Clique e assine a partir de 9,90/mês

Funcef tem R$ 800 milhões para aplicar em private equity

Por Da Redação - 14 set 2011, 16h59

Por Altamiro Silva Junior

São Paulo – A Funcef, fundo de pensão dos funcionários da Caixa Econômica Federal, vai ampliar seus investimentos em fundos de private equity. Com R$ 800 milhões disponíveis para aplicar, a fundação está avaliando 22 propostas de investimentos de gestoras, segundo Demósthenes Marques, diretor de investimentos da Funcef. No meio desses novos fundos estão gestoras internacionais. Atualmente, a Funcef tem recursos investidos em 33 fundos de private equity. O objetivo com a avaliação dessas 22, segundo Marques, é selecionar sete ou oito e chegar a 40 ou 41 gestoras.

A fundação tem patrimônio de R$ 43,6 bilhões, segundo dados de julho. O executivo disse que até 10% desse total poderá ser alocado em private equity. Mas o total de capital voltado para esses fundos está abaixo desse porcentual. É, atualmente, de R$ 3,6 bilhões, por isso o espaço para aumentar a alocação, destaca Marques. Desse total, R$ 2,5 bilhões já foram alocados em fundos e outro R$ 1,1 bilhão já foi comprometido com gestoras, embora ainda não tenham sido alocados.

Três áreas foram escolhidas como prioritárias para os investimentos da Funcef: o segmento de consumo, o setor de infraestrutura e as empresas que operam em setores onde o Brasil tem vantagens competitivas, como o agronegócio e o pré-sal. Os 33 fundos investidos já aplicaram em 99 empresas e avaliam mais sete investimentos.

Continua após a publicidade

A Funcef é o terceiro maior fundo de pensão do Brasil. O ranking é liderado pela Previ, dos funcionários do Banco do Brasil. Marques participou hoje do Private Equity World – Brasil 2011, evento promovido pela Terrapinn.

Publicidade