Coluna Augusto Nunes

Augusto Nunes

Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido.

sobre

Colunista de VEJA.com, colaborador da edição impressa e apresentador do Roda Viva. Foi redator-chefe de VEJA e diretor de redação das revistas Época e Forbes e dos jornais O Estado de S. Paulo, Jornal do Brasil e Zero Hora. Autor do livro 'Minha Razão de Viver - Memórias de Samuel Wainer'.

A adversária com que sonham todos os candidatos do mundo

Por: Augusto Nunes

Escolher o adversário é quase sempre mais importante que escolher os aliados, repetiu Tancredo Neves em janeiro de 1984, depois da vitória sobre Paulo Maluf no Colégio Eleitoral.  “Fiz o possível para ter Maluf como oponente porque era o mais vulnerável entre os que poderiam ser apoiados pelo governo”, contou. Forçados a decidir entre um homem honrado e ûm sinônimo de corrupção, previu Tancredo, mesmo eleitores  estreitamente ligados ao regime militar evitariam associar-se à imagem de Maluf.  Acertou. “Para entender o resultado de uma votação, não se deve ver apenas quem ganhou, mas também quem perdeu”, ensinou. Frequentemente, o motivo principal de uma vitória é o derrotado.

Os partidos de oposição têm sorte: Lula escolheu por eles a adversária ideal. Como sabem há meses os frequentadores da coluna, como não demorarão a perceber milhões de brasileiros, Dilma Rousseff é incapaz de comunicar-se com cada parafuso da cabeça em seu lugar. Mais grave ainda, não tem nada de proveitoso a dizer. O mais popular dos presidentes entre os institutos de pesquisas de opinião acha que elege um poste. Até uma Dilma.

Lula também achou que transformaria Aloízio Mercadante em governador em 2006 e Marta Suplicy em prefeita em 2008. E achou até recentemente que todos os cinemas do país atravessariam 2010 tomados por multidões comovidas com a história do Filho do Brasil que virou presidente e campeão de popularidade. No fim de semana, o sucesso do século agonizava em São Paulo nas telas de meia dúzia de salas semidesertas. Não vai sobreviver ao Carnaval.

Dilma é muito mais desastrada que Mercadante, muito mais arrogante que Marta e ainda mais bisonha que o filme. A cada discurso improvisado, a cada declaração em reuniões ou entrevistas, o país é reapresentado ao espetáculo aflitivo do orador sem rumo. O sujeito agride o predicado, o substantivo não cumprimenta o verbo, a concordância é chicoteada sem dó nem piedade, os gestos colidem com a garganta, a palavra volta na mesma linha sem ser chamada nem pedir licença, a voz vive inutilmente à procura do ponto seguro que não aparece. Lula trata o português com selvageria, mas é fácil entender o que está dizendo. Dilma é incompreensível.

Exagero? Vejam o vídeo (se a dicção não ajudar, recorram à legenda) que exibe a primeira parte da Oração de São Leopoldo,  pronunciada nesta sexta-feira na simpática cidade gaúcha:.

“Cês vejam o que aconteceu durante tanto tempo no Brasil. Não se investia em tratamento de esgoto. Nos países lá da Europa, Estados Unidos, no início do século passado eles investiram em tratamento de esgoto e em benefício pra população, porque principalmente as nossas crianças, as maiores e os jovens e os idosos os maiores beneficiários do tratamento de esgoto porque o tratamento do esgoto permite que a gente cuide da nossas águas, que a gente trate as águas, melhora a saúde das pessoas, diminui a mortalidade infantil, transforma a vida de cada um de nós principalmente para nós mulheres que somos mães sabemos a importância da saúde das nossas crianças e como no início da vida delas elas são tão frágeis. Por isso é muito importante essas obras que nós estamos aqui hoje apresentando pra vocês”.

Pronunciadas em 1 minuto e 11 segundos, as 138 palavras se dividem em apenas três frases. A primeira e a última poderiam ser amputadas sem anestesia. São penduricalhos de R$ 1,99. A segunda é a essência do discurso. O tratamento de esgoto é importante para todos, poderia ter resumido a oradora. Em vez disso, enfurnou-se na selva de vogais e consoantes, especialmente hostil a mentes em combustão, para produzir mais um discurso sobre o nada.

