Clique e assine a partir de 9,90/mês

Petrobras: projeto de refinaria no MA é adiado para 2018

Por Da Redação - 10 jul 2012, 16h25

Por André Magnabosco

São Paulo – A Petrobras informou nesta terça-feira que a conclusão da obra de construção daRefinaria Premium I, no município de Bacabeira (MA), deverá ocorrer em meados de 2018, encerrando assim o suspense acerca do cronograma do projeto. Na divulgação do Plano de Negócios 2012-2016 no mês passado, a estatal se limitou a informar que a unidade não entraria em operação até 2016, conforme previsto anteriormente. Esperava-se, inicialmente, que a primeira fase começaria produção em 2016 e a segunda, em 2019.

A companhia destacou em nota elaborada após encontro entre a presidente Maria das Graças Foster e governadora maranhense, Roseana Sarney, que ainda há possibilidade de a conclusão da obra na refinaria ser antecipada para o segundo semestre de 2017.

Graça aproveitou o encontro para assegurar à governadora que a construção da Refinaria Premium I é essencial para que a Petrobras tenha condições de atender à crescente demanda por combustíveis no País. “A refinaria é importante para nós, acreditamos em sua viabilidade e devemos demonstrá-la”, reafirmou Graça Foster, conforme a estatal. A companhia agora trabalha para “adequar o projeto aos parâmetros internacionais de preço, prazo e uso de tecnologia padronizada.”

Continua após a publicidade

O encontro contou com a presença dos diretores da Petrobras José Carlos Cosenza (Abastecimento), José Antonio de Figueiredo (Engenharia, Tecnologia e Materiais) e José Eduardo Dutra (Corporativo e Serviços).

A Refinaria Premium I consistirá de dois trens independentes de refino, cada um com capacidade para processar 300 mil barris de petróleo por dia. O principal produto da Premium I será o Óleo Diesel 10 ppm, com 55,8% da produção. Também serão produzidos QAV (20,8%), nafta petroquímica (14,1%), GLP (4%), coque (3,8%) e óleo bunker, de aviação (1,5%).

Publicidade