Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sinduscon: PIB revisado da construção terá alta de 4,8%

Por Circe Bonatelli

São Paulo – O Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (Sinduscon) estima que o Produto Interno Bruto (PIB) revisado do setor em 2011 vai mostrar um crescimento de 4,8%, ao contrário dos 3,6% informados hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo o vice-presidente de Economia do sindicato, Eduardo Zaidan, a apuração inicial do IBGE desconsidera serviços associados à construção que serão incluídos na revisão das contas nacionais. “Quando o PIB do ano passado for recalculado pelo IBGE com todas as demais variáveis, veremos que a construção cresceu cerca de 4,8%”, estima Zaidan.

Ele lembra que, em relação aos materiais de construção, o IBGE considera apenas o que foi produzido no País, excluindo os dados do comércio de insumos importados, que serão incluídos na revisão. Em 2011, o crescimento da produção de materiais foi de 4%, mas as vendas do varejo cresceram cerca de 9,1%, contabilizando aí um grande volume de insumos importados.

Em nota, o Sinduscon-SP lembra que, há dois anos, o IBGE inicialmente divulgou que a construção havia crescido cerca de 1% em 2009. Recentemente, ao recalcular o PIB do setor, divulgou que o crescimento havia sido de 8,3%.