Clique e assine a partir de 9,90/mês

Greve: país tem 10 aeroportos sem combustível

A Infraero recomenda aos passageiros que procurem suas companhias para consultar a situação de seus voos

Por Redação - Atualizado em 30 Maio 2018, 15h20 - Publicado em 30 Maio 2018, 08h24

A greve dos caminhoneiros, que completou 10 dias nesta quarta-feira, provoca o desabastecimento dos aeroportos. Levantamento divulgado no início da tarde pela Infraero informa que 10 aeroportos estão sem combustíveis. São eles: São José dos Campos (SP), Uberlândia (MG), Campina Grande (PB), Juazeiro do Norte (CE), Palmas (TO), Imperatriz (MA), Londrina (PR), Montes Claros (MG), Brigadeiro Protásio (não é o Aeroporto Internacional de Belém) e Maceió (AL).

Em nota, a administradora de aeroportos informa que “alertou aos operadores de aeronaves que avaliem seus planejamentos de voos para que cada um possa definir sua melhor estratégia de abastecimento de acordo com o estoque disponível nos terminais de origem e destino”.

De acordo com a Infraero, as aeronaves que chegarem a esses aeroportos só poderão decolar se tiverem combustível suficiente para a próxima etapa do voo.

Aos passageiros, a Infraero recomenda que procurem suas companhias para consultar a situação de seus voos.

Continua após a publicidade

No início da manhã, a companhia contabilizava sete aeroportos sem combustível para operar.

Publicidade