Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Preço dos ovos de Páscoa varia até 91,24%, segundo Procon

Além da discrepância de valores, o consumidor vai pagar mais caro neste ano pelos bombons e ovos de chocolate

A diferença de preço entre os ovos de Páscoa chega a 91,24% de uma loja para outra, segundo pesquisa divulgada nesta quinta-feira pela Fundação Procon-SP. Também vai ficar mais caro presentear neste ano. Os preços dos bolos de Páscoa (1,12%), bombons (3,12%) e ovos de chocolate (4,84%) ficaram mais caros do que em 2017, Apenas os tabletes de chocolate tiveram redução de preço (-4,25%).

Entre os ovos, o Surpresa Pet Cachorros (Dog Ventures) de 150g da marca Nestlé é o que apresenta a maior discrepância de valor. No Walmart da zona oeste de São Paulo, o consumidor encontra o ovo por 22,48 reais. Nas Lojas Americanas do centro da cidade, o mesmo item é vendido por 42,99 reais. O preço médio do ovo é de 33,68 reais.

A segunda maior variação de preço foi encontrada no ovo Diamante Negro de 300g da Lacta (80,09%). O maior preço foi encontrado nas Lojas Americanas (53,99 reais), mas o consumidor poderia encontrar o mesmo produto por 29,98 reais no Walmart.

Dos 172 itens pesquisados, o bombom da marca Montevérgine registrou a maior variação de preços (117,22%). As caixas Avelã bag 185g e Cereja bag 195g custavam 12,99 reais nas Lojas Americanas, mas 5,98 reais no hipermercado Andorinha, da zona norte de São Paulo.

Entre os tabletes de chocolate, a diferença de preço chegou a 78,35% no produto Amaro de 135g da Lacta. O maior preço foi identificado no supermercado Kanguru, na zona leste da cidade (7,99 reais). O chocolate custa 4,48 reais no Walmart.

Três sabores do bolo de Páscoa da Bauducco apresentaram 57,24% de variação – foram os produtos Colombas Pascal Mousse Sabores Chocolate, Trufa e Snickers de 800g. No Walmart o preço é de 20,98 reais. Nas Lojas Americanas, 32,99 reais. 

É possível conferir a pesquisa completa do Procon-SP neste link.

Procurado, o Walmart informou que realiza pesquisas de preços sistematicamente no mercado. “Apresentamos os menores preços no total da cesta de compras dos clientes. Isso é garantido pelo modelo de negócio da empresa, o Preço Baixo Todo Dia (PBTD), no qual os preços da rede são menores no conjunto do sortimento oferecido nas lojas e valem por períodos mais longos, semanas ou meses, e não apenas em promoções de um dia”.

O hipermercado Andorinha afirmou que reconhece o atual cenário econômico do país. “Com muito trabalho e fé em Deus buscamos praticar o preço baixo e justo, com grande variedade e alta qualidade de nossos produtos”.

Lojas Americanas e Kanguru não retornaram o contato até a publicação da matéria.