Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

BOLSA EUA-Índices caem após dado frustrante de vendas no varejo

Por Da Redação 14 fev 2012, 13h04

NOVA YORK, 14 Fev (Reuters) – O índice S&P voltou a recuar nesta terça-feira, afastando-se do patamar próximo ao maior nível em sete meses, após a divulgação de dados mais fracos do que o esperado das vendas no varejo nos Estados Unidos em janeiro, moderando o apetite do investidor por ativos de risco.

As vendas no varejo dos Estados Unidos cresceram menos que o esperado em janeiro, com os consumidores reduzindo a aquisição de automóveis e fazendo menos compras pela internet.

Os decepcionantes dados adicionaram-se às preocupações do rebaixamento dos ratings de seis países da zona do euro feitos pela agência de classificação de riscos Moody’s na segunda-feira.

“O estado do consumo ainda é muito ameno. Nós tivemos algumas boas notícias da economia, mas negócios muito amenos ainda estão por toda a parte”, afirmou o economista da 4CAST, em Nova York, Sean Incremona.

Às 14h03 (horário de Brasília), o indicador Dow Jonescaía 0,31 por cento, a 12.834 pontos, enquanto o S&P 500tinha desvalorização de 0,47 por cento, a 1.345 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq tinha perdas de 0,52 por cento, a 2.916 pontos.

Na segunda-feira, o S&P subiu para próximo do maior nível em sete meses, acumulando ganhos de mais de 25 por cento desde a mínima alcançada no início de outubro. O índice de referência está enfrentando forte resistência, na área de 1.355 pontos a 1.360 pontos, um possível ponto de retorno.

Pressionando o setor financeiro, o Citigroup rebaixou o Bankof America Corp de “compra” para “neutro”, afirmando que os obstáculos para os ganhos continuarão mesmo se as preocupações com capital diminuírem. As ações do Bank of America caíam quase 3 por cento.

(Reportagem de Angela Moon)

REUTERS NC PD

Continua após a publicidade

Publicidade