Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Empréstimos dos governos superam US$ 10 trilhões em 2011

OCDE alertará para os riscos do aumento dos custos do crédito

Os empréstimos tomados pelos países industrializados atingiram 10,4 trilhões de dólares neste ano e deverão aumentar para 10,5 trilhões de dólares em 2012, de acordo com um relatório da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) que será publicado ainda este mês, afirmou o jornal britânico Financial Times em seu site.

Embora os empréstimos tenham sido maiores em 2009 e 2010, existem mais riscos agora por causa do atual crescimento dos custos do crédito. Segundo o jornal, a OCDE prevê que os juros cada vez mais altos de financiamento de dívida soberana – devido às incertezas que rodeiam a Europa – podem ter sérias consequências para a sustentabilidade dos empréstimos dos governos.

De acordo com a o jornal, a emissão de dívida de curto prazo nos países da OCDE está em 44%, um nível muito mais alto do que o período pré-crise. A taxa mostra que os governos precisam se refinanciar com uma frequência cada vez maior, em vez de recorrerem a dívidas de longo prazo – que possuem juros menores e são mais estáveis.

No estudo, a OCDE também alertará para o problema causado pela perda da classificação “livre de risco” que alguns países como Itália e Espanha mantinham, mas já não possuem mais.