Coluna Augusto Nunes

Augusto Nunes

Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido.

sobre

Colunista de VEJA.com, colaborador da edição impressa e apresentador do Roda Viva. Foi redator-chefe de VEJA e diretor de redação das revistas Época e Forbes e dos jornais O Estado de S. Paulo, Jornal do Brasil e Zero Hora. Autor do livro 'Minha Razão de Viver - Memórias de Samuel Wainer'.

O raquitismo da economia é o legado dos farsantes que se afogaram na marolinha

Por: Augusto Nunes

ATUALIZADO ÀS 14h04

“Forçada a enfrentar a crise, Dilma imita Lula e a procissão de bravatas recomeça”, resumiu o título do post publicado em março de 2012.  O texto tratou de mais um surto de soberba da doutora em nada que se imagina especialista em tudo: caprichando na  pose de quem concluiu aquele curso de doutorado na Unicamp que nem começou,  Dilma Rousseff resolveu dar conselhos a países europeus castigados pela crise de dimensões planetárias. Conseguiu apenas ampliar o acervo de cretinices acumulado desde 2008, quando Lula abriu o cortejo de falácias, fantasias, mentiras e falatórios sem pé nem cabeça produzidos pelos fundadores da Era da Mediocridade.

Nesta quinta-feira, o país (ainda) conduzido por farsantes soube que encalhou no atoleiro. Depois de encolher 0,2% no primeiro trimestre, o Produto Interno Bruto diminuiu mais 0,6% de abril a junho. Confrontados com a esqualidez do pibinho, os tripulantes da nau dos insensatos trataram de caçar justificativas para o fiasco histórico. Dilma desconfiou que não bastaria dar outro pito no vilão de sempre — a crise internacional que seu padrinho jurou ter derrotado. E então incluiu entre os culpados pela “recessão técnica”a Copa dos 7 a 1.

“Por causa da Copa do Mundo, tivemos a maior quantidade de feriados na história do Brasil, nos últimos anos, nesse trimestre”, fantasiou a presidente que, convencida de que a vadiagem coletiva melhora o trânsito, decretou a maior quantidade da história do Brasila. A Copa das Copas começou a semana na relação das proezas federais que aceleraram o crescimento econômico. Terminou-a acusada pela presidente de ter acentuado o raquitismo do pibinho. Haja cinismo.

A explicação é tão veraz quanto o palavrório costurado por Lula em 27 de março de 2008, quando a crise nascida nos Estados Unidos já contaminara vários países. “Um dia acordei invocado e liguei para o Bush”, gabou-se o então presidente. “Eu disse: ‘Bush, meu filho, resolve o problema da crise, porque não vou deixar que ela atravesse o Atlântico'”. Como Lula só fala português, Bush decerto não entendeu o que ordenara o colega monoglota. E a crise navegou sem sobressaltos até desembarcar nas praias do Brasil.

O presidente invocado voltou ao tema só depois de seis meses ─ para comunicar que livrara o país do perigo. “Que crise? Pergunte ao Bush”, recomendou em 17 de setembro. “O Brasil vive um momento mágico”, emendou no dia 21. No dia 22, pareceu mais cauteloso: “Até agora, graças a Deus, a crise americana não atravessou o Atlântico”, ressalvou. Uma semana depois, a ficha enfim começou a cair. “O Brasil, se tiver que passar por um aperto, será muito pequeno”, disse em 29 de setembro.

A rendição pareceu iminente no dia 30: “A crise é tão séria e profunda que nem sabemos o tamanho. Talvez seja a maior na História mundial”. Em 4 de outubro, o otimista delirante voltou ao palco para erguer com poucas palavras o monumento à megalomania: “Lá nos Estados Unidos, a crise é um tsunami. Aqui, se chegar, vai ser uma marolinha, que não dá nem para esquiar”. No dia 8, conseguiu finalmente enxergar o tamanho do buraco.

A anemia dos índices registrados de lá para cá mostrou o que acontece a um país governado por quem se nega a ver as coisas como as coisas são, e enfrenta com bazófias e bravatas complicações econômicas de dimensões globais. Essa espécie de monstro é impiedosa com populistas falastrões. Mas o bando de reincidentes não tem cura: três anos depois, a estratégia inaugurada pelo Exterminador do Plural começou a ser reprisada em dilmês. Se Lula acordava invocado com George Bush, Dilma passou a perder a paciência com uma entidade que batizou de “tsunami monetário”.

