Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Kodak anuncia criação do seu ‘bitcoin’, e ações disparam

Empresa centenária, que já chegou a dominar o mercado de fotografia mundial, terá uma plataforma digital para licenciamento de imagem com criptomoeda

Por Da redação 10 jan 2018, 12h36

A empresa de fotografia Kodak anunciou nesta terça-feira a criação de uma sistema de licenciamento de imagem baseado na tecnologia das criptomoedas, como o bitcoin. A companhia pretende criar também sua própria moeda virtual, chamada de Kodakcoin, que será usada para pagar fotógrafos dentro da plataforma.

  • Após o anúncio, as ações da empresa mais que dobraram, subindo de 3,10 dólares para 6,80 dólares (10,07 reais a 22,09 reais) na bolsa de Nova York.

    A Kodak informa que a tecnologia por detrás das moedas virtuais (blockchain) serve como solução para garantir que a autoria das imagens seja atribuída corretamente na sua plataforma KodakOne, e ajuda no rastreamento das fotos.  O sistema foi desenvolvido junto com a empresa Wenn. O blockchain funciona como uma espécie de registro público, compartilhado entre todos os participantes de uma rede.

    A empresa fará uma oferta de moedas virtuais para levantar fundos para novo negócio – initial coin offering (ICO), em inglês, no dia 31 de janeiro.

    Fundada em 1888,  Kodak já chegou a mais de 140.000 funcionários e dominou o mercado de fotografia mundial. Mas, com erros de estratégia como ignorar a fotografia digital por muito tempo, pediu concordata em 2012. A empresa saiu do processo de recuperação em 2013. Após restruturação, a empresa vendeu patentes e se desfez do negócio de câmeras fotográficas.

    Continua após a publicidade
    Publicidade