Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

OCDE aponta melhora no cenário das principais economias

O indicador composto de crescimento, que leva em conta 33 países-membros, subiu para 100,7 em outubro, ante 100,6 em setembro, atingindo o maior nível em mais de dois anos

Por Da Redação 9 dez 2013, 11h46

O cenário para a maioria das principais economias melhorou, com a zona do euro ganhando ímpeto devido ao enfraquecimento da crise de dívida na região, informou a Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) nesta segunda-feira.

A organização, que tem sede em Paris, informou que seu indicador composto, que contempla 33 países-membros, subiu para 100,7 em outubro, ante 100,6 em setembro – o maior nível em mais de dois anos. A leitura para a zona do euro aumentou para 100,9 ante 100,7 em setembro, o que é um indicativo de “mudança positiva no ímpeto”, segundo informou a OCDE em comunicado.

Leia também:

OCDE vê recuperação na Europa e emergentes em queda

OCDE sugere que Brasil melhore gestão de contas públicas

OCDE mantém previsão de alta de 2,5% do PIB do Brasil em 2013

A leitura para a maior potência da região, a Alemanha, subiu para 100,7, ante 100,5. O indicador para a França melhorou para 100,2, ante taxa de tendência de longo prazo de 100,0 em setembro.

A OCDE informou que a economia americana, a maior do mundo, está perto da sua taxa de tendência com leitura estável de 100,8. A economia japonesa ficou acima da velocidade de sua tendência, em 101,3, acima de 101,1 em setembro.

(com agência Reuters)

Continua após a publicidade

Publicidade