Em março de 2012, numa discurseira de espantar napoleão de hospício, a presidente atribuiu a paternidade da criatura a “países desenvolvidos que não usam políticas fiscais de ampliação da capacidade de investimento para retomar e sair da crise que estão metidos e que usam, então, despejam, literalmente, despejam quatro trilhões e setecentos bilhões de dólares no mundo ao ampliar de forma muito… é importante que a gente perceba isso, muito adversa, perversa para o resto dos países, principalmente aqueles em crescimento”.

Lula vivia recomendando aos americanos que se mirassem no exemplo do Brasil. Dilma se promoveu a conselheira da Europa. “Eu acho que uma coisa importante é que os países desenvolvidos não só façam políticas expansionistas monetárias, mas façam políticas de expansão do investimento”, ensinou em 5 de março de 2012. Concluiu a lição no dia seguinte: “Somos uma economia soberana. Tomaremos todas as medidas para nos proteger”.

Quatro anos depois de reduzido por Lula a marolinha, o tsunami foi desafiado por Dilma a duelar com o Brasil Maravilha. “Nós estamos 100% preparados, 200% preparados, 300% preparados para enfrentar a crise”, avisou. Como o padrinho em 2008, a afilhada despejou outro balaio de medidas de estímulo ao consumo.Ficou mais fácil comprar automóveis, os congestionamentos de trânsito ficaram maiores nos dois anos seguintes. E o governo acabou obrigado a decretar durante a Copa os feriados que, segundo a presidente, acentuaram o raquitismo do pibinho.

Lula jurava que o país do carnaval foi o último a entrar na crise e o primeiro a sair. Dilma vinha repetindo de meia em meia hora que o resto do mundo inveja o colosso tropical. Conversa de 171, prova o infográfico no blog Impávido Colosso. Pouquíssimas nações fazem companhia ao Brasil no pântano do crescimento zero. A saúde da economia nativa não será restabelecida tão cedo. E pode piorar até o fim do ano.

Já na eleição de outubro, contudo, deverão ser extirpados os tumores lulopetistas, em expansão há quase 12 anos. Se continuassem sem controle por mais quatro, o Brasil democrático deixaria de existir.

Voltar para a home
TAGs:

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*

  1. Lilian

    Pena que a imensa maioria dos brasileiros nao leia seus textos, Augusto, e que muitos daqueles que tem acesso a eles e votam nao tenham consciencia da importancia do voto.

  2. Jota Eme

    Esplêndido texto, mestre Augusto. Você diz tudo, sua clareza é solar. Congratulo-me comigo mesmo pir ter a sorte de a ele ter acesso. Gostaria que todos os brasileiros pudessem acessar Augusto Nunes e Reinaldo Azevedo, ler seus textos para poderem melhor discernir e, assim, construir com segurança o Brasil que queremos.

  3. Luiz pIRA

    ´Na Unicamp foi defendida uma Tese de Doutorado pelo Dr. Mecadante, que fala da Gestão do Dr. Lulla, por que não aplicam essa tese? Deveria sair um livro para que todos os economistas possam ter acesso e salvar a econimia mundial. Em econonimia a grande Unicamp tem essa obrigação por possuir uma Tese salvadora.

  4. Valentina de Botas

    Obrigada pela atenção ao meu comentário, querido Augusto. Sim, também me extasiei com Onkotô. Não pretendi comparar a beleza impactante dele à desolação da paisagem eleitoral. É que os questionamentos e a quase angústia dela me fizeram lembrar do título do espetáculo que desenha brincadeiras (e como precisamos delas!) linguísticas para lidar com substância tão profunda. Também vejo em Marina Silva a autonomia que você aponta e acho também que Lula não reinaria por intermédio dela como faz com Dilma, em absoluto. Entretanto, a eventual vitória de Marina determinaria uma espécie de reinado oblíquo de Lula na essência do estilo deste modo de fazer política que a nega com suas instituições, diluindo seu caráter institucional para encorpar a antipolítica baseada na persona do governante. O elogio de Marina ao decreto dos soviets é um exemplo do que quero dizer; o envolvimento do PSB com o Foro de S. Paulo, outro. Se a presidente é um poste, e ela é um poste, Marina é árvore, a tal da biorana com vida própria e tal tem raízes no mesmo solo político do jeca. Falarei mais da candidata nos posts recentes do Reynaldo e do Oliver. A qualquer momento, também falarei da ótima Martha Medeiros porque, como afirmei, brincar é preciso e, graças a Deus, possível. Um beijo

    Teu comentário foi muito claro, Valentina. Eu é que não resisti à comparação. Um beijo

  5. PAULO

    Pior é que milhões de idiotas acreditam que saíram da pobreza e entraram na classe média, outra idiotice é a pessoa encher a boca pra falar que não sei mais quantos tem curso superior. Ora, de que adianta diploma de nível superior sem mercado para absorver essa mão de obra? a dilma somente passou uma maquiagem no povo, mas o povo continua pobre por dentro, e o pior, continua ignorante.

