Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Grupo de CCR e Invepar construirá via no RJ

RIO DE JANEIRO, 19 Abr (Reuters) – O consórcio Rio Olímpico, formado pela CCR, Invepar e Odebrecht TransPort Participações foi declarada nesta quinta-feira vencedor de concorrência da concessão da Ligação Transolímpica, segundo fato relevante divulgado pela CCR.

O grupo ofereceu o maior valor de outorga, de 57,970 milhões de reais, e agora aguarda a adjudicação da concessão.

A concorrência, promovida pela prefeitura do Rio de Janeiro por meio da Secretaria Municipal de Obras, tinha como objetivo selecionar a melhor proposta pela concessão da outorga dos serviços de implantação, operação, manutenção, monitoração, conservação e realização de melhorias do trecho de 13 quilômetros que ligará o bairro de Deodoro à Barra da Tijuca, de acordo com a CCR.

A via terá pedágio e faixa exclusiva para ônibus articulados (BRT, na sigla em inglês)

CCR e Odebrecht TransPort têm, cada uma, 33,33 por cento do consórcio, enquanto a Invepar tem 33,34 por cento.

A Transolímpica faz parte do pacote de investimentos para os Jogos Olímpicos de 2016, que serão realizados no Rio de Janeiro.

“Com a participação neste projeto, a CCR busca dar continuidade ao demonstrado interesse na exploração das oportunidades no Estado do Rio de Janeiro, bem como na promoção do seu desenvolvimento sustentável por meio da melhoria da infraestrutura de transporte”, afirmou a companhia.

No início de abril, a CCR anunciou a compra de 80 por cento do capital social da Barcas S.A., que faz transporte de passageiros entre Rio de Janeiro e Niterói, por um valor de 72 milhões de reais, sujeito a ajustes.

As ações da CCR operavam em queda de 0,20 por cento, a 15,18 reais às 16h31, enquanto o Ibovespa cedia 0,62 por cento no mesmo horário.

(Por Carolina Marcondes)