Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

‘Inflação do aluguel’ sobe 0,64% em março, com avanço de alimentos

Entre os componentes do Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), a alta dos preços no atacado teve maior influência no mês

Por Reuters Atualizado em 28 mar 2018, 15h10 - Publicado em 28 mar 2018, 09h11

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) encerrou março com alta de 0,64%, após avanço de 0,07% em fevereiro, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quarta-feira. O indicador de inflação é tradicionalmente usado como referência para reajustes de preços em contratos de aluguel. Com o resultado, o índice acumula variação de 0,20% em um ano.

  • Entre os componentes do IGP-M, o  Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60% do indicador geral, teve alta de 0,89% depois de cair 0,02% em fevereiro. Nesse item, os Bens Finais avançaram 0,57% no mês, depois de caírem 0,71% em fevereiro. O movimento foi impactado principalmente pelos preços de alimentos in natura, que saltaram 9,86%, sobre deflação de 2,24% em fevereiro.

    Os preços ao consumidor mostraram menor pressão, uma vez que o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), com peso de 30% no IGP-M, desacelerou a alta a 0,14% em março, de 0,28% no mês anterior. A principal contribuição, segundo a FGV, partiu do grupo Transportes, cuja alta desacelerou a 0,40% em março de 1,16% no mês anterior.

    Já o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) avançou 0,23% no mês, contra alta a 0,14% no período anterior.

    Continua após a publicidade
    Publicidade