  6. […] Leia na íntegra […]

  7. angelo

    Senhores,Em atenção ao texto a pergunta é:Que País é
    este tão cheio de riquezas com um povo que se deixa
    enganar por farsantes,criminosos,incompetentes e
    corruptos e ladrões de dinheiro público,que ainda
    encontram os subservientes que lhes dá abrigo e
    votos para permanecer a Era da Mediocridade,para a
    continuação da destruição do País.Ora a Crise para
    o Brasil é a crise da incompetência,das roubalheiras
    de uma falta de gestão política,de um governo
    medíocre e podre,carente de conhecimento e lucidez,
    acompanhado por uma quadrilha de apátridas,cujo
    interesse principal é manter-se no Poder a qualquer
    custo,longe dos interesses do Brasil e seu povo.
    E ainda querem a reeleição de farsantes e ladrões
    de dinheiro público.

  8. anonimo veneziando

    Na verdade petista, LUla foi manso e magnânimo comBush. Se o cumpanhêru americânu tivesse dito qualquer coisa que lhe desagradasse, Lula da Fiuva teria dado porrada.
    Numca na estóra da repúbrica um prezimdemto mentiu tanto(tamtu).

  9. João Alves

    O mais vergonhoso para a gerentona e governanta Dilma é que o seu governo foi tão ruim, tão ruim que, a única explicação para ela estar a descer a ladeira na carreira desabalada em que vai, é que até o pessoal do Bolsa Família também já viu isso e, imediatamente, negou-lhe ao voto !

  10. Roberto

    Mais um texto brilhante, confirmando minha sintonia com Augusto.

  11. GEROLDO ZANON

    O AUGUSTO falou tudo só esqueceu de dizer que a MARINA ou o AÉCIO vão dar de 7/1 na DILMA LULA

  12. Júlia

    Já sei de quem é a culpa da recessão. A culpa é das estrelas….aliás, de uma só.

  13. odivar meneghetti

    Tomara que os lunáticos e sonháticos caso assumam a presidência sejam menos incompetentes e corruptos que os lulopetistas, porque pior que está não fica.

  14. Manuel B. Piñero

    Augusto, adoro os adjetivos que você dá ao ex-barbudo. Dou muuuuita risada. Exterminador do Plural… hilário! Por favor, nunca pare de externar seus pensamentos e preferencialmente dessa forma.
    Abraços

    Abração, Manuel.

  15. Paulo/Curitiba

    Nossa primeira preocupação é tirar a quadrilha petista do poder…..depois pensamos no que fazer com a Marina….se for o caso……

  16. Paulo/Curitiba

    Falou tudo, Augusto! Ótimo texto! Parabéns !

  17. GlorInha de Nantes

    Perfeito!
    .
    Pois é! Há 40 dias do 1º turno das eleições, a única imensa certeza que se tem, insofismável e inusitada, é que a rrousseff está fora. E o PT não apenas cai. Despenca no conceito popular.
    .
    Felizmente! Ainda que, pró-PT, predomine a ação política da aparelhada máquina administrativa federal. E apesar da promessa de “inclusão”, em órgãos de governo, em estatais, em programas sociais. E até mesmo, na prática, informalmente, já contem com os tais ConselhosGestores, as tais novas e prestigiosas instâncias de poder. Ainda assim, o projeto de poder do PT não vai resistir ao espírito dos tempos. Felizmente!
    .
    A benfazeja mudança, um processo desencadeado em 2013, é irreversível. E tem direção. É um FORA PT! repercutindo na sociedade brasileira. Quantos haitianos, cubanos, angolanos, naturalizados, seriam necessários para, com votos, reverter para o PT, o quadro eleitoral que se desenha contrário ao partido?!
    .
    [ Que esses irmãos na adversidade, em tempo, se tornem compassivos, ao ver o quanto a população no Brasil está sendo expoliada e enganada pelos “donos do Poder”! Eis um apelo aos “brasileiros” recém chegados e tão bem acolhidos, aqui, qual fossem irmãos.].
    .
    É preciso aguardar, entretanto ativos e convictos de que nos resta o trabalho de forte oposição. Ao alerta, pois!
    .
    Pedagógico e didático, o boca a boca, alertando : __ Atenção para o engodo! __ a todos os que, por demais equivocados, ainda se perdem entre o nocivo e o nefasto. À grande maioria que não se apercebe de que a “inofensiva” MarinaSilva exibe menos semelhanças com o desejável bem do que múltiplas evidências de desastres a partir do mesmo mal.
    .
    O nome da mudança é AÉCIO NEVES! A fisionomia da mudança é AÉCIO NEVES! Os administradores da mudança são AÉCIO NEVES, ALUYSIO NUNES FERREIRA, JOSÉ SERRA, fortalecendo GERALDO ALKMIN e o PSDB. Com seriedade, sobriedade, serenidade, hombridade e competência.