Um candidato com mais de 10 neurônios não precisa consultar marqueteiros para saber como agir num debate com Dilma Rousseff. É só perguntar, por exemplo, o que pretende fazer, se chegar à presidência da República, na área de saneamento básico. A Mãe do PAC dirá algo semelhante ao que disse no vídeo. Ao ouvir do moderador que tem um minuto para a réplica, o adversário confessará que não entendeu nada ─ para em seguida ceder o tempo à candidata e pedir que se explique melhor. A explicação vai agravar o desastre. No Brasil, um debate pode produzir efeitos devastadores. Lula sabe disso desde 1989.  Aprendeu com o companheiro Fernando Collor.

O professor de eleição vem reiterando que quem se opõe ao governo não tem discurso. Tem de sobra, mas nem precisa de muito. Basta explorar, com alguma competência e um mínimo de ousadia, o trunfo bem mais poderoso que qualquer discurso:  a oposição ganhou de Lula a adversária com que sonham todos os candidatos do mundo.

Voltar para a home
TAGs:

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*

121 comentários
  1. Luciano

    Hahahahahah.

  2. Samuel

    hahahahahahahahaha muito boa….

  3. Jose

    Augusto

    Como poderiamos fazer para que essas informações de sua coluna pudessem chegar a mais pessoas ? Sei que esse blog é dos mais lidos no Brasil mas ainda assim o alcance é muito aquem do que seria necessário para atingirmos o número ideal de votantes num ano tão importante para a nação.
    Se dados como esses não forem passados à maioria do povo, a propaganda oficial irá vencer e aí já viu !!!!
    É preciso que essas informações se espalhem de forma a moldar a opinião dos eleitores com base em realidade e não ficção que é o que todos recebemos todos os dias pelos meios de comunicação de uma forma geral.
    A oposição parece ter medo de propagar tais assuntos de maneira mais efetiva !!!!.’
    O que você sugere se é que você quer sugerir algo ?

    Prefiro que vocês sugiram, caro José. Em seguida junto tudo num post e acrescento minhas sugestões. grande abraço, Augusto

  4. Jose Francisco Schiavo

    Caso alguém duvidasse, me parece claro agora para todos com QI acima de 35, que a “palanqueira”é mesmo uma mentecapta que está prestes a açambarcar um pudê que não podemos admitir que ela assuma.
    Vamos trabalhar como o Augusto Nunes,o Reinaldo Azevedo, Diogo Mainardi e alguns poucos outros, infelizmente, para esclarecer que assim não dá !!!!!

  5. Carlos

    Augusto, você tem toda a razão ao dizer que um debate pode ter efeitos devastadores para uma das partes. Em Curitiba, todos aqui lembram, no segundo turno (bastante concorrido) da eleição para prefeito em 2000, entre o prefeito Cássio Taniguchi, do PFL, e o candidato do PT, bastou o prefeito, engenheiro muito sério e bem articulado, perguntar ao petista: “O que você acha do PROCEL?”
    A resposta que o petista deu virou um clássico. Depois de uns 40 segundos literalmente tartamudeando (entre longos hiatos constrangedores) que o PROCEL é isso, é aquilo, é muito importante, realmente é uma coisa muito boa e não-sei-o-que-mais, o pobre homem teve de se render: “Mas, candidato, o que é mesmo o PROCEL?”, perguntou ao prefeito, entre gargalhadas contidas da platéia. Este, sorridente, falou com muita clareza sobre o programa que o petista só descobrira que desconhecia depois de discorrer sobre ele. Ali Taniguchi sentiu que tinha ganhado a eleição.

  6. Nelson

    Prezado Augusto,

    sempre tive a impressão de que seu julgamento sobre a ministra chefe da casa civil fosse mais ideológico do que objetivo. De fato, eu tenderia a simpatizar com a ideologia, mas, ainda assim, afigurava-se perigoso desprezar uma personalidade que, diz-se, caracterizava-se por extrema competência e formação intelectual.

