Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Filme ‘O Irlandês’ deve impulsionar ações da Netflix

Longa-metragem de Martin Scorsese, que estreia nesta quarta-feira, acirra a concorrência com outras plataformas de streaming, como Disney e Apple TV

Por da Redação - Atualizado em 27 nov 2019, 20h46 - Publicado em 27 nov 2019, 20h25

O lançamento do filme O Irlandês nesta quarta-feira, 27, pode dar o impulsionamento necessário nas ações da Netflix para acompanhar o restante do mercado de streaming, segundo o banco J.P. Morgan. A informação foi divulgada pelo site Markets Insider. “Acreditamos que o momento poderia começar a se tornar mais positivo com o lançamento do ‘The Irishman'”, escreveu a instituição financeira em nota aos clientes na terça-feira, 26.

Os analistas do banco acrescentaram: “Acreditamos que a Netflix poderia fornecer uma métrica de visualização antecipada durante a próxima semana, o que, em nossa opinião, poderia ser o próximo catalisador”. O aumento da concorrência de novas plataformas, como Disney Plus e Apple TV Plus, continua pesando sobre as ações da empresa.

A antecipação do lançamento do filme na quarta-feira provavelmente ajudou a embalar o recente solavanco, disseram analistas do J.P. Morgan. O projeto representa o maior investimento em filmes da gigante de streaming e um avanço contínuo na criação de conteúdo original.

O banco disse ainda que a lista de conteúdo do quarto trimestre da Netflix pode ser “a melhor de todas”, graças a títulos como El Camino: um filme de Breaking Bad, Meu nome é Dolemite e a terceira temporada de The Crown. “Acreditamos que dezembro é o mês de conteúdo mais forte da Netflix no trimestre, destacado pelos filmes Esquadrão 6, História de um Casamento e Dois Papas“, adicionaram os analistas. O J.P. Morgan tem uma classificação “acima do peso” e uma meta de preço de 425 dólares para os papéis da Netflix. Esse número representa um valor superior de 35% da cotação das ações negociadas na manhã de quarta-feira – algo em torno de 313,57 dólares.

Publicidade