  18. Tasso Lima

    Caro Augusto Nunes,
    Fico feliz toda vez que leio seus artigos. Sinto-me fortalecido por saber que você, juntamente com outros magnos jornalistas, mostram a realidade, que não se deixam levar por dinheiro público. O farsante, asquero, ladrão e assassino lula nove dedos comanda, até hoje, o país. A anta da dilma, uma terrorista, ladra, apenas está na presidência graças aos votos de imbecis. E, ao que tudo indica, os eleitores imbecis, atrasados e velhacos, continuarão a votarem nessa biltre. E, outros merdas, salafrários e calhordas, votarão na cupincha e embusteira marina. Se existir lógica, compreensão e sensatez dos eleitotes, o Aécio Neves será eleito presidente deste grandioso país. Caso contrário, iremos ser um país de quinta categoria. As medíocres, dilmANTA e marina, petistas, caso uma delas seja eleita, nosso país será disseminado. Peço, aos eleitores deste fabuloso país mais respeito, mais dignidade e solidariedade. Votem no Aécio Neves. Tasso Lima.

    Chega de pt (lula nove dedos/dilmANTA, de marina silva). Se existir eleitores honestos, passaremos o Brasil a limpo. Tasso Lima.

  19. joseva

    Que governo Augusto, isso é uma quadrilha muito bem enraizada, um bando de marginais travestidos de comunistas com conta recheadas no exterior, os políticos são os sócios ocultos da empreiteiras, do bancos, especialistas em golpes de toda ordem, senhores do engenho, colonizadores que repartiram o Brasil em lotes de atuação. Povo sem brio, domesticado, fazer o quê?

  20. josé roberto

    Augusto,

    Acho que esse foi o melhor texto que você produziu, simplesmente perfeito. Eu, que vivo sufocado por pagar tantos impostos, que me impedem de gerar mais empregos, estou entusiasmado com a chegada ao fim da Era da Mediocridade, como você bem batizou. Está convidado para comemorar a saída dessa corja do poder, seja quem seja o vencedor, tomando uma gelada às margens do Rio Paraná, aqui em Presidente Epitácio. Que venha 5 de outubro, dia de meu aniversário, o dia do Bota Fora.

    Aceito o convite com entusiasmo, caro José Roberto. O Paranazão é o cenário perfeito para a comemoração. abração

  21. RONALDE

    Em 2009 os EUA produziram 3,5 milhões de veículos, neste ano vão produzir 13,5 milhões.

  22. RONALDE

    Augusto, teclei control r conforme sua orientação e ficou tudo bem, obrigado.

    Ótimo, amigo. abração

  23. João Alves

    Algumas pessoas estão sugerindo que a maneira como o Aécio está conduzindo a sua campanha está correta, sem a necessidade de precisar bater e mostrar os malfeitos do governo da Dilma, inclusive afirmando que os comentários feitos no sentido de incentivar o Aécio a bater são de pessoas completamente pueris ! Acho eu que essas pessoas que assim pensam ou são “amigos da onça” ou, até mesmo, uma 5ª coluna disfarçada ! Ora, se assim for, sinceramente, não vejo diferença entre as promessas do Aécio, da Dilma ou da Marina, pois todos, no frigir dos ovos, na hora do vamos ver, dizem exatamente as mesmas coisas, que vão fazer isso e aquilo, etc, etc… nenhum sendo louco de prometer coisas ruins ! Por outro lado, já se viu que apenas ficar falando de mensalão e outros desvios “conhecidos” de nada vai adiantar, pois os petralhas apenas afirmam que isso não é “mais” problemas deles e sim responsabilidade da nossa maravilhosa “justiça” e, assim, continuam risivelmente a valsar… Portanto, fica pois claro que a única maneira do Aécio mostrar a sua “diferença” com relação à Dilma é apontar claramente os desvios e falcatruas “faladas ainda não comentadas”, começando pelos propagados enriquecimentos ilícitos de membros e penduricalhos do PT, etc, etc. Não sendo assim, repito, pouco são as diferenças de programas ! Para o povo, o que interessa realmente é que o governo não esteja nas mãos de quadrilhas ou de pessoas que vivem tão somente a se utilizar do poder para apenas usufruir dos bens públicos em proveito e usufrutos próprios, apenas a criar facilidades para si, familiares, apaniguados e penduricalhos puxa-sacos ! A não ser que tudo não paase de boato, não posso acreditar e que seja possível que a Receita Federal não possa ajudar com relação a pelo menos isso, o enriquecimento ilícito !

