivel esclareça, hora dessas, que Serra nao perdeu por causa do Nordeste.Pois apesar da diferença Dilmanta ano precisou dos votos daqui. Perdeu pois a petralhada teve muito voto em MG, RIO e principalmente em SP. O desavisado vê seu Mapa e deduz que Serra levou todos os votos de SP, aqui nao é USA! Dilmanta foi muito bem votada em SP sim senhores! E idem na mesma data, no RIO, RS,PR e por aí vai. Outra bobagem que dizem no seu Blog, Aécio teria culpa. Não tem, quem nao ganhou a eleiçao mais facil do Planeta, foi o PSDB pois foi incompetente, nao viu o que todo o país via.

  141. eb

    -

    02/11/2010 às 19:30

    O Rio nao tem PSDB mas teve o candidato a Vice Presidente. Poderia ter feito MUITO MELHOR!

  142. Monacelzo

    -

    02/11/2010 às 19:30

    É absolutamente prazeiroso…

    “Prazeiroso”, milicianomonacelso. Não há nada mais prazeroso que saber que você já deve ter dito 1 milhão de vezes, numa roda de conversa, que acha “prazeiroso” isto ou aquilo. Todo mundo sabe que você é uma besta quadrada. Só você ainda não sabia.

  143. Ana Carol

    -

    02/11/2010 às 19:28

    Aliados defendem Aécio de insinuações sobre falta de empenho na campanha de Serra
    Publicada em 01/11/2010 às 20h29m
    Thiago Herdy
    R1R2R3R4R5Dê seu voto
    R1
    R2
    R3
    R4
    R5
    Média: 4,0
    Comente.
    Comentários..BELO HORIZONTE – Aliados do senador eleito Aécio Neves (PSDB) foram escalados nesta segunda-feira para defendê-lo das insinuações de que ele não teria se empenhado pela vitória do tucano José Serra em Minas Gerais, estado onde Aécio desfruta de grande popularidade. No segundo turno, Dilma Rousseff (PT) conquistou 58,45% dos votos de Minas, 1,7 milhões de votos a mais que Serra, que obteve 41,55% dos votos mineiros. Nesta segunda-feira, Aécio negou todos os pedidos de entrevista.

    Nos 27 dias de campanha entre o primeiro e o segundo turno, o ex-governador participou de apenas cinco eventos de apoio a Serra no estado – os outros dias foram divididos entre o luto pela morte do pai e a participação em atos pró-Serra em outros estados. Os tucanos mineiros alegam que a estratégia de viajar o país teria sido sugestão do próprio Serra e que mesmo ausente fisicamente, em alguns momentos, Aécio teria convocado aliados recém-eleitos a trabalhar pela candidatura tucana à Presidência.

    - O que vimos foi uma demonstração de coragem do Aécio e muito desprendimento. Ele poderia ter ficado quieto, mas faz o contrário e mostrou que é uma pessoa de partido – defende o secretário-geral do PSDB e uma das pessoas mais próximas de Aécio, o deputado federal Rodrigo de Castro (PSDB-MG).

    Segundo o dirigente tucano, em nenhuma hipótese seria possível garantir o resultado das eleições a favor de Serra em Minas.

    - O que o Aécio podia garantir, ele garantiu, e todo mundo viu o grande esforço que fez para tentar virar o quadro – afirma o deputado, que nega qualquer desconforto por causa da omissão do nome do ex-governador mineiro no discurso de agradecimento de Serra, na noite de domingo.

    - Quem fez o discurso é que pode explicar (a ausência) – afirmou.

    O desempenho de Aécio e do governador eleito Antonio Anastasia (PSDB) foi tímido perto da atuação do ministro das Relações Institucionais Alexandre Padilha (PT), que mesmo sendo paulista, passou 80% do tempo do seu tempo neste segundo turno em reuniões com prefeitos das principais regiões de Minas, para dar a vitória a Dilma Rousseff no estado.

    A uma semana das eleições, a cobrança sobre Aécio em caso de uma eventual derrota de José Serra já preocupava os aliados do tucano mineiro, que fez questão de realizar um grande ato de apoio ao candidato em Belo Horizonte, a um dia das eleições. O evento teve ares de megaprodução e sua organização foi conduzida por Andrea Neves, irmã e uma das principais conselheiras políticas de Aécio.

    Nesta segunda-feira, coube ao presidente do PSDB em Minas, o deputado federal Nárcio Rodrigues, rebater as insinuações do coordenador do programa de governo de Serra, Xico Graziano, que na noite de domingo postou um comentário no Twitter provocando o ex-governador mineiro e ironizando o resultado das eleições no estado. “Perdemos feio em Minas, por que será?”, escreveu o tucano paulista.

    - É uma ofensa dizer que Aécio não se esforçou. Será que vamos começar a criar fogo amigo, a atirar contra nós mesmos? – reclamou Nárcio, que divulgou nota chamando Xico de “arrogante”.

    Mais tarde, o coordenador de programa de Serra fez mea-culpa pelo próprio twitter, dizendo que todos eram responsáveis pela derrota de Serra e não apenas Aécio. Ele também tentou apaziguar o clima com Nárcio. “Mineiro manhoso, me puxa as orelhas. Tudo bem, meu amigo. Bola pra frente”, escreveu.

    A tropa de choque de Aécio já atua para unir o partido em torno de seu nome como liderança natural a disputar as próximas eleições, em 2014. Para isso, os tucanos mineiros acreditam que é preciso promover uma grande reflexão no partido para torná-lo mais nacional, menção clara à hegemonia paulista que resultou no lançamento de três candidatos do estado à Presidência nos últimos anos.

    - Viemos de três derrotas consecutivas para a eleição presidencial, temos que prover essa reflexão. Temos tido grande dificuldade no Nordeste, nas regiões operárias, do semiárido. É preciso buscar união – diz o deputado federal Rodrigo de Castro, que classifica Aécio como “o grande nome das oposições no Brasil” e, por isso, uma das pessoas cuja participação é fundamental neste processo.

  144. Jorge G.

    -

    02/11/2010 às 19:27

    Caro Augusto:
    Sabe aquelas pernadas, voadoras e pancadas que você mandou ver nos Petralhas ao longo do ano? Tem gente aqui merecendo uns corretivos.
    Ler o que Mariva (02/11/2010 às 15:19)escreveu, demonstra bem a ignorância política atual e o preconceito existente que impede uma análise ponderada dos fatos, sejam petistas ou tucanos.
    Enquanto este pensamento persistir, os demagogos continuarão a ganhar eleições aqui no NE e a fenda social permanecerá.
    Agora, se ele quiser rachar, por favor assuma o Lula (ele é politicamente tão paulista quanto o carioca FHC), a Dilma, o Zé Dirceu, o Genoíno, o Mercadante, a Martha, o Tarso Genro, a Ideli, a dancinha da pizza, os aloprados… Por aqui já temos os nossos…
    Como abordeie em comentário abaixo, a oposição (melhor, os tucanos!) foram incompetentes por várias razões em sedimentar no povo brasileiro (não apenas nordestinos) a noção dos benefícios surgidos pelas medidas implementadas no governo FHC. Tem muito mais gente no NE que os beneficiados pelo Bolsa-Família e são estas pessoas que sentem o quanto a vida melhorou. Estou falando de empregos e renda, investimentos em infraestrutura e em instalações industriais, diversificação de serviços, qualificação de mão de obra, etc. Tudo isso trará benefícios futuros ainda maiores.
    Foi no governo Lula? Em boa parte sim. Mas haveria este benefício sem o governo FHC, ou mesmo do Itamar? Certamente não.
    Mas o que está na mente das pessoas é a herança maldita: as privatizações foram um “assalto” aos cofres dos “entreguistas” do Brasil; a “falta de ética” no processo que instalou a reeleição já para a própria sucessão; os escândalos do SIVAM; o PROER foi “uma ajuda imoral” aos bancos e por aí vai. Petistas, lulistas e similares bateram nisso toto o tempo e a oposição, o que fez?
    Oito anos de incompetência deram no que temos agora. Que se aprenda para não ficar repetindo estas tolices do Mariva.

  145. Black Label

    -

    02/11/2010 às 19:27

    Sobre os comentarios de Ana Carol, tenho a contrapor que Aécio, além de não fazer oposição ao Lula, fez alianças espúrias com a canalha petista e o corrupto C. Gomes, e também não arregaçou as mangas pró-serra no primeiro turno.
    Fui a BH várias vezes no 1º turno e só vi Aécio e sua turma fazedndo campanha para os 3 (Aécio, Anastasia e Itamar). Não vi nenhuma faixa ou prospecto onde constava o nome Serra.
    Não é dessa maneira que Aécio vai contar com o eleitorado paulista para uma canditautura a Presidência.

  146. eb

    -

    02/11/2010 às 19:25

    So sinto que meu estado, MG, nao esta azul no mapa. Mas
    pelo menos sei que Serra ganhou em BH. Menos mau.

  147. PTNUNCAMAIS

    -

    02/11/2010 às 19:21

    Para o Lula o CHEFE dos BADERNEIROS 02/11/2010 às 15:18

    Infelizmente não vamos ficar livre do Lula porque ela vai comandar a Dilma como se fosse um “controle remoto”. O FDP já começou a interferir nos ministérios!!!

  148. J. Ferrão

    -

    02/11/2010 às 19:16

    porque a diferença em SP foi tão pequena…

    De fato: só 2 milhões…

  149. PTNUNCAMAIS

    -

    02/11/2010 às 19:08

    Mas, Augusto como o STJ, a Justiça Eleitoral, o Ministério Público podem fazer alguma coisa se parte deles está aparelhada pelo governo? Ele mesmo que indicou ministro do STE e STJ!! É difícil fazer alguma coisa.

    OFF TOPIC
    Vídeo para ser divulgado: 686 exibições

    31 Outubro 2010 – A vitória da PELEGOCRACIA
    http://www.youtube.com/watch?v=5ZpIgTGwuLI

  150. Pela Pátria

    -

    02/11/2010 às 19:07

    PERFEITO, caro Augusto!
    Alguém tem que dizer a verdade com todas as letras neste Brasil.
    A divisão do país ao meio SALVOU o Brasil de mergulhar nas trevas do CHAVISMO que o PT sonhava implantar por aqui.
    O recado das urnas “abortou” o sonho hegemônico de Lula.
    PS: E mais, se ele tentar voltar em 2.011, “roubando” o lugar de Dilma, já temos o mote de uma campanha a ser martelada aos quatros ventos, a plenos pulmões:
    “É PRECONCEITO CONTRA A MULHER!”
    -VADE RETRO!

  151. faiez farah saliba

    -

    02/11/2010 às 18:56

    é isso ai…..vamos unidos para a proxima……fora pt……….

  152. 45 Fernando 45

    -

    02/11/2010 às 18:55

    Pô…
    Se não fosse por Roraima e Espírito Santo dava pra fazer uma cerca separando o Brasil dos grotões. Mas talvez a gente possa fazer os Estados Unidos do Brasil&ES&Roraima. À medida que os demais estados fossem acordando seriam integrados ao Brasil de verdade.
    Aliás o mapa está igualzinho ao mapa dos resultados da Arena no Brasil dos anos 60/70. Voto de cabresto de Minas e Rio para cima, atrelado aos corruptos de sempre.
    Como dizem os franceses, vencer desse jeito é vexame. Eles entendem de princípios; os brasileiros, de palhaçada.
    Mas estamos melhorando! Já somos 44%. Diziam os marqueteiros, até 31/out, que éramos só 4%…

  153. Alex

    -

    02/11/2010 às 18:54

    A maior aliada do Lula sempre foi a oposicao. Nao consigo entender porque nunca defenderam o legado de FHC. Gostaria tanto que o alguem do PSDB me explicasse isso. Nao faz sentido. Por acaso fizeram acordo com o diabo? Acho que a oposicao deveria vir para o EUA aprender como se faz oposicao!
    O Lula triunfou e, mais uma vez, a responsavel foi a oposicao. Soh no Brasil…

  154. Renato

    -

    02/11/2010 às 18:44

    Ótimo texto, não tenho nada a complementar. Espero que as pessoas instruídas deste país continuem esclarecndo as pessoas pouco informadas quem é o Lula e o que ele queria, para que nunca mais a gente coloque uma pessoa deste tipo na presidencia do país. Um presidente tem que ter em primeiro lugar respeito as leis, senão não presta.

  155. Paulo Oliveira

    -

    02/11/2010 às 18:44

    Excelente texto!
    Necessitamos de um partido que queira ser o primeiro partido politico do Brasil e não uma agremiação de interesses.
    Caso isto seja possível.
    Abraços

  156. João

    -

    02/11/2010 às 18:39

    Caro Augusto,
    O mapa acima acima e o seu texto dizem muito. E ficou configurada nessa eleição a questão do ”pobrismo”: pois foi sem dúvida a bolsa-família no nordeste que elegeu Dilma, embora os ‘politicamente corretos’ não admitam, por pura hipocrisia ou medo de ser tachado preconceituoso.O problema é que a bolsa-família foi criada pelo PSDB. É aquela história da serpente que criamos p/ nos picar.Desde a Guerra de Canudos que faltam escolas no nordeste, e o analfabetismo só fez aumentar na era petista,e pior, com o Lula fazendo apologia da sua própria ignorância, fazendo-se de morto para bater a carteira do coveiro. É assim, curto e grosso mesmo, porque tudo o que essa gente quer é manter as mordomias dos companheiros e da elite deles.

  157. Mauricio Pereira

    -

    02/11/2010 às 18:36

    Esperamos sinceramente que o ex governador de Minas e agora Senador eleito Aécio Neves possa fazer esta oposição “verdadeira” que faltou nestes anos do desgoverno Lula. Que Deus ilumine a cabeça dos lideres do PSDB e o partido se una para quebrar o reinado da turma do PT

  158. Isaac Bergens

    -

    02/11/2010 às 18:34

    Lamentei muito nessa eleição, pois sei que nos próximos meses veremos a mesma ladainha: não sei de nada, não vi nada, não é do meu partido, já se demitiu, o outro partido fez pior…. O dinheiro do trabalhador continuará pagando mensalões, comícios e viagens dos “cumpanheiros”, o bolsa-família continuará comprando a sub-dignidade do povo, o saneamento continuará os mesmo da época do FHC, essa nova classe média continuará se endividando nessa cobiça desenfreada por crédito até que o país não aguente mais e quebre, ou que alguém tome iniciativa e eduque a população. Mas, com certeza, o pior de tudo isso é ver a ingratidão do povo para com o FHC que foi um presidente de coragem, que fez o que tinha que fazer e transformou este país no que ele é hoje, e um torneiro mecânico tomando toda a glória para ele porque o povo não gosta de estudar.

    FHC, estadista: governou pensando no futuro da nação; Lula, populista: governou pensando na próxima eleição.

    Uma coisa é fato: depois dessas eleições, eu não acredito mais em institutos de pesquisa de opinião. Eles são verdadeiras fraudes.

  159. Mariana Tavares

    -

    02/11/2010 às 18:31

    Belíssimo texto, zero de vulgaridade e muito bem estruturado: deu em Lula, Dilma, PSDB e no Brasil o pito merecido. O tom de tristeza transparece muito delicado.
    O que me dá medo é de suspirar de saudade do Lula daqui a seis meses, pelo tamanho da perspectiva das trapalhadas que vêm por aí…
    Continuarei a ler sua coluna com assiduidade, sou fã de sua ironia fina, Sr. Nunes.

  160. WOLMER

    -

    02/11/2010 às 18:24

    GOSTARIA DE VER A OPOSIÇAO(PSDB/DEM) AGINDO A PARTIR DE AGORA, REALMENTE COMO OPOSIÇAO. TRABALHANDO PARA CONQUISTAR A PRESIDENCIA EM 2014. NAO PODEMOS CONVIVER INFINITAMENTE COM ESTA FILOSOFIA DE GOVERNO. AFINAL O BRASIL MERECE COISA MELHOR.

  161. Mauricio

    -

    02/11/2010 às 18:18

    Não conseguiram arranhar a biografia de Fernando Henrique Cardoso. Não se fere o abstrato honorável de um dos maiores estadistas de nossa história. O mesmo não poderá ser dito de nosso pobre Lula. Sua “intelectualidade” de churrasqueiro de botequim fá-lo-á esperar ociosamente pela próxima oportunidade de “servir a pátria amada”. Até lá, os Quarenta e Três estarão a postos contra quaisquer tentativas de mudarem o plano econômico social de FHC, agora defendido por Dilma.

  162. Cida

    -

    02/11/2010 às 18:17

    É isso mesmo.Gostei de seu artigo. O pessoal do PSDB, DEM e outros terão que mostrar serviço. Terão que saber ser oposição de fato e com fatos. Nada de ficar entrando com campanhas de falso moralismo. Estamos em tempos da grande revolução da informação, significa que estamos mais ligados…Deus salve a Internet!! A hora é agora. Eu não quero um líder, viu? Não vou ficar babando em cima de Aécios e Lulas e etc..Quero pessoas que já que se filiam em partidos, candidatam-se a cargos públicos, ganhando ou perdendo nas eleições, que façam por merecer o discurso que tivemos que engolir até agora. E não
    entrem mais numas de descobrir que existimos somente em época de eleição. Foi o tempo. O PSDB, por exemplo, deveria ter acordado quando o Alckmin perdeu. Não fez trabalho de base e todo um bláblablá. Comecem a trabalhar já.Estamos de olho! Chega de inflar a máquina do estado. Basta de tantos impostos e etc e etc…Outra coisa, chega dos tais ‘formadores de opinião ( artistas, jornalistas, juristas, escritores) só aparecerem no final, achando que são eles que estão salvando alguma coisa. Está mais do que na hora de todo mundo ouvir todo mundo e respeitar de verdade a opinião de todos. Espero tb que o Serra não suma.

  163. Vicente

    -

    02/11/2010 às 18:17

    Caro Augusto,
    Com certeza a oposição vai ter que ouvir o nosso
    Fernando Henrique e desde ja assumir seu verdadeiro
    papel, com a vantagem que a figura de imputável que foi passado ao sapo a guerrilhera não tem

  164. Sérgio

    -

    02/11/2010 às 18:17

    Agora o Molusco FarInácio vai fazer que nem o Josef Dirceu (o injustiçado) e vai ser “consultor”,
    ou melhor, “consultado’ já que a titia vai ter de pedir a benção toda hora.

  165. Markito-Pi

    -

    02/11/2010 às 18:13

    Caro Nunes. Fiquei mesmo curioso do que seria, em números, a qualidade deste mapa. Fyui à Wikipédia, fiz, grosso modo, a coleta de dados de cada estado. AíVai: Onde a anta venceu População 93.570 mi. Serra: pop 101.753 mi. Agora, ao Pib.
    Estados pro anta $6.766 bi Pro Serra: 1.905,58 trilhões. Quase o triplo. Palhacio e Anta, são de fato os campeões dos grotões.
    Devo acrescer que 27 milhões de eleitores simplesmente não deram as caras. Uma beleza.

  166. Ivanildo Cavalcante

    -

    02/11/2010 às 18:12

    Para os militantes do PSOL o principal inimigo é o Sistema Capitalista, contra esse monstro temos que lutar até à derrocada total desse inimigo terrível da Classe trabalhadora.

  167. marisa cruz

    -

    02/11/2010 às 18:11

    LULLA DESPERTOU EM TODOS QUE NÃO VOTARAM EM SUA CANDIDATA O VERDADEIRO SENTIDO DA PALAVRA CIDADANIA E O DESPERTAR DA MILITÂNCIA DEMOCRÁTICA QUE A PARTIR DE AGORA COBRARÃO DOS PARLAMENTARES DA OPOSIÇÃO CONDUTAS ADEQUADAS QUANDO O DESCALABRO GOVERNAMENTAL ABRIR SUAS ASAS.

  168. Reynaldo-BH

    -

    02/11/2010 às 18:09

    Ao Pedro Erik, grande observador das coisas desta sbórnia (apud maria-maria).
    Eu fico feliz de todos nós, 24 horas após o desastre, já estarmos articulando e debatendo sobre o futuro. Isso é bom. Em 2005, a estas horas, estávamos todos como cachorro que caiu de caminhão de mudança: como se diz em MG, oncotô e oncovô? E aceitamos que um presidente-mensaleiro tivesse mais 4 anos de (des)governo, como uma imensa naturalidade. Debitamos ao “povo” – eterno pagador dos erros – a escolha infeliz. Desta cez, começamos a discutir COMO a oposição de faz no Brasil e DE QUE MODO ela contribuiu para este resultado. Entendo que não é so Lula, O Popular dos 199%, o responsável pelo desastre. A oposição, idem. Cabe a nós – que fizemos OPOSIÇÃO A CADA MINUTO – discutirmos e alertamos aos “cardeais e bispos” que até eles precisam de votos! O pior caminho é escolher um “culpado” como responsável pela derrota. Existem vários! E entre eles, não há como negar, Serra desponta com louvor! Passar o insucesso a terceiros é um ato que , a meu ver, só diminui mais ainda a figura do ex-governador de SP. Sem nenhuma avaliação de caráter sibejetivo, tentarei expor (o que penso ser) fatos.
    1 – Escolha do candidato. Serra “esticou” a corda (lembra-se?) até o limite do insuportável. Fechou-se em um mutismo e não dizia nem que sim ou não, embora até as pedras da rua sabaim que sim. Perdeu tempo em tentar ter palanques estaduais.
    2 – Aécio sabia (e até eu, que sou muito bobo!) que sem estes, o caminho seria complicado.
    3 – Aécio propos, como saída honrosa, uma prévia. daria Serra, obviamente, e uma saída honrosa a Aécio que estava pressionado em MG, pelos eleitores, a se lançar candidato.
    4 – Aécio abriu mão quando viu que o “impasse” (falso como uma nota de três reais) ia até o limite do absurdo.
    5 – No lançamento da candidatura do Serra, em BSB, Aécio fez o ÚNICO discurso (minto! Jarbas fez também, na campanha!) que batia em Lula, PT e no aparelhamento do estado brasileiro.
    6 – Começando a campanha, Serra NUNCA reuniu o tal “comitê” de campanha, composto por Sérgio Guerra, Jarbas, FHC e Aécio. Dizia ser “desnecessário”! Como disse Aécio “Serra não quer apoio político! Quer apoio de campanha!”
    7 – Quando Serra despencou nas pesquisas (e Aécio/Anastasia/Itamar decolaram), exigiu ter entrada no progama do PSDB de MG. É fato (PUBLICO E NOTÓRIO) que a equipe de campanha de Serra enviou o material para aqui ser inserido: sobre CRACK! Minas (ainda) não sofre intensamente com este problema. Aécio tentou argumentar que estava fora do planejamento. Nada feito. Era isto ou isto. Não foi!
    8 – No segundo turno, Aécio se colocou à disposição da campanha. FOI SOLICITADO que ele fosse à Bahia e Pernambuco! Pelo Gonzales! Aécio pediu mudanças na campanha/tempo de TV! Continuamos a ver, em todo o Brasil, como era lindo o Projeto Mãe Paulistana e as Redes de Atendimento Lucy Montoro e os AMES. De SP! NEM UMA PALAVRA sobre o Choque de Gestão em MG, feito pelo PSBD, que livrou MG da bancarrota! Nada sobre os avanços educacionais do Beto Richa em Curitiba! Nem uma palavra sobre o Rio Grande do Norte, que apoiou a administração do DEM elegendo uma governadora! Nada!
    9 – Aécio DEFENDEU FHC e as privatizações! Serra ignorou ou não aprofundou o tema! Aécio disse que FHC mudou o país. Serra quando dizia isto, acrescentava Lula como o outro, como se ambos estivessem no mesmo patamar!

    Ou seja, Pedro, discutamos o futuro. Com a necessária visão macro do Brasil. Não se pode acusar Aécio (e TODO o PSDB, DEM, e 10 outros partidos que se coligaram em MG apoiando Aécio!) por erros CRASSOS cometidos pela campanha de Serra, que como diz FHC hoje na FSP, não se desvia do acha certo nem ouve alguém!
    Eu espero, que em defesa da própria biografia, que Serra assuma os erros de modo individual ou, no máximo, com o acréscimo dos assessores próximos. Querer transferir para QUALQUER um os erros próprios, é escapismo de quem não assume que errou!
    Por fim, eu postei alguns comentários sobre os números de MG. E insisto: mesmo que TODOS os eleitores de MG votassem em Dilma, ainda assim ela ganharia com folga! Até por que em SP, dos 22 milhões de votos, Serra SÓ conseguiu 1.8m de frente. FHC chegou perto dos 4.000.00o de votos sobre Lula!
    Todos erramos! Aprendamos com os erros! E vamos à luta!
    GRANDE ABRAÇO, meu amigo Pedro!