    Ao ver este discurso, fiquei horrorizado!!!! O contraponto ao discurso da Dilma seria Odorico Paraguaçu, tecendo o seguinte comentário: “Deverasmente, o parvo assegura-se ubíqüo e o eqüino colore-se de assaz sagacidade.”

    É horripilante imaginar o cenário onde toda a estupidez de Odorico se mostra sem a sua pomposa ignorância, pois, desta forma, não podemos nem rir…

    Cheguei a imaginar que a ministra procura parecer ser “do povo”, mas não acredito sinceramente que creia que “o povo” vangloria a estupidez pela estupidez… Espero que Joãozinho Trinta esteja certo e prevaleça a máxima de que: “Quem gosta de pobreza é intelectual; pobre gosta mesmo é de luxo!” Com certeza, qualquer discurso descontraído de Serra é “um luxo” perto da barbárie lingüística perpetrada pela ministra.

    Um abraço

    Caro Nelson,
    confesso que demorei a acreditar que a Dilma fosse tão rasa, tão primária, tão tosca. Mas as coisas fazem sentido quando se lembra que ela passou a vida em silêncio. Começou a falar há meses, e então tudo ficou claro. Não sei se você leu todos os textos publicados na coluna sobre a Dilma. A série “Discurso sobre o Nada” junta as platitudes e bobagens que andou dizendo. Mas acho que cinco textos resumem a ópera. Se você não leu, dê uma olhada e diga o que achou. Um é “Dilma é o Pacheco de terninho”, republicado em 6 de janeiro. Os outros quatro formam a série “Radiografia de uma Fraude”. Saíram nos dias 16 de novembro, 6 de dezembro, 8 de dez. e 10 de dezembro. abração, Augusto

  7. jaimesdp

    Agora põe o video …

    Ponho o que quiser. A coluna não faz parte da rede de comunicações oficiais liderada pela TV Brasil. Mande pra lá o que você quer ver, companheiro Jaime. Cai fora.

  8. rafernandes

    Augusto,

    Páre com isso! Vc está prestando um desserviço ao País. Não podemos ficar denunciando as fragilidades desta aparvalhada; a petralhada precisa continuar acreditando que ela emplacará facilmente e, em assim sendo, deixará de investir no polimento da figura, se é que isso é possível.

  9. AMüller

    Obrigado pela oportunidade de ouvi-la …

  10. ANTONIO FERREIRA DE CARVALHO

    Pode-se imaginar o caos que tínhamos no BRASIL se o carro-chefe da economia brasileira, o BANCO CENTRAL DO BRASIL, fosse gerido por petista louco e sonhador daquele que querem o real mais forte do que o dólar e o euro e uma economia toda estatal, como faz o maníaco Chávez na Venezeula.
    Ah! o governo PT tem méritos, aproveitou tudo de bom que se plantou com muita luta e derrotas desde os anos 70 e agora se intitula dono do milagre.
    Imagine-se o Telefonia toda estatizada, as TVs, os Bancos, as mineradores e os companheiros na direção dessas empresas.
    Seríamos um Haiti sem terremotos ou mesmo com fortes terremotos vindos por castigo.
    O POVO BRASILEIRO PRECISA PENSAR QUE O PRESENTE ECONÔMICO DO BRASIL É PRODUTO DE UM PASSADO DE 40 ANOS DE TRABALHO DE LUTAS INGLÓRIAS CONTRA UM GIGANTE CHAMADO INFLAÇÃO.

  11. Ela esta tentendo se mostrar como do povão, com linguajar dos analfabetos e semi-analfabetos que são a maioria nesse país.

  12. Groucho Marx

    Você poderia ter recusado meu comentário, é um direito seu, mas não edite pela metade. Agindo assim você está sendo desonesto!

