Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Merkel e Cameron admitem que pacto fiscal não é suficiente para resolver a crise

Por Carsten Koall 7 jun 2012, 11h25

A chanceler alemã Angela Merkel e o primeiro-ministro britânico David Cameron admitiram nesta quinta-feira que o pacto fiscal não é suficiente para resolvre a crise na Eurozona.

Falando à imprensa ao término de seu encontro em Berlim, Merkel disse que o pacto, que pretende controlar os déficits públicos na UE, é “necessário, mas não a única condição” para acabar com mais de dois anos de turbulências na Zona Euro.

Publicidade