  24. akira

    O PT conseguiu realizar o grande sonho, agora com o PIB negativo, tudo é vermelho…

  25. Norberto Ferrari

    Não tenho a menor dúvida quanto ao último parágrafo do texto. Dilma, a pseudo doutora em economia, conseguiu a proeza de falir com uma bizarra lojinha de bugigangas 1,99. A pretenção de governar o país com auxiliares que entendesse menos que ela (e ela só entende de caviar, se é que entende) nas respectivas áreas está levando o país na mesma direção daquela loja. Pior que Dilma, só o seu criador, o falastrão Lula.

  26. Maria

    Fico besta como ainda Graça fortes está na Petrobras que justiça fresquinha está nossa tudo isto tem que mudar por isso estou pensando seriamente em mudar meu voto para Marina será mesmo que Barbosa aceitou ser ministro da justiça de Aecio tem que mostrar na TV só vi no facebook . Não Da mais tanta corrupção inclusive dentro da justiça não da mais

  27. Denise

    Caro Augusto Nunes!

    É sempre um prazer enorme ler seus textos! Tenho comentado pouco, mas não fico nem um dia sem dar uma passadinha aqui! Aliás, se você me permite a cobrança, você não vai transformar suas crônicas em livro? Eu arquivo sempre seus textos, mas nada como tê-los em uma sequência arrumada por você! Já tenho livros de todos os meus jornalistas preferidos. Só está faltando você!
    //
    “Já na eleição de outubro, contudo, deverão ser extirpados os tumores lulopetistas, em expansão há quase 12 anos. Se continuassem sem controle por mais quatro, o Brasil democrático deixaria de existir.”
    ///
    É isto aí! Vamos extirpar em outubro os tumores lulopetistas!! Embora eu ache que não estamos escollhendo o melhor médico para esta operação delicadíssima! Muito provavelmente o tumor vai voltar a crescer, já que Marina só recentemente saiu do PT e ainda tem ligações muito forte com este partido no Acre. Além, é claro, com o próprio Lula! Seria tão bom não ter mais que ouvir falar deste senhor! Não ter que ler seus comentários raivosos! Mas não se pode ter tudo, não é mesmo? Pelo menos, como ela necessariamente vai trocar todo o comando das estatais e do governo para colocar pessoas de sua confiança, ela dará um pouco mais de oxigênio para a nossa querida democracia! Até o novo governo azeitar a máquina, já estaremos praticamente em 2018 com uma nova chance de realmente colocar no Planalto um democrata de coração!!!!!
    /
    Vou de Aécio no primeiro turno, mas COM CERTEZA de Marina no segundo, já que provavelmente ele não chega lá!!

    Chega de PT! Chega de tanto cinismo! Chega de tanto desprezo pela democracia! Chega de SERIAL SCANDALS!!! CHEGA! JÁ DEU!!
    Um grande abraço
    Denise

    Obrigado, cara Denise. O livro ainda não saiu por falta de tempo. Mas não vai demorar. Um abraço muito especial.

  28. Fernando Costa

    Concordo. Mas pra tirar os seguidores de Antonio Gramsci do poder vale tudo, até se aliar a uma retirante de butique.

  29. zé maria

    Quando o gringão chamou o anarfa de “o cara” ele acreditou sem esperar pelo fim da frase que, quem conhece um pouquinho os americanos, sabe que deve ter sido -o cara mais otário que eu já vi, que herdou uma graninha de um tal FHC e está louquinho para torrá-la e mostrar que é o fodão. Tudo bem. Prá que tonto quer dinheiro se não sabe gastar? Vamos tomar dele-. Não foi só o gringão que viu isso. Todos perceberam a inocência do idiota, que se achava o máximo por conseguir enganar um povo na maioria mais anarfa que ele. Tiraram cada qual sua casquinha do otário. Morales ficou com uma refinaria, Lugo levou uma baita grana de Itaipu, Castro ganhou um porto, áique, o moleque das carnes, passadilma e tantas outras benesses concedidas pelo “fodão”, e sua curriola, coisas que a gente nem imagina. O sujeito ficou tão “se achando” que saiu pelo mundo afora dando aulas de economia, aulas regiamente remuneradas pelo dinheiro que os seus “alunos” arrecadaram aqui mesmo. Marolinha é? E agora trouxa? Não se esconda não. Pare de ficar pedindo votos e venha fazer a sua parte para sairmos dessa.