  169. bebum sim, louco não

    -

    02/11/2010 às 18:01

    Caro Augusto,
    Mudando o assunto, porém concordando com voce plenamente, a cadidata dos sonhos de qualquer
    opositor, venceu a oposição que todo governo sonha.
    mas me diga, como voce ontem não vomitou em cima daquele escárnio de figura, que por um discuido do
    acaso, a ponta da bengala daquele nobre escritor não lhe perfurou a tempora e assim colocando o Brasil livre da figura mais esdruchula e despresivel e que ensiste em estar entre nos,
    canalha, canalha, que sem duvida a vida e o tempo
    pelos menos lhe irão cobrar, vamos ver isso ainda e com certeza rir e aplaudir…

  170. Rone

    -

    02/11/2010 às 17:55

    A aprovação de LULA em 80% é um dado muito bom para a politica internacional, sim isso mesmo !
    LULA sem essa bajulação correria para o lado da politca praticada por Chaves ,Evos, Correas, Fidel, contaminando e transformando a america latina toda em sabe Deus o que!
    Deixou de tentar uma terceira reeleição sabedor que poderia fazer seu sucessor em uma dura disputa , mas conseguiu, agora é esperar por Dilma e ver se Lula vai conseguir manter se afastado?

  171. Ilson de Pádua

    -

    02/11/2010 às 17:54

    Prezado Augusto Nunes
    Foi um privilégio muito grande assistir o Programa Roda Viva e contar com a sua brilhante participação. Moutrou que não tem medo de petralha mensaleiro. Arrochou/acuou o zé dirceu de forma direta e sem medo. Não foi frouxo com o José Serra nos debates com a dilma. É por isso que sou leitor da única revista decente que temos no Brasil. Que a conceituada VEJA e seus colunistas intelectuais continuem firmes.!!!
    Parabéns!!!
    Abs,
    Ilson de Pádua
    Obs.: São eles AUGUSTO NUNES, REINALDO AZEVEDO, LAURO JARDIM E RICARDO SETTI!

    Grato pela força, caro Ilson. abração

  172. carlos nascimento

    -

    02/11/2010 às 17:51

    Mestre Augusto,

    É hora de realizarmos uma “auto critica”, durante os últimos 12 meses,aqui na Coluna, exercitamos o sagrado direito de expressão, graças ao seu espirito democrático , dissecamos à exaustão os graves ilicitos e os desvios imorais desse (des)governo petista, liderados pela figura repugnante do molusco, sim repugnante, pois em determinados momento, movido pelo efeito de “pirassununga” êle baixava ao nível mais deprimente que um Presidente já chegou, com deboches, escárnio, piadinhas imundas, enfim, um comportamento chulo, impróprio para quem tinha o cargo de mandatário do País, sua candidata foi exaustivamente detalhada por CA, as maluquices e deficiências não foram poucas, escancaramos os crimes ocorridos, sigilos quebrados, nepotismo, desvios, queima de arquivos, fraudes, licitaçõs, enfim, tudo foi colocado às claras, tinhamos um CENÁRIO favoravel para LIQUIDARMOS com essa gangue, mesmo assim, perdemos.
    Vejo aqui diversos comentários preconceituosos, o sul contra o norte, acusando à região de menor desenvolvimento cultural pelas mazelas do resultado eleitoral, é uma inverdade, é querer álibi para à INCOMPETÊNCIA politica de nossa RIDICULA OPOSIÇÃO.
    Temos que aprender à criticar, da mesma forma que somos agressivos contra o atual governo, merecidamente, temos que cobrar também – sermos duros com a oposição – que cá prá nós é também ridicula, temos que nos organizar, realizar boas escolhas, da mesma forma que elegemos AN, RA, RS, nossas vozes oposicionistas, devemos separar o joio do trigo.
    Veja algumas considerações:-
    - Serra não foi centralizador demais.
    - Serra não escondeu FHC.
    - Serra e seu marqueteiro não aceitaram dividir estratégias.
    - Serra + cardeais não foram covardes em duelar com o molusco na questão do plano ético.
    - Serra teve vergonha em defender às Privatizações que deram certo.
    - O PSDD tem graves problemas de sinergia, os grupos paulistas, mineiros e do nordeste brigam entre si na defesa de seus interesses regionais.

    Enfim, começa uma nova etapa, espero que todos nós tenhamos aprendido com essa derrota, não basta ficarmos aqui apenas denunciando os “petralhas” imundos, temos também que saber escolher os líderes oposicionistas que possam nos representar de verdade.
    Ia esquecendo, não me falem de Aécio, nem de mineiro aqui na Coluna, pois quem julga os nordestinos com falta de formação cultural esquece de olhar prá dentro e verificar que a Anta venceu em MG.

    Carlos Nascimento.

  173. Nina

    -

    02/11/2010 às 17:47

    Parabéns! Falou tudo que estava entalado nas nossas gargantas. Chega de politico que só fala para pobre. Pobre não gosta de pobre. Pobre gosta de rico. Pobre quer ser rico.

  174. ivan paulista

    -

    02/11/2010 às 17:47

    Tire esse paulista do nome, cara. Você sifu em SP. Junto com o espancador de mulheres e o da renúncia irrevogável revogada.

  175. PAULO SERGIO DALL´AGNOL

    -

    02/11/2010 às 17:46

    Mas até parece que não nasceu no RS…

    Nasci em Taquaritinga, interior de S. Paulo, miliciano. Você mente mais que o Dirceu.

  176. M.Avelar

    -

    02/11/2010 às 17:45

    Absolutamente perfeito! Não por ser exatamente o que penso, mas porque sintetizou o que sente quase 80 milhões de eleitores brasileiros – maioria absoluta – que recusaram a ordem de manter a quadrilha no poder federal. Não foi o Serra (grande administrador, sério, mas, ao meu ver, incompetente politicamente) que conseguiu essa mobilização dos brasileiros. Tampouco esse PSDB, que nunca teve identidade, só conseguindo espaço político mercê de grandes nomes que se inscreveram nas suas fileiras, mas que já se foram. O Aécio…seu partido é ele mesmo. É outro ególatra. O eleitor brasileiro procura outra coisa, pode anotar. E vai encontrar, sim, daqui até 2.014. E voltaremos a ser felizes!

  177. antonio

    -

    02/11/2010 às 17:44

    É isso. Resta à oposição se reorganizar e partir para o confronto. Ninguém se iluda. Virão muitos escândalos e dificuldades. A era da relativa bonança está batendo no teto e será preciso muitas reformas estruturantes para o país seguir nos trilhos do desenvolvimento. Porém, pelo andar da carruagem, o negócio é estatização e corrupção.
    Os 44% dos eleitores que disseram não aos petralhas estarão de olho na oposição e não tolerará conchavos, a exemplo do patrocinado pelo Sr. Aécio Neves quando da eleição para prefeito de Belo Horizonte. Pão é pão e queijo é queijo.
    Aviso aos navegantes: se o Sr. Kassab quiser pular de partido, como se anuncia, que vá logo e tenha o mesmo destino eleitoral dos senadores César Borges e do falecido Romeu Tuma, bem como do deputado Albano Franco.

  178. Sergio S. Oliveira

    -

    02/11/2010 às 17:43

    Nós somos os “heróis da resistência”. Fomos e seremos muito mais combativos, pois esta política rasteira a que temos assistido, mexeram com meus brios e pela forma como fui educado. Se esta gente pensa que vai nos roubar mais ainda como tem feito e que eu vou ficar quieto, pode tirar o cavalo da chuva. Proponho, caso você me permita, Augusto, fazer um pacto aqui: não vamos dar sossego para eles, de jeito nenhum, assim como fazem os seus militantes petistas. O que for bom para o país, terá evidentemente o nosso apoio, agora o que for de “lesa pátria”, vamos nos mexer, dizer não, sair às ruas, porque somados, somos 80 milhões que não a queriam lá. E eles sabem disso, caiu a máscara do idolatração lulista. Chega de badalheira. O brasileiro, ainda que tardiamente, está acordando. Vamos à luta, pela democracia, pelo estado de direito, pela nossa Constituição, pelo Brasil!

    Como já viram os amigos da coluna (e a petralhada, que está tendo um chilique por minuto), desta vez eles não vão ter refresco. Não quero saber dessa conversa fiada de “governabilidade”, “voto de confiança” etc etc. Aqui a oposição não para. O PT vai sentir o que é encarar os descontentes o tempo todo, como o partido fez nos 8 anos do Fernando Henrique. Já que eles não admitem o convívio dos contrários, vamos para a briga. abração

  179. jaguar

    -

    02/11/2010 às 17:38

    É realmente muito triste ver a incapacidade do PSDB em divulgar os feitos brilhantes do governo Itamar/FHC, começando pelos enormes beneficios das privatizações, o Plano Real, o preparo do Brasil para o futuro que por justiça começou no gov.Collor, e outras vantagens que o PT soube explorar com maestria não sendo dele a iniciativa. Quanto as brigas internas, elas nem bem começaram esperem para ver o que vem por aí.

  180. Reynaldo-BH

    -

    02/11/2010 às 17:38

    Outras curiosidades númericas:
    São Paulo Capital. Dilma: 3.000.000 de votos. Serra 3.400.000.
    Belo Horizonte. Dilma : 650.000 votos. Serra: 660.000.
    TAQUARITINGA (HEHEHE!) Serra 60% Dilma 40%!

    Ficamos bem no retrato, grande Reynaldo! abração

  181. JEBANIEL WOLFF

    -

    02/11/2010 às 17:34

    Augusto, Dilma é a presidente dos desinformados.Não mereceu meu voto, nem merece minha confiança. Suas íntimas relações com pessoas como Erenice Guerra e Valter Cardeal são vergonhosas.
    Sua atuação naquele episódio com Lina Vieira, negando o encontro que teve com a exemplar servidora da Receita Federal tendo, naquela ocasião, pedido para que Lina Vieira amenizasse a barra da Famiglia Sarney, é de uma desonestidade sem limites. Indigna de qualquer pessoa. Então, ela que não venha posar de santinha agora. Para mim, a “meteção de mão” vai continuar mais intensamente no seu “guverno”. E a patética figura de Santo Homem do Palocci? Ah! Façam-me o favor. Peguem mais leve que neste país não tem só otário não.

  182. Delmo Oliveira

    -

    02/11/2010 às 17:29

    O Enviado, nesta eleição quiz mostra que ainda tem o perfil do ex-sindicalista admirado por Golbery, tratou as Instituições como os portões das fábricas do ABC, realmente o Senador Aécio Neves tem razão ao dizer que: “Presidente Lula sai menor do que entrou nesta eleição,”. Infelizmente é uma verdade ! ! !

  183. jaguar

    -

    02/11/2010 às 17:27

    Precisamos ficar atentos “oposição”, nas palavras da Dilma e do PT, quando do assunto é democracia, eles adoram falar que vão fortalecer a Democracia, mas adoram e aprovam a Ditadura dos Irmãos Castro, do Beiçudo Chaves e até ousam chamar de Democracia, será que é essa Democracia que eles querem para o Brasil Tambem?

  184. JulioK

    -

    02/11/2010 às 17:18

    Augusto,
    A afirmação “o Brasil insatisfeito é infinitamente maior que Serra” esta corretíssima!!! Parabéns!!!
    JulioK

  185. Pedro Erik

    -

    02/11/2010 às 17:09

    Caro Augusto,

    Discordo do grande Sebastião Oliveira.
    Não sou paulista mas não gosto do “agora é a vez de Minas” Aécio, nem do “Pós-Lula” Aécio. Não votarei nel se se candidatar. Ele trapalhou muito a eleição de Serra não se pode negar isso, desde a formação da candidatura. O cara viajou o Brasil todo procuramdo apoio e quase se acerta com o PMDB.

    E Minas foi um desastre para Serra. 17 pontos de diferença entre Dilma e Serra foi demais. Quase igual ao rio que não tem nem PSDB.

    Grande abraço,
    Pedro Erik

  186. Marcelo Rosa Melo

    -

    02/11/2010 às 17:05

    Deus nos livre desse governo medíocre e limitado, que só tem projeto de reeleição e não tem projeto de nação. Deus nos livre da oposição omissa e covarde, que não teve a dignidade de defender o legado do Fernando Henrique Cardoso.

  187. Vanio Del Castanhel

    -

    02/11/2010 às 16:49

    De tudo, o Lula será o Norte aos políticos em geral e ao povo em parte. Dele, dá pra ver como fazer e falar, assim como dá pra ver como não fazer e não falar. É só separar o certo do errado, analisado a partir dele.

  188. João Tavares

    -

    02/11/2010 às 16:45

    É verdade que Lulla conseguiu eleger a sua anta, mas também é verdade que ele deixo o seu filho Lulinha milionário, um simples funcinário do zoológico e ninguém fala. Mas quem ganhou não foi Dilmá pois não tem capacidade, e sim o PSDB é que perdeu por ser fraco. Como Fernando Henrique disse hoje: o PSDB tem que para de brigar entre eles.

  189. Evandro

    -

    02/11/2010 às 16:39

    No mapa So faltou o Nosso Tocantins e o Rio Grabde do Norte. a Paraiba do PSB, o ” Lula de lá para Ricardo Coutinho foi Cassio Cunha Lima do PSDB ( pode checar suas fontes), cujo vice teve que ser um DEp. Fedral do PSDB de Campina Grande Sr. Romulo Gouveia para poderr vencer o pleito, sem os quais a vitoria de J. Maranhão era indiscutível (ate para os institutos que davam a J. Maranhão 56% no 1º Turno, folgado…). Reintero, em Campina Dilma foi 3º no primeiro turno e deu Serra). A Paraiba deu a resposta para o Brasil descente tambem.

  190. Renata

    -

    02/11/2010 às 16:35

    O trabalho da oposição deve ser intenso e eficiente.
    Espero que a oposição consiga captar o que querem esse brasileiros que hoje já se sabe quantos, uma grande, imensa e eficente oposição.

  191. Evandro

    -

    02/11/2010 às 16:32

    Obrigado!

    Desabafei….

    Conte comigo na sua trincheira de ordem e progresso, cravada dentro da Democracia, alicerçada pelas leis da Constituição, sondada pela o espirito combativo dos brasileiros honrrados ja falecidos e dos de coragem que ainda vivem.

  192. A.Santos

    -

    02/11/2010 às 16:21

    http://www.youtube.com/watch?v=5ZpIgTGwuLI – o vídeo da era da mediocridade.

  193. detinho

    -

    02/11/2010 às 16:20

    Talvez este comentário não seja condizente com o assunto do Post, mas um desabafo meu acerca do que aconteceu com as falhas da oposição. Entregamos uma eleição ganha por egolatria dos próceres do PSDB e de falhas marcantes dos marketeiros do partido.

    Augusto, sou mineiro do norte de minas, onde a esmagadora maioria votou em Dilma. Nõ houve mobilizaçao para candidatura pra presidente em nenhum dos turnos. Só se via campanha pra deputados.e uma tímida campanha pra governador e senador. Isso no primeiro turno. De serra nenhuma propraganda, somente aquela que eu pedi ao comitê do PSDB no seu site. No segundo turno, a mobilização de Aécio e do PMDB mineiro foi nenhuma. Crio-se uma rivalidade bairrista entre Minas e São Paulo. Por isso, nos perdemos de cassetada aki em minas. Falto de empenho dos líderes PSDBISTAS do estado.E este clima vai exacerbar ainda mais, pois vejo que Aécio não perdoou Serrra e nem também perdoou Aécio. Vejo nuvens negras no futuro do PSDB e enquanto isso o PT nadando de braçadas.Vamos ficar com esta corja ainda por bastante tempo.
    Seguindo uma frase atribuída a um mineiro que eu não lembro no momento, dizia que “Política é igual a nuvem. A todo momento ela está de uma forma” Más pelo que eu vejo, meu amigo, no meu modesto conhecimento político, as chances de tirar o PT do poder não passarão por esses nomes que se dizem herdeiros dos despojos do PSDB. Tem que aparecer um líder que consiga magnetizar e quebrar com este bairrismo da política brasileira. Precisamos de um líder que convença realmente o povo brasileiro que não existe este embate de pobres e ricos; norte/nordeste e sudeste/sul. Somos todos brasileiros. Pra frente nós vamos. Vamos ver o que aconteça. Espero que melhore.

  194. Paulo Bento Bandarra

    -

    02/11/2010 às 16:20

    Ou, de onde eles tiram 80% de aprovação de Lula?

  195. Reynaldo-BH

    -

    02/11/2010 às 16:19

    Para o Nikácio Lemos das 13:08.
    Aproveito um trecho de um mail enviado aos amigos que debatem a partir daqui, do blog do AN.
    ============================
    Existe um movimento nascido para debitar ao Aécio(e a MG e RJ) a derrota de Serra. O Xico Grazziano chegou a twitar isto, especificamente sobre MG!

    Mas, olha só que coisa interessante!

    A diferença da Coisa Búlgara para o Serra, foi de 12.041.141 votos.
    Em MG, a diferença foi – pró-Dilma – de 1.800.000! Em números redondos! O mesmo número de votos a mais que Serra teve em… SP!
    Com um precioso detalhe: SP teve 22.800.000 de votos válidos!
    MG, 10.600.000!
    Mesmo assim MG ficou à frente na votação de Serra (votos válidos) que – mero exemplo – RJ: 8.100.000 de votos válidos e 1.700.000 votos de frente para Dilma; BA: 6.700.000 votos válidos, com uma diferença pró-Dilma de 2.800.000 votos. E por fim, Pernambuco com somente 4.500.000 votos válidos, com uma vantagem de Dilma de 2.400.000 votos!
    Por fim, se 100% (sem exceção de nenhum votante!) em MG escolhessem Serra AINDA ASSIM, Dilma ganharia com uma folga de 4.000.000 de votos!
    É mais cômodo acusar Mg pela derrota e não explicar a diferença de SOMENTE 1.800.000 em SP (onde Serra era governador e FHC emplacava perto de 4.000.000 de diferença contra Lula!), os desastres em PE e BA e a falta de sequer candidato no RJ (Gabeira seria um ótimo nome ao Senado, na minha opinião! Somaria mais! E César Maia DETONARIA o menino Cabral no horário eleitoral e nos debates!).
    Ou não?

  196. Walfrêdo Rodriguez Neto

    -

    02/11/2010 às 16:18

    Caracas, meu nobre Augusto!
    Vai escrever bem assim, formalmente e com conteúdo de argumentação, nos raios que o parta!
    Assino em baixo e fico feliz de ter gente que pensa igual pelo lado do bem.
    Oposição sistemática e sempre a partir de ontem.
    Parabéns, por nos brindar com tamanha sabedoria.

  197. mafalda

    -

    02/11/2010 às 16:13

    Se o PSDB não aprender a valorizar o que foi feito no governo FHC e fazer oposição pra valer, vou perder a esperança de ver um Brasil decente.

  198. mac z

    -

    02/11/2010 às 16:11

    Augusto: esse post reflete PLENAMENTE os meus sentimentos: valeu!

  199. mts

    -

    02/11/2010 às 16:09

    Vcs tem reparado na cara do Temer?
    Como se sente constrangido la no meio.
    Esse governo parece aquelas reunioes de mafiosos de faccao diferente, circunstancialmente juntos,
    para uma negociata bem lucrativa.
    Estao enganando da vitima, mas um nao consegue disfarçar o nojo que tem pelo outro.

    Mas sob o olhar das vitimas, sao figuras boas, que vieram para ajudar os mais necessitados.

    Augusto , eh muito dificil saber que somos todos refens dos ignorantes, dos alienados, dos desinteressados, e dos covardes mornos.

  200. joana fonseca

    -

    02/11/2010 às 16:09

    Parabens Aluisio Nunes, o senador que mostrou o valor de Fernando Henrique ainda no primeiro turno.
    PSDB precisa aprender a fazer marketing. Tinha uma listra de artistas apoiadores maior que da Dilma e nao aproveitou, tinha uma listra do movimento da defesa da democracia e nao aproveitou, tinha uma listra de professores apoiadores e nao aproveitou, tinha uma listra de religiosos apoiadores e nao aproveitor. Mesmo assim nao troco o PSDB

  201. Anita

    -

    02/11/2010 às 16:07

    Fernando Henrique antes de conceder entrevista à Folha deveria se lembrar da sua arrogância quando disputou a prefeitura de São Paulo com Jânio Quadros. Além disso, deixou a impressão de que o seu grupo dentro do PSDB tinha realmente o desejo de rifar o José Serra, que mais uma vez acreditou em quem não merecia.

  202. bruxa velha

    -

    02/11/2010 às 15:59

    So espero que os partidos de oposicao nao caiam na mesma armadilha do governo Lula. Aceitaram a mao estendida, como se fosse a oposicao que precisasse dessa mao… Tomara que tenham aprendido a licao, nao ajudando a fazer a fama e a idolatria a Dilma agora, ja quem sem idolos nao vivemos.

  203. Iara

    -

    02/11/2010 às 15:58

    Caro Augusto,
    Pra inicio de conversa e desejando muito nunca mais ver e ouvir os petralhas falando em privatização toda época de campanha, figurada como uma obra monstruosa e seu criado FHC/PSDB, o que não é, não foi pro Brasil e nunca vai ser no Brasil, até pq o que privatizou foram empresas que só são bem administradas, produtivas, empregadoras de mão de obra e pagam impostos se estiverem nas mãos da iniciativa privada, infelizmente o Brasil, mal da conta das entidades sem fins lucrativos, administra mal até assistencia social, avalie; por isso voltando ao inicio da conversa, vou sugerir desde agora e batalhar muito pra que faça se documentarios, cartilhas, programas, filme, novelas, panfletos, que seja usado o espaço de propaganda que os partidos tem nos meios de comunicação e o PSDB, esclareça e mostre todas as empresas de telefonia priztizadas o resultado, os impostos que elas pagam hoje, os 15 milhões de empregos que o lula/dilma tanto falam com certeza grande parte são das empresa privatizadas, que mostre tipo feijão com arroz o caso da vale, que faça o antes e o depois. Olha não está cedo pra começar, pois se não começar já e implantar este esclarecimento, com certeza nas campanhas de 2014 vai estar lá o lula e a dilma falando de novo em privatização, aí eu não vou aguentar mesmo ver um velho dogma, mais o bolsa familia eleger o lula/dilma de novo.

  204. joana fonseca

    -

    02/11/2010 às 15:53

    Os institutos de pesquisas influenciam. Ex, dentro de casa meu filho cursando engenharia “mamae ninguem gosta do Serra” nas pesquisaas ele esta perdendo.Onde ja se viu o dono do sensus ser depultado PL, partido apoiador do Lula, presidente dos transportes, quem o colocou neste cargo?

  205. Lia

    -

    02/11/2010 às 15:35

    Realmente aqui no Nordeste o PT teve maioria. O povo é burro? Talvez, na sua grande maioria. Agora, com certeza, essa votação é ligada a miséria e exploração do povo, quanto menor o nível de escolaridade, mais fácil para o PT fazer a lavagem cerebral, então fica difícil lutar contra essa seita, porque o PT na minha opinião é isso. Eu fiz parte dos 22,65% que votaram no Serra e com muito orgulho.

  206. daniel barcia

    -

    02/11/2010 às 15:31

    So espero que este mesmo eleitor,não de chances
    para os diputados e senadores,que com ampla maioria
    pensen em maquiar a constituição,a grão e vontade
    de seus mandatarios,45%da população esta cansada
    da embromação ptista e camarada,e tendra a seu favor
    o maior PIB:por isto e que os partidos PSDB,DEM,PPS
    deveran planejar olhando para o povo,com muito carinho seus proximos projetos desde ja,com muita
    uniãon e segurança,sem fogo amigo por favor

  207. Fabrizio

    -

    02/11/2010 às 15:30

    Augusto… O Brasil é um país arcaico, de pensamento arcaico. São mais de 500 anos de catolicismo que moldaram o cerebro dessa gente tropical a viver no atraso, à reboque dos países economica e tecnologicamente de vanguarda que se libertaram dessa praga a partir do sec XVI (ou daqueles que seculos depois aderiram a metodologia empreendedora e pragmática destes pioneiros). Ou seja, nosso pensamento é arcaico em absolutamente todos os setores da sociedade. Qualquer reforma feita aqui já nasce defasada em pelo menos 20 anos dos países mais avançados e ricos, produtores de alta tecnologia e suas multi-nacionais globalizadas.. Assim funciona nossa política e governos, não há opções alem de um Estado paternalista excessivo, ou moderado; ou seja, eficiêcia e competitividade não estão no âmago da questão para nada, a não ser para se medir os resultados deste paternalismo.

  208. Mariva

    -

    02/11/2010 às 15:19

    OLHANDO ESTE MAPA COMPARTILHO DA IDEIA DA DIVISÃO DO BRASIL. NOSSO PAÍS AZUL COM ECONOMIA FIRME, COM DIGNIDADE, COM MORAL, COM VONTADE DE TRABALHAR, DE ESTUDAR, PROGREDIR, SEREMOS UMA DAS PRIMEIRAS POTÊNCIAS DO MUNDO. ELEGEREMOS NOSSO PRESIDENTE.
    NO BRASIL VERMELHO, FIQUEM COM O MST, COM OS BOLSA-ESMOLA SEM CONTRAPARTIDA, COM A IGNORÂNCIA, COM O PETROLEO, O PRÉ-SAL, COM O LULA, COM O SARNEY, COM O COLLOR, JADER BARBALHO, RENAN, E DE QUEBRA COM VOSSA PRESIDENTA, A DILMANTA. NOSSO FRONTEIRA SERÁ BEM PROTEGIDA E O BRASIL VERMELHO SÓ PODERÁ ENTRAR NO NOSSO BRASIL AZUL COM PASSAPORTE E VISTO DE PERMANÊNCIA LIMITADO. ISSO É POSSÍVEL.
    AH! O BRASIL AZUL SERÁ DEMOCRÁTICO E O VERMELHO SOCIALISTA-COMUNISTA. JÁ IA ME ESQUECENDO, O VERMELHO PODE FICAR COM ZÉ DIRCEU, PALOCCI, O PT.ETC………………..

