Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil soma 256,13 milhões de linhas móveis em junho

Foram habilitadas 1,18 milhão de novas linhas no mês - alta de 0,46% em relação a maio

O Brasil encerrou junho com 256,13 milhões de linhas ativas de telefonia móvel, de acordo com dados divulgados pela quarta-feira da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Foram habilitadas 1,18 milhão de novas linhas no mês passado, o que representou um acréscimo de 0,46% em relação a maio.

A participação dos pré-pagos foi de 81,68% e dos pós-pagos, de 18,32%. A teledensidade no mercado brasileiro atingiu 130,44 acessos por 100 habitantes, apontando aumento de 0,39% sobre maio, quando era de 129,93 acessos.

Os terminais de 3G (banda larga móvel) somaram 48,89 milhões de acessos em junho, ante 56,39 milhões em maio. A partir deste mês, porém, a agência classificará de forma separada os terminais de dados banda larga (modems 3G) e os terminais de dados M2M (máquinas de cartões de crédito e débito habilitadas nas redes das operadoras), o que distorce a base de comparação.

Ranking de operadoras – De acordo com a Anatel, a Vivo manteve a liderança no mercado brasileiro de telefonia móvel em junho, com uma participação de 29,56%, ou 75,719 milhões de acessos.

A TIM permaneceu na segunda colocação, com uma fatia de 26,89%, ou 68,873 milhões de acessos; seguida pela Claro, com 24,58%, correspondendo a 62,966 milhões de acessos. A Oi seguiu na quarta posição, com uma participação de 18,65% ou 47,771 milhões de acessos.

Na comparação com maio, a participação da Vivo recuou 0,07 ponto porcentual, de 29,63%; da TIM subiu 0,01 ponto porcentual, de 26,88%; da Claro caiu 0,1 ponto porcentual, de 24,59%; e da Oi avançou 0,06 ponto porcentual, de 18,59%.

Em junho, a fatia da CTBC era de 0,28%, correspondente a 725,4 mil acessos, e da Sercomtel, de 0,03%, equivalente a 74,07 mil acessos.

(Com Agência Estado)