  30. Diversão e poder

    Farsa e irresponsabilidade, e quem vai sentir a dureza do momento são os mais pobres, mais uma vez.
    Ao grupo que brincou e manteve a economia baseada no consumo não acontecerá, nada, a impunidade lhes protegerá.Causa indignação e preocupação o que será o amanhã?O que estava embaixo do tapete corroeu-o.
    Os milionários irão usufruir suas fortunas amealhadas na República deles.Pobre de nós.

  31. Mauricio A

    Meu grande arrependimento na vida é não ter mudado de país definitivamente quando pude. O brasileiro gosta de se ferrar e quer ver todos ao seu redor se ferrando juntos. A todos que me perguntam eu digo, vá com Deus porque o vazil não tem jeito.

  32. DIZ

    E para piorar , o candidato dos que pagam a conta e que poderiam reerguer o país com investimentos, e competência, não deverá ir nem para o segundo turno. Pobre Brasil que será vítima do tsunami de mentiras, bravatas e crescimento sonhatico.

  33. Gláucia

    Esplêndido post.

  34. Lucas Torino

    Perfeito. Infelizmente, a verdade é que este país é governado pela raspa do tacho. O PT é uma organização criminosa e fora do PT o que mais há são criminosos desorganizados.

  35. Felipe

    Caro Augusto.
    Tenho um sentimento, ao ver o infográfico do excelente “Impávido Colosso”, de tristeza e muita indignação, pois o Brasil não só não avança, mas regride. Ou em dilmês castiço, “desavança”. É simplesmente patética, essa presidente. O governo Dilma, parece, se cansou de pibinho atrás de pibinho e resolveu simplesmente sequer tê-lo! É estupefaciente! É uma piada! O Brasil, para aqueles que ainda não entenderam o que está acontecendo, engatou a marcha ré. Nem parado está mais. Nem pibinho tem mais. Fez-se, em 2010, uma escolha supostamente técnica ao se eleger uma pseudogerente inventada pelo ex-presidente Lula, ele próprio um pseudogerente inventado por si mesmo, a fim de acelerar o crescimento do Brasil e o resultado… Bem, o resultado é a falta de resultado! Tão simples quanto isso. E chega a ser ainda mais hilário ao ver mais uma daquelas declarações que só partem de mentes “privilegiadas”, como a da presidente, de que a Copa do Mundo e seus feriados atrapalharam o Brasil! É mesmo? Puxa, mas não era a tal Copa do Mundo que traria renda, empregos, divisas e o céu mais azul? É uma gente tão acostumada a mentir que ou acreditam mesmo na própria propaganda ou perderam completamente o senso do ridículo. Ou os dois, como parece ser o caso.
    Abraço,
    Felipe

  36. Osmario

    Li e ouvi em vários veículos de comunicação, que o governo Dilma, seria reconhecido por não deixar nenhum legado. Ledo engano: O grande legado do Governo Dilma, será o sepultamento do lulopetismo!

  37. Reynaldo-BH

    Parabéns pelo retorno à normalidade do blog. Esperamos – e torcemos – que de modo definitivo.
    Abraços.