  209. Lula o CHEFE dos BADERNEIROS

    -

    02/11/2010 às 15:18

    … Se Lula tinha 83% de aprovação porque o seu POSTE só teve 56% dos votos ???????
    Faltam só 59 dias para nos livramos do Governo mais CORRUPTO e TRANSGRESSOR da história deste País…….
    Lula NUNCA mais………

  210. LUIZ OLIVEIRA

    -

    02/11/2010 às 15:13

    Análise política excelente! Nos sites conservadores, como Mídia Sem Máscara, discute-se intensamente a possibilidade de formação de um partido conservador no Brasil, que materialize em programa as aspirações de grande parte do eleitorado, como defesas da propriedade privada e das liberdades individuais, redução do Estado(por meio da diminuição dos gastos governamentais e dos impostos), rejeição à descriminalização do aborto e ao controle social dos meios de comunicação, dentre outros. O PSDB não é de fato um partido de oposição, no sentido pleno do termo. A “oposição” que fez a Lula neste últimos oito anos foi risível, uma nulidade. Teve uma oportunidade histórica de apear Lula do poder na época do mensalão, mas lavou as mãos, porque tinha alguns com o rabo preso, como o Senador Eduardo Azeredo, aquele do mensalão mineiro. O PSDB poderia ter virado o jogo mas preferiu assistir de camarote Lula ressuscitar e virar de vez o dono do Brasil. O PSDB ficou para trás. Não soube encarnar os ideiais dos brasileiros que são avessos ao lulopetismo. Serra chegou ao cúmulo de dizer que Lula estava acima do bem e do mal. Deixou colocarem sua foto ao lado da de Lula. Líder vocacionado para fazer oposição de verdade é Índio da Costa, do DEM. É combativo, firme, articulado, incisivo. Ele foi subaproveitado nesta campanha. Quando levantou a questão das ligações PT-Farc, meio mundo veio abaixo. A derrota do PT poderia ter começado aí, se tivessem deixado o Índio prosseguir no ataque ao PT. Mas o que se viu logo em seguida? Foi silenciado. Uma pena. Serra preferiu ficar falando dos genéricos e do Mãe Brasileira. Deu no que deu.

  211. Leo da Silva

    -

    02/11/2010 às 15:08

    Desculpe-me. Sei que este não é o espaço apropiado para o comentário, mas é aqui mesmo que ele vai:

    MANCHETE DE JORNAL: DILMA ASSUME COMPROMISSO DE ATACAR MISÉRIA.
    Antes era o “FOME ZERO”; agora é o “XÔ MISÉRIA”. Por certo e lamentavelmente, a presidente não se referiu à miséria intelectual de 56% dos eleitores brasileiros.

    Outro assunto: pelo que li recentemente na coluna, suspeito que você, Augusto Nunes, desconhece uma história que chegou aos meus ouvidos há bastante tempo.
    Como você sabe, Henrique Meirelles, além de ser banqueiro (não há ninguém mais odiado pelos petelhos do que os banqueiros, exceto, compreensivelmente, os do Banco Rural e do BMG), elegeu-se deputado federal em 2002 pelo PSDB e apoiou abertamente, naquele ano, a candidatura de José Serra à Presidência da República. Por que razão então o Lula iria nomeá-lo presidente do Bacen?
    Disseram-me que quando o apedeuta que se orgulha da própria ignorância visitou os EUA ainda como presidente eleito, encontrou, no recinto em que se reuniu com banqueiros e investidores internacionais, o Henrique Meirelles, a quem foi apresentado por eles como o “seu” presidente do Banco Central. E ele, como se sabe, prudentemente não ousou contrariá-los, não é verdade?
    Um grande abraço.

  212. ROSANA

    -

    02/11/2010 às 15:08

    Augusto, falou e disse, seu texto esta clarissimo, ou a Oposicao de mostra de verdade e tem que ser agora, instrumentos eles tem para isso ou o tempo passa e ja era. Quanto ao Sr. Lula ele nao sao pequeno nao, ele vai sair e ANAO.

  213. SANTANA

    -

    02/11/2010 às 14:59

    Sr. Augusto Nunes !

    A exceção de um post em que se atribuía ao “jegue blindado” a contenção dos bandidos do PT, não me recordo de divergir das suas opiniões políticas, com as quais me identifico integralmente. Neste caso, o PT soube esperar o momento para expandir seu mais nefasto segmento, satisfeito com a indicação da que seguirá sendo uma fraude eleitoral, aí presente para atender a esta grande e perigosa demanda..
    Realmente causa inquietude ler que digladiam ou aferem publicamente desempenhos regionais internos, de partido, enquanto a bandidagem se delicia, desde já, com a ausência de postura requerida para um embate a começar de imediato, dirigido ao adversário. Reitero quantas vezes forem necessárias : não se dá oportunidades a bandidos. Foi a sucessão delas que prenunciavam o ocorrido, incluindo a gravíssima falha de avaliação quanto ao comportamento político predominante do eleitor e militantes nas regiões norte e nordeste. Deveriam viver um pouco na Venezuela, destruída, onde o regime segue fortalecido com mentiras, enganos, demagogia, prisões, cerceamento da imprensa, etc, iludindo com promessas que jamais se concretizarão, exatamente por necessitar que essa massa amorfa e acéfala se perpetue para consolidá-lo, sempre a alimentar esperanças, reduto dos desprovidos sequer de cidadania. Que pensar, então, do Brasil, em que a economia, espero, continue estabilizada, graças ao PSDB ? O povo, cego e cúmplice, tão afeito aos desvarios morais do chorume que insiste em eleger, tem um longo caminho a percorrer até que possa distinguir com facilidade a enorme diferença entre um estadista como José Serra e uma bandida como “Dilmá Chadão”. O que fazer nesse lapso, para que o mal não se eternize ? É isso que interessa. Como atingir esse contingente da população, indiferente e distante cada vez mais das inteligentes postulações entre pensamentos divergentes, restritas a quem discerne com facilidade o joio do trigo, e, por convicção, ou oportunismo, sabe defendê-las? O “jegue bindado”, em todas as sandices que sempre disse, nunca se preocupou com a sensatez e o estupefato de quem com elas se indignava, porquanto interessado e seguro do efeito que produziriam em sua corrente de eleitores, massivamente, por muitos anos, acostumando-a a uma única fala, direcionando-a com antolhos, naturalmente, sem questionamentos da oposição, improdutiva no esclarecimento de inverdades.
    Há de se investir, defender e praticar o exercício da moralidade na política, com ênfase destacada no combate, constrangimento e execração pública permanente desses bandidos que se infiltraram em tudo, conclamando a população de bem a reagir a pressões, quaiquer que sejam, que se manifeste nas ruas por um movimento de resgate de valores, que não se acomode diante da impunidade, que saiba cobrar os seus direitos democráticos, exigindo resultados, tantos foram os apregoados em devaneios eleitorais .
    Comecemos desfazendo a imagem desse crápula, palanqueiro inescrupuloso, sem caráter. Ponhamo-lo em seu devido lugar, não mais incorrendo na sordidez atroz com que a imprensa vendida o defendeu do indefensável, com a aquiescência, claro, da inexplicável e, até então, incompreendida oposição.
    Congratulações a todos quantos, em poucos anos, possam, a exemplo da justiça que tarda, mas não falha, usufruir do bem estar que causa o caminho da verdade.

  214. Tito Livio Bereta Bereta

    -

    02/11/2010 às 14:58

    Nabucodonosor foi obrigado a comer capim. A história existe para que nós aprendamos com ela. Excesso de confiança, de soberba, falta de senso crítico trazem resultados funestos. Alguém precisa avisar o que sai que o único lugar que ele pensa atingir já está com o trono ocupado! Isso é fundamental para ele. Jesus foi categórico ao afirmar a Pilatos que seu poder vinha do Pai. Lula precisa saber sobre essas coisas. E seus amigos mais próximos devem transmitir isso a ele. Afinal, jornais e livros lhe trazem azia.

  215. Eliana

    -

    02/11/2010 às 14:57

    O Lula não precisava se expor o tanto que se expôs. Será que ele acreditava mesmo que tinha este recorde de aprovação? Só sei de uma coisa. Depois de tanta exploração nesta campanha eleitoral, enfim, acabaram os carros de som com aqueles jingles ridículos, os cavaletes pelas cidades, os bandeiraços, a imundície nas portas das escolas, o horário político e suas intermináveis inserções em rádio e televisão. O Lula conseguiu ser uma pessoa extremamente disposta a não trabalhar para ficar em cima de palanques. Bom, se der certo, ótimo, se não, já sabemos de quem cobrar com certeza.

  216. Rui

    -

    02/11/2010 às 14:49

    Enquanto o PSDB for um partido controlado apenas por paulistas, não vai ganhar nada. A oposição não pertence a são paulo.

  217. José Figueredo

    -

    02/11/2010 às 14:42

    Esqueça:por algumas dezenas de anos o PT estará com as rédeas mandatárias;culpa de quem?,não adianta ficar procurando culpados.Têm é que torcer para que faça umas boas administrações.A oposição foi avisada dessa possibilidade,por negligência,por vaidades individuais,por falta de respeito aos seus eleitores,não levou à sério os riscos de não pegar o leme firme.A correnteza era intransponivel e exigia esforço concentrado.Foram-se os anéis,torçamos que continuemos com os dedos e torçamos pelo bom juízo dos governantes que virão.

  218. Um dos 44%

    -

    02/11/2010 às 14:40

    Meu comentário anterior como Eleitor tinha algo errado? Sumiu.

    Nenhum comentário assinado por Eleitor foi vetado, amigo. abração

  219. Um dos 44%

    -

    02/11/2010 às 14:35

    Augusto, é com orgulho que digo que a partir deste comentário mudo meu nome de Eleitor para Um dos 44%.

  220. diogenes

    -

    02/11/2010 às 14:34

    Fosse nos EUA!

  221. dea silvia

    -

    02/11/2010 às 14:34

    parabens por seu jornalismo coerente ,voce traz para o leitor suas ideias e sua filosofia de vida com grande transparencia,como um jornalista deve ser.

  222. Julio Cohen

    -

    02/11/2010 às 14:28

    TEMOS, repito, TEMOS que fazer uma campanha para que estes milhões de brasileiros que usaram a Internet em prol da verdade, ao lado do Augusto Nunes, Reinaldo Azevedo, o Coronel, entre outros, ESCOLHAM UM PARTIDO DE OPOSIÇÃO E FILIEM-SE o mais rapidamente possível.

    Só com partidos fortes e abrangência nacional, presença forte e militância unida poderemos arrancar essa corja do poder. Estes quatro anos de Dilma não vão ser fáceis, vão se infiltrar ainda mais nas entranhas do poder para, em 2014, trazer Lula de novo.

    Só com foco, militância e muita seriedade o Brasil justo, limpo, honrado e responsável poderá se ver livre dos vermelhos. É questão de vida ou morte.

  223. Cris

    -

    02/11/2010 às 14:26

    dilma vai começar a acabar com Minas Gerais,pois eles trairam o povo brasileiro,votando no comunismo,sou mineira moro em Goías em uma cidade que é carente de tudo,tem violência,muita pobreza,aqui e no centro oeste dilma não ganhou,apesar dos problemas do estado não foi comprado,me envergonho de ser mineira!!!Pois não sou comunista,sou democrata e sou oposição ao pt!Não sou covarde,não tenho medo de dizer a verdade não tenho medo de ouvir a verdade e não tenho medo de ver a verdade!

  224. José

    -

    02/11/2010 às 14:26

    Só para cxomentear que apesar de Serra ter perdido em Minas, pelo menos em Belo Horizonte venceu.

  225. Eleitor

    -

    02/11/2010 às 14:23

    Já comentei no post anterior, apenas vou acrescentar sobre o hitórico Roda Viva de 02/11, que JD no programa fez o que sempre fez na vida, mentiu, trapaceou a verdade e tanto que até desconstruiu mandato eletivo. Descarado, mentiu quando negou que tenha dito que a oposição tinha que apanhar nas urnas e na rua. É gente desse quilate que vai continuar a nos governar.

  226. Leonardo X

    -

    02/11/2010 às 14:23

    Basta olhar o mapa político do Brasil para se entender a razão do Senado Federal ser uma casa nordestina por excelência. São nove estados, cinco deles deles de pequeno tamanho, na faixa litorânea que vai do Rio Grandce do Norte a Sergipe, como resultado da divisão em capitanias hereditárias onde se produzia o “ouro branco” cobiçado pela coroa portuguesa – o açúcar.
    Como foi muito bem observado pelo Fabio Carioca
    - 02/11/2010 às 11:07, seria de uma estupidez palmar a oposição cair na armadilha preparada por Lula, o Grande Demagogo, e entrar no jogo odioso da disciminação contra os nossos compatriotas mais sofridos. O Brasil deve muito do que é ao trabalho e à cultura deles. O que temos que combater é a oligarquia remanescente ali e os políticos corruptos aos quais Lula se aliou para a exploração comum do “capital político” representado pela pobreza e a falta de uma densidade cultural maior.

  227. maria-maria

    -

    02/11/2010 às 14:09

    lúcido – 02/11/2010 às 7:38
    Imagino, sim, que a criatura teve de ser “juntada” do chão pelo excesso de líquido emborcado. Minha esperança é de que um coma alcoólico, irreversível, numa das comemorações… resolva de modo radical o problema.

  228. Eleitor

    -

    02/11/2010 às 14:08

    Acho que esses parlamentares da oposição já desaprenderam a fazer oposição pela inanição dos últimos 8 anos. Se continuarem assim serão logo uma espécie em extinção. Existe sim, povo não satisferito com a situação, mais de 45%, que mereceriam ser realmente representados neste congresso. Vocês podem está em minoria aí no congresso mas não nas ruas.
    Essa história que a opoisição tem que apanhar nas urnas e nas ruas é pura balela do Chefe da quadrilha JD. Não seria pedir muito aos senhores da oposição, gastem uma horinha de suas vidas parlamentar e visitem as colunas do Augusto Nunes e do Reinaldo Azevedo, para sentirem as cobras e lagartos que o povo oposicionista fala. Se atenderem, não estarão fazendo nenhum favor a nós eleitores, nem aos colunistas, nem a Veja, mas simplesmente se aproximando do povo que lhes paga regiamente. Daqui, nós e os colunistas estaremos de olho em vocês.

  229. Jorge Luiz

    -

    02/11/2010 às 14:08

    Falando sério, meu caro Augusto: já que perdeu mesmo, no fundo, achei até bom que Serra não tivesse sido eleito pois, o mesmo iria enfrentar uma oposição jamais vista antes nesse país, pelo inconformismo do PT em perder. Possivelmente, se consdeguisse governar iria ter que faze-lo por Medidas Provisórias, como fez Lula, mas, Serra seria, obviamente, severamente criticado pela oposição. Além do que, as crises internacionais tendem a ressurgir e Dilma terá enormes dificuldades em governar, levando-se em conta o seu vice, sedento de poder – aliás, Temer e o PMDB já começaram a colocar as unhas de fora, o que nos faz prever que Dilma não terá tempos fáceis com o dito “fogo amigo” – e a urgência para atender a Copa e as Olimpíadas. Muitas promessas que ela fez antes de ser eleita, fatalmente, nem sairão da carta de intenções, em especial se tratando da “magnífica” capacidade de administrar de Dilma e sua notória falta de “jogo de cintura”. A oposição tem que se aproveitar dessa oportunidade, ou mesmo criar outras, para desfazer, de vez, o mito Lula, ou não poderá almejar a volta ao poder em 2014 pois, certamente, o molusco estará de volta, em busca dos seus 85% de aprovação.

  230. Jeremias-no-deserto

    -

    02/11/2010 às 14:04

    Texto brilhante, caro Augusto. Por paradoxal que possa parecer, Lula está contribuindo para o aperfeiçoamento das instituições políticas nacionais. Com o seu açodamento de ébrio trêfego saindo em disparada de algum botequim, ele despertou a consciência dos que não mais aceitam esse seu discurso botocudo e colocou a oposição na parede: ou essa apática e desnutrida gente assume de vez seu papel ou a parcela mais desenvolvida da nação vai criar a sua nova representação. E isso não é coisa do futuro, não. Já começou no momento em que Serra reconheceu a sua inexorável derrota e um sentimento de frustração tomou conta dos que aianada têm esperança no país.Por todas essas razões,muito obrigado Lula.Agora, você já pode voltar a vestir a sua camiseta regata, bermudão e chinelos e prosear com seus amigos de botequim de São Bernardo. Volte às suas lorotas que esse será o seu melhor e mais fiel público.Mal sabem do imenso favor que você fez à oposição desse país.

  231. André Paraná

    -

    02/11/2010 às 13:59

    Essa eleição despertou em mim um sentimento há anos adormecido. A vontade de participar ativamente da política. O desejo de desmontar o PT de lula e outros bichos. Na segunda-feira fiz um happy hour no hospital pra comemorar nosso primeiro dia de oposição. Vou procurar o psdb pra me filiar. Espero apenas que o psdb faça por merecer a energia que estou disposto a dedicar a um projeto de oposição contínua e implacável.

  232. Sebastião Silveira/BH

    -

    02/11/2010 às 13:53

    Augusto,
    Você que está aí em São Paulo, pelo santo amor de Deus, sopra nos ouvidos da tucanada que não é assim que se faz política.
    Nós mineiros testemunhamos o esforço de todos daqui, liderados por Aécio Neves, para carregar o baú untado e sem alças. Um dia após a derrota, lá vem a mesma cantilena paulista de que a derrota de Serra deveu-se ao pouco empenho do Aécio.
    Pelos primeiros movimentos podemos depreender que a tucanada paulista está doida para que Aécio vá para o PSB da sua cria Márcio Lacerda, de Ciro Gomes, de Eduardo Campos, de Renato Casagrande e de outros emergentes. Se isso acontecer, na próxima o PSDB nao disputará nem o segundo turno. Pode escrever isso para conferir daqui a 4 anos.
    Um abraço.

    Vou escrever sobre isso, grande Sebastião Silveira. A oposição deve preservar o Aécio de críticas absurdas.abração

  233. Luna

    -

    02/11/2010 às 13:51

    Não posso deixar de comentar o que disse o Geraldo de Margela, que afirma ser contra o comunismo e que votou na Marina no 1º turno.
    Sinto informar que a “Marina Não Me Toques” é e sempre foi da esquerdíssima. Uma comunistóide de carteirinha. Em quem vc, Margela, acha que ela votou? No Serra?!

  234. Jorge G.

    -

    02/11/2010 às 13:50

    O mapa impressiona mas não diz tudo. O significado do meu voto contra Dilma se fundamenta na defesa de valores sociais que não tem nada a ver com a conotação dada pelo pessoal que defende Lula, PT e critica FHC. Valores absolutos como liberdade de pensamento e de expressão, direitos e deveres republicanos, decoro institucional.
    Mas o mapa não estratifica as outras possíveis justificativas de quem votou da mesma forma. O voto nordestino em Dilma não se explica como voto de cabresto de currais eleitorais como no passado. Eles permanecem, é claro, mas a realidade nordestina e, principalmente, a percepção do povo que vive por aqui, é de que estamos vivendo muito melhor do que nunca e, acima de tudo, a expectativa é que esta melhora veio para ficar.
    A grande falha das oposições ao PT e a Lula ao longo destes 8 anos deriva da incompetência (inapetência? soberba?) em conscientizar as pessoas de que isso deriva de um processo que se sucede ao longo dos governos e não por obra de um um sujeito que, ao ter poder, olhou para nós e mandou fazer tudo do nada que havia.
    Enquanto se achar que se vota em Lula somente por ele ser nordestino e não se perceber que as políticas públicas têm que estabelecer um denominador social que diminua as diferenças regionais de modo consistente, se continuará a errar e se manterá o vácuo político onde estes irresponsáveis e demagogos liberticidas se disseminam. Pior para todos nós, o Brasil.

  235. Rodrigo Cortes

    -

    02/11/2010 às 13:46

    Em tempo desculpe a cofusão que fiz dos mapas são 8 Estados do PSDB e 2 do DEM, totalizando 10.

  236. Jota

    -

    02/11/2010 às 13:45

    Preocupa bastante a maioria esmagadora do governo na Câmara e no Senado, vão passar o rolo compressor em cima da oposição. Quem sabe vem aí o “controle social da mídia” ou a “democratização dos meios de comunicação” ou o “observatório nacional da mídia” ou “conselho de controle jornalístico social” ou algum outro monstrendo semelhante…

  237. 2014:Serra vice do Aécio?

    -

    02/11/2010 às 13:41

    Augusto, você acha que o Serra aceitaria ser vice do Aécio em 2014?

  238. Luna

    -

    02/11/2010 às 13:39

    Apenas comentando as continhas da Natale, e dizendo que a aritmética que ela dmonstrou não mudam em nada o mapa do Brasil DIVIDIDO por LULA.

  239. Xiko Acis

    -

    02/11/2010 às 13:36

    Fato é fato: 135 milhões de eleitores. 55 milhões votaram na Dilma. 80 milhões não. Isso é matemática e/ou aritmética como queiram. Ela vai governar em nome de uma minoria. Podem querem justificar o número politicamente, porém fato é fato.

  240. Inco9nitos

    -

    02/11/2010 às 13:34

    Concordo plenamente com o renascimento da oposição, que andou apagada nestes últimos 8 anos, e a oposição já tem um nome para sua liderança, Índio da Costa, quem pensa que Aécio saiu forte, se engana, ele não conseguiu nem os votos de Minas, Indio sim é um verdadeiro líder, quer mais Brasileiro que isto? E o governo não terá maioria, para aprovar o que quiser, pois como já foi dito, acordarão o leão da oposição, agora é continuar a luta, ficar de olho, fiscalizar e pedir transparência nas contas do governo, para depois haver reclamação, Dilma terá que entender, que ela não é Lula, e não possui toda a aprovação dele. O Brasil se dividiu em 2, mesmo com o “candidato” Lula, o PT não terá mais tanta liberdade. O PMDB, não é um partido nanico para ser deixado pelo caminho.

  241. Inco9nitos

    -

    02/11/2010 às 13:21

    Nunca em um país, houve um racha tão grande entre norte e sul, temos dois Brasis, o que pensa e o que é mandado a pensar, 53% dos eleitores não foram suficiente para acabar com 8 anos de reinado de Lula, mas o recado está dado, o Brasil Rachou em 2.

  242. Rodrigo Cortes

    -

    02/11/2010 às 13:20

    Prezado Augusto Nunes,
    no mapa o Estado do Tocantins está indicando teritório de Dilma, mas o vencedor foi Siqueira Campos do PSDB. Então são 11 Estados.
    Abraço.

    Até mexi no texto para explicar melhor, caro Rodrigo. O mapa assinala em azul os Estados em que o Serra ganhou e em vermelho os Estados em que a Dilma ganhou. Dez são os Estados que elegeram governadores da oposição, caso do Tocantins. abração

  243. Deise Góes

    -

    02/11/2010 às 13:17

    Vc acha que ele é burro? Vc queria que ele falasse alguma bobagem, mas ele é muito bom nisso cara!

    Só é meio esquecido. Esqueceu que foi deputado entre 1998 e 2002.

  244. Adilson

    -

    02/11/2010 às 13:17

    OLá Augusto! Sou servidor público. Este fato me faz viver rodeado de petralhotários,como diz o Reinaldo Azevedo, acredite em mim não é fácil. Acredito também que 2006 e 2010 demonstraram que Serra e Alckmim não estão a altura de liderar os 45 milhões que dissemos não. Aecio Neves vive a trocar figurinhas com os petralhas em Minas, portanto, precisamos urgentemente de um líder que nos lidere na travessia das trevas do lulo-petismo.