    Como o companheiro não entendeu a metodologia da coluna, vou desenhar. Faça de conta que isto aqui é um clube frequentado por golpistas da elite, louros de olhos azuis, gente da imprensa reacionária, latifundiários improdutivos e exploradores do trabalho escravo. Quando aparece alguém que não pertence a tais categorias, o porteiro tem três opções: deixar entrar (aí o comentário entra inteiro), proibir a entrada (aí o comentário vai pro espaço) ou permitir que o estranho dê uma espiadinha (aí só entra a metade do corpo, ou do comentário). Foi o teu caso. Vou perguntar ao porteiro por que resolveu agir assim. Deve ter sido por causa desse Groucho que você furtou de um Marx que merece respeito.

  13. Antonio Carlos

    Para escutar Dilma, a minha Pink Dink Doo, só com um engove antes e outro depois. É ruim demais. Se os sintomas persistirem procurem um médico. De preferencia no SUS.

  14. PAULO ROBERTO

    Augusto,
    V. tem toda razão, a pergunta que nos é feita nas eleições está errada, é insuficiente. Nos perguntam a quem escolhemos. Na realidade deveriam nos perguntar a quem escolhemos e quem rejeitamos. O eleitor deveria ter o direito/dever de dar dois votos, um contra e outro a favor. Esta resposta das urnas seria muito mais precisa. Pense bem, quando foi última eleição que V. teve a felicidade de votar a favor de alguém, quase sempre vota-se contra, escolhe-se o menos pior. Concorda?

  15. jose carlos

    A Dilminha é a versão feminina de Antonio Mendes Maciel.

  16. Paulo-BH

    Bom…

    Sugira ao Lula que diga isso no debate com o FHC.

  17. Fitzcarraldo Silva

    Prezado Augusto.

    Se quiser, pode mandar o meu endereço eletrônico para o Ixmael – BH – 23:57

    Já mandei, amigo. abração, Augusto

  18. vivi

    Augusto, credo, agorinha mesmo estava ouvido a CBN e o cara de pau de Berzoini defendendo apavoradão o DILMÃO e o LULLÃO! Que medo eles tem do Presidente Fernando Henrique! O PSDB tem tudo na mão! E é bom lembrar que O LULLA PERDEU 2 eleições do FHC NO PRIMEIRO TURNO!!!! Comparar pode ser perigoso! Se beber não VOTE!!!

    Abração!

  19. Shere W.

    Vcs só esquecem de uma coisa:
    Não importa o resultado de um debate, ou o que ele mostra. De manhã, por todos os butecos, todas as associações, todas as beiras de bancas e em todos os grupelhos dos “Ih! minha filha”, em todas as tocas onde a pátria e o coração foram vendidos por favores miseráveis; lá vão estar a postos, ao chamado feito às madrugas em casas e antros esquisitos, os “verdadeiros” veiculadores do resultado.
    “Viu, o ‘banho’ que a “dôtora” deu?”
    Com um jeitinho especial algum capengo ‘encostado'(cuja dormência de pé ocorre só em algumas ocasiões) que adeja pelo bairro com um olho destrutivo, um riso nocivo, e um bolso enchido com vergonha, terá nas mãos a “chave” que entope os principais entroncamentos das vias do esgôto do local …
    Se por um ato de bravura um morador ousar desdizer a tal “pregação” poderá ter a terrível sorte de ver seu filho tomar um balaço na saída da balada, ou encostarem todas as imundícies perto de sua filha, inundarem as frestas de sua casa de larvas de pestes …
    Quem não conhece o “endurecer” da matilha não o viu em sua cidade. Quem o viu em sua cidade pode não estar onde está Celso Daniel, Tim Lopes, Marcus Menna, Bussunda, Brizola, ou mais cercado que Galileu.

  20. berlatto

    Caro Augusto, depois de ver essa performance toda da Dilmona com a nossa culta e bela. Afirmo peremptoriamente: Dilma não foi alfabetizada…abraços.

  21. AMüller

    Subestimar o adversário(a) é o primeiro passo para derrota. Não te engane com o que ouve e vê. Nem tudo é o que parece.

