Clique e assine com até 92% de desconto

Dow Jones fecha praticamente estável

Por Da Redação 27 dez 2011, 19h28

Nova York, 27 dez (EFE).- O índice Dow Jones Industrial, o principal de Wall Street, fechou praticamente estável nesta terça-feira, em baixa de 0,02%, apesar da divulgação de que a confiança dos consumidores dos Estados Unidos aumentou mais do que o previsto em dezembro.

Esse indicador, que reúne 30 das maiores empresas americanas, perdeu 2,65 pontos, para 12.291,35. Já o índice seletivo S&P 500 e o indicador da bolsa eletrônica, a Nasdaq, seguiram tendência oposta, subindo 0,01% e 0,25% (para 1.265,43 e 2.625,20 pontos), respectivamente.

Para a indecisão dos investidores influíram dados conflitantes sobre a economia americana: enquanto a confiança dos consumidores nos EUA subiu neste mês a seu nível mais alto desde abril, o preço dos imóveis nas 20 maiores cidades do país desceu 1,2% em outubro.

A queda de maior destaque entre as ações que fazem parte do Dow Jones Industrial foi dos títulos do Bank of America (-2,14%). Também recuaram nesse índice o banco JPMorgan Chase (-1,61%) e o conglomerado General Electric (-1,21%), este último após anunciar a compra da maior parte do negócio de depósitos no varejo da seguradora Metlife (0,32%), com US$ 7,5 bilhões em depósitos nos EUA e uma plataforma de bancos ‘online’.

Na Nasdaq, os títulos da gigante Apple subiram 0,79% apesar de a Justiça italiana ter condenado hoje a companhia a pagar uma multa de 900 mil euros por não informar corretamente seus consumidores sobre o direito que tinham a uma garantia de dois anos sobre os produtos adquiridos.

Em outros mercados, o preço do barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) subiu 1,66% e fechou a US$ 101,34, o ouro caiu para US$ 1.595,5 a onça, o dólar ganhava terreno frente ao euro (que era cotado a US$ 1,3067) e a rentabilidade da dívida pública americana a dez anos descia para 2,01%. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade