Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Conab preve safra recorde de café para 2012

Por Da Redação 10 jan 2012, 09h32

Por Tomas Okuda

São Paulo – A primeira estimativa de produção de café (arábica e conilon) para a safra 2012 indica que o País deverá colher entre 48,97 milhões e 52,27 milhões de sacas de 60 quilos do produto beneficiado, o que corresponde a 50,61 milhões de sacas no ponto médio. Segundo levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado hoje, confirmando o resultado, esta será a maior safra já produzida no País, superando o volume de 48,48 milhões sacas colhidas na safra 2002/03.

O resultado representa um crescimento entre 12,6% e 20,2%, quando comparado com a produção de 2011, que foi de 43,48 milhões de sacas. De acordo com os técnicos da Conab, o crescimento se deve principalmente ao ano de alta bienalidade (o café alterna ano de safra grande seguido de safra baixa).

A espécie arábica, com a produção estimada entre 36,41 milhões e 39,02 milhões de sacas, representa em média 74,5% da produção nacional, e tem Minas Gerais o maior produtor, com um volume de produção previsto entre 25,25 milhões e 26,82 milhões de sacas.

A produção da espécie conilon está estimada entre 12,56 milhões e 13,25 milhões de sacas, com média de 25,5% da produção cafeeira do País. O Estado do Espírito Santo é o maior produtor, com a produção estimada entre 8,97 milhões e 9,53 milhões de sacas.

A área plantada com as espécies arábica e conilon no País totaliza 2,351 milhões de hectares. O resultado mostra um crescimento de 3,21% sobre a área de 2,278 milhões de hectares na safra 2011, ou seja, foram acrescentados 73,15 milhectares.

Os dados referem-se à pesquisa realizada no período de 8 de novembro a 17 de dezembro, quando foram visitados os municípios dos principais estados produtores (MG, ES, SP, BA, PR e RO), que representam 98% da produção nacional.

Continua após a publicidade
Publicidade