  245. Nikacio Lemos

    -

    02/11/2010 às 13:09

    ELE É O RESPONSÁVEL, DEVERIA SER PUNIDO !!!!
    Interessante , Quando algo de positivo acontece no Governo Lula, ele(Lula) logo se intitula o responsável por aquele acontecimento positivo.
    Mas quando a corrupção que impera em seu governo que já se tornou algo corriqueiro é alvo de denúncias comprovadas , ele logo se omite e diz que não sabe nada, não viu nada, e nada sabe.
    Porque ele (Lula), nunca é responsabilizado quando é algo ruim que acontece em seu governo?
    Porque Lula não é Punido pelos atos de corrupção de seu governo ?
    Lula deve ter dois Governos: Um para o bons Momentos que ele se intitula o responsável, e Outro nos momentos de denúncias comprovadas de corrupção onde ele se esquiva alegando sdempre a mesma coisa: NÃO VI NADA, NÃO SEI DE NADA E NADA VI ..
    Interessante essa blindagem !!
    Nikacio lemos
    23 anos

  246. Nikacio Lemos

    -

    02/11/2010 às 13:08

    Até Vocês Cariocas !?
    Até Vocês Mineiros !?
    Quem diria em !?
    Lula é esperto, sabe que tanto o voto do miserável quanto do milionário tem o mesmo peso e valor.
    Por isso ele investiu tanto no BOLSA ESMOLA, assim ele faz na pratica milhões de brasileiros dependente desse governo oportunista que tira proveito da miséria(Maioria) para se perpetuar no poder.
    Bolsa Esmola, nada + que a garantia do voto de cabresto.
    Por isso o Nordeste Vota em peso no Lula, Dilma e no PT
    Até os Cariocas e Mineiros entram nessa de se satisfazer com a esmola do governo Lula
    Nikacio Lemos
    23 anos
    P.S. Lamentável que a maioria dos Brasileiros fechem os olhos para : Corrupção, Mentira, falta de Caráter e Oportunismo do governo Lula por uns míseros reais do Bolsa Esmola.

  247. Mauricio

    -

    02/11/2010 às 13:07

    Tua lucidez de raciocínio na assertiva “popularidade não rima com voto” aplica-se em pleno no caso do Tocantins, Dilma 58 %, Serra 41% dos votos válidos. A popularidade de Lula por aqui beirou a casa dos 80 %.
    O que se deduz é que tivemos um bom governo que poderia ter sido melhor e não o foi. Percebemos isso mesmo pertencendo à metade menos desenvolvida da Federação. O que nos faltou? Segunda resposta à tua lucidez: presença constante da oposição que nos visita apenas “no período de caça ao voto”. É bom lembrar que a Internet acordou o Gigante Adormecido e não há fronteiras que nos separe de cima a baixo! Estamos em nova era e o não perceber isso é suicídio político.

  248. Tânia

    -

    02/11/2010 às 13:07

    Augusto, essa vitória é dos oportunistas e aproveitadores. Independente de região. O que valeu, sobretudo, foi o bolsa família e o sindicalísmo. TODOS SABIAM QUE O SERRA TEM TODOS OS ATRIBUTOS ATÉ DE SOBRA PARA SER O PRESIDENTE. MAS TODOS QUEREM MANTER AS REGALIAS E OS PRIVILÉGIOS.o atual presidente apostou nessa falta de compromisso e responsabilidade com o Brasil e alimentou esse cenário com mentiras.

  249. EDSON GANDARELA

    -

    02/11/2010 às 13:03

    REPETINDO, – ESPERAMOS QUE A TRUPE DO SR. LULA RESPEITE OS ELEITORES QUE NÃO CONCORDARAM COM SUA LADAINHA E POR INCRIVEL QUE PAREÇA É A MAIORIA, BRASILEIROS COM DISCERNIMENTO E CARATER –

    EXATOS 80.050.565 DE ELEITORES

  250. Inês

    -

    02/11/2010 às 13:00

    Augusto, depois de suas palavras, sinto mais força para encarar essa vitóoria sórdida, do mal, da bandalheira e da corrupção.
    Esse atual presidente está destruindo todos os bons valores da família brasileira. Mas não temos uma oposição firme, para nos defender com virulência .Assim, esse governo da imoralidade e da corrupção vai se perpetuar.Como sempre planejaram.

  251. Lindemberg

    -

    02/11/2010 às 13:00

    “Toda unanimidade é BURRA”.

    Abraço.

  252. bijuxinthebox

    -

    02/11/2010 às 12:59

    Brilhante, é isso mesmo, amigo Augusto. Feitas as contas na ponta do lápis, e contando cerca de 20% de abstenções – milhões de eleitores que, de saco cheio, resolveram ir para a praia – vemos que o País está dividido ao meio. E olhando o mapa acima, vê-se que a divisão se dá entre os estados que, historicamente, sempre foram dependentes do poder público – seja com sudenes ou bolsas-família – e aqueles estados que sempre se viraram, criaram suas riquezas, levaram a sério a vida, o trabalho, a família, em vez de se render às muitas vezes péssimas condições de sobrevivência (que tanto se deram com o Sul como com o Nordeste e Norte). Acontece – e não é propriamente culpa do pessoal lá de cima do mapa – que esses estados nortistas sempre foram tratados com desigualade em relação à parte de baixo do mapa – uma desigualdade a favor deles!(embora digam o contrário). Para esses estados, desde Getúlio Vargas, sempre houve mais recursos – só que estes recursos eram divididos entre os coronéis. Agora, com Lula, aos mesmos coronéis de sempre se juntaram novos-coronéis – de esquerda, pasme-se!! – e continua a haver paparicação do povo nordestino e nortista. E o povo, nem tchum!, não dá a mínima, não porque não esteja consciente da esmola e do enriquecimento dos distribuidores de esmolas, mas porque é mais fácil ignorar esse “detalhe”. O que resulta na manutenção de sua dependência crônica. Mas eles gostam… e o povo do Sul aguenta porque foi ensinado a ter pena dos coitadinhos. E os coitadinhos, emburrecidos por vontade própria, por preguiça mental ou, vá lá, por péssimas condições de vida mesmo, “acreditam” em qualquer Papai Noel, desde que seja pobre, operário, mulher, essas coisas.

  253. EDSON GANDARELA

    -

    02/11/2010 às 12:58

    ESPERAMOS QUE A TRUPE DO SR. LULA RESPEITE OS ELEITORES QUE NÃO CONCORDARAM COM TODA SUA LADAINHA E POR INCLRIVEL

  254. Fleurymar de Souza

    -

    02/11/2010 às 12:57

    CAro analista, o que fica claro para todos nós mortais é que o Judiciário brasileiro só tem jurisdição do vice-presidente para baixo. O presidente está fora de seu campo de atuação. Não foi assim na campanha? Lula não transgrediu, não ignorou as leis, não ironizou os demais Poderes e não desafiou a todos sem ser sequer chamado a se explicar? Lula comprovou que Constituição fica um degrau abaixo da Presidência.

  255. Daniela

    -

    02/11/2010 às 12:57

    Hagner,
    Parabéns pelo vídeo! MUITO bom mesmo! A escolha da trilha foi perfeita!

  256. Giovani

    -

    02/11/2010 às 12:57

    Realmente, o PSDB como oposição berrou como carneiro e ciscou como galinha. Já podem aposentar o jovem marqueteiro Gonzales, que deve se reciclar para animar festinhas infantis, e com o tempo, de jovens debutantes. Quanto ao que restou dos nobres deputados e senadores de rabos presos, aprendam a fazer oposição ou caiam fora. Salve Beto Richa. Fora beócio Aécio Neves.

  257. badinha

    -

    02/11/2010 às 12:53

    Augusto, você, como sempre, falou o que eu e com certeza, milhões de brasileiros decentes gostariam de falar.
    Infelizmente, não temos e não tivemos uma oposição forte nesses oito anos de bandalheira desse pt.

  258. Nando Esposito

    -

    02/11/2010 às 12:49

    Concordo com a continuidade da luta oposicionista, desde o primeiro minuto. Isso só faz bem.

    Porém, nada foi mais desalentador que o discurso do derrotado José Serra. O mínimo que poderia se esperar de uma oposição personificada nele mesmo e derrotada pela terceira vez consecutiva é a da premente necessidade de mudança e renovação.
    Na falta de um projeto narrativo coerente alternativo de mudança opta-se pela lamúria do “ate breve” no próximo pleito. Por que? Por que é mais dificil pensar do que lamentar. Lamentos mil e um “até logo” envergonhado não é o que precisamos agora. A grandeza de um homem publico se reflete também na hora certa de parar. Tentei. Não deu. Quem está errado? Persistir no erro?

    Sei que o assunto é longo e teremos muito tempo pro debate nesse espaço que a cada dia ganha mais força e comentaristas mais atentos.

    Encerro, por ora, com as palavras de William Wack no Jornal da Globo de ontem, sobre o twitteiro das madrugadas: “Serra .. muito novo para aposentar, mas muito veterano para recomeçar”

    Apenas um reparo. Serra está, sim, é velho de idéias para o o Poder. Talvez dando aula no primário ou escrevendo memórias no instituto FHC, seja uma saída digna.
    Tem aí algum cargo vago de editorialista pra o novo desempregado do mês??

  259. Maria Luiza Telles

    -

    02/11/2010 às 12:47

    Uso esse espaço para expressar meu lamento!
    Gostaria que fossem publicadas minhas palavras que refletem uma profunda tristeza , em um país, ainda democrático. Hoje, muitas pessoas estarão felizes porque acreditam, sinceramente, que sua escolha foi acertada. A escolha das Bolsas Esmola, PACs que não saem do papel, o engodo do Pré Sal, que somente serviu como terrorismo eleitoral, porque sua extração é onerosa e de longuíssimo prazo e terá um único dono o PT. Estou profundamente triste porque a DEMOCRACIA FOI DERROTADA, mais uma vez. Nestas eleições o que vi foi a manipulação do sistema, imposição de opinião, desrespeito as leis, as instituições. Calaram nossas vozes quando, através de uma pessoa pública, “obrigou-se” a votar no seu candidato/a. Manipularam a mente das pessoas com dossiês falsos, quebra de sigilo. Nada foi feito, aqui a lei não existe. Amarraram nossas mãos com a corrupção que permanece e permanecerá durante não sei quanto tempo. Tiraram nossa liberdade dando lugar a frases de violência, instigando o ódio e induzindo a população. Vale tudo para não perder o poder! 56,1% do povo crê que está feliz pensando, realmente, que irá receber alguma coisa –tiveram 8 anos para realizá-las mais ao contrario vimos mensalões, aloprados, ocupação da máquina por companheiros para roubo do dinheiro público etc – Por que farão agora? Eu estou profundamente triste porque sei que nada mudará. Os roubos continuarão, a corrupção seguirá… Eu, terei que seguir trabalhando, e muito, para ter alguma coisa, para pagar os impostos exorbitantes que se convertem no sustento dessa massa corrupta, de estes que dizem nos representar mais nada fazem por nós. Jamais ganharei um milésimo do que eles subtraem de milhares de pessoas que trabalham honestamente para engordar suas contas particulares em alguma ilha fiscal. Estou profundamente triste porque para ser presidente não precisa ser honesto, não precisa escolaridade, não precisa haver realizado nada em benéfico de quem representa ou ter um Curriculum Vitae. Mais você, cidadão comum ,sim o necessita, para conseguir um emprego onde terá que se submeter a regras e leis se quiser mantê-lo. Estou profundamente triste porque nestes meses escutei coisas como: para que lei, todos roubam, é melhor não mexer em time que… Esse é o reflexo de um povo acomodado, um país que jamais alcançará a posição que já deveria ter alcançado no mundo há muito tempo porque o povo não sabe lutar, não sabe exigir porque lhe falta inteligência política, porém sabe receber, fica feliz com esmolas (palavras do próprio presidente quando queria se eleger em 2002). Sinto-me sô, mataram minha alma quando foi eleita a corrupção, a falta de ética, o despreparo, a bandidagem, o passado, a mediocridade política. Esse é o começo do fim, do fim da nossa liberdade! Estou de luto, porque se o povo é a cara de seu representante, então tudo está perdido!

  260. Barbarella

    -

    02/11/2010 às 12:46

    Augusto, veja este post que acabei de ler no facebook:

    CAMPANHA NACIONAL CONTRA A PRAGA DA VEJA! SE VC FOR A ALGUM CONSULTÓRIO OU LUGAR PÚBLICO E ENCONTRAR UM EXEMPLAR DA REVISTA VEJA, ADOTE AS SEGUINTES AÇÕES: 1) RASGUE A CAPA E JOGUE NO LIXO (PARA EVITAR POLUIÇÃO VISUAL) 2) JOQUE O PRÓPRIO EXEMPLAR, AGORA DESENCAPADO, TAMBÉM NO LIXO (PARA EVITAR DANOS MENTAIS AOPOSSÍVEL LEITOR DESAVISADO).

    Os facistóides estão chegando.

  261. Renato

    -

    02/11/2010 às 12:41

    Augusto : ótimo texto . Antes de vestir o pijama o inquilino do palácio do planalto deve esclarecer aos brasileiros como estão as indenizações aos famíliares dos militares falecidos no Haiti por causa do terremoto .
    Parece-me que tem alguém brincando de Houdini e quer pagar um caraminguá aos familiares .

    Vou escrever sobre isso, caro Renato. abração

  262. Reynaldo-BH

    -

    02/11/2010 às 12:40

    E o PSDB, contra a vontade, “ressuscitou” FHC.
    Eu acho que FHC vai voltar à ribalta. Vai fazer 80 anos em 2011, é somente um pensador sem maiores pretensões políticas e terá toda a legitimidade para se opor a um, agora, outro ex-presidente. O que Lula falar agora, tenho certeza que FHC rebaterá! Se por comportamento de elegância e respeito à própria biografia não fez isso com o molusco no Planalto (ou fez em muito menos intensidade do que poderia e só no fim do segundo mandato), agora está livre de amarras.
    Começou bem!
    “Não vou mais dar endosso ao um PSDB que não defenda a própria história.”
    “Não sei se Acéio é o primeiro da fila, mas que nesta campanha se saiu bem, é fato.”
    “Serra foi regular”
    “Serra definiu uma linha e seguiu em frente, aconteça o que acontecer. Fiel ao estilo dele.”
    “Dilma é um cheque em branco. Não se sabe o que pensa ou faz!”
    “Dilma teve que dizer que vai respeitar a democracia. Sem isso ela não governa.”

    Bem, segue o link da entrevista de FHC a FSP.
    IMPERDÍVEL!
    Abraços

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/824160-fhc-diz-nao-endossar-mais-psdb-que-nao-defenda-a-sua-historia.shtml

    Perfeito, meu amigo de infância. Já está na Feira Livre. E vou comentar. abração

  263. José

    -

    02/11/2010 às 12:40

    Sem nenhum escrúpulo.

  264. Gilberto

    -

    02/11/2010 às 12:39

    Sempre votei no PSDB por entender que possui melhores opções para o governo federal, estadual e municipal.
    Porém, como oposição, o PSDB tem se mostrado um fiasco. Agora, pagará mais uma vez, o preço da incompetência.
    Com tantos escândalos e corrupção nestes oito anos de governo do PT, nem assim conseguiu voltar ao governo. Perder a eleição para uma candidata inexpressiva como Dilma, é de entristecer qualquer cidadão de bem.
    Lula teve “carta branca” pra fazer o que bem quis, e o PSDB ficou mudo.
    Até quando ???

  265. duduvieira

    -

    02/11/2010 às 12:38

    **Prezado Sr. ANunes; “Um minuto para pensar e uma eternidade para se arrepender”! O Brasil em 7 ciclos: média geral de baixíssima qualidade e aproveitamento, então vejamos: 1} Da colônia ao Império: 300 anos, terra de ninguém, isso aqui não existia. 2} República velha (até ensaiaram um nova, não colou): 50 anos, incluindo Estado Novo, era Getulista, confusão mental. 3} Anos Dourados: 5 anos, o Brasil 50 em 5, era Juscelino, o Bossa Nova, o Brasil pôde sonhar, como um sonho bom dura pouco, esse foi 5!! (China copiou Juscelino, está fazendo-o com competência). 4} Ditadura Militar: 25 anos, Nacionalismo frustado, nadou, nadou e morreu na praia. 5} República do Maranhão: década perdida, um poço sem fundo, esquece! 6} República do pão de queijo ou neo-liberal, FHC ou Real: 12 anos, estabilidade da economia, o Brasil voltou a sonhar. 7} República dos Companheiros ou Sindicalista, aquela mesma que o Jango queria fazer há 50 anos; essa sim vai dar o que falar. Colhendo os alheios frutos maduros! nadando de braçada! esse ciclo deve durar 24 anos. Aparelhamento do Estado pelos companheiros, Estatização da economia para alojar mais companheiros, o pessoal da boquinha, ‘aquele’ sem competência para enfrentar e competir no mercado. Sempre na espreita para mamar nas tetas da viúva. Poderá chamar tb ciclo do caranguejo. No final desse ciclo meu prezado AN! Nem a Mãe Diná saberá dizer matemáticamente, poderemos estar escrevendo sobre isso, ah! Meu Deus como éramos ingênio! tolos de carteirinha, os cegos da luz do dia! Perdemos o bonde da históira mais uma vez, e o próximo vai demorar, creio, não estarei mais aquí. Talvez estarei no andar de cima brigando com São Pedro, porque ele não nos ensinou o “caminho das Pedras”?. Tarde demais…meu prezado. SDS.

  266. João Bastos

    -

    02/11/2010 às 12:38

    Muito bom seu texto, Augusto.
    Quem disse algo no mesmo sentido foi o ex-Presidente FHC à Folha.
    Faltam líderes na oposição. E pior: falta união na oposição.
    Aécio foi mais anti-serra do que a própria Dilma.
    Um grande abraço,
    João

  267. Semperdestro

    -

    02/11/2010 às 12:34

    Assisti ao Roda-Viva ontem. Valeu, Augusto. O mensaleiro se viu acuado, mas não deu o braço a torcer. Essa gente é dura na queda, mentem sem enrubecer, e ainda são irônicos quando a verdade lhes é jogada na cara. E ainda são idolatrados por parte do nosso povo. Fazer o quê? Somos mesmo um país de maioria PILA. Ainda bem que gente como você e o Reinaldo Azevedo estão aí, tentando jogar alguma luz nessas trevas tão densas dessa era de mediocridade.

  268. Fabio

    -

    02/11/2010 às 12:26

    Acho que, por justiça, faltou comentar o seguinte: se a eleição de governadores ficou dividida, o mesmo não podemos dizer sobre o Congresso. Dilma tem 372 deputados e 60 senadores eleitos aliados. Mais do que os três quintos necessários para aprovar mudanças na Constituição. Maioria inédita. A coisa não está tão ruim pros governistas não.

    “A petista terá a maior base de apoio desde a volta das eleições diretas para presidente”
    http://ultimosegundo.ig.com.br/eleicoes/dilma+assumira+com+maioria+inedita+no+congresso/n1237816331326.html

  269. Gatusso

    -

    02/11/2010 às 12:23

    Caro Augusto, com o PSDB aconteceu a mesma coisa que passou com a oposiçao venezuelana: falta de liderança. Mas, ainda assim, o povo demostrou que já nao traga inteiro. Agora, a “muié do lula” vai ter de aumentar a bolsa esmola para aqueles que venderam seu voto em troca de ficar igual de analfabetos e manter a lealdade de essa turma que nao gosta de trabalhar.

  270. Elizabeth

    -

    02/11/2010 às 12:22

    Os eleitores de Dilma pertencem àquele grupo do voto famélico, mas há também os iludidos, os enganados com as mentiras do “nuncaantesnahistória”. Pessoas de um só neurônio que só repetem o que lhes é dito, sem parar para pensar.
    Muita gente culpa o Nordeste, mas a verdade é que o Brasil mais produtivo TAMBÉM votou na Dilma; do contrário ela não teria vencido. Uma reportagem que li mostrava brasileiros de boa (?) formação intelectual curtindo a praia porque “não valia a pena votar”.
    O Nordeste sozinho não derrotou o Serra; brasileiros sem consciência é que o fizeram, inclusive no Sul, Sudeste e Centro-oeste. Há pessoas pregando uma divisão política do território e isso é uma lástima. A divisão nos enfraquece e dá vitória ao discurso burro do ogro.
    A divisão positiva que as urnas apontaram é a dos brasileiros que querem ética, honestidade, verdade, competência (brasileiros do Norte e Nordeste, inclusive). Essa é a divisão que a Oposição tem de aproveitar. Oposição de verdade, sem querer ser boazinha e cordata. Oposição firme, para desmontar essa enorme MENTIRA que o Brasil (de todos os quadrantes!) teve de engolir. Bom… mais de 40 milhões já a expeliram, com certeza! Argh!

  271. Fernando Cursino

    -

    02/11/2010 às 12:18

    Augusto, estou bloqueado?

    Não. Suspenso.

  272. Zé Nunes

    -

    02/11/2010 às 12:14

    Eu votei no SERRA e quero oposoção ao pt e à dilma desde já.

  273. Claudio

    -

    02/11/2010 às 12:13

    Muito bem a oposição está aumenta, Lula sai menor que era, etc.
    Mas a Dilma é a nova presidente.
    O que eu gostaria de saber é o que deve ser feito para acabar com essa sacanagem na PRÓXIMA ELEIÇÃO?
    Uma lei que proiba com CADEIA o(a) presidente QUE FIZER PROPAGANDA ELEITORAL para alguém?
    Que usar a máquina do governo com esse fim?
    Precisamos corrigir os erros! Desde agora para não passar vergonha novamente em 2014. Ou será que esse bando de petistas é mais inteligente que nós?

  274. Claudio

    -

    02/11/2010 às 12:10

    Muito bem a oposição está aumenta, Lula sai menor que era, etc.
    Mas a Dilma é a nova presidente.
    O que eu gostaria de saber é o que deve ser feito para acabar com essa sacanagem na PRÓXIMA ELEIÇÃO?
    Uma lei que proiba com CADEIA o(a) presidente de

  275. CelsoK

    -

    02/11/2010 às 12:09

    Excelente análise Augusto. Apesar de clichê, a máxima “Ganhou perdendo e Perdeu ganhando”, nunca foi tão emblemática quanto no resultado dessas eleições. Você batizou outro post como ‘O começo do fim’… Vou mais longe, apesar do gosto amargo – Serra perdeu. Ponto! É fato – No meu modesto ponto de vista é o doloroso começo do fim da monarquia que está aí e que ‘pretendia’ tomar o Brasil por no mínimo 12, mas pretendendo muito mais anos.
    “Para bom entendedor, meia palavra basta”, mas como petista NUNCA é bom entendedor e sabemos que continuam fuçando nessa e em outras colunas independentes, vamos deixar as coisas mais claras para eles: além dos 46% que disseram “NÃO” ao bando de malfeitores, tivemos abstenção recorde. Sabemos que, historicamente, a sanha da militância petista de eleger qualquer nulidade que seja, desde que pertença à seita, os fazem votar em sua grande maioria em quaisquer condições, faça chuva ou sol, feriado ou dia útil. Isso é o que a oposição lamentavelmente ainda não consegue fazer e descobri isso mesmo em meu circulo de relacionamento. Algumas horas a mais na praia ou no campo, são mais importantes que os próximos 4 anos. Partindo disso, imagino que a maior parcela dos adoradores de feriado, já não seria de eleitores do PT e sim divididos entre Serra, nulos e brancos. Sendo assim, não é difícil imaginar que aqueles que gostariam de votar em Serra mas vivem em outro planeta e foram viajar (esquecendo até que existe o recurso do voto em trânsito), poderiam facilmente ter contribuindo para Serra ter compensado a diferença final de 10 pontos e suplantado Dilma. Dilma que está no palanque desde o ano passado, Dilma que conta com Lula que deixou de trabalhar para apresentá-la ao público desde o ano passado, Dilma que contou com a máquina do governo trabalhando para sua campanha fervorosamente, ao invés de trabalhar para o contribuinte que os paga e tudo que você muito bem enfatizou acima. Com tudo isso, fica muito claro que o “NÃO” superaria os 50%. Seria passagem de ida sem volta para o PT. Mas o trem ainda não saiu da estação. A divisão regional exposta nesse post, mostra muito bem que o PT virou uma uva passa. Cedeu tanto à base alugada, que agora se vê à mercê dela. Perdeu em estados estratégicos. Perdeu feio para governadores com maioria no primeiro turno, como Alckmin e Anastasia. E a coisa não fica muito diferente no congresso apesar das cadeiras do PT. Eles terão maioria, SE a base alugada quiser. SE a base alugada continuar querendo ser base alugada. Vamos lembrar e lembrar bem, que a despeito da cacicada pmdbista fechar com o planalto, lideranças regionais fecharam de forma independente com a oposição. Vamos lembrar também que o PSB definitivamente passou do papel de figurante, para coadjuvante de primeira linha, candidato ao Oscar e pode reinvidicar um papel de protagonista já na composição de forças NESSE mandato.
    Concluindo, serão os 4 anos mais medíocres da república, mas acho que de maneira meio ‘torta’, descobrimos a cura do câncer…

  276. Oliver

    -

    02/11/2010 às 12:08

    AUGUSTO
    É lógico que olhar essa mapa aí dá uma vontade miserável de mandar todo o andar de cima dele para PQP!!! Mas não é bem assim. O Brasil está dividido entre os que recebem os “benefício” e os que pagam. São dois países. Não fui eu nem você que quisemos assim. Nem acho que a divisão é equilibradamente geográfica. Há uma montanha de azul dentro do vermelho e vice-versa. Hoje todo mundo afia seus teclados para descer a lenha no que acham que está errado. E eu não vejo uma única linha para o maior problema de todos; aquele que vai inviabilizar governos e oposições, de ambos os lados. Aquele que vai continuar a ser a moeda de barganha dessa classe política miserável e locupletada. A CORRUPÇÃO. A oposição que presta precisa ter uma bandeira para empunhar nestes quatro anos; pelamordedeus !!!! A campanha política abordou com extrema parcimônia esta verdadeira praga que nos assola. Sou quase obrigado a afirmar que a oposição perdeu este eleição porque NÃO SOUBE SE DIFERENCIAR da quadrilha neste quesito. Lista de obras nunca ganhou eleição, senão o Maluf seria nosso presidente vitalício. Acho que a classe jornalística, da qual não me incluo, tende a ver como o maior problema a enfrentar o suposto fim das liberdades democráticas; não é. O principal problema a enfrentar é enquadrar o governo na compra de corações e mentes. É denunciar o aliciamento e suas fórmulas mágicas. É detonar o alinhamento, que nada tem de ideológico. Se eles nos ameaçam com o fechamento da imprensa temos que pressioná-los com o fechamento das fábricas de mortadela. Essa é a questão. Daqui pra frente vou ficar com a atenção redobrada nisso, caro amigo. SOU EU QUE PAGO ESSA CONTA !!! Ou nos unimos para disciplinar essa vigarice ou vamos trabalhar para manter essa corja pelo resto de nossas existências. FALA SÉRIO !!!

  277. Maria Aparecida Nunes

    -

    02/11/2010 às 12:04

    Parabéns pelo texto!

  278. Nikacio Lemos

    -

    02/11/2010 às 12:01

    A CENSURA SERÁ APLICADA DOA A QUEM DOER !!!
    Se no governo Lula que não tinha tanta maioria como tem hoje o governo Dilma o Congresso e o Senado já eram omisso, obediente e agachado perante o governo Lula, imaginem agora que Dilma terá a maioria .
    Resumindo, Dilma terá Poder para aprovar todas as medidas que julgar necessárias inclusive as de censura .
    Se Cuida Globo, Veja , Folha e Estadão.
    Se cuidem, a coisa vai pegar !!!

    Quem viver verá!!!

    Que Deus nos proteja do que vem por ai …….

    Nikacio Lemos
    23 anos
    No governo Lula o Congresso e o Senado davam as ultimas palavras: Sim senhor.
    Agora será: Sim senhora !!!!
    Um Congresso e senado AGACHADOS que só sabem dizer Amém .
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  279. Anouk

    -

    02/11/2010 às 11:58

    Excelente!

  280. Prof Helena

    -

    02/11/2010 às 11:57

    Augusto, Serra errou muito, não vale culpar os outros se não fizer o mea-culpa. A divisão no país deixa claro que metade dele não está de acordo com o modelo que aí está. Votar em Serra, apesar dos erros, não é mérito dele, mas uma forma de protesto contra corrupção e transgressões. Seguimos em frente. Compete à eleita provar que eles ou nós estamos certos. Aproveitando aí palavras do próprio Lula, rs rs
    Abçs e parabéns pela excelente matéria
    Helena

  281. Luis R N Ferreira

    -

    02/11/2010 às 11:51

    O panorama ficou desalentador. O Serra, infezmente temos que reconhecer, não tem mandato nem idade para lhe dar folego e perspectiva de liderança para o futuro. O Aécio com sua tendência de querer conciliar o inconciliável e de querer ser mais esperto que a esperteza, também não será a liderança oposicionista que precisamos. O Alckmin também está longe de ter o perfil adequado.
    Só nos resta o imponderável, que no Brasil costuma aparecer com frequência.

  282. Rodrigo Cortes

    -

    02/11/2010 às 11:50

    A oposição parece que não para de mexer a sopa.
    O processo da eleição teve gosto das balas paulistinhas escondidas debaixo do travesseiro.
    Ganharam com um gol de mão validado como divino.
    O messias é leproso. Sabe apenas tirar vantagens pessoais. Recebeu muito mais do que deu ao país. Teve oportunidades que suas limitações e dos auxiliares do governo não souberam tirar do papel.
    Dilma é o coringa da continuidade das promessas vazias de realidade e cheias de merchandagem.
    As balas paulistinhas dão as dimensões da forma pequena, muito pequena do sindicalista de fazer política.

  283. Jorge Chequer

    -

    02/11/2010 às 11:44

    Caro Augusto:
    Texto brilhante. Uma radiografia nítida dos nossos dias.

  284. Vanderlei Simionatto

    -

    02/11/2010 às 11:39

    Augusto, não pra não apreciar seus comentários.
    “Nos oito meses seguintes, o chefe de Estado reduzido a chefe de facção atropelou a Constituição, debochou da Justiça Eleitoral, afrontou o Ministério Público, zombou dos adversários, fez o que pôde e tudo o que não podia para impor ao país a vontade do monarca”.
    SIMPLESMENTE PERFEITO!

  285. Josué Corrêa Fernandes

    -

    02/11/2010 às 11:32

    Fico entristecido ao ver o grande mal que Lula causou ao país, provocando deliberadamente essa divisão, através de seus reptos sem fundamento. Mas você disse tudo: despertou, no Brasil, a grande, verdadeira e genuína oposição – a oposição do POVO, mormente daquela parcela que trabalha de verdade e paga religiosamente a astronômica carga de impostos (agora atemorizada pelo possível ressurgimento da CPMF, que já é tema de um governador “aliado” de Dilma, oriundo do Nordeste!).
    Essa oposição que Lula, com toda a sua falta de visão, fez brotar no país, é algo concreto e indesmentível. O que urge acontecer é que os partidos sedizentes de oposição, encampem a vontade dessa parcela significativa de brasileiros e não fiquem de salamaleques com os donos do poder. Já falaram, também, que o “chefe” dessa oposição poderá ser Aécio Neves, “oposição serena, que respeite os interesses do país”, nas palavras do secretário-geral do PSDB (que é mineiro). Ninguém quer, efetivamente, uma oposição cega e raivosa como foi a do PT em TODOS OS TEMPOS, antes de chegar ao poder. O que nós, eleitores integrantes dessesses 45 milhões queremos, é, com toda a certeza, uma oposição VERDADEIRA, SEM MEDO, que não faça conchavos repugnantes, que vá direto na “veia”, que não fique de lengalenga, que fiscalize, que denuncie, que mostre ao país (embora em minoria no Congresso) as maracutais e os engodos que serão gerados nas altas esferas mercê dos inevitáveis “acertos” que acontecerão com os “partidos da base”. Chega de mentiras, chega de omissão, de se esconder debaixo da mesa diante de episódios mal cheirosos como o do mensalão. Não queremos, também, falsos messias que, em público, mostram-se opositores e que, no recôndito dos gabinetes, “amarelam” (quando não se vendem) diante de emissários do desgoverno.
    Esses 45 milhões de eleitores deram um recado claro ao PSDB, ao DEM, ao PPS: ou falam a linguagem de verdadeiros opositores ou fechem as portas definitivamente.

  286. Mineiro

    -

    02/11/2010 às 11:30

    Como assim?PSDB e DEM elegeram?O PSDB precisa romper esta aliança com o DEM,porém de uma forma sutil,não precisndo acabar com eles como prega lula.Francamente o DEM é uma cruz muito pesada!

  287. LUIS CARLOS

    -

    02/11/2010 às 11:28

    NÃO VOTO NO PT,PEÇO A DEUS QUE AJUDE-NOS NESSE MOMENTO,POIS O PMDB ESTÁ COM MUITA FOME DE PODER,TERÃO QUE TIRAR CARGOS DO PT E PASSAR PARA O PMDB,ISSO VAI DAR PROBLEMA,TCHAU PT JA ERA.

  288. Mariomm

    -

    02/11/2010 às 11:19

    Caro Augusto,
    Muito lúcida a tua análise (como sempre, aliás). De fato, existe uma massa oposicionista a espera de um líder. Não estou certo de que o Serra seja o ‘cara’ para capitanea-la. Talvez o Aécio o seja, mas ainda é muito cedo para saber. De qualquer forma, o mineiro é mais jovem, tem mais carisma e, quando bate, o faz de forma mais convincente do que o Serra. Agora, será mortal para oposição ficar enredada no regionalismo, tipo mineiros x paulistas, por exemplo.Abc. Mario

  289. ROGERIO MELLO, O LEGÍTIMO

    -

    02/11/2010 às 11:15

    Grande Augusto,
    A grande verdade é que a oposição não apresentou proposta alguma.
    Escorada nos grandes escândalos de corrupção e patifarias do governo Lula, tanto PSDB quanto DEM imaginavam que explorar o mal feito seria, por si só, suficiente para colocar Lula pra correr. Mesmo com vitórias expressivas para os governos estaduais, o discurso da moralidade não serviu pra acabar com o reinado petista.
    Se a oposição tem pretensões para 2014; que comece a elaborar novas propostas, novas soluções, novas diretrizes, que escolha um nome que, de fato, represente o bloco oposisionista; do contrário, chegaremos na próxima eleição cometendo os mesmos erros cometidos agora. O povo deu claras demonstrações de que está dividido entre os que apoiam a roubalheira e os que querem mudanças e moralidade. Agora, cabe à oposição mostrar que tem competência pra conduzir as modificações desejadas pelo povo. Ficar de blá, blá, blá e “briguinhas” regionais, só favorece a quem está no poder.

  290. Milene

    -

    02/11/2010 às 11:08

    Serra, Aecio, Alckmin, Sergio Guerra sao uns bocas mole. Tem que colocar alguem do estilo pitbull como Arthur Virgilio, Indio da Costa para atazanar a vida do PT. Temos que jogar o mesmo jogo deles. Eles nao achincalharam o FHC durante aoito anos? Por que nao fazer o mesmo com Lula e Dilma? Essa bocamolice nao vai levar a oposiçao a lugar algum…

  291. Fabio Carioca

    -

    02/11/2010 às 11:07

    Caro Augusto,
    Não dê a eles o gostinho de nos acusarem de preconceituosos com o Nordeste. Como bem demonstrou o Reinaldo Azevedo, são os petistas que sustentam que o voto em Serra vem de regiões elitistas (se tivéssemos uma elite de 44%, não estaríamos no Brasil, mas nos EUA, ou na Noruega).
    Creio que o desempenho de Lula no NE se deve a um “senso comum”, que rola por lá, de que Lula governa para os pobres, quando antes se governava para os ricos. Custa-me acreditar que a propaganda eleitoral do PT tenha feito diferença por lá. Não é crível imaginar uma massa de nordestinos indignados com as privatizações, e com medo de Serra “vender o pre-sal”.
    Talvez, a chave para a reconquista da confiança da população esteja no desmonte desse estigma do “governo dos ricos”. Mas isso se faz com coragem, defendendo sua história, pois é daí que a oposição achará elementos para construir um discurso sólido e coerente, capaz de inspirar essa confiança, inclusive no NE.
    OBS: primeiro comentário meu aqui. O primeiro de muitos, espero. A batalha só está começando…

    Seja bem vindo, caro Fabio. Obrigado pelo comentário. O Augusto vai ler este e os outros mais tarde. Abraços, Bruno Abbud

  292. Marcelo Coutelo, Sr.

    -

    02/11/2010 às 11:06

    Da série: piadinhas sem graça numa hora dessas? Nós, nortistas e nordestinos, estavamos destinados a ser o pão pão dessa disputa (pão, e talvez circo,é só o que o “projeto” lulista nos permite almejar); com a entrada de Minas, fomos promovidos a queijo queijo. Não há como negar: melhoramos. Mas estamos meio desconfiados desse queijo.

  293. wilson

    -

    02/11/2010 às 11:06

    Augusto que tal falar no TSE do apaninguado de lula
    o Lewandoski que cinicamente deixou a becaida bater
    sem piedade utilizando amaquina publica, estatais e
    jornalistas a soldo e parocínio?

  294. Geraldo de Margela

    -

    02/11/2010 às 11:06

    Prezado Augusto,

    Nao gosto de Comunista. Tenho Pavor….(Nao preciso detalhar o Por Que).
    Por esse motivo nunca votei no PT e sua patota.
    Depois desse resultado nas urnas devo deletar da minha cabeça o que é votar para presidente, senador, deputado federal, estadual.
    SO NAO VOU QUEIMAR MEU TITULO, porque infelizmente o voto é obrigatorio nestepaiz.
    Um recado a Marina Silva: Honre a votação que teve e assuma um lado, chega de ficar em cima do Muro (posso falar Porque votei nela no primeiro turno).
    Serra e PSDB, sejam mais enfaticos na oposiçao, quando tiverem de acusar, o façam sem se preocupar com dossies. Voces perderam a eleiçao.
    É so por enquanto…

  295. capeta

    -

    02/11/2010 às 11:05

    Ana,

    Discordo de ti. Serra foi bem avaliado em São Paulo. Em geral numa democracia equalitaria as diferencas tendem a ser pequenas. Não o que se vi pro Dilma no nordeste. Provavelmente em Sao Paulo a diferença não foi maior por causa dos imigrantes nordestinos e a bolsa família dos que ficaram.

  296. Paulo BH

    -

    02/11/2010 às 11:00

    Como sempre,perfeito! Parabéns Augusto!

  297. Millemiglia

    -

    02/11/2010 às 10:59

    Acho que a oposição deveria trabalhar como trabalha a oposição nos países parlamentaristas: após o anúncio do ministério da Dilma, a oposição deve criar o seu ministério-fantasma (mais ou menos uma réplica do ministério oficial com os parlamentares da oposição) e cada um dos ministros-fantasmas cuida de fiscalizar os ministros oficiais.

  298. Leonardo X

    -

    02/11/2010 às 10:56

    Noah Shuster, em dois comentários a este post, às 22:43 e 22:56 de ontem, me pareceu particularmente feliz na defesa da tese de que a oposição deva começar agora mesmo a se articular na defesa dos ideais e do sentimento da maioria dos brasileiros, incluída aqui uma considerável parcela daqueles que votaram na candidata e no partido que defendem as propostas antidemocráticas e anacrônicas do famigerado Foro de São Paulo. Ele aponta, em suas lúcidas considerações, o caminho da criação de uma contrafação política: um foro de governadores e parlamentares da oposição, aos quais eu gostaria de sugerir que se juntassem os intelectuais, artistas, professores e jornalistas sintonizados num mundo que venceu a trágica ameaça de retrocesso da civilização com a simbólica derrubada do Muro de Berlim.
    Sei que não seria um ideia simples e fácil de se concretizar. Seria preciso superar bairrismos, derrotar egoísmos, aparar as arestas das idiossincrasias pessoais e do sentimento de
    rivalidades paroquianas e regionais e, principalmente, elevar o espírito para que desapareça o fosso que se abriu entre a grandeza do povo e sua representação institucional. É preciso, em suma, ser federalista. Não coube a nenhuma unidade da federação ou região geográfica do Brasil o legado da hegemonia nacional. E liderança política não é para quem quer; é para quem pode. Trata-se de um dom, não de uma herança sem nenhum testamento.
    Miremos no exemplo do ressentido Dunga e sua fracassada seleção de futebol. Time que pretende a vitória precisa escalar os melhores e distribuí-los nas devidas posições.

  299. Telma

    -

    02/11/2010 às 10:54

    Estou acostumada com a lucidez de seus textos.
    Esse, além de tudo, me trouxe lágrimas aos olhos.
    Toda a mágoa de mais uma brasileira inconformada com tanta impunidade e injustiça saiu de uma vez só.
    Ao mesmo tempo me encheu o peito de orgulho e certeza que a batalha foi perdida mas a guerra está só no começo.
    Muito Obrigada!
    Telma

  300. Karen

    -

    02/11/2010 às 10:53

    Augusto, espero que a oposicao nao se acomoda e deixa de protestar qdo necessario. Apatia e a pior coisa politicamente! E o PSDB deveria ter muito cuidado com as aliancas que fizerem pois em 2014 eles vao ser lembrados por isso. Melhor ser mais independente, este congresso no Brasil e tao corrupto que sempre vai pairar duvidas morais sob quem faz alianca com a maioria. Beijos.

  301. cidadao

    -

    02/11/2010 às 10:51

    preconceitos

    Vamos contar quantas vezes os milicianos escrevem a palavra preconceito, amigos.

  302. nelson

    -

    02/11/2010 às 10:50

    Fernando Henrique Cardoso plantou. O PSDB nao fiscalizou. E os larapios levaram todos os creditos e os lucros. Vamos ver se o PSDB aprendeu a liçao. E agora faça uma oposiçao de verdade e seria.

  303. ney

    -

    02/11/2010 às 10:49

    A agradável surpresa é que até a pouco, eu pertencia a uma minoria discriminada e depreciada de 4% da população, agora sou quase maioria integrando a 45% de brasileiros que querem e acreditam nos valores democráticos e na livre iniciativa. Este Brasil ainda tem chance de passar do eterno país do futuro, para caminhar firmemente a ser uma nação desenvolvida.

  304. Hagner

    -

    02/11/2010 às 10:44

    Augusto,

    Sei que pode ser pretencioso, mas fiz este vídeo tendo como inspiração você, Reinaldo Azevedo e o Coronel!

    Abraço!

    http://www.youtube.com/watch?v=5ZpIgTGwuLI

  305. Eduardo Belmonte

    -

    02/11/2010 às 10:43

    Pena não poder haver uma terceira reeleição para que pudesses, com o perdão do uso lexical, ´engoli“suas palavras. Se o Lula fosse candidato, seriam mais de 60% de vantagem. E para ressaltar: esse Lula é tão ´fraquinho´ que, em 2006, em meio a um contexto desfavorável conseguiu que o candidato Alckmin perdesse votos no 2º turno. Portanto, conforme-se: há de acontecer no Brasil o que houve aqui em Porto Alegre – 16 anos de PT.

  306. Jorge

    -

    02/11/2010 às 10:42

    A oposicão brasileira deve reinventar-se, afim de parar de cometer repetidamente os mesmo erros. O maior problema do PSDB, por exemplo, é o ego hipertrofiado de seus principais integrantes. Em 2001, FHC se recusou a fazer seu sucessor e não apoiou a candidatura de Serra. Não creio que suas acões tenham sido pautadas pelo despendimento democrático… Muito provavelmente assim o fez porque apostava no desastre que seria o governo petista de Lula (e seria mesmo, caso Lula tivesse se atido às posicões dogmáticas do PT em matéria econômica). Depois do mandato desastroso, FHC poderia voltar tranquilamente ao poder nos bracos do povo, que ainda se mostraria grato pelos frutos do Plano Real. Mas Lula foi mas esperto e o resto é história.
    Resultado, igualmente, de um cálculo político equivocado, Serra tampouco apoiou Alckmin, e agora Aécio repete a história ao deixar Serra pendurado na broxa em Minas. Lula, agora, vive no melhor dos mundos: se o Governo Dilma for bem sucedido, será mérito todo seu; se for mal, iniciará desde cedo uma campanha de oposicão a sua criatura sob a desculpa que foi, uma vez mais, traído!!! O mesmo acontecerá caso Dilma tome gosto pelo trono presidencial e não queira passar a tocha a Lula em 2014. Quem viver verá. Ou seja, ou a nossa oposicão realmente se una, deixe de lado as falsas desavensas criadas pelos egos hiperinflados e crie um projeto alternativo de poder, ou continuará alijada do poder por pelo menos mais 12 anos.

  307. Carlos Costa

    -

    02/11/2010 às 10:41

    O circo está armado,nos próximos dias veremos, a baixaria tomar conta do congresso e das tais ¨reuniões¨ atrás de cargos, não sei se choro,…. se morro de dar risada,…..ou……Já imaginou, esses leitores da seção horóscopo dos jornais esportivos,irem todos a cuba e ou venezuela e deixassem o Brasil em paz.( foi apenas um sonho).

  308. Chega de Aloprados PTralhas

    -

    02/11/2010 às 10:40

    Augusto Nunes, está muito bom teu artigo. Foi direto ao ponto. Eu sou daqueles que estou com o PSDB, por ser o partido oposicionista mais confiável que irá carregar minhas bandeiras pela ética, por querer fazer reformas e programas de previsão para curto, médio e longo prazo. Os PTralhas só querem o poder para si, são imorais, querem o controle de tudo, querem ficar ricos, etc.
    MAS SE O PSDB NÃO FIZER UMA REAL OPOSIÇÃO, CONSTRUIREMOS UMA OPOSIÇÃO NA INTERNET, NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO E ATÉ NA FORMAÇÃO DE UM PARTIDO POLÍTICO QUE NOS REPRESENTE. Realmente, cabe ao PSDB saber enxergar e se organizar, ou ficará de lado ná história, infelizmente.

  309. caetano

    -

    02/11/2010 às 10:39

    SIM, É VERDADE. DOS 135 MILHÕES DE ELEITORES APENAS 55 VOTARAM NO PT ISTO RESULTA PERCENTUALMENTE EM 40 POR CENTO DO ELEITORADO, RESULTA EM AFIRMAR QUE 60 POR CENTO DIZ NÃO A ESTE GOVEWRNO.

  310. O Vampiro de Curitiba

    -

    02/11/2010 às 10:36

    Muito bom, Augusto!
    Primeiro gostaria de lhe parabenizar mais uma vez pela brilhante surra que você deu no Zé Dirceu. Você esteve perfeito, o Zé até agora ainda não se encontrou, ainda continua zonzo.
    Quanto ao assunto do post creio que, sem meias palavras e sem medo de parecer que prego a desunião, o PSDB deve facilitar a saída de Aécio Neves, Eduardo Azeredo e alguns outros do partido. Com traíras deste porte nenhum partido vai conseguir vencer a máquina do PT. Deveria, inclusive, haver uma fusão da parte combativa do PSDB com a parte limpa do DEM num novo partido mais moderno, mais combativo e com valores da direita liberal. Serra poderia ser seu presidente.
    Quero deixar aqui também meus parabéns ao Indio da Costa, grande brasileiro.

  311. Natale

    -

    02/11/2010 às 10:36

    Caro Sr. Nunes, entendo, modestamente, que esta notícia promoveria uma boa discussão e serve, desafiadoramente, de conta-ponto ao seu post, é claro desde V.Sª. permita:

    Dilma se elegeria sem contar com Norte e Nordeste:

    Excluindo, sem nenhum preconceito apenas como exercício aritmético, os eleitores das Regiões Norte e Nordeste, e comparando apenas as votações dos dois candidatos nas Regiões Sudeste, Centro-Oeste e Sul, a diferença pró Dilma é de: 839.695 votos

    A Região Sudeste deu à Petista-Dilma 1.630.614 votos de eleitores a mais do que seu adversário.

    Esta quantidade supera em 839.695 votos a soma das vantagens que Serra teve na Região Sul, 656.485 votos, e na Região Centro-Oeste, 134.434 votos. (Diferença: 839.695 votos)-(Terra Magazine-01/11/10)

  312. Néstor Bucker

    -

    02/11/2010 às 10:34

    Ótimo texto, Grande Augusto Nunes!
    Quero salientar que não me considero derrotado, pois os fins justificam os meios apenas para aqueles que fazem da ética o tapete de entrada da sua casa.
    O Francenildo Pereira, aquele do paloci, sem desmerecê-lo, claro, teria feito melhor se tivesse nas mãos a máquina pública, e até eu, pois com todo o poderio na mão o molusco ganhou a eleição com apenas 6% a mais? Cadê os 83% de aprovação?
    Vamos continuar nossa luta democrática, pois a anta conseguiu apenas 53milhões, dos 135 existentes no Brasil.

  313. caetano

    -

    02/11/2010 às 10:31

    pARABENS AUGUSTO, BRILHANTE ANÁLISE.

  314. Paulo Roberto Ribeiro

    -

    02/11/2010 às 10:30

    Caro amigo Augusto, assisti boa parte do Roda Viva de ontem, gostei como sempre das suas acareações com o chefe dos mensaleiros, cula cara de pau é inpressionante, os telespectadores avaliaram muito bem as mentiras do inocenteZe Dirceu, que conseguiu se casar com documentos falsos.Não seria novidade se ele for absolvido no Supremo, e anistiado pelos cumpanheiros da camara e do senado. vi uma matéria que no Rio de janeiro, o governador que é um pau mandado, ameaçou os prefeitos com o corte de verbas e emendas para seus municípios, caso a dilmadochefe não ganhasse no seu curral, não vou torcer contra, mais acho que vamos ter a maior roubalheira com as obras das olimpiadas e da copa. Meu abraço e meus repeitos a vc Augusto Nunes, e aos demais jornalista da Abril abçs

  315. anonimo

    -

    02/11/2010 às 10:30

    Ainda bem que Dilma admitiu que vai continuar a estabilidade iniciada por FHC e que foi o motivo do sucesso do governo Lula. Isso o povo precisa saber. Pelo menos ela já evitou um primeiro delito, o do plágio, como fez Lula.

  316. anonimo

    -

    02/11/2010 às 10:28

    O sucesso do governo Lula está no bolsa familia. Se tirar o bolsa familia seu governo desmorona. É a única coisa que restou de seu governo que o levou a vitoria.

