Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Minoritários não conseguem cadeira no conselho da OGX

Acionistas tampouco conseguiram aprovar a criação de um conselho fiscal

Por Da Redação 12 set 2013, 17h25

A OGX escolheu três membros para o Conselho de Administração em assembleia geral extraordinária de acionistas nesta quinta-feira, 12. Minoritários da petroleira de Eike Batista não conseguiram eleger um representante, nem concretizar o desejo de instalar um conselho fiscal. Foram eleitos conselheiros Julio Alfredo Klein Junior, Luiz Eduardo Guimarães Carneiro e Pedro Borba.

A diretoria havia apresentado os nomes de Klein, como conselheiro independente, e de Carneiro, presidente da OGX. Borba entrou também como independente, no lugar da indicação de Leonardo Brunet Mendes.

Leia também:

Minoritário da OGX pede bloqueio de bens de Eike

Minoritários tentam reaver na Justiça dinheiro perdido com ‘micos’

Continua após a publicidade

Willian Magalhães, candidato dos minoritários, não conseguiu uma cadeira. A assembleia, que começou com mais de uma hora de atraso, foi convocada para votar a composição do conselho depois que os ex-ministros Pedro Malan (Fazenda), Rodolpho Tourinho Neto (Minas e Energia) e Ellen Gracie (ministra do Supremo Tribunal Federal de 2000 a 2011) deixaram seus cargos de conselheiros da companhia, em junho deste ano. À época, a empresa não informou a razão da saída.

Leia também:

Derrocada da OGX faz bolsa mudar critério do Ibovespa após 45 anos

Saldão do Eike: confira o que o empresário já vendeu para pagar dívidas

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade