Clique e assine a partir de 9,90/mês

Greve geral esvazia o centro de São Paulo

As ruas, geralmente abarrotadas de carros, tinham pouco trânsito e poucas pessoas circulavam pelas calçadas

Por Vinícius Pereira - Atualizado em 28 Apr 2017, 15h52 - Publicado em 28 Apr 2017, 09h28

A greve geral fez com que diversas empresas fechassem suas portas no centro de São Paulo — local de muito movimento tradicionalmente. A falta de transporte e o ‘efeito cascata’ da greve derrubaram o movimento e muitos comerciantes decidiram baixar suas portas. “Estou fechando pois hoje não tem praticamente ninguém andando pelas ruas”, afirmou Ivo Alexandre, de 47 anos, dono de um café na rua Libero Badaró.

As ruas, geralmente abarrotadas de carros, tinham pouco trânsito e poucas pessoas circulavam pelas calçadas. “Hoje o dia está morto. Greve, chuva e frio. Desse jeito ninguém sai mesmo de casa”, afirmou Rosalva Silva, 63, dona de uma banca de jornal na rua Formosa.

Alguns manifestantes chegaram a colocar fogo em pneus na avenida 9 de julho, um dos principais acesos ao centro, mas o bloqueio já foi controlado pela Polícia Militar.

Publicidade