  38. Reynaldo-BH

    “Talvez a maior lição da história seja que muitos poucos aprenderam com a história.” (Aldous Huxley).
    É difícil analisar fatos que serão história em pleno acontecimento dos mesmos. A história é construída a cada dia e quanto mais intenso – em repercussão ou importância – são os fatos, mais distanciamento crítico temos.
    O que é Marina Silva? Sabemos o que é Dilma Roussef, o poste búlgaro. E Aécio, o hesitante que se esqueceu das montanhas de Minas.
    Mas e Marina? Quem é?
    Uma política profissional que nasceu no partido que aproveitou o discurso da falsa ética para ser pior que qualquer outro.
    Foi vereadora, deputada, senadora e ministra do PT. O mesmo PT dos ladrões presos, do líder ignorante e da presidente que não consegue ser entendida.
    Confortavelmente instalada nas salas do poder, usufruindo das benesses, deixando-se ser usada pelo desastre sociológico com nome de molusco, Marina cresceu e se transformou em uma sólida alternativa de poder nestas eleições. Em que ela mesma estava relegada a um segundo plano.
    Quis o destino que matando um, restasse a outra. Nunca – nem em Sarney – uma morte (meso que indesejada pela candidata, não faço este juízo de ninguém) veio em tão boa hora para quem estava envolta em uma rede sem representação.
    Mas, convenhamos, Marina soube agarrar a oportunidade assim como se grudou à alça do caixão de Eduardo Campos. Se tínhamos Dilma a “muié do homi”, hoje temos a “viúva do outro”.
    Agora sabemos que após ser senadora e a surpresa da últimas eleições, usou este capital político para faturar como palestrante mais de R$ 1.600.000,00 (média de R$ 41.000,00/mês).
    Há algo de errado nisto? Não. Paga quem quer ouvir.
    O que é profundamente hipócrita é Marina se apresentar como “novo”. Como a detentora do direito autoral de uma “nova política”, em sequer pagar parte dos mesmos a Fernando Collor que inventou esta derivação que julga prescindir de partidos ou da própria democracia.
    Desonestidade intelectual e esperteza política indecente. Ainda longe do banditismo do PT. Embora indique uma tendência que já é preocupante.
    A falsificação do que seja diminui – e muito – o que Marina poderia ser. Mas nunca foi ou será.
    Marina é somente uma cópia de Lula sem a mitomania e doentia menos valia do senhor dos postes apagados e fios desencapados.
    Marina é uma Dilma que consegue não falar nada. Porém com alguma lógica, sem espancar a língua pátria ou defender bandido de peito aberto.
    Nisto Dilma já conseguiu um lugar permanente na história. Foi e era sempre insuperável.
    Marina prefeir o caminho mais fácil. O da cópia de tudo que o PT proemtia e nunca cumpriu. Em nome do mesmo messianismo que o filho do barril tinha. Marina tem mais experiência. Até por que estudou e parece não ter azia ao ler jornal. Marina serve para demonstrar quanto insignificante foi Lula e é Dilma.
    Para ser presidente e recuperar este país é preciso mais. Muito mais.
    Adhemar de Barros tinha orgulho em ser identificado com o “rouba mas faz”!.
    Marina parece confortável com “ o não rouba e não faz”.
    Não se pode negar que é um avanço. O PT (“não rouba nem deixa roubar”, segundo o ladrão-mor abrigado na Papuda)
    Não seria o caso de uma escolha pelos que não tenham nenhuma das alternativas como plano d governo?
    Não roubar é obedecer à lei e evitar a cadeia! Não é privilégio de ninguém.
    E fazer algo que prometeu, o mínimo que se espera de quem prometeu.
    A questão central é que Marina promete nuvens. E estas mudam com os ventos. E a culpa sempre será do vento. Nunca do piloto.
    E assim somos impedidos de ao menos cobrar o que Marina prometeu e se comprometeu.
    Até aqui ela não se comprometeu com nada.
    E nada é incobrável.

  39. Claudio

    Estou tentando dimensionar o tamanho do embrólio que vamos no meter num e eventual governo de Marina e para isso está me faltando me faltando apenas uma informação. Quem sabe os amigos aqui podem me ajudar:
    Alguém tem alguma idéia do cargo que o Suplicy vai ocupar nesse novo governo?

  40. paulo

    E voce ajudou com alguma proposta melhor para nosso Brasil?

    Sim. Repito há anos a proposta: usar o voto para expulsar do poder o bando de embusteiros.

  41. FM

    Perfeito mestre Augusto Nunes. Infelizmente esse é o país governado por embusteiros cujo povo gosta de ser engana. Incrível que ser enganado não é privilégio dos que tem pouco entendimento. Agora mesmo a legião dos pouco esclarecidos vinha lentamente diminuindo e eis que surge outra leva de enganados desta feita de gente que se diz esclarecida, sendo levado em nova aventura cujo destino pode levar o Brasil para lá do fundo do poço. É uma atração coletiva pela contra mão do mundo.

  42. Marialva

    Grande texto, Augusto!

  43. Maria Margarete Flores

    Caro Augusto,

    Texto magnifíco, fico aqui pensando será que o Aécio lê seu blog? Acredito que sim, e se lê, porque não muda de tom? Será que ainda há tempo?Talvez não. Azar o dele e azar maior o nosso. Grande Valentina de Botas. bjo aos dois

  44. Júnior

    Sensacional, Augusto. Em outubro o ebola político será enxotado . Este ebola e tão letal e pior que o africano. Tem tudo de ruim que um ser político tem, e mentiroso, cínico, corrupto , autoritário , povoado de nulidades e mediocridades a começar pelo chefe da seita que se julga um ” deus”, seria uma grande ofensa ao verdadeiro Deus . Se este pais fosse serio esta ignóbil criatura e seus asseclas estariam mofando numa cadeia. Para mim lulla e o pt nunca mais.