  22. frederico menezes - PE

    Augusto, voce viu o texto – carta do Gilberto Geraldo Garbi(Acho que é esse o nome) para o Lula? Esplendorosa. Foi objetivo, contundente, com argumentos lógicos e citando fatos desde o início do atual governo. Vale reproduzir. Embora não tenha à ver com o assunto, gostaria tambem de assistir um debate de FHC e Lula.Acho que seria um massacre, assim como será o debate entre Serra e Dilma.Esta não tem condições de ordenar as idéias e passa toda uma superficialidade, todo um vazio que será devastador para sua campanha. Se a campanha de Serra for bem feita e este for propositivo e firme na defesa do que foi implantado anteriormente pelo PSDB, a oposição vencerá.É o que espero junto com minha família e muitos amigos.

  23. Deodato Filho

    Patético!! A Marisa Leticia fala muito melhor!!! Parafraseando um intelectual carioca “A Dilma calada é uma poeta”

  24. Evaldo Augusto Torres Alves

    Augusto Nunes colocou muito bem a Dilma.
    O pior que quem ganha eleição hoje é o marqueiro competente.
    O Governo possui uma máquina toda a seu favor, usa-se o dinheiro público com total desfaçatez.
    Mentem de corpo e alma, como o Afonso Romano Sant’Anna, cita em seus versos.
    E para completar o “Lula faz discurso para os pobres e governa para os ricos”

  25. Ixmael - BH

    Sr. Nélson Freitas (1:32)
    Pela primeira vez eu lhe vejo no blog.
    Já chegou arrasando. Texto fino e
    matador. Por favor, dê-nos o prazer
    de sua presença com mais frequência.
    Contatos por email, via Sr. Nunes.
    aBHraços.

  26. Nélson Freitas

    Ô, Augusto, os distúrbios da paquiderme (mãe do PAC… só pode ser paquiderme, não?) estão bem explicados no Gênesis, o primeiro Livro da Bíblia. No início de 2003, Lula fez o Brasil (antes era o caos) e viu que estava bom – o filme do Barretão não decolou por isso.. . Lula não é filho do Brasil… é PAI do Brasil. Depois, fez todas as coisas que há e viu que tudo estava bom. Lá pelo sexto dia da criação, às vésperas do seu descanso, sentiu que faltava alguém para governar o paraíso e dar continuidade à sua obra. Ficou em dúvida se criaria um homem ou uma mulher. Ainda com a dúvida martelando em sua cabeça iniciou seu projeto e só se decidiu já no acabamento – será uma mulher. Pronto! Viu que estava bom, e deu-lhe o nome DILMA (teve outros nomes, mas acabou retornando ao original).

    Mas alguma coisa não lhe parecia bem. Devido à sua indecisão, se homem ou mulher, talvez não tenha dosado corretamente os hormônios. Então, como bom torneiro-mecânico que era, fez-lhe uma cirurgia plástica. Como o resultado não foi o esperado, decidiu-se por uma cirurgia bariátrica, acreditando que isso pudesse dar uma regulada na testosterona.

    (Na cirurgia bariátrica, na teoria, com o reposicionamento de parte do intestino, o alimento entra em contato mais rápido com o íleo (a parte final do intestino delgado), o que pode aumentar a produção do GLP1 (hormônio que estimula a produção de insulina)).

    Eureka! GLP? Não teve dúvidas. Como bom torneiro-mecânico que era, mandou ver (a mídia foi enganada e noticiou que era linfoma). Só que em vez de reposicionar o íleo entre o duodeno e o jejuno, o Deus-Lula ligou-o diretamente ao esôfago da moça. E deu no que deu. Agora, a bichinha palanqueira mistura tudo: creche, saneamento, gasoduto com esgoto. Gasoduto, no caso dela, é aquela via bostérica (que agora ficou muito próximo da boca) por onde também trafega gás (não o liquefeito de petróleo, como Lula pensou). E esgoto, bem, está tudo ligado, né?

    É por isso que só fala m…

    Muito bom, Nélson. abraços, Augusto

  27. elianemoura

    Ó… ela é um traste, mas quando chegar perto das eleições o PT encomenda uma$ pe$qui$a$ hone$ta$, ela passa pra 40% e ganha a eleição com 63%! Essa gentalha não vai querer sair do poder tão cedo.

  28. também de Minas

    Ah,ia pedir a inclusão de D.Dilma na votação do Homem sem visão da década,mas vejo que já tiveram a idéia.Desconfio que essa ela ganha.

    Como o Brasil só pôde inscrever um representante no Homem sem Visão da Década, a vaga ficou com o Lula. Dilma, Homem sem Visão de 2009, merece participar de algum evento internacional ainda neste ano. Vamos ver juntos qual é o melhor…abraços, Augusto

  29. Ixmael - BH

    Estamos elaborando uma rede de
    contatos dentro do blog. Se os
    amigos identificarem de onde são,
    certamente tudo fica muito mais fácil.
    Aos que quiserem participar, basta
    pedir ao Sr. Augusto que nos repassem
    seus emails. Boa semana para todos.

  30. CelsoK

    Caro Augusto, esses dias tem sido divertidíssimos. A vida seria muito chata sem esse tipo de material. Quando recebe o reforço do Celso Arnaldo então…

    Por favor, não pare de publicar esse verdadeiro ‘surto’ de desconexões proverbiais, que ao que tudo indica, aponta para um curto-circuito entre os dois neurônios. Ou seja, chocaram-se e não se desconectaram, provocando descargas verborrágicas contínuas sem paralelo.

    E a turma lá atrás do falatório se abanando. Não seria apenas por conta do calor mas para desembaralhar as palavras flutuando desordenamente no ar.

    Agora a turma do ‘croque': Marx, Brutus e Barros. Se não conseguem entender a diferença entre ‘oratória’ e ‘falta de cérebro’, podem tentar ajudar a companheira perdida e… coitadinha, cheia de bons antecedentes e boas intenções, escrevendo os discursos dela (Ela estava virando uma folha de discurso, perceberam seus imbecis? Então, ou ela não sabe ler, ou ela mesmo escreveu ou quem escreveu é uma besta ao cubo, uma vez que a quadrada já existe). Ou podem trabalhar como editores nos blogs e na impressa oficial, incubidos de retocar o besteirol que vocês dizem, não é importante mas que afronta até pessoas com o primeiro grau de instrução. Elas também precisam entender o que a Tia de vocês disse para saber o que pretende fazer ao governar o país (rsrsrsrs). Ou vocês acham que é fechar os olhos, tapar os ouvidos e votar sem questionar a Mãe de Todas as Candidatas, confiando que fará um governo “exemplar”??? Esse é o sonho da petralhada para permanecer no poder: imaginou que o povo inteiro desse país é burro mas gostaria de ver isso confirmado nas urnas, sem questionamentos.

    Ééééé camaradas! A farra de vocês acabou e com ela vocês virarão pó. Sem cabide de empregos, sem benesses às nossas custas, sem infestar a mídia e sem moral. Mas sempre há uma Venezuela para onde podem se mudar. Aqui, não é a Venezuela!

    PS.: Ah, Augusto, parece que li algo na internet mas não fui atrás, sobre o antológico programa da Luciana Gimenez ter mostrado numa parte da entrevista, a Mãe do PAC fazendo um ou uma(?) omelete. Fico imaginando o resultado e, pode ser um bom parâmetro para avaliar a possível capacidade de condução do país. Caso venha a publicar algo sobre o tema, por favor nos prepare psicologimente antes. Abs.

    Salve, grande CelsoK. A coisa esquentou. A companheirada não para de mandar comentários implorando pra gente mudar de assunto. Teremos tempo para todos, mas a prioridade é o Discurso sobre o Nada. O Brasil merece conhecer a figura. Nesta semana, aliás, vou conversar com o Celso Arnaldo sobre o livro com os melhores momentos da Dilma. E bate o bumbo.
    abração, Augusto

  31. Rose Perito

    Dilma é muito mais desastrada que Mercadante, muito mais arrogante que Marta e ainda mais bisonha que o filme.
    É demaisssssssssssss.

    Lendo o comentário de Celso Arnaldo, repito o que disse em outro post: eles (governo e cia) estão tão vaidosos e tão arrogantes que perderam a noção de tudo: inflam absurdamente os números de seus feitos (sempre no comparativo com os antecessores, não importando a situação econômica anterior), dizem disparates históricos (como o caso dos petistas nos últimos 50 anos), menosprezam as obras dos outros, se auto-elogiam constantemente.
    Está se tornando caso clínico (dela e do Chefão) a auto-idolatria sem medidas.
    E acrescento: Da. Dilma não tem condições não só para se candidatar ao mais alto cargo da república, como também duvido de sua capacidade para o cargo de ministra da casa civil – ela é muito ruim.

  32. KGB666

    Nei Monteiro dia 07 às 14,29 – hahahaha essa maluca deve ser filha ou aluna da DilmaStela…é de rir. Pessoal essa Dilma é tão apocada, que ella perde prô apedeuta, como diz o Augusto o Lulla fala asneira mas a gente entende. Não me levem a mal no que vou dizer:: essa Dilma se um dia fez faculdade, ella deve ter sido pres. de DCE , aqueles alunos profissionais que faltam aulas, qdo a aula começa elles aparecem lá pela metade da aula e ainda outras vezes saem antes da aula terminar pq tem reunião no DCE – em suma são os piores alunos da faculdade. Tenho dois sobrinhos que levaram 8 anos p/se formarem num curso de 4 – ambos são petralhas roxos e filiados.

  33. Ronald

    Prezado Augusto, essa mulher deve ter algum distúrbio funcional. Alguém tem que dizer para ela que não se defeca pela boca…Nem quero imaginar o odor que sai daquela boca.
    Ninguém merece !!!
    Sds

  34. marcos paula

    Augusto, você acertou na mosca. A mulher é mesmo ruim. Eu já tinha comentado isso com amigos quando o Rio de Janeiro ganhou o direito de hospedar as olimpíadas. No mesmo dia ela participou de uma mesa redonda na GNT e foi uma piada. Sinceramente acho ela meio analfabeta.

  35. Curioso...

    nasci em 1951 e começei o ensino médio no Colégio Estadual em 1966, mesmo fazendo um ano de admissão ao ginásio. Quantas BOMBAS a Dilma levou, tendo nascido em dez/1947, para só passar no estadual em 1965?

  36. Just-for-fun

    Entre Colégio eleitoral e voto popular parece me que existe muita distância, e num país composto por analfabetos que apenas passaram por salas de aulas, cujo o conteúdo foi ministrado por aqueles que confundem educação com doutrina, tudo pode se esperar independente de quem seja o candidato. Quanto ao Trancredo pode se dizer que foi mais um que esteve no poder antes, durante e quase depois dos militares, tudo que este político fez foi para se beneficiar, descartando o lero-lero dos cupinchas não consigo me lembrar de nada que realmente tenha sido feito em prol da nação.

  37. Malu

    O QUE ESTÃO ESPERANDO PARA JOGÁ-LA NO ESGOTO? QUEREM QUE “ISSO DAI” SEJA MEU PRESIDENTE? DEUS NOS LIVRE.

  38. Pedro Couto

    A distinta, candidata a Presidencia da Republica, devia ter no minimo senso de ridiculo, não é possivel uma pessoa que ocupa o cargo que ela desempenha, conseguir falar tanta baboseira em tão pouco tempo, alem do mais devia ter vergonha tambem de se expor na mídia sem o devido preparo.

  39. Impagável -RJ

    O receio é que ela esteja sendo preparada para perder. Não acredito que o anuro alcoolico não saiba que vai perder. Isso está parecendo devaneio tipo Jânio. Perde, depois inviabiliza o próximo governo e volta nos braços do povo…Entenda povo como MST Etc Etc. Trapizomba etílica na baderna de petista doido…

  40. maria-maria

    Não consigo ser otimista. Com a oposição que nos representa, ou melhor, com a oposição que áo longo dos desgoverno lulla tem silenciado sobre os crimes de lesa-pátria, permitido o reiterado desmonte da constituição, permitido ao mentecapto que usufrua de poderes ditatoriais e se mantém conivente com todos os descalabros… esperar o quê?

