Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Yduqs, controladora da Estacio, compra dono do Ibmec por R$ 1,92 bi

Empresa anunciou a aquisição do grupo americano Adtalem, que controla a escola de negócios fundada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes

Por da Redação
Atualizado em 21 out 2019, 11h44 - Publicado em 21 out 2019, 11h43

A Yduqs, que controla a Estacio, anunciou a compra do grupo educadional Adtalem Brasil, informou nesta segunda-feira, 21, a empresa em fato relevante ao mercado. A transação gira em torno de 1,92 bilhão de reais. Entre as marcas adquiridas pelo grupo estão o Ibmec, conceituada faculdade escola de negócios, que tem como um de seus fundadores Paulo Guedes, ministro da Economia.

Além do Ibmec, a Aldalem Brasil, controla as marcas  Wyden (FMF, Unimetrocamp, Facid, UniFBV, Facimp, UniRuy, Área 1, Unifavip, Unifanor e Faci), Damásio Educacional, SJT Med e Clio. É considerado o décimo maior grupo de ensino superior privado do Brasil.  A Adtalem se prepara para avançar no campo da medicina. O grupo venceu a licitação para obtenção de dois novos cursos no âmbito do Programa Mais Médicos II (Ji-Paraná/RO e Açailândia/MA). As instituições selecionadas pelo Ministério da Educação (MEC) poderão oferecer 50 vagas por ano em cada cidade. Atualmente, a Adtalem opera uma faculdade de medicina (Facid) com cerca de 580 alunos.

Com a aquisição, a Yduqs passa a somar 678 mil alunos e receita líquida de 4,485 bilhões de reais, considerando o período de 12 meses encerrado no segundo trimestre de 2019 . Segundo a Yduqs, a aquisição “é transformacional” para a história da companhia que pretende fortalecer sua presença no Norte e Nordeste. A empresa disse ainda que as marcas adquiridas serão preservadas.

O valor total da aquisição será pago na conclusão da transação, que depende da aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), sendo que a conclusão é esperada para o primeiro semestre de 2020.

Continua após a publicidade

No comunicado, a Yduqs afirma que manterá todas as marcas e afirma que a transação agrega valor aos ativos da companhia. A empresa chama atenção ao posicionamento do Ibmec no mercado. “Com posicionamento premium, tendo sido eleito a melhor escola privada de negócios do país pelo Guia do Estudante nos últimos três anos, além de deter credenciais de prestígio, como o selo “OAB Recomenda” em todos os seus cursos de direito”, afirma. O Ibmec foi comprado por 700 milhões pelo grupo Adtalem, em 2017.

Nas redes sociais, alunos do Ibmec mostraram descontentamento com a aquisição temendo que o diploma da conceituada instituição perca o valor. “Iniciei o MBA pelo Ibmec e possivelmente terei o diploma emitido pela Estácio”, “Nunca busquei meu diploma e agora ele não tá valendo mais nada mesmo: Estácio comprou Ibmec”, “A controladora da Estácio comprou a controladora do Ibmec, sei nem o que esperar disso” foram algumas das postagens feitas no Twitter após o comunicado da aquisição.  

(Com Reuters)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.