Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

País cria 132 mil empregos formais em maio, pior saldo desde dezembro

Segundo dados do Caged divulgados pelo Ministério do Trabalho, setor de serviços puxou a abertura de novos postos

Por Da redação
Atualizado em 27 jun 2024, 17h06 - Publicado em 27 jun 2024, 16h58

Em maio, foram abertas 131.811 vagas com carteira assinada, segundo as informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). O Brasil conta hoje com estoque total de 46,606 milhões de empregos ativos com carteira assinada.

No mês, foram 2.116.326 admissões e 1.984.515 desligamentos. O resultado é o pior desde  dezembro – quando houve variação negativa de 448 mil vagas –  e o terceiro mês consecutivo com retração na criação de vagas. 

 Em relação à remuneração, os dados mostram que o salário médio de admissão dos homens é de.R$ 2.217,72  e o das mulheres é menos do que a metade deles com R$ 1.012,82.

Serviços lidera a demanda por profissionais

O destaque de criação de vagas ficou mais uma vez com o setor de serviços que registrou em maio 69,3 mil novas vagas, seguido pelo agro com 19,8 mil novos empregos com carteira assinada no mês. 

Continua após a publicidade

O setor de construção teve criação de 18.149 empregos, quase empatado com a indústria que registrou 18.145 novos empregos com carteira assinada. Já o setor de comércio registrou 6.375 novos empregos.

Recuo no Rio Grande do Sul derruba resultado da região Sul

A região Sudeste foi a que liderou a criação de vagas em números absolutos com 84.689 vagas, seguida pelo Nordeste com 31.742, Norte com 9.912 e Centro-Oeste com 9.277. Fortemente afetado pelas chuvas, o Rio Grande do Sul fechou 22,1 mil postos de trabalho, deixando a região Sul com saldo negativo de 9.824 vagas.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.