Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Boeing fechará fábrica que emprega 2.160 pessoas nos EUA

A fabricante de aviões americana Boeing anunciou nesta quarta-feira que fechará até o fim de 2013 sua fábrica de Wichita no Kansas, no centro dos Estados Unidos, que emprega 2.160 pessoas e onde são fabricados principalmente aviões de defesa.

O grupo fabrica nesse local os caça-bombardeios B-52 e o avião-tanque 767 International Cargo, e fornece serviços de planejamento de voo e logística integrada, segundo informou a empresa em um comunicado.

“A decisão de fechar a fábrica de Wichita foi difícil de tomar, mas se apoia em um estudo completo do cenário atual, do futuro do mercado e de nossa capacidade de permanecer competitivos na hora de responder às necessidades de nossos clientes para oferecer as melhores soluções e as mais acessíveis”, informou Mark Bass, responsável pela divisão militar da Boeing e citado no comunicado.

O grupo não informou quantos empregos seriam suprimidos.

“Alguns dos postos de trabalho do local serão transferidos para outras fábricas do grupo, mas é muito cedo para dizer quantos. Vamos determinar isso em alguns meses”, explicou à AFP Forest Gossett, um porta-voz da Boeing.

“Não temos trabalho suficiente” na fábrica, completou, para justificar o fechamento anunciado.

A Boeing enfrenta cortes no orçamento da Defesa do governo americano, que busca reduzir seus gastos no setor militar.