Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Empresas ganham eficiência e aumentam lucro em ano de crise

Segundo levantamento feito pela Insper, lucro das companhias aumentou no primeiro semestre deste ano, enquanto receita diminuiu

As grandes empresas brasileiras conseguiram elevar o lucro dos seus negócios no primeiro semestre deste ano, mesmo diante de um cenário adverso de crise econômica. É o que mostra um levantamento feito pela Insper e publicado no jornal Folha de S. Paulo nesta sexta-feira.

Segundo o estudo, as companhias que têm capital aberto (listadas na bolsa de valores de São Paulo) apresentaram um crescimento de 9,3% no chamado lucro operacional (o Ebit, lucro antes de juros e impostos) nos primeiros seis meses de 2015 em relação a igual período do ano passado. Em contrapartida, as mesmas empresas tiveram uma queda de 0,3% na receita na mesma base de comparação – o recuo é ainda maior se for levado em conta a inflação acumulada de doze meses até junho, de 8,89%.

Os especialistas afirmam que esse fenômeno só foi possível porque, diante do aperto, as empresas ganharam eficiência, ao cortar gastos e reduzir projeções de investimento. “O resultado mostra que as empresas melhoraram a sua parte operacional, antecedendo uma piora no cenário econômico”, afirmou Michael Viriato, coordenador do laboratório de finanças do Insper. “As empresas vão se adaptando aos cenários. Contiveram custos e racionalizaram os processos para atravessar esse período desafiador”, disse Reginaldo Alexandre, presidente da Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (Apimec).

Segundo a Insper, foram excluídos do cálculo os bancos, que obtiveram lucro influenciado pela alta dos juros, e a Vale e a Petrobras, que foram prejudicadas pela queda no preço das commodities no mercado externo.

Leia também:

Ajuste fiscal não é causa de crise econômica, diz Levy

Inflação acumulada deve chegar ao pico neste trimestre, diz Tombini

(Da redação)