Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Uber se prepara para oferecer serviço de táxi aéreo

Os testes começam em 2020 nas cidades de Dallas e Los Angeles, ambas nos Estados Unidos

Por Da redação Atualizado em 10 dez 2018, 09h22 - Publicado em 8 nov 2017, 18h59

A Uber anunciou nesta quarta-feira que pretende lançar um serviço de táxi aéreo a partir de 2020. Os testes começam nas cidades de Dallas e Los Angeles, ambas nos Estados Unidos. Os voos comerciais devem ter início antes de 2028, quando Los Angeles será sede dos Jogos Olímpicos.

Segundo a empresa, esse modelo de veículo aéreo é mais silencioso, seguro, acessível e ambientalmente amigável do que os helicópteros. “UberAIR será construído para diminuir o congestionamento, o tempo do passageiro no trânsito e, no longo prazo, contribuir para a redução na emissão de gases de efeito estufa”, informou a empresa em comunicado.

Estimativas da própria Uber calculam que o preço do serviço aéreo deve ser competitivo com a modalidade UberX, em viagens com a mesma distância. Já o tempo poderá ser reduzido de 1 hora para minutos.

Um trajeto entre o Aeroporto Internacional de Los Angeles e o ginásio esportivo, Staples Center, também em Los Angeles, leva 1 hora e 20 minutos com um carro da UberX. Com uma aeronave, o tempo de viagem passa para 27 minutos.

 

Uma das parcerias da UberAIR será com a brasileira Embraer, uma das cinco fabricantes de avião do projeto. O aplicativo de mobilidade também se juntará com um grupo para trabalhar com a Nasa no desenvolvimento de conceitos e tecnologias que tornam o manejo de tráfego aéreo não tripulado mais seguro e eficiente – o foco da Uber será em viagens urbanas.

A UberAIR não contará com uma frota de helicópteros, mas irá operar com aeronaves elétricas que decolam na vertical. Cada viagem poderá acomodar até quatro passageiros.

Continua após a publicidade
Publicidade