Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

John Oliver, um comediante que influencia a economia

Apresentador britânico foi eleito uma das 50 pessoas mais influentes do mundo na área econômica pela agência Bloomberg

Entre banqueiros, empresários, pensadores e lideranças políticas globais, um nome destoou na lista de pessoas mais influentes do mundo divulgada na última quinta-feira pela agência Bloomberg e publicada também pela revista Businessweek: é o do comediante e apresentador britânico John Oliver. Sim, um comediante é uma das pessoas mais influentes do planeta na área econômica.

Assista a seguir a cinco momentos em que John Oliver fez graça com temas complexos:

 

Oliver, de 39 anos, ganhou projeção na TV americana como integrante do extinto talk show The Daily Show, comandado por Jon Stewart. Desde 2014 ele apresenta o talk show Last Week Tonight with John Oliver, do canal HBO, que também é exibido no Brasil.

Assim como outros apresentadores do gênero, Oliver usa o noticiário como matéria-prima para fazer piada. Mas o britânico tem um tato especial para tratar de temas espinhosos, que leigos muitas vezes têm dificuldade para compreender. Ele faz rir – e também faz pensar.

Em junho deste ano, por exemplo, o programa exibiu um segmento de 20 minutos para explicar o problema do endividamento das famílias americanas. O quadro abre explicando por que as pessoas se endividam. “São as dívidas que explicam as escolhas recentes de Nicholas Cage”, diz Oliver. Ao lado dele na tela aparecem cartazes de filmes abaixo da crítica estrelados pelo ator americano nos últimos anos.

O Brasil já foi tema de programas – e piadas – de Oliver algumas vezes, como na Copa do Mundo e na Olimpíada do Rio. No país, tiveram particular repercussão os vídeos em que ele fez troça dos panelaços que ocorriam durante os pronunciamentos da ex-presidente Dilma Rousseff ou o caos da política brasileira na esteira do escândalo do petrolão (ver vídeo abaixo).

A lista elaborada pela Bloomberg é a mesma em que o juiz federal Sérgio Moro apareceu em décimo lugar, próximo de nomes como o megainvestidor Warrenn Buffett (9º) e do empresário Elon Musk, da Tesla Motors (11º). O outro brasileira na lista é o investidor Jorge Paulo Lemann, um dos controladores da Ambev, que apareceu em 41º.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. ele é bem engraçado, assisti varias vezes

    Curtir

  2. Ele é bem chatinho… mas para o nível atual do jornalismo esquerdista de Veja ele satisfaz…

    Curtir

  3. Micky Oliver

    My famous cousin!

    Curtir

  4. João Ninguém

    Esse cara é uma mala sem alça. Sua fala tem a profundidade de um pires.

    Curtir

  5. Jonathan David

    Agora comediante é levado a sério em questões económicas? Não se atentaram para o que ele e o programa faz?

    Curtir

  6. Aloisio Barros

    Que graça tem esse cara? Um chato metido a entender do que não entende e fazer piada sem graça com temas que não são da realidade dele.

    Curtir