Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Viagra, picanha e cerveja: o curioso extrato de compras das Forças Armadas

O índice de superfaturamento do medicamento pode chegar a 143%, segundo apuração dos parlamentares

Por Victor Irajá Atualizado em 18 abr 2022, 21h48 - Publicado em 11 abr 2022, 17h05

O deputado federal Elias Vaz (PSB-GO) relatou a VEJA que o levantamento feito por ele e sua equipe das compras de Viagra pelas Forças Armadas aponta a suspeita de superfaturamento dos comprimidos por parte da instituição. Segundo o deputado, houve casos em que a Marinha comprou o medicamento por 3,65 reais em 7 de abril de 2021, e o Exército, por 1,50 real — apenas uma semana depois, em 14 de abril do ano passado. Ele diz que, até o final da tarde desta segunda-feira, 11, entrará com um pedido de investigação junto ao deputado Marcelo Freixo (PSB-RJ) para apurar supostas irregularidades.

“Eu tenho feito pesquisas e os gastos do Exército chamam a atenção. São compras de filé, picanha, bacalhau e cerveja”, afirmou ele. “E, agora, descobrimos essas compras de Viagra, com sinais de superfaturamento”, diz ele. Foram 373,2 mil quilos de picanha e mais de 80 mil cervejas das marcas Heineken e Stella Artois só no ano passado. Os parlamentares vão acionar o Ministério Público Federal  para pedir investigação sobre indícios de superfaturamento na compra de Viagra para as Forças Armadas. O índice pode chegar a 143%, segundo levantamento dos parlamentares.

“Além de gastar dinheiro público com Viagra, tudo indica que o governo Bolsonaro ainda comprou acima do preço de mercado. O Congresso Nacional e a toda a sociedade merecem uma explicação. O brasileiro está amargando um reajuste terrível no valor de medicamentos e faltam remédios para doenças crônicas nas unidades de saúde. Enquanto isso, o governo está gastando para atender as Forças Armadas com Viagra”, afirma Elias Vaz.


Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.