Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Custo de financiamento da Itália desaba em leilão de 3 anos

Por Da Redação 14 fev 2012, 09h46

MILÃO, 14 Fev (Reuters) – O custo de financiamento da Itália caiu com força em um leilão de títulos de três anos nesta terça-feira, com os empréstimos baratos do Banco Central Europeu (BCE) continuando a reforçar a demanda pelos bônus governamentais e ajudando o país a superar o rebaixamento de sua nota pela Moody’s na véspera.

A demanda superou a oferta em 1,4 vez, contra razão de 1,2 há um mês. Na segunda-feira, uma oferta de títulos de um ano foi coberta em apenas 1,1 vez.

Foram vendidos 6 bilhões de euros em bônus de três e cinco anos, no topo da faixa planejada, impulsionando os bônus do mercado secundário e reduzindo a diferença de rendimento contra o bônus alemão.

O título com vencimento de três anos foi vendido a um rendimento médio de 3,41 por cento, bem abaixo da taxa de 4,8 por cento vista há um mês e o menor custo de financiamento desde março do ano passado – antes que a Itália se tornasse o foco da crise de dívida da zona do euro, em julho.

A Moody’s reduziu a nota de crédito italiana para “A3” na noite passada, em uma medida amplamente esperada após decisões similares da Standard & Poor’s e da Fitch em janeiro.

A Itália também vendeu dois bônus extraordinários para novembro de 2015 e fevereiro de 2017 no leilão desta terça-feira.

(Reportagem de Valentina Za)

Continua após a publicidade

Publicidade