Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Panasonic espera prejuízo anual recorde de US$10 bi

Os grandes encargos com reestruturação da empresa além das baixas contábeis foram responsáveis pelo prejuízo histórico da Panasonic

Por Da Redação 3 fev 2012, 07h28

A Panasonic informou nesta sexta-feira que está se encaminhando para um prejuízo de 780 bilhões de ienes (10,24 bilhões de dólares) para o ano fiscal que se encerra em março, acima das expectativas do mercado de perda de cerca de 6,2 bilhões de dólares. O prejuízo deve ocorrer quase que inteiramente por causa de grandes encargos com reestruturação e baixas contábeis, incluindo a unidade Sanyo Electric.

A empresa também não cumpriu expectativas de terceiro trimestre, assumindo prejuízo de 197,6 bilhões de ienes contra resultado positivo um ano antes. Além disso, até o final de março a Panasonic está promovendo cortes de 17 mil empregos.

Em comentários a jornalistas nesta sexta-feira, o presidente da Panasonic, Fumio Ohtsubo, não deu indicação de que planeja reduzir a divisão de televisores: “Eu não creio que seja um negócio que perdeu seu potencial de crescimento”. O executivo afirmou que a Panasonic quer “desenvolver a TV de maneira diferente” ao explorar crescimento em vendas para empresas em vez de direcioná-las a consumidores.

Para o presidente da consultoria japonesa Fukoku Capital, Yuuki Sakurai, a Panasonic não está focada em um objetivo em particular. “No que exatamente esta empresa é boa? O que ela quer fazer? Eles não têm respostas a estas questões”, afirmou.

A previsão de prejuízo se soma a expectativas de resultados negativos das empresas concorrentes Sony e Sharp, em perdas combinadas de quase 17 bilhões de dólares. A ferrenha competição de rivais internacionais como a sul-coreana Samsung Electronics, além da baixa demanda e iene valorizado são alguns dos fatores para explicar esse cenário.

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade