Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Japão dá bolsas de estudos para brasileiros — ajuda chega a 4.726 reais

Os estudantes têm isenção das taxas acadêmicas, passagens de ida e volta e auxílio financeiro para se manter no Japão

O governo japonês abriu as inscrições para interessados em concorrer às bolsas de estudos MEXT (Ministério da Educação, Cultura, Esportes, Ciência e Tecnologia) para alunos de cursos de pesquisa (pós-graduação), graduação, escola técnica e curso profissionalizante. Os selecionados têm isenção das taxas acadêmicas, passagens de ida e volta e auxílio financeiro para se manter no Japão — valor que pode variar entre 3.460 e 4.726 reais mensais.

Para candidatura no curso de pós-graduação é necessário que o estudante cumpra alguns pré-requisitos, como ter nacionalidade brasileira (estudantes com dupla nacionalidade japonesa serão excluídos), nível superior completo ou formação prevista para junho de 2019 e conhecimento avançado na língua inglesa ou japonesa. Outros tópicos podem ser consultados no link. As inscrições encerram-se em 29 de maio.

Mesmo os estudantes com pouco conhecimento no idioma japonês podem se inscrever. O governo oferece curso da língua durante os seis primeiros meses da bolsa. É recomendado, no entanto, conhecimento básico no idioma.

Os cursos disponíveis devem ser consultados na embaixada (no Distrito Federal, Goiás e Tocantins) ou pela internet, no site Japan Student Services Organization.

O governo japonês também oferece bolsas de graduação para 21 cursos  (clique aqui e confira). Os estudantes precisam ter até 21 anos e histórico com alto rendimento escolar. As inscrições se encerram no dia 18 de junho.

As bolsas de escola técnica englobam apenas cursos de engenharia (mecânica, elétrica e eletrônica, informação, materiais, civil e marítima). Nesse caso, os interessados têm até o dia 18 de junho para se inscrever.

Os cursos profissionalizantes da MEXT oferecem bolsas nas áreas de tecnologia, nutrição e cuidados pessoais, educação e bem-estar, administração, moda e economia doméstica, cultura e educação geral. O período do curso é de três anos. A inscrição também vai até o dia 18 de junho.

A seleção será feita em duas fases. Na primeira, os estudantes estão sujeitos à análise curricular, além de provas escritas em inglês e japonês. Os aprovados participam de uma entrevista. Para estudar modelos de provas anteriores os alunos podem acessar o site Study in Japan.

As provas para ambos os idiomas são obrigatórias, mas apenas a maior nota será considerada. Essa etapa do processo é eliminatória e os candidatos com pontuação miníma terão documentos e projetos avaliados.

Os estudantes de pós-graduação enfrentam outra etapa: é necessário entrar em contato com a universidade desejada e realizar o envio dos documentos necessários para o Japão. Os detalhes desse processo podem ser consultadas pelo site da embaixada.

Os estudantes também podem tirar dúvidas com o Departamento Cultural pelo telefone (61) 3442-4200 ou pelo e-mail cultural.japao@bs.mofa.go.jp.