Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pepsico, Danone e Nestlé se unem para fabricar garrafas ecológicas

As empresas esperam produzir 18.000 toneladas de PET com material vegetal a partir de 2020

A americana Pepsico se uniu às europeias Danone e Nestlé Waters em seu projeto para desenvolver garrafas de plástico 100% biodegradáveis a partir de material vegetal sustentável. No ano passado, a Danone e Nestlé Waters se juntaram à empresa americana Origin Materials em um projeto para criação de garrafas plásticas feitas a partir de fibras de celulose  papelão usado, serragem, entre outros materiais.

O PET (polietileno tereftalato), um material reciclável, é um dos plásticos mais difundidos, amplamente utilizado para embalagens de alimentos e principalmente garrafas. Dos 20 milhões de toneladas produzidos a cada ano no mundo, menos de 1% não vem da indústria petroquímica.

Após conseguirem produzir amostras de PET com 80% de base biológica no ano passado, as companhias esperam produzir garrafas com 75% de base biológica até 2020, além de aumentar rapidamente esse porcentual para pelo menos 95%.

Mehmood Khan, vice-presidente e diretor científico da PepsiCo, disse que a empresa está interessada na produção de garrafas a partir de fontes sustentáveis e que não reduzam recursos alimentares.

“Um de nossos compromissos é com a redução das emissões de carbono. A embalagem com base biológica está em linha com nossas metas”, afirmou.

As empresas esperam produzir 18.000 toneladas de PET de material vegetal a partir de 2020 em uma fábrica construída para esta finalidade no Canadá.