  45. Valentina de Botas

    Texto excelente, Augusto. Onkotô? Há uns 10 anos, o Grupo Corpo, um dos melhores do mundo em dança contemporânea, batizou com a corruptela mineira de “onde é que estou?” o magnífico espetáculo comemorativo de 30 anos de atividade. Wisnik, professor (chato) de Literatura da USP, e Caetano compuseram as músicas. A coisa toda, de uma agitação paralisante, questionava a existência com outras dúvidas em mineirês – “pronkovô” e “quemksô?”. Jovenzinha, idealista e filiada ao PT, eu pensava que sabia onde estava e para onde ia o país quando votei em Lula contra Collor; mas, antes da eleição seguinte, descobri tudo e escapei do covil ao me dar conta de que meu voto fora o gesto inútil de separar o joio do joio. A mesma certeza mediante a provável disforia de ter de escolher entre Dilma e Marina me faz perguntar “onkotô?”, “pronkivamu?”. Interpelações que remetem a um lugar-momento e à saudade do futuro. De FHC, Lula recebeu um país pronto para crescer e, do destino, um contexto internacional em tudo favorável. A conjuntura econômica mudou com o apocalipse de que só o jeca duvidou, cumprindo o segundo mandato já exibindo números ruins e exalando o miasma da imoralidade. Entregou a Dilma um país fétido à beira da exaustão administrativa e econômica, a gerente fajuta honrou o criador e terminou o serviço culminando neste pibinho e na roubalheira inédita. Mas, olhe aqui, ainda que o país crescesse a taxas chinesas dos anos 1990/2000, nenhuma ascenção compensa a derrocada moral, vertiginosa nestes 12 anos. Enquanto a escória deglutia o país, a oposição cochilava para se espreguiçar nas campanhas eleitorais; eis aí a semeadura que o PSDB colhe agora no terceiro lugar de Aécio nas pesquisas. Nada entendo de campanhas, não faço ideia do que acontecerá nem compreendo a cabeça do brasileiro que, ansiando pelo novo, prefere votar numa candidata incapaz de explicar quem custeia o avião que usava em campanha. Isso parece coisa menor e é, acontece que não se trata do tamanho da coisa, mas da postura diante da coisa e a postura de Marina não difere da de Dilma nem da de Lula: finge que não é com ela. Entendo de indignação, porém, e tomada por ela é que percebo que a Marina que governaria com Lula, como já governou e de quem se desligou por outras razões que não morais, e com FHC é a mesma que não quis apoiar Serra no segundo turno em 2010; execra Alckimin porque ele é, sei lá, paulista; e só colocou FHC na equação para simular a figura agregadora que não é e dissimular a política tradicional autoritária com cacoetes ideológicos arcaizantes que, enquanto uma súcia arrastava o país ao primitivismo e ao fiasco econômico, manteve-se calada e em guerra com o agronegócio, o setor que evitou pesadelo maior na economia. Entre Dilma/Lula e Marina/Lula, resta a angústia. Para onde vamos? Um beijo

    Vi Onkotô, Valentina. Lindo. Muito melhor que o quadro eleitoral que você descreve com a habitual competência. Mas não creio que o Lula continuará a reinar com qualquer das duas. A Marina é o que você diz, mas nada tem a ver com postes que fazem o que o chefe manda. Gosta de dar ordens. E faz questão de errar sozinha. Um beijo

  46. • Tania

    Augusto,
    convenhamos, detalhando os momentos em que a orquestra desafinou mais desastradamente, você mostra aqui por que está mais do que na hora de acabar com o baille. Que “direto ao ponto”!

    Hoje li um ‘Ferreira Gullar’
    que v o c ê publicou,
    08/09/2010, Feira Livre:
    impressiona o artigo que, situado naquele contexto, além de
    meio profético, é atual e sugestivo ao se observar como o poeta
    analisa os atores no centro daquele impasse eleitoral de 2 0 1 0!
    O título: “Vamos errar de novo?”

    http://veja abril com br/blog/augusto-nunes/feira-livre/vamos-errar-de-novo/

    Augusto,
    que bom a coluna de volta, quase já na integralidade, registrando de minha parte que, apesar do evento, os vídeos puderam ser assistidos, normalmente, e um mundo de coisas boas esteve acessível para ler… mas é claro que, sem sua presença nos “comentários” atualizados, fica-se sem referência, para dizer o mínimo. Abraço. Tania.

    As coisas foram normalizadas, Tania. Um beijo.

  47. estela

    o mais justo p os sofridos brasileiros:SEGUNDO TURNO COM AECIO E MARINA!…e como diria marina,que Deus nos ajude!!!!

  48. Reinaldo Angelin Konder

    O que o Lula diz não se escreve,nada tem consistência, ele fala aos ventos.Pior que os incautos acreditam nas lérias escusadas.

  49. Kitty

    Um primor de texto que o escriba Augusto,totalmente inspirado, nos proporciona para o nosso deleite e que merece estar no cantinho dos favoritos. Bom domingo e espero que estas líneas não desapareçam…beijo-Kitty

  50. VAQUEIRODOASFALTO

    Dia 05 de outubro está mais próximo. 45 neLLes.