Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Pentágono ordena que funcionários voltem ao trabalho

Maioria dos 400.000 funcionários foram afastados em paralisação do governo

Por Da Redação 5 out 2013, 16h24

O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Chuck Hagel, ordenou que a maior parte dos 400.000 funcionários do Pentágono afastados por causa da paralisação do governo volte ao trabalho, disse uma fonte oficial neste sábado. A decisão foi aprovada na Câmara de Deputados, com 407 votos contra zero.

Leia também:

Leia também: Câmara dos EUA aprova pagamento retroativo a servidores suspensos

O Pentágono foi um dos departamentos mais duramente atingidos pelo fechamento parcial do governo desde a última terça-feira. Metade dos 800 000 funcionários federais foram forçados a deixar seus postos dentro do Departamento de Defesa.

Saiba mais:

Após paralisação, estados americanos cogitam ‘abrir as torneiras’

Continua após a publicidade

Republicanos avaliam votar acordo orçamentário mais amplo

Bancos adotam medidas preventivas em caso de calote dos EUA

Logo após o fechamento do governo entrar em vigor, o presidente Barack Obama assinou uma lei assegurando que 1,4 milhão de militares na ativa ao redor do mundo, incluindo tropas no Afeganistão, continuassem a ganhar seus salários. A lei também permite que o Departamento de Defesa chame de volta os funcionários civis para dar suporte às forças militares em ação.

(Com agências Estadão Conteúdo e Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade