Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Só 9% dizem que não pretendem fazer compras na Black Friday

Pesquisa do Google mostra que adesão de novos varejistas ao saldão fez que com consumidores comprassem em novas categorias, como viagens e beleza

Os brasileiros compraram o equivalente a 2,1 bilhões de reais pela internet na Black Friday do ano passado. O gasto médio foi 1.178 reais, indicando uma disposição para gastos de maior valor. Neste ano, só 9% afirmaram que não vão aproveitar as promoções da Black Friday, que cairá em 23 de novembro.

Quando a pesquisa ouve apenas quem fez compras na promoção de 2017, o porcentual cai para 2%, de acordo com pesquisa do Google. O principal motivo é a falta de dinheiro.

Durante anos, smartphones, TVs e eletroportáteis foram os produtos mais vendidos da Black Friday. Com a maior adesão de lojistas ao saldão virtual, roupas, calçados e acessórios entraram na lista dos artigos mais buscados nos portais de vendas, segundo pesquisa do Google. Eletrônicos e vestuário devem ser novamente os mais itens comprados na sexta-feira promocional de 2018.

No ano passado, os brasileiros compraram em 3,9 categorias diferentes, entre elas eletrônicos, viagens e beleza — o que representa uma alta de 15% em relação a 2015.

“Os consumidores estão mais acostumados com o meio virtual. Além disso, os varejistas perceberam o poder de venda da Black Friday e, desta forma, começaram a participar do evento”, afirma Rafael Campion, líder de inteligência de mercado do Google.

Volume de buscas

Em 2017, o volume de buscas por produtos no Google registrou crescimento de 57% no dia da Black Friday, em relação à media das sextas tradicionais de novembro, anteriores ao evento. Procuras específicas por eletrônicos e eletroportáteis apresentaram variação de mais de 300% no mesmo período de comparação.

Apesar de a data ganhar cada vez mais solidez no Brasil, a falta de confiança nas promoções é impeditivo para 37% dos entrevistados participarem do saldão. Por outro lado, 75% dos consumidores que já comprarem nesta sexta-feira especial afirmaram que gastaram o valor médio que esperavam.