  317. Ana Maria

    -

    02/11/2010 às 10:26

    Lula/Dilma venceu por apenas 7% de diferença de Serra. Esses 7% da população pode cair na real e diante da realidade real e concreta enxergar mais longe e mudar de posição.
    Somente 7% da população brasileira para dizer não a esse imperialismo desenfreado, violento e abusivo.

  318. Raul Luiz Loyola Cunninghamuo

    -

    02/11/2010 às 10:26

    A oposição necessita de planejar e executar a desconstrução sistemática da imagem do Lula, sem o que fica difícil ganhar qualquer eleição. Talvez, para iniciar, desfazer a imagem do peão, que o Lula deixou de ser há mais de 40 anos. Seu patrimônio pessoal deve ser superior ao de muitas pessoas da classe média. E o Lulinha, a quantas anda?

  319. Marco

    -

    02/11/2010 às 10:22

    Caro A. Nunes: Erro de pontuação digo BÁRBAROS !

  320. Carlos Lamarca

    -

    02/11/2010 às 10:21

    Você ressuscitou, companheiro Lamarca? Ou está escrevendo do Álém? Na segunda hipótese, dê um abraço no Stalin.

  321. Deonísio da Silva

    -

    02/11/2010 às 10:21

    Augusto,
    se v. quiser, publique o artigo que segue, que saiu no Observatório da Imprensa.
    Um abraço do
    Deonísio
    RESCALDO DAS URNAS
    Deus veio para a mídia

    Por Deonísio da Silva em 2/11/2010

    Fez bem a revista Superinteressante em dar capa a Deus no número de novembro. Afinal, em outubro, Deus, por ínvios caminhos, esteve na pauta da mídia de um modo ou de outro, às vezes trazido de falas de bispos, padres e pastores, outras vezes ressoando por temas de domínio conexo nos programas dos dois candidatos que chegaram ao segundo turno. Esses temas frequentaram igualmente o programa da candidata que ficou em terceiro lugar no primeiro turno, por tratar-se de pessoa formada nas comunidades eclesiais de base da igreja católica.

    Todavia Marina Silva trocou de partido, deixando o PT para migrar para o PV; e de religião, migrando dos católicos para os evangélicos. Dilma Rousseff e José Serra também apresentaram ingrediente religioso nas respectivas campanhas, seja nas missas a que compareceram, deixando-se fotografar e filmar (José Serra chegou a comungar sem confessar, numa delas), seja nos complexos argumentos religiosos invocados para defender a vida e fixar posição contra o aborto. Como se em plena modernidade não fosse possível defender a vida sem incorrer no pecado de “invocar seu santo nome em vão”.

    Motivos plurais

    Deus não atrapalha ninguém na defesa da vida, mas se alguém quisesse, por hipótese, defender a morte, encontraria, principalmente no Antigo Testamento, um Deus que se propõe a exterminar a oposição, não a dos demônios, mas a dos homens. As chacinas de estrangeiros patrocinadas pelo Deus de Israel, o Senhor dos Exércitos, são um espanto. O Jeová do Antigo Testamento é mesmo durão! Felizmente, a civilização datada dos tempos d.C., inaugurados ainda no primeiro século do primeiro milênio, alicerçou-se no supremo mandamento “amai-vos uns aos outros”. O discurso pacífico não impediu, porém, que os massacres continuassem, irrompendo em séculos sangrentos.

    Hoje mesmo nossa civilização é herdeira de duas guerras mundiais na primeira metade do século passado e de numerosos conflitos que trazem no bojo o ingrediente religioso. Mata-se em nome de Deus, tenha ele o nome que tenha, seja Deus ou Alá. Mata-se em campos de batalha, mata-se nas ruas, mata-se em casa e matam-se nascituros fora ou dentro do ventre das mães, por aborto, inanição, desnutrição, fome etc. Por que então o aborto ganhou a primazia das mortes a evitar?

    Infelizmente a mídia submeteu-se aos discursos dos candidatos e nem ela mesma foi capaz de fixar uma defesa leiga da vida, como se precisássemos de temperos religiosos para sermos éticos, justos, humanitários, compassivos, solidários, preocupados com o outro, que, vivendo ou não em nosso mundo, faz por merecer o nosso respeito. Misturar isso já resultou em Inquisição, em genocídios, em diversas formas de excluir o outro do convívio, por ser de outra cor, por ser pobre, por morar em tal ou qual lugar do mundo e não em nossos domínios imediatos; enfim, os motivos são plurais, mas todos têm um só e mesmo objetivo: a exclusão. Se todas as estratégias falharem, ainda temos a guerra e a morte, no varejo ou no atacado, para resolver os conflitos.

    Invocação indevida

    Superinteressante, diferentemente dos programas dos candidatos à presidência da República, não perde a oportunidade de informar e formar, duas coisas que os programas de todos os partidos esqueceram, fixando-se num combate, como se os programas de televisão fossem arenas e não passarelas. O que diria o público se num desfile espetacular de modelos, Gisele Bündchen puxasse os cabelos da concorrente, baixasse o biquíni de outras candidatas e mostrasse ocultas cicatrizes, marcas para disfarçar celulites e outras imperfeições de pele ou aludisse ao passado delas, proclamando o seu como exemplar?

    Seria difícil escolher a vencedora. Pois, chutatis chutandi, foi mais ou menos esse o quadro apresentado aos eleitores. Não admira que tenha sido a campanha presidencial que menos interesse despertou no distinto público. E o resultado está aí: por insondáveis ou claros motivos, 36.339.177 eleitores não votaram em nenhum dos dois candidatos. Esta foi a soma de abstenções, votos nulos, votos em branco.

    José Serra, o candidato derrotado, teve 43.711.388. E a vencedora, a primeira mulher eleita presidente da República, teve 55.752.529 votos. Aqueles que, de um ou modo ou de outro, não votaram nela, somaram 80.050.565 eleitores. Mas agora ela é a presidente da República de todos os brasileiros, inclusive daqueles que ainda não são eleitores, alguns dos quais vão nascer depois que ela for diplomada e tomar posse.

    São obviedades? São. Mas são dados muito importantes. E Deus não poderá ser invocado como desculpa para novos fracassos e incompetências que nos impeçam de resolver problemas seculares que afligem o Brasil.

  322. Marco

    -

    02/11/2010 às 10:18

    Caro A. Nunes: Parece pelo mapa, q a civilização está avançando de baixo para cima, contra os barbáros !
    Abs.

  323. Iago José

    -

    02/11/2010 às 10:15

    Grande Augusto,
    Tenho mais uma vez que parabenizá-lo pelo Roda Viva de ontem, faltam-me palavras para adjetivar sua competência.
    Pois bem, ótimo artigo.
    A campanha do petismo foi realmente um muro de lamentações para aqueles que ainda sonham com um Brasil melhor. O uso da máquina pública em detrimento de interesses pessoais, se mostrou potente, imbatível. Dilma não ganhou por que o Brasil quer, e sim, por que a máquina precisa dela por lá.
    Ganhou em todos os Estados do Nordeste, por quê será? Por que o povo quer que a “onda vermelha” continue? Óbvio que não.
    Lula mesmo deixou claro em um vídeo, que muitas pessoas no Brasil não pensam com a cabeça, e sim, com a barriga, o que justifica em época de eleição, a “doação” de cestas básicas como moeda de troca (por um voto, neste caso, milhões de votos). Segue o vídeo para provar o que estou escrevendo: http://www.youtube.com/watch?v=nnoy4Ut-nQc
    Bem Augusto, é isso. O fato é que o Brasil historicamente, terá uma oposição, se consistente ou não, aí fica difícil dizer. Por que o que se percebe dentro dos partidos e coligações, é a pura politicagem. Pois é, Brasil!
    Grande abraço Augusto. Mande-me um e-mail depois, se puder!
    Seu fã,
    Iago José
    http://joseiago.blogspot.com

  324. Luna

    -

    02/11/2010 às 10:12

    Os ratos correm para tantos lados que nem sabemos por onde cercá-los. Êta povinho, esse aí de cima! Bem que poderíamos aproveitar o ensejo e separar mesmo essas duas partes do Brasil que o Lula tanto dividiu. Separar nos órgão competentes; no papel. Eles que se consumam com seus lulas e dilmas da vida. Por que os estados que mais produzem devem sustentar a preguiça dos demais? Chega!!!

  325. To Fora

    -

    02/11/2010 às 10:11

    Augusto, tendo como Marketing um curso de pós, permita-me um comentário:
    Ganha quem tem mais dinheiro, pode-se errar mais e corrigir mais.
    Quem tem menos dinheiro só ganha em caso de erro do adversário.
    O resto é balela.
    Não interessa a estratégia que voce tenha, pois com mais dinheiro pode-se até “roubar” suas idéias.
    Você com menos, só ganha nos erros dos adversários.
    E rezando para que não sejam corrigidos.
    Embora o PT tenha cometido o erro da prepotência, faltou ai um ataque neste ponto fraco.
    Como técnicos de futebol, parece que hoje em dia todos entendem de Marketing.
    Infelizmente, como os técnicos é uma grande falácia.
    Qualquer dúvida posso esclarecer, basta pedir meu email.

  326. palad1no

    -

    02/11/2010 às 10:03

    Augusto: excelente texto!!
    Toda tragédia, por pior que seja, pode trazer experiências e reflexões positivas. Essa eleição para presidente, apesar de toda a baixaria, foi mais politizada que as anteriores. E um dos resultados é essa convicção, que sinto em várias pessoas, de que o país precisa com urgência de uma oposição de verdade.
    Ou seja, ficam excluídas a sabotagem pura e simples (oposição do PT durante a era FHC) assim como essa oposição xexelenta do PSDB durante a era Lula.
    Acho também que se desfizeram alguns mitos.
    É inacreditável, por exemplo, que os tucanos tenham “vergonha” do ex-presidente FHC e do seu legado. Difícil acreditar, também, nos 103% de popularidade do Noço Guia: se fosse assim, porque 45% votaram no Serra?
    Governar bem um país complexo como o Brasil é dificílimo. Pois a partir de agora é obrigação de quem ganhou. E a obrigação de quem perdeu é cobrar o novo governo, começando já; considerando a área envidraçada do telhado petista, vai ser fácil e até divertido.
    Oposição de verdade, é o mínimo que esperam os 45%. E também é o que os outros 55% merecem, que tenham informação suficiente para defender sua opção e justificar sua escolha (nem que seja para si próprios). Todos crescerão como cidadãos.
    Espero para isso contar com você e com o caçador de cretinices Celso Arnaldo. Vai ser legal.

  327. L.C

    -

    02/11/2010 às 10:03

    O Brasil é de fato um país dividido entre ricos e pobres.
    Sempre se tentou negar essa evidência com aquele discurso manjado de unidade nacional.
    Acho que os pobres estão acordando com a ajuda do PT.
    Isso é um perigo.
    Mas acho que tem que ser feito. Fingir que não temos certos problemas não os resolve. È preciso assumir e esgarçar para resolver.

  328. Brasiliano

    -

    02/11/2010 às 9:50

    Bom dia a todos.

    Ontem você detonou o chefe mensaleiro e hoje faz uma analise brilhante do novo Brasil.Parabéns.

    Acho sim que a campanha do Serra foi muito ruim,beirando a idiotice com os genéricos e mais genéricos sem mostrar quem é a Dilnamite mesmo.
    A oposição foi muito desunida desde o inicio e embora não seja um advogado do Coronel, http://www.coturnonoturno.blogspot.com aqui citado pela Ana Carol,quero deixar claro que o Aécio demonstrou mais uma vez que pensa primeiro nos projetos dele e não no pais.Concordo em muita coisa que o Coronel escreveu,e olhando o mapa da votação e os resultados podemos concluir que Aécio não tem votos necessários e que Minas Gerais escolheu o apedeuta.

    Você Augusto e tantos outro blogueiros honestos,independentes e inteligentes e ai incluo o Coronel,mudaram mais votos para o Serra que o próprio marqueteiro.
    Chegou a hora das oposições tomarem consciência que o Brasil do bem é maior do que elas e do apedeuta.

    Celso Anaruma

    http://www.brasilianoverdeamarelo.blogspot.com

  329. Sergio Valverde

    -

    02/11/2010 às 9:50

    Caro Augusto !

    O governo Lulla cometeu as maiores estripulias, crimes, negociatas, falcatruas, mentiras etc, e a dupla PSDB/DEM se omitiu. Com receio da popularidade turbinada preferiram a docilidade, foram nulos e deixaram nosso pais ser assaltado. Hoje pagam pela inoperancia e os brasileiros decentes aguardam quem realmente vai barrar esta quadrlha que quer implantar uma ditadura sindicalesta.

    Estou de luto pelo Brasil

  330. Mariazinha

    -

    02/11/2010 às 9:46

    Representamos muito mais que os míseros 3% que consideram lula ruim ou péssimo, entenderam, petralhas? Somos muitos, somos fortes, somos críticos e somos atentos.

  331. Lia/SP

    -

    02/11/2010 às 9:40

    O mapa do Brasil revela que Lula conseguiu o seu maior intento: dividir o nosso país.
    O seu discurso de ódio e rancor produziu um efeito que, provavelmente, não foi o por ele esperado. A onda vermelha, que ele acreditava, varreria o Brasil de ponta a ponta, na verdade, se transformou numa onda bicolor, azul e vermelha, onde o azul representa o desenvolvimento e o progresso em todos os seus sentidos.
    José Dirceu, segundo Hélio Bicudo, afirmou que a implantação do bolsa família renderia ao governo, no mínimo, 40 milhões de votos.
    Realmente, é isso mesmo o que se vê no mapa: no mínimo 40 milhões de votos, diretos ou indiretos, advindos do bolsa família, o que significa que, no Brasil, foi instituido o voto famélico.
    É muito triste verificar que as condições de vida, nos lugares onde se paga o bolsa família, continuam precárias e muito difíceis. Quem conhece sabe. Falta quase tudo, de água encanada a estrada, de escola a lazer, de saúde a esperança de melhoria. A população desses lugares continua sendo mantida na mesma miséria e ignorância da época dos coronéis e, é lamentável constatar, aparentemente continuará assim ainda por muitos e muitos anos, para que possa ser usada como massa de manobra. Quem luta com a vida para conseguir sobreviver, não tem tempo para pensar, discernir e criticar.
    Os outros votos recebidos por Dilma, mesmo no nordeste e norte do país, lhe foram dados pelos eleitores tradicionais do PT e por outros, movidos pelo entusiasmo com a bonança econômica, que se reflete na crescente capacidade de consumo, e que não votam por ideologia, mas de olho nas vantagens que se refletem em seu bolso. Os que não votam por idelogia, votam em qualquer governo, desde que ele atenda aos seus interesses econômicos. É o voto do imediatismo. Futuro? O futuro a Deus pertence, o que interessa é o aqui e agora.
    Os quase 44 milhões de votos, que os eleitores da oposição cravaram em todos os lugares de nosso país, mandaram a Lula recados bem claros: não gostamos do que o PT está fazendo com o Brasil, independentemente dos aparentes resultados favoráveis da economia; queremos ações efetivas para consolidar a democracia e o desenvolvimento social e econômico do país; precisamos que o desenvolvimento sustentável seja distribuido para todo o nosso país, para que a verdadeira justiça social seja feita; o programa bolsa família tem que ser substituído, ainda que gradativamente, por criação de empregos, escolas e outras ações que façam as pessoas capazes de caminhar com suas próprias pernas e pensar com as suas próprias cabeças; apoiamos a liberdade de imprensa, de expressão e o direito de ir e vir do brasileiro; não gostamos de autoritarismo e ameaças aos direitos e garantias individuias previstos na Carta Magna; estamos cansamos de mentiras, propaganda enganosa, corrupção e falta de ética no governo e na política; queremos transparência e, sobretudo, honestidade no trato com a coisa pública.
    Os recados foram dados, e bem dados. Espero que tenham sido entendidos e que o governo de Dilma, ou seja lá de quem for governar com ela ou por ela, não se aventure em experiências que, tenho certeza, não serão toleradas pelos brasileiros que querem ver o país melhor.

  332. POLY

    -

    02/11/2010 às 9:40

    Com este capital político em suas mãos, o que espera
    o PSDB, DEM, PPS e, outros para preparar, desde de já, um amplo projeto, visando eleger o maior número
    de prefeitos e vereadores, nos Estados onde a oposi-
    ção venceu. Aí, começa as eleições de 2014.Não esquecer do NORTE e NORDESTE, afinal cerca de 35%
    da população votou na oposição.

  333. Juarez Sobral

    -

    02/11/2010 às 9:38

    De um total de 128.651,442 eleitores, 72.898.913 não votaram em dilma. Isto corresponde a 56,66% do eleitorado, o que não lhe confere legitimidade numérica, apenas legitimidade baseada na regra dos votos válidos.
    Setores importantes da sociedade tiverem suas expectativas frustradas.
    Creio seja um governo natimorto, que dispenderá suas energias em disputas com o PMDB e com o caos economico que se avizinha.

  334. José Maria

    -

    02/11/2010 às 9:18

    “Agradecemos todos os que recebem as Bolsas do governo pela eleição de Tiririca Jr. Presidente da Republica. Vocês merecem, nós não!”

  335. catson aruak

    -

    02/11/2010 às 8:43

    Acho que pegaria bem um plebiscito pela separação dos dois territórios, mostrados no mapa em vermelho e azul. Deixa as belezas naturais do lado vermelho servirem de atrativo para os turistas do lado azul. Deixa o povo vermelho definir como melhor quer ser conduzido pelos seus cabrestantes e deixa o povo azul tentar se alçar para um estágio mais elevado de evolução. Eu já sei como eu votaria.

  336. Edu

    -

    02/11/2010 às 8:37

    Augusto,a campanha de Serra cometeu varios erros,mas esta de isentar Aecio nao cola,repare que todos os comentaristas de Minas aqui,dizem que Serra impediu Aecio de disputar a vaga do Psdb.Todas as pesquisas mostravam que Serra tinha mais popularidade que o ex governador de Minas,em todo o Brasil.Aecio nunca fez criticas a Lula,nem quando o acusaram injustamente de ter feito dossies contra Serra.A verdade e que ate o jornal Estado de Minas,chapa branca,fez editorial sentando o cacete em Serra,quando Aecio desistiu da disputa.Ele nao quis ser vice por pensar apenas no seu projeto pessoal,em suma tem parte da culpa por estarmos agora com esta nulidade de presidente.

  337. David Duarte Lima

    -

    02/11/2010 às 8:29

    Lula sai menor; mas Lulinha sai muito mais rico.

  338. Markito-Pi

    -

    02/11/2010 às 8:28

    Augusto my dear. As cores do mapa não estão muito boas. RS não é Sera e SP não é de Dilma. Em SP serra deu d 54% a 46. Sugugiro que V. peça a teu pewssoal que atualize e conte o número de brasileiros para cada estado, azul ou vermelho. Será acachapante. Lula perdeu.

    Grande Markito: o mapa assinala com o azul os Estados onde o Serra ganhou, caso do Rio Grande do Sul. E em vermelho os que deram mais votos à Dilma (por isso o azul em SP). Vamos botar os números. abração

  339. Sandra

    -

    02/11/2010 às 8:26

    Confesso que assisti ao Roda Viva e nem sequer me impressionou. A cara de pau do José Dirceu não é novidade, as mentiras muito menos. Não gosto dele e muito menos do PT. Infelizmente não temos uma oposição política séria nesse país. O Serra nunca mais vai conseguir meu voto, até poderia ser um administrador competente, mas como político de oposição…sai de baixo!
    No entanto, assisti às entrevistas que a Dilma deu na Globo e Record depois de eleita. Acho que já livre da imagem imposta pelos marqueteiros (tomara)confesso que gostei. Se essa atual for a verdadeira Dilma, talvez tenha chance de fazer um bom governo. Ex-guerrilheira ou não, ela conheceu a Ditadura de perto e uma frase talvez seja verdadeira: prefiro a Imprensa livre,mesmo criticando e mostrando os erros, do que o silêncio das Ditaduras. Acreditei nela, tomara que não me engane.

  340. Ferreira Pena

    -

    02/11/2010 às 8:25

    Pois é Augusto, “Nos oito meses seguintes, o chefe de Estado reduzido a chefe de facção atropelou a Constituição, debochou da Justiça Eleitoral, afrontou o Ministério Público, zombou dos adversários, fez o que pôde e tudo o que não podia para impor ao país a vontade do monarca”. Boas palavras, mas o monarca impôs sua vontade ao país. Essa senhora, ao contrário de uma criança de 8-10 anos, não consegue encadear uma frase, que nada mais é que a manifestação de um pensamento. Quem mandará por ela? E se ela cansar de ser mandada, resolver fazer sua política? Será que perderemos a estabilidade do Plano Real? Esse é meu grande medo ao lado do aspecto ideológico atrasado de esquerda. Com Pimentel, Zé Dirceu e outros o caminho é cheio de precipicios. Augusto, peço que guarde esse comentário: TIRIRICA SE LANÇADO CANDIDATO, SERÁ NOSSO PRÓXIMO PRESIDENTE. Não tenha dúvida, parte de nós brasileiros tem vocação para o fracasso.

  341. Anonimo

    -

    02/11/2010 às 8:22

    Augusto
    Somando os que votaram e os que se abstiveram, votaram branco ou anularam o voto temos aí 60% daí que a provação de lula é só de 20%

  342. Ana Carol

    -

    02/11/2010 às 8:21

    Gostei do Alckimin.

    Ele governa para o povo, e nao se impoem.

    Ja sofreu na pele, tudo que o Serra fez com ele.
    Serra como é vingativo deve esta tramando por tras.

    Alckimin tomou distancia da ala paulista anti Aecio.

    02/11/2010

    Alckmin toma distância de ação paulista ‘anti-Aécio’
    Folha
    Depois de encharcar a camisa por José Serra, o governador eleito Geraldo Alckmin recolheu-se para descansar.

    A política, porém, o persegue pelo telefone. Num diálogo travado nesta segunda (1º), Alckmin, provocado, falou de Aécio Neves.

    Tomou distância do pedaço do tucanato paulista que ergue barricadas contra a pretensão de Aécio de assumir o papel de líder da oposição.

    Para Alckmin, a hora não é de divisão, mas de saborear o que as urnas de 2010 reservaram de bom para o PSDB.

    Realça o fato de a legenda ter elevado de seis para oito o número de governos estaduais sob seu comando.

    No mais, diz que mantém com Aécio boas relações. E recorda que o debate sobre a renovação do comando partidário é um ponto longínquo no calendário.

    Começa nos diretórios municipais, sobe para os estaduais e só então chega à direção nacional. Coisa “muito distante”, diz.

    Quanto ao comando do PSDB na Câmara e no Senado, diz Alckmin, cabe às bancadas decidir. Encrenca para fevereiro de 2011.

    - Siga o blog no twitter.

  343. Margarida

    -

    02/11/2010 às 8:20

    Parabéns Augusto.
    Oposição é fundamental à democracia. Precisa ser exerecida por inteiro. Bons políticos são aqueles que, quando na oposição, não se acovardam. Para o exercício da crítica é preciso trabalhar mais do que quem está fazendo.

  344. Elberto Biehl

    -

    02/11/2010 às 8:19

    A reação para a tomada do bom senso no Brasil já deveria ter sido iniciada no dia 1 de novembro de 2010 as 00:00 hora. Pelo visto vamos assistir por um bom tempo a ressaca dos perdedores e a manifestação dos bajuladores ao novo Governo. Os partidos que formam a oposição devem estabelecer os objetivos para 2014 agora. Definir o vice presidente durante a campanha foi um erro e um sinal de que a “oposição” não está tão coesa como divulgam na midia. Está faltando determinação, caráter, objetividade coletiva. Num Pais que a segurança, as leis, a corrupção, o engodo e mais uma penca de adjetivos qualificativos impublicáveis, ficar procurando candidato para ser Santo ou Papa é uma aberração. A “oposição” que analise a metodologia empregada pela “situação” incluindo a analise dos curriculos dos vencedores e se organize com um plano de impacto para mudar esta situação. Analisem tambem a historia das gandes corporações, não somente as laicas. Provavelmente chegarão a uma conclusão que lugar de “anjinhos” não é por aqui e muito menos no Brasil.

  345. Edu

    -

    02/11/2010 às 8:18

    Augusto,seu texto foi brilhante,mas so podemos esperar oposiçao de verdade,com uma Katia Abreu ou Indio da Costa,que alias ,foi silenciado por Serra e seu marqueteiro infeliz.Nao deixe de ler a entrevista de Fernando Henrique hoje,brilhante como sempre,dando uma chinelada nestas campanhas movidas a marqueteiros.

  346. Celso B

    -

    02/11/2010 às 8:09

    Depois de debochar das instituições durante toda a campamha, o presidente de todos os brasileiros(?)comemorou a vitória numa festa realizada no Palácio da Alvorada.Garanto que a maior parte da conta foi paga pelos eleitores de Serra.O fato de usar um prédio que pertence a todos os brasileiros para uma festinha entre amigos resume toda a podridão que houve nessas eleições.O MPF e o TSE vão tomar alguma atitude?deixa prá lá.

