Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Saiba como consultar o saldo do PIS pela internet

Trabalhadores de qualquer idade poderão sacar o saldo da conta do PIS/Pasep até 28 de setembro - depois disso, só os maiores de 60 anos

O presidente Michel Temer sancionou hoje lei que amplia a possibilidade de saque do saldo do PIS/Pasep para cotistas de todas as idades que trabalharam entre 1971 e 1988. A permissão de saque nessas condições é válida apenas até 28 de setembro. Até a sanção da lei, a idade mínima para sacar o PIS/Pasep era 70 anos, mas o Planalto já havia editado uma medida provisória reduzindo esse limite para 60 anos.

A partir de 28 de setembro, voltam a valer as regras anteriores, ou seja, apenas pessoas com 60 anos ou mais estão aptas a retirar o benefício. Até lá, beneficiários de qualquer idade podem fazer a retirada do dinheiro.

Veja abaixo como consultar o saldo da conta do PIS

A consulta do saldo do PIS é feita pelo site www.caixa.gov.br/cotaspis – a opção ‘consulte seu saldo’ está no lado direito da página. O beneficiário deverá informar seu CPF, PIS o NIT, a data de nascimento e dizer se é aposentado ou não. Depois deverá clicar em ‘não sou um robô’ e em ‘continuar’.

Em seguida, é preciso cadastrar uma senha em um outro site da Caixa (clique aqui). Se  beneficiário já possui Senha Cidadão (usada no Cartão Cidadão) é preciso informar o PIS e clicar em “cadastrar senha”. Depois, deve escolher as opções ‘aceitar o contrato’,  informar a Senha Cidadão e registrar a senha desejada para a consulta de cotas. Se não souber o número do PIS, a consulta deve ser feita em outro site.

Quem não tem a Senha Cidadão deve preencher o PIS e clicar em “esqueci a senha”. Em seguida, aceitar o termo e preencher os dados. Se tiver Cartão Cidadão, ainda é preciso ligar para o número 0800-726-0207 para fazer o pré-cadastramento da senha e se dirigir a uma lotérica para finalizar o processo. Quem não tiver o cartão, deve ir à Caixa.

Os servidores públicos, que participam do Pasep, podem consultar suas cotas em http://www.bb.com.br/pasep. É preciso informar também CPF, ou então o número de inscrição no programa, que pode estar anotado na Carteira de Trabalho, além da data de nascimento.