Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Seis em cada dez empresários consideram importante adotar tecnologia 5G

Por outro lado, a maioria das empresas sequer discute a instalação da quinta geração de conectividade sem fio

Por Pedro Gil 6 out 2023, 08h02

Uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgada nesta sexta-feira, 6, aponta que 61% dos empresários industriais consideram importante ou muito importante adotar a tecnologia 5G. Apesar da avaliação positiva, 54% das empresas ouvidas sequer discutem a instalação da rede. A falta de infraestrutura adequada na região e o alto custo para implementar a tecnologia lideram a lista de barreiras à adoção.

Das empresas consultadas que acham a adoção da tecnologia relevante, 35% responderam que discutem o tema, mas não têm plano formal de implementação; outros 14% já têm um planejamento para aderir, e apenas 8% já instalaram a rede. Já entre todas as empresas ouvidas, apenas 6% têm o 5G instalado na empresa. A pesquisa ouviu 1.002 profissionais que lideram a área de tecnologia de empresas industriais de pequeno, médio e grande portes. “Mais agilidade e eficiência nos sistemas de comunicação são traduzidas em ganhos de produtividade e em mais competitividade para a nossa economia”, diz Robson Braga de Andrade, presidente da CNI.

A tecnologia 5G é mais rápida do que outras redes convencionais, possui maior capacidade de conexão de dispositivos ao mesmo tempo e menor latência de internet. Quase metade dos empresários (47%) têm pouco ou nenhum conhecimento sobre ela. Quando questionados sobre os obstáculos à adoção da tecnologia 5G, 64% dos empresários apontaram a falta de infraestrutura adequada na região das empresas como principal barreira externa. O alto custo de soluções e equipamentos para as redes privativas, a falta de suporte das operadoras de telecomunicações nos serviços prestados e o alto custo das operadoras para o fornecimento e manutenção do serviço empatam em segundo lugar. E nas barreiras internas, o alto custo para implementar a tecnologia é apontado como a principal dificuldade.

Os empresários ouvidos durante a pesquisa não pretendem fazer investimentos em redes privativas imediatamente: 20% pretendem investir em um período de 12 a 18 meses e 41% daqui a 18 meses ou mais. Do grupo que já tem um plano de investimento, 48% das empresas levarão mais de um ano para investir, e 40% daqueles que consideram a adoção muito importante ou importante devem investir na rede privativa em um prazo de mais de 18 meses.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.