  347. Josué Soares

    -

    02/11/2010 às 7:52

    Prezado Augusto,
    Aprecio suas crônicas, sempre bem fundamentadas.
    Minha opinião – leigo que sou – é que a oposição perdeu a eleição, não proprieamente pelo nordeste ou Norte e, sim, porque faltou candidato com coragem para espor o oque deveria ter sido exposto. Faltou marqueteiro – o aprendiz teve a desfaçatez de colocar a figura do lula como fundo da propaganda. Deveria ter ido para o olho da rua, junto com o candidato, na mesma semana. Acho que se o “cabeça dura” serra continuar mandando no PSDB, o Aécio e outros líderes jovens terão que migrar para formar outro partido. Chega de incopetentes mandando.
    Josué

  348. reinaldo

    -

    02/11/2010 às 7:52

    Dilma foi eleita para ser presidente do brasil,e nao governadora dos 15 estados que ganhou,da mesma forma Serra se fosse eleito não seria governador dos 11 estados que ganhou,foram canditados a presidente não governador,essa divisão partidária dos estados é muito saudável para democracia,não acredito em unanimidade,os únicos paises que ganham tudo são paises de partido único como Cuba,coreia do Norte,China…que não é o caso bo Brasil com pluripartidarismo,é importante essa divisão de forças quem sai ganhando é o povo brasileiro,o poder de barganha,a corrência de capital partido A,estado partido B,e País partido C,é O ideal,agora dizer que o país esta dividido,não sei se é bem assim,pois Dilma também teve voto em São Paulo mais de 10 milhões,no Parana,Santa Catarina,Para,como Serra também teve voto na Bahia,Pernambuco,Acre,Minas Gerais,Rio de Janeiro.Portanto essa história de divisão não sei não,o Brasil é um país com todos seus 27 estados e Distrito Federal e não partido A,B ou C…mesmo votando em SERRA para presidente,torço que Dilma faça um bom governo,pois acima de qualquer ideologia partidária sou brasileiro,e torço para o Brasil…

  349. Ana Carol

    -

    02/11/2010 às 7:50

    Serra por ser paulista ter governado o estado, prefeitura , ser senador, teve o empenho fraco em sua terra natal. 54(Serra) a 46.

    Nao foi bem avaliado, na sua terra natal, como cobrar em outros estados?

  350. Ricardo

    -

    02/11/2010 às 7:45

    Esse cara conseguiu dividir o pais , ainda bem que temos tradição de ser um povo pacifico , caso contrario ….Gostaria de sugerir que a partir de 01 de janeiro de 2011 o nome desse presidente patético não fosse mais citado nos meios de comunicação que resistem à megalomania desse fanático. Vamos citá-lo somente por meio de adjetivos que o caracterizem.

  351. Ana Carol

    -

    02/11/2010 às 7:45

    Se alguem esperar que Aecio vai fazer uma OPOSIÇAO raivosa, tira o caminho da chuva.

    Pois não é o estilo dele, o povo brasileiro nao gosta de agressividade, e todos viram nesta eleiçao que o povo nao gostou do sensacionalismo, do Artur Virgilio, Tarso, Heraclito.etc

    Aguardem um oposiçao do Aecio seria, respeitosa, pois é da indole dele. Em cima da verdade, propostas, e defendendo o passado do PSDB.

    Muitos nao tem o que dizer dele, e o chama de traira.Traiu quem? Aecio tem o dom de unir pessoas, e graças a ele, convocando todos os governadores, que a derrota do Serra nao foi feia.

    Os dois maiores comicios, passetas que Serra teve, foi Aecio que promoveu. Se dependesse dos marqueteiros serra teria tido um segundo turno pifio.

    Foi Aecio que realizou no RJ, e em MG.

    Se nao venceu em Minas, foi porque Serra tem rejeiçao enorme aqui, e os mineiros por mais que Aecio lutou, nao gostou da arrogancia do Serra ao se impor como candidato.
    O sonho do miuneiro era ver AECIO Presidente. Já que nao puderam, preferiu da a Dilma , mineira, do que Serra, paulista.
    Ironia do destino, Serra nao tem chance mais em MG, depois do descaso que fez com Aecio, dobrou sua rejeiçao.
    Culpar Aecio pelo seus erros, foi de uma mesquinharia.
    Ate o Alckimin nesta eleiçao teria mais chance em MG, que Serra, porque este nao impos.

    O jeito do Serra e justamente este, ser intransigente, ou vcs esqueceram do que ele fez com Alckimin em 2006 e 2008? Alckimin que tanto o ajudou em camapnhas anteriores, Serra por um projeto particular, barrou Alckimin na presidencia como na prefeitura

    Não adianta PSDB divagarem outros nomes, AECIO é o unico nome do partido para ocupar o cargo em 2014.
    Alckimin tem direito a concorrer de novo para governador, seria loucura arriscar.Aecio como senador , pode concorer, se nao ganha, tera mais 4 anos comos enador, e ganha experiencia.

    Tou vendo gente divagando em blog que Indio e o filho de Bonhausen serao os n omes para ganhar. Ilusao! Não tem prestigio.

    Aecio agrega ao seu lado todos.

  352. lúcido

    -

    02/11/2010 às 7:44

    Lideranças do psdb, mais pusilanime que nunca, alertam para o fato de que Aécio não pode se apontado, para que o mesmo não se sinta ofendido e migre para o psb. depois disso tudo que houve, pergunto: Ele realmente merece tamanha consideração? Eu não acho. Na minha ótica ele traio uma parcela dos brasileiros, 44% para ser mais exato. Por mim ele já iria tarde. eu sou um que jamais vai votar no almofadinha mimado.

  353. Kleber Leite Filho

    -

    02/11/2010 às 7:39

    Para confirmar o que eu disse no meu comentário de ontem, ai está, no município maranhense de Central do Maranhão deu, nesta eleição, para a ex-ministra Dilma Roussef a maior votação proporcional do país. Dilma teve 95,85% da votação (3.347 votos) contra apenas 4,15% (145 votos) do tucano José Serra na cidade. Central do Maranhão é formado por várias comunidades quilombolas.
    Se não tomarmos cuidado, daqui a pouco o Bolsa Familia será a ún ica fonte de renda do Povo pobre deste Pais.

  354. lúcido

    -

    02/11/2010 às 7:38

    para maria – maria.

    qeum derá o molucos etilico lesse isso. tê esquece que essa criatura é avessa a lêr? Dou um docê pra quem adivinhar o estado dessa criatura , com tantas comemorações.

  355. lúcido

    -

    02/11/2010 às 7:35

    Augusto
    Já falasse tudo. Parabéns pelo podeder de sinteze e clareza. Estou muito preocupado. Trabalho duro pela minha sobrevivência. Agora com um partido de equerda a tanto no poder será que vou ter que trabalhar pelos que, na ótica petista, não trabalham? Esse governo demagogo e populista, combinado com os politicos que não tem compromisso algum com as pessoas de bem, nos leva na contra mão de um país , realmente de todos. A eleição de Dilma pra mim é um misto de tristeza e vergonha. simplesmente pela jeito o pt está livre ,leve e solto para se entranhar cada vez mais na maquina publica, asfixiando uma nação com vocação para o desenvolvimento. o molusco é um monstro megalomaniaco que está mexendo, para pior, na vida de todos os brasileiros.

  356. Ana Carol

    -

    02/11/2010 às 7:27

    Augusto

    Ontem comentei sobre erros do marqueteiro, e que Aecio desde 2002, foi o unico que veio a publico defender as privatizaçoes de FHC, o quanto era importante para o povo.
    Acabei de ler uma entrevista com FHC, que tem todo meu apoio. Ta na hora de começar a contar a historia do PSDB, nao fazer o que Serra e Alckimin fez, foraM MEDROSOS, se tornaram refens do PT, no assunto privatizaçao.

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/824160-fhc-diz-nao-endossar-mais-psdb-que-nao-defenda-a-sua-historia.shtml

    02/11/2010 – 06h30
    FHC diz não endossar mais PSDB que não defenda a sua história

  357. Ana Carol

    -

    02/11/2010 às 7:23

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/824160-fhc-diz-nao-endossar-mais-psdb-que-nao-defenda-a-sua-historia.shtml

    02/11/2010 – 06h30
    FHC diz não endossar mais PSDB que não defenda a sua história

  358. zé mané do recife-revoltado que nem a gota serena

    -

    02/11/2010 às 7:19

    O gráfico diz tudo..comentar o que?.. Somente lembrar que essa luta tem esteio em você, Reinaldo, Mainardi e mais uma penca de gente boa, quase todos pontificando na VEJA, e nos milhões de leitores que os seguem… Se fôssemos contar com essa oposição fraca, anêmica, desmilingüida, estariamos mesmo com aqueles 3% que o Monarca 51 comprou nas lojinhas de percentagens mirabolantes..
    Parabéns, amigo, continuamos na luta..

  359. antonio

    -

    02/11/2010 às 7:17

    Estamos de parabens.Não precisamos mais ter inveja de nossos vizinhos hermanos.
    Nós já temos nosso casal kirchner, devidamente macunaiminizados!!

  360. Recruta Zero

    -

    02/11/2010 às 7:08

    Augusto, bom dia.

    Como 2014 já começou e não podemos esperar nem um minuto para dar trégua ao bando, convido seus leitores inteligentes para votar na nova enquete do Blog Comunismo Nunca Mais, que se propõe a montar o primeiro escalão do terceiro mandato de Lula.

    Como a enquete está bem direcionada para leitores inteligentes, dispenso dessa vez a participação de petistas e assemelhados. Grande abraço e fique com Deus.

    http://comunismonuncamais.blogspot.com

  361. Carlos

    -

    02/11/2010 às 6:02

    cretino sou eu?

    Sim.

  362. Corinthians

    -

    02/11/2010 às 5:40

    Os nossos amigos do norte e nordeste deste país são os mais inteligentes por que votam certo ? E os do Sul do país são mesquinhos ?
    Deve ser por isso então, que depois de votarem muito corretamente – Sarney, Collor, Cid Gomes, Jaques Wagner – e concluir que sua missão está cumprida em seu estado, milhares de nordestinos e nortistas migram para o sudeste/sul do país… para espalhar sua sabedoria e nos livrar de nossa mesquinharia.
    Afinal, como podemos tolerar cidades e estados em que os cidadaos mais ricos fazem parte da iniciativa privada e não são funcionários públicos ? Eu como paulistasei, sou muito burro mesmo. Afinal, PSDB governando o estado por 20 anos deu em que ? Nada. O que é ter as melhores estradas do país, maior capacidade de investimento que gera empregos (pro Lulla computar na conta dele), redução gigante no índice de homicídios, AMAs e AMEs desafogando os hospitais, metrô, bom prato, duas professoras no primeiro ano escolar, Mãe Paulistana, Nota Fiscal Paulista… isso tudo é coisa de gente mesquinha, só favorece os ricos.
    Agora de verdade, eu concordo em parte com isso, mas somente pelo fato de que :
    RS – Tarso Genro (PT)
    PA – Simão Jatene (PSDB)

    Boa sorte Brasil… pois vai precisar…

  363. maria-maria

    -

    02/11/2010 às 5:23

    Que texto, Augusto!
    Esse mapa deve ter feito o mentecapto sentir um choque de realidade.É impactante. Lamento pelo pessoal do N e NE, mas a influência do coronelismo mais retrógrado ainda dedfine eleições lá.
    O estúpido vaidoso e sua partner sabem que a elite que elles tanto invejam é muito mais podereosa do que sua vã idiotia supunha.
    A gauchada redimiu-se da recaída com o poeta maldito e reocupou seu espaço tradicional contra o poder central. A região Sul permanece coesa.

  364. conceição

    -

    02/11/2010 às 4:07

    Para o Rio, que não é lindo , aquele abraço.

  365. paulo carvalho

    -

    02/11/2010 às 3:37

    Caro Augusto: Este é que é o problema, o Aécio é muito fraco, o Serra e o Alckmim já era, o Beto Richa é uma aposta meia boca, resumindo estamos ferrados, até porque não acho que vamos ter uma oposição combativa.

  366. Adenor Morais

    -

    02/11/2010 às 3:32

    Pra que?

  367. Guilherme Bittar Celestino

    -

    02/11/2010 às 3:32

    Grande análise. O que me choca não é ver gente da parte de cima votando do mapa votando no PT. Esses ainda vivem na era do voto de cabresto. O problema é ver jovens da classe média com formação intelectual, professores da USP, e outros apoiadores do Demiurgo que passam suas férias na europa e andam com o ar-condicionado no topo, utilizarem-se do mesmo maniqueismo cretino oferecido pela propaganda lulista para justificar seu voto e deslegitimizar o argumento alheio. Vide aquele vídeo estúpido feito por esse tipo de jovem da UNB que coloca o eleitor do Serra como elitista e racista. Como disse o Marcelo Madureira, e veja só um comediante pode ter muito sabedoria que uma spinozista do nível da Marxilena, o mal que o Lula fez ao país e a juventude precisará de anos para ser superado.
    Infelizmente, ou felizmente, não estava hoje na Cultura para me deparar com aquela excrescência do José Dirceu.
    Abraços!

  368. alexandre

    -

    02/11/2010 às 3:28

    continuem!!!!!!!!!!!!!!!!

  369. Rúbia

    -

    02/11/2010 às 3:27

    Parabéns

  370. roberto

    -

    02/11/2010 às 3:20

    dá para tirar o norte também…

  371. Dulce Toledo / BH

    -

    02/11/2010 às 3:11

    Esta foi a grande tradução do nosso sentimento pós campanha, Augusto. E espero que a oposição leia, tome tento, se aproprie do seu lugar na história do país e aja! De bom mocismo o inferno está cheio: precisamos de quem nos apoie na caminhada do bom combate, não que nos leve debaixo do braço. Mais do que nunca precisamos fazer por este país. Chega de pagar por quem quer que o país faça por ele, temos que dar um basta e tem que começar já! Com ou sem oposição. Seremos nós a oposição se não houver liderança – já fomos deixados no meio do caminho, mesmo. Não faz diferença. Nós, “os outros”, é que vamos consertar esta casa.
    Um abraço.

  372. BOB SOLO

    -

    02/11/2010 às 3:10

    Como se ve no mapa, a eleição de Dilma foi no Brasil atrasado, o Brasil mais civilizado votou contra Lula e sua campanha suja e ilegal.

    Os brasileiros civilizados (os estados em azul) não reconhecem a vitoria do atrazo.

  373. Jaci

    -

    02/11/2010 às 3:07

    É preciso não se deixar intimidar pela maioria que agora compõe a situação, lembrando que lá estão Tiririca e Cia – uma nova corja de “paus-mandados” a serviço da cumpanheirada… Olho vivo,muita garra e esperteza, porque a parada vai ser dura.

  374. Claudio

    -

    02/11/2010 às 3:05

    Augusto, vou te pedir encarecidamente um favor: PEÇA AOS RESPONSÁVEIS PELO SITE DA TV CULTURA QUE HOSPEDEM OS VÍDEOS DO PROGRAMA RODA VIVA EM UM SERVIDOR COMO O YOUTUBE PARA QUE POSSAMOS ASSISTIR. EU TENHO UMA CONEXÃO DE 1 MEGA E NÃO CONSIGO ASSISTIR PQ NÃO CARREGA. JÁ PASSEI TANTA RAIVA TENTANDO ASSISTIR AO PROGRAMA QUE JÁ NÃO DÁ NEM VONTADE DE ACESSAR LÁ. PARA VC TER UMA IDÉIA, HJ EU TENTEI ASSISTIR E FIQUEI MEIA HORA ESPERANDO PARA CARREGAR CINCO MINUTOS DE PROGRAMA, NÃO É POSSÍVEL ISSO. POR GENTILEZA QUERIDO, NOS FAÇA ESSE FAVOR. GRATO

    PS: Já mandei vários emails lá e nem resposta me deram, eu acho que eles não precisam de audiência.

    Prometo ver isso na quarta-feira, caro Claudio. abração

  375. Marianna Alex

    -

    02/11/2010 às 3:02

    Excelente Augusto, que a oposição saiba ler com sabedoria o mapa do resultado das eleições e arregace as mangas, dando satisfação aos eleitores que disseram não a Lulalau e Diumáduxefe!
    Estamos no jogo, e estamos mais fortes e dispostos do que nunca a fazer frente ao projeto dos PTralhas com o vigor que nossa Democracia merece!

  376. mdv

    -

    02/11/2010 às 2:57

    Caro Augusto Nunes. Lendo a Folha de hoje e cotejando com dados do TSE, o que mais me chamou a atenção foi que Dilma, mesmo sem o Norte e Nordeste, venceria a eleição – seria apertado, por 0,3% (300 mil votos), mas ganharia. Num outro cálculo, mesmo que os números contundentes pró-Dilma no Rio (60, 5% a 39,5%) e Minas (58,5% a 41,5%) fossem invertidos a favor de Serra, a candidata petista ainda venceria a eleição, e por boa margem (52,6% a 47,5%). Para o estado de São Paulo reverter a situação, sozinho, a candidatura Serra teria que ter produzido uma goleada de 80% a 20% – ontem os números foram bem mais modestos: Serra 54% a 46%. Na prática, Dilma não precisou do Norte/Nordeste, mas para Serra vencer, precisaria tirar esses quase 11.7 milhões de votos. Escrevi um post a respeito, é de assustar, desanimar os brasileiros que, como nós, estão ao lado da oposição. abração, segue o link
    http://oluziada.blogspot.com/2010/11/eleicoes-dados-relevantes.html

  377. sandra fernandes

    -

    02/11/2010 às 2:51

    O BRASIL SÓ VAI TER JEITO QUANDO AS PESSOAS DE BEM FOREM MAIS OUSADAS QUE AS CANALHAS. (Jabor)

  378. Emmanuel

    -

    02/11/2010 às 2:49

    Primeiramente…

    Pode parar no primeiramente. Você foi suspenso em julho. A condenação dura um ano. Some daqui!

  379. Benedito

    -

    02/11/2010 às 2:38

    Augusto,
    Que tal uma enquete para batizar a nova aeronave,que por ora ostenta o AEROLULA? minha sugestão com pena da nossa fauna é “AEROANTA”, Outras ? Quais?.Necessitamos de humor além do discurso de improviso de nossa Presidente.

    Ótima ideia. abração

  380. PRATO FRIO

    -

    02/11/2010 às 2:38

    Texto divino,não precisa dizer mais nada,esse hoje é o brasil…bipolar,parece coisa de cliche de filme norte americano,mas a coisa vai feder nos proximos anos,serão 44 milhões de vigilantes,algozes da situação.

  381. Marcelo Lemes

    -

    02/11/2010 às 2:30

    VIVA a liberdade de expressao!

    De novo, milicianomarcelemes?

  382. Marcelo Lemes

    -

    02/11/2010 às 2:22

    VIVA A LIBERDADE DE EXPRESSAO.

  383. Ana Carol

    -

    02/11/2010 às 2:14

  384. Ana Carol

    -

    02/11/2010 às 2:07

    Foi o que faltou para Serra, que nunca teve coragem de falar do passado. Onde o PT batia. So começaram a dar resposta, depois que o Aecio, veio a publico e disse é hora de falar para o povo, sem privatizaçao, brasileiro nao teria telefonia farta, e Serra adotou o discurso do orelhao.

    http://www1.folha.uol.com.br/multimidia/videocasts/823595-psdb-precisa-refletir-sobre-sua-trajetoria-diz-cientista-politico.shtml

  385. California girl

    -

    02/11/2010 às 2:04

    Caro Augusto,
    Suas palavras me confortaram muito, principalmente: “O Brasil insatisfeito é infinitamente maior que Serra, muito mais combativo que o PSDB. E está disposto a resistir energicamente ao prolongamento da Era da Mediocridade.” A oposição é muito grande e não vamos nos calar, vamos seguir lutando por um Brasil melhor!

  386. Ana Carol

    -

    02/11/2010 às 1:57

  387. Ana Carol

    -

    02/11/2010 às 1:46

    Augusto seu nome foi citado na folha, justamente, porque vc foi 1000 em ter combatido dirceu

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/824184-jose-dirceu-diz-que-foi-linchado-por-serra-durante-as-eleicoes.shtml

  388. SANDRA LOPES

    -

    02/11/2010 às 1:39

    E DILMA GANHOU ESTA FELIZ,MAS NOS MARANHENSES ESTAMOS MUITO TRISTE.ELA ACABOU COM A NOSSA ESPERANCA DE VER UM MARANHAO MELHOR,ENTREGANDO O PT PARA A OLIGARQUIA SARNEY.ENQUANTO COMEMORAVA SUA VITORIA MUITOS JOVENS DA PERIFERIA PERDIAM A VIDA NA VIOLENCIA QUE ACOMETE SAO LUIS,MUITAS PESSOAS DO INTERIOR PERDIAM A VIDA POR FALTA DE HOSPITAIS NO INTERIOR.O QUE NOS MARANHENSES FIZEMOS PARA MERECER ISTO?MUITOS ESTADOS JA CONSEGUIRAM VENCER AS OLIGARQUIAS .SO O MARANHAO QUE AINDA NAO CONSEGUIU COM A AJUDA DE DILMA.SERRA ERA A NOSSA ESPERANCA.ESTAMOS PERDIDOS

  389. Roberto

    -

    02/11/2010 às 1:28

    Oposição de verdade deve agir 24 horas por dia durante os proximos 4 anos. Não adianta aparecer na vespera da eleição e posar ao lado do rei dos 140% de popularidade e achar que está tudo bem. Nada de passar a mão na cabeça de quem não cumpre a lei. Pra começar, que tal criticar e pedir retratação no caso da citação sobre a cretinice em pedir provas do Sr. Tiririca?

  390. Ana Carol

    -

    02/11/2010 às 1:19

    Parabens Augusto Nunes!

    Assisti ao roda viva, e quero dizer que mais uma vez foi brilhante, desconstruiu o Ze Dirceu.

    Outra, como vc é muito respeitado, gostaria de pedir-lhe um post, onde explica que dividir o PSDB, é favorecer ao PT.

    Desde ontem a tarde, Xico Graziano, que fazia parte da equipe de Serra , nao soube perder, e começou a atacar Aecio, como se este tivesse culpa pelos erros da camapnha do Serra que foi mau na TV. Os marqueteiros tiveram chjance de descontruir os discursos da Dilma mas mais uma vez fingiram que nao era com ele.Vc trabalhou melhor que a camapnha do Serra. Nem todos tem acesso a interenet, e quando Dilma posava de vitima, acreditavam. Faltou o marqueteiro mostrar na TV Dilma dizendo favoravel ao aborto, Lula chamando o bolsa escola de esmola, Lula contra plano real, responsabilidade fiscal, a favor de maluf contra Tancredo. Tinham material, mas nao souberam trabalhar.

    E injusto , baixaria, Serra e sua equipe culpar Aecio, este deu o sangue no 2 turno, mesmo Aecio pedindo, o povo nao aceitou Serra em MG.
    1. Por Dilma ser mineira era o sonho deles ter um candidato, e Serra se impos, nao deixando outra oportunidade senao, Aecio se retirar, sem brigar.
    2. na cabeça do Mineiro, Serra foi traira com Aecio, e por mais que Aecio dizia o contrario, a maioria nao aceitava,

    3. Todo mineiro sabe que em 2006, Serra foi sujo com Alckimin, pois queria ser candidato, e como nao conseguiu, fez pouco caso.
    Em 2008 mais uma vez Serra preferiu o DEM, do que apoiar o Alckimin.

    FHC deu uma entrevista sexta ou sabado, onde disse, eu so fiz aquilo que Serra queria, resumindo, Serra nao queria a participaçao dele, e este respeitou.

    Serra nas duas camapnhas jamais se preocupou em sair em defesa de FHC, das privatizaçoes, que foi o grande erro.Aecio que tomou a frente agora, e falou que tinha sim que contar a historia verdadeira das privatizaçoes.

    Li um blog, que me deixou triste e decepcionada, em vez de unir pessoas , para oposiçao ficar forte, tem gente com radicalismo, culpando Aecio, uma culpa que nao tem.

    Estao dando ao PT, o presente que queriam, div idir PSDB. O proprio Dirceu citou no roda viva, sobre AECIO.

    O unico que poderia unir o PSDB, esta sendo escrachado pelo fracasso do Serra.
    Ou sera que estas pessoas esqueceram, que o PSDB so uniu no 2 turno, porque Aecio conclamou todos os governadores e lideranças para ajudar Serra?

    Em Goias Marconi por ta sofrendo a pressao, pouco citava Serra, Aecio pediu para mudar.