  41. Groucho Marx

    Tudo isso é …

    O Groucho não é da tua turma, companheiro. Teu negócio é o outro Marx, o Karl, aquele que o Nelson Rodrigues definiu em três palavras: “uma besta quadrada”. Sinta-se definido também.

  42. Aldo Matias

    Augusto,
    Como sempre uma análise perfeita. Adjetivar só a desmerece.
    Só tenho um receio. O PT vai aprofundar as ações para esconder a candidata (torço para tenha ao seu lado, como fiel escudeiro, o inefável Ricardo Berzoini). Tenho comigo que não vão deixá-la participar de debates e, se participar, será de comum acordo com as emissoras, tipo Bandeirantes com Fernando Mitre, para levantar a bola em cima de textos preparados pelos marketeiros. Esta é a razão de Lulla ter escolhido e doutrinado seus capangas para a tal “eleição plebiscitária” que outra coisa não quer que não seja continuar sua auto promoção que, já afirmou, vai continuar fazendo país afora até o dia das eleições e assim não sobra espaço para discussão dos rumos para o país, além de blindar sua “candidata”.

  43. REFLEXÃO

    O povo só está preparado para reconhecer o que é bom, depois que perde.
    Na política o herói está sempre na oposição.
    Que Deus tenha misericórdia do povo, afinal quem decidiu pela morte de Cristo.
    Mesmo sabendo que Ele veio para morrer.

  44. Paulo Santana - SP

    Boa tarde Augusto

    A Dilma é o “Rolando Lero” da escolinha do professor Lula.

    Um grande abraço e muita saúde sempre

  45. Henrique Filho

    Como brasileiro, que estudou, trabalha e paga impostos torço para que acabe logo o ano e nos livremos do lulismo. O duro é que ainda faltam 327 dias, como registra o marcador do blogo do José Carlos Aleluia, para essa turma escafeder-se. E o lulismo é insaciável, como revela a informação deste domingo de que o governo apedeuta contratou 100 mil novos “assessores”. Quer dizer, são os nossos impostos direto na veia de de pelegos e mensaleiros lulistas.

  46. Thuya/MG

    LuizTeske disse:
    07/02/2010 às 12:54
    “Ele que se vangloria da sua falta de estudos, só pode querer um candidato mais burro que ele.”
    Parabéns. Confesso que não tinha pensado, bem pensado talvez, mas você colocou seu pensamente de forma tão clara e objetiva. É mesmo, uai.
    Onde ele encontraria alguém pior que ele? Na Casa da Moça. Elementar, meus caros amigos comentaristas. A Dilma. A sucessora.
    Obrigada, um abraço

  47. Paulo Silveira

    Complemento sobre o Dr. Tancredo e o Dr. Paulo.
    A certa altura, Dr. Tancredo teve que dizer que Maluf ia renunciar para ele ir na tv e negar. Assim, o Figueiredo teve que desistir de arrumar outro candidato.

    E Dr. Tancredo fez sua primeira nomeação depois de eleito: Delfim netto como líder da oposição.

  48. Lia

    A candidata ruinzinha é mesmo o sonho de consumo da oposição. Só espero que os tucanos não fiquem batendo bicos e acabem torrando na fogueira das vaidades, pondo tudo a perder.
    Aguentar Lula 8 anos está sendo mais do que dose. Pensar que a filha do ET de Varginha pode ficar 4 no poder é dose e meia. Haja caixa de isopor.

  49. Ney S. Monteiro

    Complementando meu comentário, pra quem não viu o outro vídeo aí vai o link.

    http://www.youtube.com/watch?v=k2UQprQLUmQ&feature=player_embedded#at=11

    Com certeza o texto foi escrito pela DIlma.

  50. Ney S. Monteiro

    Augusto, rolou na rede recentemente uma entrevista de rua (certamente montada) em que uma jovem falava coisas sem sentido (a tal do ponto ATOM).
    Estou desconfiadíssimo que o texto que aquela moça interpretou foi escrito pela DIlma tentando explicar nosso futuro.