    Teotonio Vilela no 1 turno usava ate a imagem da Dilma, para nao perder votos, e so entrou de cabeça pra Serra porque Aecio pediu.
    Estou horrorizada com alguns posts deste blog, onde o radicalismo impera

    http://coturnonoturno.blogspot.com/

    Estou de pleno acordo, Ana Carol. É uma bobagem querer culpar o Aécio ou qualquer outro. O Serra errou demais. É hora de o PSDB se unir e tentar representar a oposição. abraços

  391. Leonardo X

    -

    02/11/2010 às 1:13

    Prezado Augusto, o Aécio Neves declarou que “uma vitória eleitoral nem sempre é uma vitória política”. Obviamente, ele tem a mesma percepção que você. Penso, no entanto – e peço que me corrija se eu estiver enganado – que a derrota política do governo foi ainda maior do que faz supor o cotejo dos percentuais dos votos válidos, relativos aos dois candidatos. No meu modesto entendimento, o total que se deve tomar para o cálculo dos percentuais de aprovação e rejeição ao governo é o do número de eleitores inscritos. Então, devemos somar aos votos dados à oposição os nulos e brancos, mais a metade dos votos correspondentes à abstenção. Aí nós chegaremos a uma derrota do governo não somente “qualitativa”, mas também quantitativa.
    A propósito, Dilma perdeu em Minas no tradicional e principal reduto eleitoral do PT: Belo Horizonte. E Serra só não ganhou no estado inteiro por causa de circunstâncias de notório conhecimento, anteriores à campanha eleitoral. Portanto, eu acho que seria justo colorir nossa mapa do azul que espelha a vitória política da oposição.

    Perfeito, meu grande amigo. Vou refazer as contas. abração

  392. Luiz Hippert

    -

    02/11/2010 às 1:12

    Augusto,
    não sei se estou enganado nesse raciocínio, mas na verdade fazendo conta de número de eleitores, foi muito maior os que não votaram em quem o Lula mandou do que os que votaram. Veja bem, se são 135.804.433 eleitores e a Dilma obteve 55.752.529 votos, então 80.050.904 não votaram nela. Não importa se foram no Serra, nulos, brancos ou abstenções, o fato é que não votaram nela. Então em números absolutos essa popularidade está bem superestimada ou no mínimo não foi transmitida pra candidata.
    No blog ainda falo de eleição, se der, vai lá. :)
    http://beagaqueeuvejo.blogspot.com

  393. AIRTON COLAÇO

    -

    02/11/2010 às 1:08

    Concordo com vc. Chegou a hora do brasileiro que segura esse país dar as cartas e não mais vivermos na mediocridade. Que a oposição seja dura e energico como sempre deveria ter sido e não um bando de bobocas.

  394. Marcos

    -

    02/11/2010 às 1:06

    Já começou o reino de terror do PT. Militantes petralhas atacaram Antônio Carlos Vaca, prefeito de Borebi, SP. O prefeito está internado e não sai notícia nenhuma nem no Globo, nem no Estadão, nem na Veja. O PT tem suas tropas de choque fascistas na rua prontas para espalhar o terror à la kristallnacht pelo Brasil à fora. A oposição tem que mudar de atitude. Se o Brasil não vota em que é mais competente e mais sério, então que vote em que mais se impõe contra a violência petista. Vamos ver nos próximos 4 anos o desaparecimento dos nossos direitos, o crescimento da violência, o domínio do narco-tráfico e a volta da censura e da opressão. Vocês que optaram por isso merecem colher o que semearam, mas para nós que amamos esse País, não é justo que sofremos com vocês.

  395. Ernesto

    -

    02/11/2010 às 0:54

    Continue assim..

  396. Fernanda

    -

    02/11/2010 às 0:48

    Pois é…se não fosse por mais nenhum motivo, seria por este que eu duvidaria dos institutos de pesquisa…como assim, 3% de descontentes com o governo de Lula, apenas? Foi o que você disse no vídeo…se levarmos em conta, então, a margem de erro, esse percentual poderia cair para zero, o que não faz e nunca fez o menor sentido…agora vimos que os descontentes são, pelo menos, 44% do eleitorado (no mínimo, pois nesse percentual não estamos levando em consideração os que não votaram)…e isso em Estados fundamentais para o país, os mais ricos e desenvolvidos…não é pouca coisa, e não é mesmo…Dilma terá de tentar apaziguar esse “racha” que houve no país com essas eleições e que foi incitado, de certa forma, pelo próprio Presidente, quando menosprezou a minoria insatisfeita e ficou demonizando a oposição…que, aliás, até agora fazia qualquer coisa, menos contrariar o governo!!!!!!

  397. João Conrado

    -

    02/11/2010 às 0:46

    O Rodaviva foi muito bom, parabéns.

  398. João

    -

    02/11/2010 às 0:43

    Compartilho com você, Augusto, a tristeza de ver a escolhida por ele eleita pelo povo. E parafraseando o presidente de Garanhuns, “nunca antes na história deste país” um presidente se licenciou do cargo (extraoficialmente) durante tantos meses para trabalhar pelo seu sucessor. Mas continuou no comando, com todas as regalias e salamaleques…

  399. ilmarnasc

    -

    02/11/2010 às 0:43

    Lula,cometeu os maiores,crimes,eleitorães em,favor da sua coisa,e a justiça,fingiu que não viu.O sapo mente o tempo todo.Serra tem que honrar os 44 milhões de votos que não suportam Lula e sua quadrilha e,fazer oposição sem medo.Cobrar de Dilma investigações,dos crimes da amiga do peito Erenice.O bebum,disse que Serra fez uma campanha suja contra a sua coisa.Mentira!!Eles é que fizeram.Eles é que não respeitam mulheres.A corja dos petralhas,fizeram uma campanha,difamatória contra,Yeda Crusius para eleger um companheiro.Acabou a eleição e,o MST já começa com violência.Invadiram uma propriedade e feriu um prefeito.PSDB,oposição já.

  400. Bertrand

    -

    02/11/2010 às 0:42

    Bravo, Augusto!
    Nós, esses 44%, devemos construir e continuar uma genuína resistência democrática! Independentemente das tentativas de cooptação que virão por parte do PT e da dona coisa. Melhor com o PSDB à frente, mas se eles (PSDB) vacilarem, pior para eles. Você e alguns outros mostraram que há novos caminhos legítimos e eficientes para a defesa da democracia representativa e do estado de direito. Há uma frase que acho bem adequada ao nosso momento, derivada parece da fala de um orador Irlandês do Século XIX, John Curran: “O preço da liberdade é a eterna vigilância”!
    Abraços,
    Bertrand

  401. danir

    -

    02/11/2010 às 0:39

    Porque 10, se no mapa eu conto onze?
    1 Roraima; 2 Acre, 3 Rondonia, 4 Mato grosso 5, Mato Grosso do Sul, 6 Goias, 7 Espírito Santo, 8 São Paulo, 9 Parana, 10 Santa Catarina e 11 Rio Grande do Sul.
    Cartas para a redação.

    Dez são os Estados que elegeram governadores do PSDB ou do DEM, caro Danir. No mapa aparecem os Estados em que o Serra foi mais votado que a Dilma. abraços

  402. Carnicero

    -

    02/11/2010 às 0:38

    A oposição já demorou. Nessa entrevista já da-se muitos motivos pra oposição retrucar. Ou, esclarecer que ela vai dar continuidade ao que Lula deu: a politica social e economica de FHC. E tambem concordo que a oposição não deve nos abandonar como fizeram depois de Alkimin.

  403. José Rodrigo

    -

    02/11/2010 às 0:25

    Destaque para Acre, Roraima e Espírito Santo praticamente “ilhados” que estão de parabéns! Não se vendem nem com a pressão dos vizinhos. E o mapa de votação está muito semelhante ao mapa de índice de analfabetismo. Quanto mais ignorante a região, mais o PT comeu votos: http://desarmonia.files.wordpress.com/2009/09/taxa-de-analf-brasil.jpg?w=400&h=386

  404. maria

    -

    02/11/2010 às 0:19

    A metade superior do mapa era, praticamente, dominada pelo pefelê, agora é pelo petelallá(isso vai dar b..dalelê).
    E o pessoal do Aécio já começou com a conversinha de sempre: tipo “oposição light”.
    Muita gente diz: é hora de união, não podemos criticar o Aécio.
    Mas, espera aí, tudo tem limite. Ele está sempre bajulando o governo, vai é tentar segurar a oposição.
    Tudo que ele faz é sem querer, querendo.
    Se for para atrapalhar, é melhor procurar a turma dele.
    E os mineiros que boicotaram o Serra porque querem um presidente mineiro (somente os que boicotaram – não são todos), podem comemorar:
    DILMA PRESIDENTE, DILMA É MINEIRA!

  405. andre martins de andrade junior

    -

    02/11/2010 às 0:17

    Lula mostrou às escâncaras nesta fase final de seu govêrno o quanto é medíocre e abrutalhado.Sua indesculpável defesa da candidatura de Dilma acabou com o engodo de que era pelo menos inteligente.Um triste final,porém previsivel.Faz-me rir quando vejo pessoas tidas como intelectuais,músicos ,artistas,jornalistas etc,etc, serem defensores de uma triste figura como esta.Ou são aproveitadores de ocasião ou pretendem ser contra para pareceram inovadores.Não dá para aceitar esta promiscuidade com petistas,sindicalistas,mstsistas.É muita mediocridade até para o Brasil.

  406. Rose Perito

    -

    02/11/2010 às 0:17

    Oposição firme, consciente e vigilante. Sempre. A partir de 2 de janeiro de 2011.
    Qualquer ponto fora da curva, apontar, esclarecer, cobrar, é assim que age uma oposição forte: começa a batalha no primeiro dia do novo governo.
    Não se trata de oposição raivosa como foi Lula e o PT durantes os mandatos de Fernando Henrique, mas uma oposição presente que age no momento certo – não deixa o infrator ‘sangrar por conta própria’.

    Há respaldo em 44 milhões de eleitores que disseram não à Dilma de Lula, sem contar os que votaram em branco ou nulo, porque não gostaram do quadro que se apresentava.

  407. Anita

    -

    02/11/2010 às 0:14

    Augusto, ontem estava bastante aborrecida para comentar, acompanhando pela internet o resultado para governadores, porque não me interessava a festa alheia. Minas decepcionou e Espírito Santo de Renato Casagrande ficou ilhado de petistas. A oposição precisa se reestruturar não apenas para buscar coesão entre os seus membros, mas dispensar vaidosos e simpatizantes do governo federal. O lulopetismo impôs uma divisão comprovada pelo mapa acima e caberá a ela oposição, até por dever patriótico, denunciar e repudiar essa prática sórdida de separatismo e ódio sempre que tiver oportunidade de se manifestar no Congresso, sem prejuízo de publicação de artigos, convocação do povo contra atos ilegítimos porque nem tudo que é legal é legítimo, realização de passeatas, enfim mobilizar a sociedade em defesa dos ideais democráticos e respeito às instituições enquanto conjunto de normas a serem observadas pelos três poderes. Parabenizo-o tardiamente pelos acessos ao blog e que a resistência democrática seja lembrada e visitada também pelos políticos que desejam fazer oposição de verdade.

  408. Clê

    -

    02/11/2010 às 0:13

    Perfeito, Augusto…
    Pena que eles não ouvem… Se o PSDB tivesse ouvido a gente, não teria a eleição!!! Mas, ainda reservo alguma esperança, afinal, sem ela, é que não dá mesmo. Mas att. é com prazo de validade! Bom, valeu pela análise precisa, o que prova que o encontro com o Zé Dirceu não surtiu efeitos negativos em vc… Parabéns, afinal ficar de cara com chefe de quadrilha dá medo!!!! E muito!!!!

  409. Tchelo

    -

    02/11/2010 às 0:13

    Augusto, não entendo porque as abstenções, brancos e nulos não entram na conta dos insatisfeitos. Tudo bem que estas pessoas deviam estar insatisfeitas também com as propostas do Serra, mas defenitivamente elas também não concordavam com as de Dilma. Estando Dilma na dianteira nas “pesquisas” e tendo o governo Lula como referencia recente, seria natural haver uma identificação maior dos indecisos com Dilma.

  410. Abreu

    -

    02/11/2010 às 0:08

    Olá Augusto,
    Não consegui ver pelo TSE, mas tenho lido aqui e ali, alguns comentários de que algumas capitais nordestinas também deram vitória à oposição.
    Que beleza! A ser verdade, isto significaria que onde há população com um mínimo de instrução, educação, e cultura, com uma renda média medianamente relevante, os bolsas miséria de fato não enganam nem compram a todos — sequer a maioria.
    Talvez este assunto ainda possa render alguma pauta para Você.
    Forte abraço,

  411. Fernando Lopes

    -

    01/11/2010 às 23:57

    Augusto , parabéns ! Este é o texto que eu desejaria ter escrito. O PSDB que se cuide… se tentar conciliar interesses , vai acabar liderando uma fação de “sem-votos”… não vamos perdoar , pois mais que votar na Oposição , queremos arrancar de lá , a tchurma da truculência e do atraso. Com esta trupe , já ficou claro , não há cordos possíveis para homens-de-bem !Grande abraço e mais uma vez , parabéns pelo texto cristalino..

  412. Geraldo

    -

    01/11/2010 às 23:54

    site terra …

  413. Eu, hein!!!

    -

    01/11/2010 às 23:51

    E só com uma oposição forte pode-se garantir a democracia. O Brasil azul deve fazer valer sua importância, não apenas pelo patrimônio eleitoral conquistado, mas, sobretudo, por ser detentor de mais da metade do PIB nacional, do qual o Brasil no vermelho depende muito.

  414. f tavares

    -

    01/11/2010 às 23:50

    por ser carioca, tenho certo constrangimento por meu estado estar na metade superior do mapa, que representa o que, por qualquer critério de avaliação, é considerado inferior no país. minha esperança é que seja apenas mais uma esperteza do governador cabral, que se colocou aí para encher a musa terrorista de votos e os cofres de dinheiro. os investimentos do governo federal no estado do rio e no município, em função da copa do mundo e da olimpíada, formam uma edição menos badalada do mensalão, a distribuição de verbas oficiais para cobrir despesas com o maior número de contratos de “notória especialização” que o país já conheceu. gramado padrão fifa, teto solar para os estádios, equipamentos eletrônicos para medição de tempo, espaço, vento, som ambiente, iluminação, pisos sintéticos, projetos de arquitetura e engenharia especiais para instalações esportivas, e por aí vai… mas o fora-da-lei não vai ter, no futuro, uma disputa pão pão, queijo queijo. pode preparar-se para um combate pão-de-queijo, pão-de-queijo…

  415. Danilo Thomaz

    -

    01/11/2010 às 23:34

    Não apenas a oposição renasceu, como a realidade do país foi posta em cena: há, sim, um Brasil conservador no âmbito político e econômico; Lula é forte e carismático, é aprovado, mas não é o dono do país; interesses regionais fortes e uma boa parte do eleitorado – conforme se viu nas abstenções e com a votação de Marina – clemente por existir politicamente; o nosso sistema político – como mostraram os estereis debates, o baixo nível da campanha, a polêmica da bolinha de papel; o cinismo de todos diante das alianças – enguiçou. O tom cordato de Dilma em seu discurso foi estratégico. Acabou a era de abusos e mensalões; há uma boa parte do país atenta, viva, disposta a uma nova política e um novo país. Apesar de tudo o que aconteceu nesse ano, o Brasil melhorou e pode melhorar ainda mais.

    PS: Tenso o Roda Viva de hoje.

    Quanto mais tenso, melhor, grande Danilo. abração

  416. Fabiano

    -

    01/11/2010 às 23:31

    Caro blogueiro, o recado das urnas foi:

    Não ouvi direito, milicianofabiano. Fale mais alto.

  417. Luiz

    -

    01/11/2010 às 23:27

    SE formos levar por esse prisma, O Lula saiu derrotadíssimo desta eleição porque 43 milhões de eleitores não optaram pela continuidade dos escândalos, escárneos e desrespeito ao próximo e a democracia e quase 30 milhões de eleitores ficaram indiferentes em relação a quem iria sucedê-lo, ou seja, 73 milhões de brasileiros não atenderam aos apelos demagógicos do tipo: vou continuar mudando ou voltarei ao passado? Número muito superior ao conquistado por sua candidata.Realmente, a oposição está mais viva do que nunca.

  418. Marcus Borelli

    -

    01/11/2010 às 23:20

    Augusto

    Um OT. José Dirceu me assustou. Quanto cinismo! Você tomou um remédio para o fígado depois da entrevista?

    Eu me diverti bastante, amigo. Quem queria achar a porta de saída era o JD. abração

  419. sena

    -

    01/11/2010 às 23:20

    &&***%%$#$##%$%$

    Relevem o chilique, amigos. O milicianosena usa o nick cleonildo.sena. Pode-se deduzir, portanto, que os pais, por algum motivo misterioso, resolveram castigar o menino com esse nome. Vocês acham que estou brincando, certo? Então façam o teste: entrem num bar qualquer e digam em voz alta: “Meu nome é Cleonildo”. Ouçam a gargalhada e entendam como foi a vida do Cleonildo Sena.

  420. Jorge Nogueira Rebolla

    -

    01/11/2010 às 23:12

    O aécinho de Ipanema já quer propor cortes orçamentários e flexibilização da CLT. Quem seria o líder natural da oposição no congresso quer ministrar o remédio amargo para o povo. No dia seguinte a terceira vitória do pt, os tucanos já trabalham para garantir a quarta.
    Precisamos de um partido de oposição, não de lulistas enrustidos fazendo de conta.

  421. Daniela Lemes Pacheco

    -

    01/11/2010 às 23:05

    Os nossos amigos do norte e nordeste do Brasil são os mais inteligentes desse país, vota certo. no Sul do Brasil é lugar de gente mesquinha…

    Certo, milicianadanielemespacheco. Por isso mesmo achei uma sacanagem aquela declaração da Dilma dizendo os nordestinos, quando ela era moça, viajavam para o Brasil.

  422. Memyself

    -

    01/11/2010 às 23:04

    Sem querer de forma alguma desmerecer Serra, mas fomos nós, os eleitores, as pessoas comuns, as que se opõe a lula, as que se opõe ao pt, as que se opõe aos métodos fascistas do pt, que levamos, carregamos mesmo Serra para o segundo turno, a despeito daquela campanha pífia, a despeito daquela idéia de marqueteiro de que quem bate não ganha voto. Não o elegemos, mas sabemos de nosso tamanho, sabemos de nossa força e não estamos dispostos a aceitar o que quer que o pt e sua presidente eleita sonhe em nos impingir. Somos muitos, somos fortes e defenderemos aquilo em que acreditamos. Se o PSDB acha que pode nos representar, que comece a a agir, que comece a fazer oposição.

  423. Noah Shuster

    -

    01/11/2010 às 22:56

    Augusto,

    A oposição precisa atuar com as seguintes sugestões:

    Criar um fórum com os governadores da oposição e aliados, como o PMDB de MS onde Serra venceu com folga e o governador é oposição, em outro estado, a Paraíba, o Governador do PSB tem um vice do PSDB. Ou seja, pode-se fazer um belo trabalho. Nesse fórum, teriam-se sugestões, críticas ao Governo Federal, aplicação dos projetos desenvolvidos pelo Serra como a criação das Fatecs, nota fiscal unificada nesses Estados, reforma tributária etc. Esse fórum teria economistas, marketeiros, convidados do exterior sobre temas relevantes no País, etc. Já teria que ser criado hoje, pra não deixar a mobilização política esfriar dos 45 Milhões de Brasileiros insatisfeitos com o governo atual.

    Unido, eles se sairão bem, caso fiquem cada um por si, irão ficar pelo caminho, relegados ao segundo plano, inclusive podendo ser maculados nas questões das verbas.

    A oposição precisa ser forte e atuante, começando desde já com a realização de novas eleições nesses partidos oposicionistas, colocando lideres novos e atuantes, a população não quer ver gente “morna”, quer ver gente atuante, sem medo da patrulha e preparada.

    Espero que essas idéias sejam passadas pra eles, já que você tem acesso pra com eles.

    Abraço e parabéns pelo trabalho.

  424. Carlos

    -

    01/11/2010 às 22:56

    perdendo por pouco em SP…

    O cretinocarlos acha que levar uma lambada de 2 milhões de votos é perder por pouco.

  425. Luiz Pereira

    -

    01/11/2010 às 22:55

    Augusto,

    Os tucanos emplumados …

    Eta expressão brega, hein, milicianopereirqa? É mais antiga que o Niemeyer.

  426. rosa

    -

    01/11/2010 às 22:49

    A cambada não se conforma com os 20 anos de derrotas em SP.

  427. Pedro Erik

    -

    01/11/2010 às 22:46

    Que texto, grande Augusto!
    Considero o Reinaldo Azevedo genial nas palavras, mas você o superou nesse post.

    O Brasil decente vive nesta derrota. Somos maiores que o PSDB, e mostramos que somos fortes demais. O 45 não ganhou, mas viva o Brasil dos 45%!!

    Permita-me que eu exalte esse 45% usando São Paulo:

    “Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados. Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos” – São Paulo – 2Coríntios, 4,8-9

    É isso, meu amigo Pedro Erik. abração

  428. Léo Manso Ribeiro

    -

    01/11/2010 às 22:45

    Ótima análise!

  429. Noah Shuster

    -

    01/11/2010 às 22:43

    Augusto, o que você acha dessa sugestão?

    Um fórum dos governadores oposicionistas precisa ser criado.

    Repasso outro comentário que fiz no blogger do Reinaldo que vale pra aqui também.

    Espero que leia e dê sua opinião, acho muito importante isso. Abraço

    Falei exatamente isso ontem.

    “Deputados federais paulistas e mineiros, para citar dois estados com bancadas grandes, ainda que petistas ou governistas, sabem que não convém entrar em choque com os respectivos governadores — essa questão será especialmente candente caso Dilma queira, de fato, fazer uma reforma tributária. Se os 10 da oposição conseguirem — e eu sei que é difícil — um consenso mínimo (em vez de ficarem se estapeando, o que Dilma adoraria) —, o tamanho da oposição no Congresso perde um pouco de importância. Desde logo, teriam de criar uma espécie de fórum permanente para discutir as questões que dizem respeito a seus respectivos estados”.

    Noah Shuster
    -01/11/2010 às 0:51

    A oposição tem que partir de hoje.

    O Estado Brasileiro é Federalista. Os Estados têm sua força.

    Os petralhas pra vencer o pleito, tiveram que sacrificar suas forças regionais, arriscaram tudo no plano federal.

    Com uma líder fraca, será fácil, pra oposição se quiser, fazer frente nas ruas, contra o atual regime que se instala no governo Federal.

    Um dos pontos fortes da oposição foram suas reuniões, as lideranças juntas numa coletiva de imprensa, apontando as reais necessidades pra o País.

    Isso precisa continuar, a oposição hoje conta no governo dos Estados com a maioria da população Brasileira e a esmagadora parcela do PIB Brasileiro.

    Se cada um dos governadores ir para um lado individual, irão todos sucumbir, as maiores verbas, por exemplo, não irão pra eles.

    Terão que se unir desde já. Marcar coletiva, apontar soluções, fazer criticas ao governo Federal e engajar a população de seus Estados.

    Uma frente que pode inclusive ser batizada e ter a chancela de economistas, juristas e marketeiros.

    A reforma tributária só sairá, por exemplo, com a anuência dos Estados. Um discurso de um Senador no plenário não ganha força. Mas um discurso de um Governador em solenidades, palanques ou nessas coletivas conjuntas, contam sim com repercussão.

    Os petralhas sabem disso e por isso sugerem a bandeira branca. Nada de ser enganados pela quarta vez. É engrossar o caldo desde já. Eles apostaram tudo no governo Federal, mas estão enfraquecidos no plano Regional e aí é que é a luz da oposição.

    Com uma líder fraca, sem carisma, com fala de robô, os governadores oposicionistas poderão e deverão liderar os próximos 4 anos, com uma agente participativa de união entre eles, apontando os erros de conduta do governo Federal, denunciando, dando sugestões mais eficazes e mostrando suas conquistas.

    O voto no Nordeste se dá pela prática clientelista que se tornou o bolsa família. O medo das famílias perderem o benefício e só isso, as levaram a votar na candidata. Nada mais, não foi perspectivas de melhorias em suas vidas, foi o medo de perder o benefício. Isso é que é preciso ser mostrado, exemplos assim precisam chegar pra toda população Brasileira, como essa família servem de massa de manobra de uma forma vergonhosa por um grupelo político.

    Acho a ideia excelente, caro Noah. abração

  430. Anônimo

    -

    01/11/2010 às 22:38

    AN,
    E O FILMINHO ESQUIZOFRÊNICO DO SAPO BARBUDO?
    QUE FRACASSO…

  431. Francisco Cruz

    -

    01/11/2010 às 22:37

    Parabéns Augusto Nunes, excelente comentário… realmente os eleitores que não pensam com a barriga ou com as vantagens da “cumpanherada”, são mais fiéis ao nosso Brasil

  432. Anônimo

    -

    01/11/2010 às 22:35

    FALOU E DISSE, AN!
    EM BH E NO SUL DE MINAS, DEU SERRA!

  433. Enio Roberto d'Avila

    -

    01/11/2010 às 22:32

    Governar sem oposição, ou com oposição dividida, burra, incompetente, gananciosa, empurrada para lá e para cá por uma imprensa idem, idem, idem, até eu.

  434. Felipe Flexa

    -

    01/11/2010 às 22:29

    Sabe o que desanima, Augusto? O seu último parágrafo era a mesma coisa que eu pensava… em 2006!

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados